O que é cirurgia ortognática?

Cirurgia ortognática

Uma situação comum e que talvez até tenha acontecido com você: numa avaliação no ortodontista, ele revela que seu problema não se resolve apenas com aparelho ortodôntico. É preciso cirurgia.

Como assim cirurgia?

Pois é. Nem sempre ter os dentes tortos é apenas uma questão dentária… muitas vezes o problema envolve também as bases ósseas, ou seja, a posição em que se encontram os ossos onde estão inseridos os dentes: maxilas (a parte de cima) e mandíbula (a parte de baixo).

Dá-se o nome de cirurgia ortognática à correção cirúrgica do posicionamento dos ossos da face. A ideia é restabelecer um padrão facial normal, ou seja, fazer com que o rosto, como um todo, apresente um perfil mais harmônico.

Quando está indicada a cirurgia ortognática?

Um exemplo: muita gente acha que tem os dentes “muito pra frente”. A conclusão lógica é que seria preciso usar aparelho para “puxar” os dentes para trás. Porém, pode ser que os dentes não estejam projetados, mas toda a base óssea esteja posicionada mais pra frente. Nesse caso, apenas “puxar” os dentes para trás não vai resolver o problema. Outra possibilidade dentro do mesmo exemplo: os dentes não estão projetados e a base óssea não está pra frente, mas mesmo assim os dentes de cima estão muito à frente dos de baixo. Aí, o problema pode ser outro: a mandíbula (queixo) é que pode estar muito para trás!

Dessa forma, a cirurgia ortognática está indicada para pacientes adultos que tenham deficiência ou excesso de crescimento ósseo de maxilas e/ou mandíbula.

Crianças e adolescentes podem / precisam fazer cirurgia ortognática?

Quando se detecta precocemente que o crescimento dos ossos da face está fora do padrão, geralmente é possível corrigir sem a necessidade de cirurgia até mais ou menos os 16 anos de idade, ou seja, a parte final da fase de crescimento. Quanto mais cedo o ortodontista intervir, melhor. Na fase do crescimento é possível, com o uso de aparelhos ortopédicos (máscara facial, aparelho de protração mandibular, etc.), direcionar melhor o crescimento dos ossos da face, de forma a adequar as bases ósseas. Não que isso garanta que a criança / adolescente não tenha que usar aparelho no futuro, mas provavelmente vai evitar a cirurgia ortognática e diminuir o tempo de tratamento com o aparelho fixo. Portanto, leve seu filho ao ortodontista / odontopediatra ainda na infância pra avaliar!

Como saber se você precisa de cirurgia ortognática?

É necessário fazer uma avaliação com um ortodontista e/ou cirurgião bucomaxilofacial. O dentista irá encaminhar você pra uma série de exames, que incluem radiografias e análise cefalométrica, que consiste em se fazer medições dos ossos da face e do crânio de forma a determinar a relação entre eles. O profissional mais experiente é capaz de detectar a necessidade de cirurgia mesmo sem esses exames, pela análise do perfil do paciente, mas mesmo assim é necessário realizá-los pra poder planejar o tratamento de forma adequada. Quando a pessoa tem a parte de cima pra frente chamamos de protrusão maxilar. Quando a parte de cima está mais para trás do que deveria, diz-se retrusão maxilar. Já na parte de baixo (mandíbula), usam-se os termos prognatismo e retrognatismo, respectivamente.

Radiografia panorâmica após cirurgia ortognática
Radiografia panorâmica após cirurgia ortognática

Se eu fizer a cirurgia ortognática, vou precisar usar aparelho?

É importante ressaltar: a cirurgia ortognática não substitui o tratamento ortodôntico, pelo contrário: ocorre uma ação conjunta entre duas especialidades odontológicas, a cirurgia bucomaxilofacial e a ortodontia. Geralmente a cirurgia é realizada após um tratamento prévio com aparelho, que deve continuar por algum tempo depois da intervenção do cirurgião.

A cirurgia ortognática é obrigatória?

Muitos pacientes que têm indicação para cirurgia ortognática não têm coragem vontade de se submeter a esse tipo de procedimento, o que é compreensível. Dependendo do caso, quando a desarmonia dos ossos da face é leve, é possível realizar um tratamento ortodôntico compensatório, ou seja, o melhor possível sem cirurgia, movimentando apenas os dentes. Vai ficar perfeito? Não. Mas pode ficar muito bom e o paciente muito satisfeito com o resultado. Nos casos mais severos, o tratamento ortodôntico pode até piorar o problema… então se você tem uma desarmonia grande entre os ossos da face e não quer fazer cirurgia, talvez seja melhor nem usar aparelho, também.

Como é feita a cirurgia ortognática?

Assista vídeo abaixo pra entender como é feita a cirurgia ortognática:

O vídeo mostra um caso em que a mandíbula foi colocada para frente e as maxilas foram trazidas para trás, mas nem sempre se faz as duas coisas, e pode ser ao contrário também: pode ser preciso levar a parte de cima para frente e a parte de baixo para trás. Depende do caso. Ou, ainda, talvez nem seja necessário fazer a correção em cima e embaixo, apenas em uma das bases ósseas. Quem determina isso é o ortodontista em conjunto com o cirurgião bucomaxilofacial, tendo como base os exames e a avaliação clínica do paciente.

Outros tipos de cirurgia ortognática você vê no infográfico abaixo (clique na imagem para ampliá-la):

Cirurgia ortognatica - infografico

Está “desconfiado” de que precisa de uma cirurgia ortognática? Procure um dentista e faça uma avaliação!

Compartilhe:

Comentários via Facebook


Categoria: Cirurgia

Marcadores:

184 comentários

  1. Olá, boa tarde, eu gostaria de tirar algumas duvidas relacionadas a cirurgia ortognatica, eu passei por tratamento ortodôntico, fui diagnosticado como biprotruso, fiz extrações dos 4 pré molares, os espaços foram fechados e os dentes alinhados na medida do possivel, mas eu ainda continuo com queixo um pouco retraido e isso afeta o meu perfil e realmente eu gostaria de resolver esse problema, eu gostaria de saber se é possível fazer uma cirurgia ortognatica para resolver esse problema e se seria necessário refazer um tratamento ortodôntico ou se daria para fazer sem aparelho mesmo pelo fato dos dentes estarem bem alinhados de acordo com o meu biotipo etc, o que acha desse meu caso, poderia me tirar essas dúvidas? Obrigado pela atenção e um abraço!!

    1. Ângelo, considerando que você já fez um tratamento ortodôntico completo, e com plano de tratamento que não previa cirurgia, agora fica tudo mais complicado. Nem sempre é possível reverter o resultado obtido no tratamento anterior, e mesmo sendo possível, pode não ser recomendável. Enfim… vale a avaliação de um ortodontista a respeito… se for possível / indicado no seu caso, ele(a) vai esclarecer.

  2. Boa noite, Dra! Tenho uma filha de 9 anos que ao levar no dentista o mesmo disse que a arcada inferior dela era um pouco retraída, ficando a mordida quase no céu da boca. Isso não causa incômodo a ela, inclusive nunca notamos. O problema é que a dentista falou que será necessário usar um aparelho ortopédico, até aí tudo bem, mas o filho de uma amiga tem o mesmo problema e a dentista dele achou melhor usar um aparelho fixo. Estou na dúvida se a dentista de minha filha está certa ou errada. Outra coisa, minha filha tá com 9 anos, como disse lá em cima, e perdeu 8 dentes frontais, é normal? Os caninos já não deviam ter saído?
    Desde já agradeço pela atenção.

    1. Tatiana, cada caso é um caso… o aparelho ortopédico pode ser fixo, também. Não dá pra dizer quem está certa, até porque as 2 dentistas podem estar certas (e não tenho razão pra duvidar disso, pelo seu relato). Sim, é normal que sua filha tenha trocado 8 dentes anteriores já, e não, os caninos ainda vão nascer. Tudo em seu tempo.

  3. Olá, doutora.

    Tenho queixo classe II, ele é bem para trás mesmo, cerca de 8 mm, minha idade é 16 anos.
    Comecei o tratamento compensatório com 12. Não estou nem um pouco satisfeita com o jeito que está ficando, tenho dificuldades ainda para mastigar e o perfil não é harmônico. Inicialmente foi mostrada a possibilidade de cirurgia, porém meus pais estavam receosos e negaram a mesma. Todavia, ao terminar o tratamento com o aparelho, estou pensando em mudar de ortodontista e procurar um bucomaxilo para averiguar a possibilidade de uma cirurgia. Na sua opinião, seria possível reverter o tratamento feito anteriormente e começar do zero?
    Obs.: fiz alguns exames e não ocorreu perda de raiz, não possuo DTM nem nada do tipo.

    1. Mari, fica tudo mais complicado agora. Mas sim, ainda pode ser possível preparar você pra cirurgia e “mudar de estratégia”. Converse com o novo ortodontista, vale a avaliação dele a respeito.

      1. Olá doutora, tenho prognatismo e mordida cruzada, um ortodontista me disse que eu deveria extrair dois dentes que resolveria meu problema, e outro me disse que meu caso se resolveria apenas com cirurgia. Minha dúvida é, existe mesmo a possibilidade de correção com extração de dentes ou não? *** olhando a mandíbula não aparenta estar para frente, as pessoas nem notam, o prognatismo é até que pequeno digamos assim ***
        Obrigado.

        1. Se o prognatismo não é severo, em princípio, pode ser feito um tratamento compensatório, sem cirurgia. Digamos assim: não vai ficar perfeito, mas pode ficar muito bom e você bem satisfeito.

  4. Olá, Dra!

    Tenho 25 anos.

    Hoje fui ao dentista para iniciar o tratamento ortodôntico, meus dentes estão desalinhados, mas para a minha surpresa e decepção pode ser que o tratamento não seja tão simples assim.

    Acontece que eu tenho o queixo um pouco grande, mas eu não me incomodo com isso, não tenho qualquer problema com a minha estética facial. Por ser homem até acho bonito que meu queixo seja um pouco grande e quadrado.

    Não tenho dor, não tenho dificuldade para mastigar, não tenho dificuldade para falar ou qualquer coisa do tipo.

    Quando fecho a mordida a arcada inferior fica para atrás da arcada superior, ou seja, não tenho uma mordida cruzada anterior.

    Mas o meu ortodontista disse que durante o tratamento eu posso ter que fazer uma cirurgia ortognática, para puxar a mandíbula para trás.

    Assim que for alinhando os dentes inferiores, pode ser que eles acabem indo para frente, pois estão um pouquinho “deitados”, ou seja, pode ser que os dentes inferiores fiquem um pouquinho na frente dos dentes superiores, causando uma leve mordida cruzada.

    Por outro lado, ele disse que eu posso não precisar fazer a cirurgia, vai depender do tratamento, de como o caso se desenvolve… Ele disse que são 50% de chances para cada lado.

    Agora vão as minhas dúvidas:

    Isso está certo, o ortodontista não consegue me precisar antes do tratamento se eu preciso ou não de cirurgia? Vou ter que esperar?

    Outra dúvida, não daria para alinhar os dentes inferiores sem ter que colocados mais para frente?

    Eu não me importo se os dentes de baixo ficarem um pouco “deitados”.

    Não é possível alinhar os dentes somente mexendo-os de lado?

    Quero apenas que meus dentes fiquem alinhados, com um sorriso bonito… Não tenho problema com a minha mandíbula.

    Se eu iniciar o tratamento pode ser que a minha estética facial fique comprometida?

    Quero ter certeza se vou precisar ou não de cirurgia, já que o procedimento é invasivo e caro, preciso me preparar e ter certeza do que eu vou fazer.

    Obrigado pela atenção!

    Desculpe se eu não fui mais didático.

    🙂

    1. Rafael, o seu caso deve ser uma situação limítrofe… um problema de discrepância óssea, só que não muito severa. Nesses casos, costuma ser possível compensar o problema ósseo só com ortodontia, sem cirurgia. O problema é que, quando há falta de espaço pra alinhar os dentes, a forma de alinhá-los é inclinando-os pra fora… e isso, no seu caso, pode resultar em mordida cruzada anterior. Uma possibilidade – e sugiro que você questione isso junto ao seu ortodontista – seria de fazer alguma extração… por exemplo, extrair 1 incisivo inferior (estou supondo, talvez isso não seja possível no seu caso, mas vale perguntar). Não se preocupe com a questão estética, com o espaço fechado ninguém notaria a falta desse dente. Nesse caso, a cirurgia estaria descartada. Enfim… ninguém é obrigado a fazer cirurgia ortognática, é um procedimento bem invasivo, realmente. Mas a partir do momento em que se começa o tratamento ortodôntico visando a cirurgia, não dá mais pra voltar atrás. Então pense bem no que você quer.

  5. Dra. Ana, boa tarde! Há 90 dias passei pela cirurgia ortognatica e agora estou sentindo os três últimos dentes de cada lado da arcada inferior bem moles, mas ainda do lado esquerdo, não dói, apenas sinto a movimentação do dente e raiz quando mastigo ou toco no dente, o último de cada lado estão sem os brackets e o penúltimo do lado esquerdo é o q movimenta mais, nele tb tem o gancho pra colocar o elástico q estou usando para classe ll, poderia me dizer se é algo preocupante?

    1. Leila, acredito que não. Você passou por uma cirurgia bem invasiva, que deve ter “mexido” com os dentes, também. Converse com o seu ortodontista pra ele avaliar, mas acho que essa mobilidade é da movimentação ortodôntica, mesmo.

      1. Obrigada Dra. Ana pelo retorno. Na verdade, agora a maioria dos dentes estão moles! Já estou com 4 meses de pós operatorio e a oclusão bem errada ainda. Não saí da cirurgia com amarração e a musculatura retraiu a mandibula em 7mm. Usei só elastico para trazer a mandibula de volta mas não alinhou a oclusão.
        O problema é que meu dentista, 3 meses após as minhas reclamações sobre a mobilidade dos dentes terem começado, falou que estou com periodontite grau 1, aí fui em outro orto e dentista e ele disse que a mobilidade seria mais por trauma oclusal, visto que dentes encostam e outros não… Continuo sem solução, com dentes muito moles, sinto igual dente de leite qdo comeca a dar sinal que vai cair, são quase todos e não sei que atitude tomar… pode me ajudar?

        1. Bom… se há trauma oclusal, é preciso removê-lo. Converse com o seu dentista pra ver o que ele sugere fazer a respeito, na minha opinião seria preciso um ajuste oclusal (desgastes seletivos pra eliminar esses traumas).

  6. Boa noite, Dra. usei aparelho por 3 anos e meu dentista falou que minha mandibula era retraida. Mas que havia necessidade de fazer a cirurgia pq nao era muito. Mas mesmo depois de muitos anos que tirei o aparelho, coloquei protese de mento, e o tamanho do mento ficou bom, mas nao tenho a diferenciação da mandibula pro pescoço nas laterais, parece ser tudo junto e isso me incomoda bastante, principalmente esteticamente. E com o passar dos nos (hoje tenho 33) parece que isso vai piorando… Andei pesquisando sobre a bioplastia de mandibula tambem. É aconselhavel no meu caso? Estou tentando de tudo para nao precisar fazer a cirurgia ortognatica… sera que só com ela conseguirei me sentir esteticamente bem?

  7. Dra. Quando era pequeno comecei a usar um aparelho móvel para correção da arcada dentária que se fazia necessário, pois a mesma era pequena e não iria comportar todos os dentes da boca, no entanto pelo fato de ser criança e o aparelho machucar muito, acabei por deixar de usar, alguns anos depois com os dentes tortos e sentindo necessidade acabei por usar o fixo tendo em vista a arcada já estar formada, agora já com 28 anos vejo que meu queixo é pequeno em relação ao rosto e que em conversa com outro dentista o mesmo disse que se tivesse usado o aparelho móvel teria corrigido o tamanho do queixo agora somente uma cirurgia ortognatica para arrumar.
    Pergunto se neste caso teria que fazer uma cirurgia ortognatica ou posso apenas aumentar o tamanho do queixo e se eu tivesse usado o móvel eu teria corrigido esse problema do queixo pequeno?

    1. Igor, se o caso é cirúrgico, se não for muito severo, há possibilidade de tratar sem cirurgia. Mas, claro, o resultado não será o melhor, mas pode deixar você satisfeito. Já se for um caso mais severo, só com cirurgia mesmo. Sim, a intervenção ainda na infância, com aparelhos ortopédicos, pode evitar que seja necessária uma cirurgia ortognática na vida adulta. Mas agora, não é mais uma opção.

  8. Olá Doutora! Gostaria de tirar uma duvida, usei aparelho 4 anos, porém a dentista começou enrolar o tratamento e minha mordida abriu… Mudei de dentista, mas ela piorou a situação, pois meu rosto é estreito e fino, e ela expandiu minha arcada superior e inferior, sinto dores horríveis. Além de ter também ocorrido mudança visual. Já que meu queixo era fino e levemente “pontudo”… Ao consultar outro dentista, o mesmo pediu para que eu tirasse o aparelho e ficasse alguns meses sem, como o recomendado por ele, fiz a retirada para dar inicio novamente ao tratamento. Já estou sem aparelho 4 meses e meus dentes da arcada superior estão muito para frente, e meu queixo sofreu retrusão absurda para trás! Meu masseter “murchou”, será que é por causa da mordida que não se encaixa? Tem possibilidade de voltar ao normal caso ela tenha feito essa tal expansão?

    Aguardo resposta,

    Atenciosamente,

    Carolina.

    1. Carolina, agora é como se você estivesse começando do zero, e as possibilidades são várias. O estabelecimento de boa oclusão vai ajudar, sim, a melhorar esses aspectos do seu rosto.

  9. Boa tarde, Dra!
    Preciso muito de sua opinião: meu filho tem 18 anos, usou aparelho e seus dentes estão alinhados e com oclusão e linha média perfeita, mas ele tem um leve retrognatismo mandibular, ele procurou um especialista em minha cidade que indicou a expansão maxilar e uso de aparelho auto-ligado, minha dúvida é se ele utilizar este aparelho não vai apenas fazer força mecanica nos dentes, pois com sua idade, não tem como melhorar apenas com uso de aparelho e neste caso não vai piorar o problema???

    1. Solange, se os dentes estão alinhados, com a oclusão e a linha média perfeitas, pra quê começar outro tratamento ortodôntico? Leve retrognatismo muita gente tem… sem problemas.

  10. Bom dia! Dra. Tenho 40 anos e na parte de baixo da minha boca os dentes são pra frente, deixando uma desarmonia no meu rosto. Gostaria de saber se o aparelho será suficiente para tratamento ou pela minha idade somente a cirurgia.

    1. Depende, Edilene. Existem casos cirúrgicos e não-cirúrgicos, não tenho como saber qual o seu caso apenas com base no seu relato. Se você tiver um problema ósseo, e não apenas dentário, pode estar indicada a cirurgia pra correção, sim. Sua idade não interfere muito, nesse caso. Procure um ortodontista pra avaliar.

  11. Olá Dra., as minhas arcadas ficam niveladas quando fecho a boca, não ficando a arcada inferior um pouco atrás como o normal de outras pessoas… usei aparelho quando criança mas tirei antes do tempo.. o queixo em si me incomoda muito esteticamente, há alguma possibilidade do uso de algum aparelho para corrigir isso sem a necessidade da cirurgia?

    1. Isabella, isso se chama mordida “topo a topo”. Sim, pode ser possível tratar com aparelhos ortopédicos, mas depende da sua idade e da severidade do problema. Procure um ortodontista pra avaliar.

  12. Doutora, hoje fui ao dentista para colocar aparelho na intenção de arrumar meus dentes que são meio tortos. Chegando lá o medico me perguntou o que me incomodava e eu lhe respondi falando que não gostava da aparencia deles por serem tortos e minha mandibula superior ser para frente, praticamente tampando os dentes inferiores. Ele me informou que minha mandibula superior não era para frente, e sim a superior era muito para tras, e que isso não podia ser arrumado com o aparelho por ser um problema osseo. Ele me deu duas sugestões: Fazer uma cirurgia para consertar isso ou fazer um tratamento (que a senhora mesmo informou aqui) com o aparelho. Pensei em fazer a cirurgia, mas depois dele me dizer que a cirurgia era em torno de 30 mil reais desisti. Perguntei se eu n fizesse a cirurgia, isso poderia me causar problemas futuramente, ele respondeu que eu só poderia sentir algumas dores as vezes, e disse também que se eu optasse por não fazer, não poderia fazer depois, estaria decidido.
    Sou menor de idade, e meus pais não tem condição para poder pagar tudo isso, então coloquei o aparelho mesmo. Meu medico é meio ignorante, por isso fui pesquisar um pouco sobre meu problema e achei sua publicação, gostaria de te perguntar se mesmo optando por esse tratamento e o finalizando, eu realmente não poderei realizar a cirurgia depois, talvez quando eu for maior de idade e tenha meu proprio dinheiro. Pois desde pequena sempre sonhei em ter um sorriso perfeito. Se puder responder agradeceria muito.

    (Obs: Ele também disse que talvez eu ainda tivesse que arrancar dois dentes da frente, mas não entendi bem o motivo para isso. Mas disse que não iria dar nem para perceber. Isso é realmente necessario?)

    1. Naomy, seu dentista tem razão. Quando o problema é ósseo, mas não severo, e o paciente opta por tratar só com aparelho (compensando o problema ósseo com apenas a movimentação dos dentes), não dá pra voltar atrás ou, pelo menos, fica muito muito muito difícil. Porque a abordagem é completamente diferente. Seria preciso reverter o tratamento realizado pra pode fazer a cirurgia ortognática, depois. Quanto à necessidade de extrações, depende do plano de tratamento. Pode ser necessário, sim.

  13. Olá Doutora, tenho 21 anos e meus dentes inferiores sao mais a frente dos superiores, nesse caso a odonto me falou que nao tenho espaço para puxar para tras os debaixo, nesse caso é cirurgico ou nao?

    1. Jair, provavelmente é um caso cirúrgico, sim. Mas só pela sua descrição não dá pra afirmar isso, depende dos exames.

  14. Ola Doutora, tenho 27 anos e ja usei aparelho ortodontico duas vezes, porem em nenhuma delas foi tratado meu problema osseo. Aparentemente, meus dentes superiores são muito grandes para minha arcada, que alem disso é muito fechada. Já fiz extrações, mas resolveu só o problema de alinhamento dentario. Tenho o queixo pra dentro (quando fico com a boca meio aberta ele fica normal, e quando a fecho ele se “encolhe” para cima e dentro – fico com beicinho de choro. KKK). Além, de ter a mordida cruzada. São fatores que me incomodam muito, não consigo abrir muito a boca, tenho dores de cabeça frequentemente, um pouco de dificuldade respiratoria e mastigatoria. Alem da questão estética. Tenho medo que isso piore com os anos.
    Gostaria de saber se a tendencia é piorar com o tempo, se meu caso aparentemente é cirurgico e quais são os riscos cirurgicos.
    Desde já agradeço.

    1. Iara, não há razão pra piorar… mas só o fato de não melhorar já é ruim. Sim, pela sua descrição o caso parece ser cirúrgico. Os riscos cirúrgicos são os inerentes a qualquer cirurgia, e o pós-operatório de uma cirurgia ortognática costuma ser bem “sofrido”, porque envolve dificuldade de alimentação, etc.. Mas se você estiver disposta e houver mesmo indicação cirúrgica, a cirurgia deve proporcionar melhor qualidade de vida pra você.

  15. Olá Dra.
    Minha Ortodontista diz que vou ter que usar um aparelho desoclusor para corrigir minha mordida que é profunda. E meu queixo é um pouco pra trás.
    Gostaria de saber se depois de usar esse aparelho, se é possível que meu queixo venha um pouco pra frente e fique com o perfil mais simétrico ?! Obs: (tenho 27 anos).

    1. Flavio, não creio que seja o objetivo desse aparelho, até porque ele não é ortopédico. Mas talvez o próprio alinhamento dos dentes ajude a reposicionar seu queixo.

  16. Bom dia ! Tenho 29 anos e já usei aparelho há 4 anos atrás. Hoje percebo que meu sorriso superior é um pouco inclinado, pois quando sorrio minha gengiva aparece mais do lado direito do que do lado esquerdo. Gostaria de saber se apenas usando o aparelho ortodôntico é corrigido esse problema.

    1. Leta, depende. Se o problema for só dentário, sim, o aparelho deve corrigir. Já se for ósseo também, pode até ajudar, mas não resolver por completo. Procure um ortodontista pra avaliar.

  17. Dra. Ana, boa tarde! como vai?

    Bom Dra. minha dúvida é simples, eu já passei por cirurgias, encaro até que bem os procedimentos. Meu caso é de ortognática eu tenho mordida cruzada, terei que fazer o procedimento ortognático.
    Mas doutora eu cheguei a ver videos de profissionais executando a técnica, criei uma dúvida a respeito…
    O osso quando cortado e alinhado, vai ficar aquele vão perceptível quando passar a mão no rosto? Eu não pude deixar de reparar que fica entre ossos um vão entre as placas, aquele espaço ósseo é permanente? Achei que fazia um complemento daquele espaço.
    Se puder me ajudar!
    Obrigado.

    1. Ailton, seu organismo vai formar osso nesses espaços. Mas em alguns casos, pode haver a necessidade de enxerto ósseo.

  18. Bom dia, Dra!
    Gostaria de tirar uma dúvida com a senhora. Eu tenho um problema de um dente torto superior, ele fica bem na frente e é muito visível, além da minha arcada dentária superior ser mais pra trás que a inferior. Gostaria de saber se é preciso fazer essa cirurgia no meu caso e se precisarei usar também o aparelho ortodontico? Fico aguardando a sua resposta Dra.. Desde já, agradeço!

    1. Laryssa, se o problema for ósseo e não apenas dentário, deve haver indicação de cirurgia ortognática, sim. Se o problema for ósseo mas não muito severo, muitas vezes dá pra tratar só com aparelho e obter resultados satisfatórios. Procure um ortodontista pra levantar as possibilidades de tratamento no seu caso.

  19. Boa tarde, Dra! Tenho prognatismo mandibular estou usando aparelho ha 4 meses, e o dentista falou que tem que extrair dois dentes pré molares da arcada inferior, aqueles do lado do canino… será se isso funciona? Estou com receio quanto a isso… desde ja agradeço… obrigado…

    1. Funciona, Markus. Não é tão comum extrair pré-molares só no arco de baixo, mas depende do plano de tratamento.

      1. Oh, muito obrigado! Aliviou-me muito, já estava com medo, pois ainda não tinha visto nenhuma postagem sobre extrair dentes… obrigado mesmo.. Deus lhe abençoe. Boa sorte.

  20. Olá Dra.

    Excelente artigo. Creio que necessito de aparelho ortodôntico mas vivo fugindo.
    Meu problema é que perdi um dente que não tinha raiz, caiu e não tinha o permanente.
    E ainda tenho um dente de leite, situação idêntica, por não ter o outro. Só que eu ja tenho 31 anos.
    Tal fato fez com que minha arcada do lado direito ficasse torta e apontando para o lado na parte superior, e na inferior os dentes estão se amontoando na frente.
    Tive um apercepção, não sei se correta, mas parece que com o passar dos anos meu queixo está diminuindo, a sensação é de que minha mandíbula está indo para trás. Isso se resolveria com tratamento ortodontico apenas com o aparelho?

    1. Luiz, em princípio deve ser tratável apenas com aparelho ortodôntico sim, sem intervenção ortopédica, até porque sua idade não é favorável pra isso. Procure um ortodontista pra avaliar.

  21. Ola Sra. Dra, gostaria que me ajudasse a esclarecer a minha situacao, o quanto for possivel… Quando era pequena por volta dos 4 anos de idade, talvez, a minha mae decidiu tirar me a chupeta, entao para compensar a falta dela, decidi comecar a chuchar no dedo, o que foi muito mau porque, ao chuchar ia empurrando o maxilar superior para fora, ou seja, ficou o maxilar saido, e tambem os dentes. Entretanto os meus pais nunca me me levaram ao medico para usar aparelho, diziam que eu ficava bem assim. Mas eu sempre me senti muito mal, ao pe das outras pessoas, sempre tive muitos complexos!! Depois ja em adulta fui varias vezes a ortodontistas que me disseram que, para solucionar este problema, so com cirurgia, da qual sempre tive muito medo. Mas ultimamente tenho falado com outros medicos da mesma especialidade e que me dizem que agora os aparelhos estao muito mais desenvolvidos, e que usando os aparelhos vai melhorar grandemente esta situacao, apesar de nao corrigir a 100 por cento. Tenho agora 43 anos e tenho vindo a notar de ha uns 6 meses para ca, que os meus dentes estao cada vez mais saidos, durante todos estes anos mantiveram se desde quando fiquei com este problema, mas agora estao a sair ainda mais para fora, penso eu que tera sido porke ha uns anos tirei um dente do lado superior direito e agora o espaco esta a ficar muito grande…. Agora vai ser muito complicado fazer cirurgia porque tenho uma colite e nao posso tomar antibioticos, fico com o intestino muito inflamado… Muito obrigada pela sua atencao!

    1. Maria, seu caso pode ter uma grande melhora mesmo sem cirurgia, sim. É como você disse, se o caso é cirúrgico não vai se resolver 100%, mas pode ficar muito com e satisfatório pra você. Avalie junto a um ortodontista.

      1. Ola Sr. Dra, muito obrigada pela sua prontidao em responder me! Assim que eu for ao medico, e tiver novidades, irei entrar em contacto consigo! Tudo de bom para si!!

  22. Dra. eu tenho 20 anos e a minha mandibula superior é muito pra frente, pois chupei dedo a minha vida inteira, meus pais tem mandibulas normais, eu nao quero por aparelho, pois ficara mais pra frente ainda por um tempo, voce me recomendaria tirar dois dentes da parte superior para corrigir o problema?

    1. Ja, talvez seja o caso de extrair dentes, mas não dá pra afirmar isso só com base na sua descrição. Provavelmente há um problema ósseo, também. O melhor é procurar um ortodontista e fazer uma avaliação, ele vai explicar pra você as opções de tratamento no seu caso em específico.

  23. Olá doutora, vou tentar explicar melhor, em 2012 fiz avanço maxilar para expandir a parte de cima, e meus dentes ficaram bons com o tratamento do aparelho, mas ainda tenho o queixo um pouco pra frente e a parte superior do lábio um pouco para dentro, e meu dentista pretendia fazer uma nova cirurgia para trazer pra frente esta parte de cima, mas segundo ele os meus dentes da frente parecem estar certos, mas estão inclinando para fora, assim se ele fizer uma nova cirurgia sem retirar os pré molares, os dentes da frente continuam inclinados pra fora, ele tirando os pré-molares consegue voltar os dentes da frente um pouco pra trás e depois faz a cirurgia puxando a parte de cima pra frente. Por fim, ele não extraiu os meus pré-molares, ele disse que irá tentar um método que não precise extrair.

    1. Ok, Karen. Falando só da parte dentária, provavelmente você está numa situação limítrofe, em que ainda dá pra evitar extrações e fazer desgastes entre os dentes pra ganhar espaço no arco, de forma a não deixar os seus dentes tão projetados pra frente. Pelo que entendi, seu ortodontista pretende “resolver” os arcos superior e inferior em separado e só vai “encaixá-los” cirurgicamente.

  24. Olá, Doutora, tudo bem?
    Tenho a maxila pra trás e o meu dentista me sugeriu fazer a cirurgia ortognatica, porém como começo de tratamento terei que extrair 2 pré-molares inferiores. É sempre necessário fazer a extração de dentes para cirurgia? Existe outra alternativa?
    Estou um pouco assustada por ter de tirar os dentes, já que tenho apenas 14 dentes inferiores e os segundos molares não parecem ser muito desenvolvidos…

    1. Não Carolyne, cada caso é um caso. Às vezes há indicação cirúrgica e não há necessidade de extração, ou não há indicação de cirurgia e é preciso extrair dentes. Como as suas maxilas são mais pra trás, é provável que seja obrigatório extrair dentes inferiores, mesmo. Mas não custa você fazer essa pergunta para o seu ortodontista, se for uma situação limítrofe TALVEZ dê pra tratar sem extrações. Mas se a sua preocupação é depois “faltar” dentes, pode ficar tranquila… esses dentes não farão falta nem estética nem funcionalmente.

  25. Olá, doutora!
    Estou iniciando há pouco tempo um tratamento ortodôntico, e meu dentista me deu a opção de extrair dois dentes pre molares para que eles venham dar espaço e sejam puxados com elásticos, para eu não ter a necessidade de fazer a cirurgia ortognatica, pois meu dentes de baixo são mais pra frente… Porém, estou com medo de fazer isso e não ficar bom! Por isso estou a procura de outros profissionais para tirar dúvidas e se isso é normal de alguns pacientes optarem e se fica um bom resultado. Obrigada!

    1. Kamila, sim, às vezes, numa situação limítrofe, é possível optar por movimentar apenas dentes (fazer extrações, etc.) em vez de fazer a cirurgia ortognática. A cirurgia seria a situação excelente, digamos assim, mas tratar só com aparelho e extração pode levar a um resultado muito bom, também.

  26. Bom dia Dra. Ana, meu nome é Karen e ha 4 anos realizei a cirurgia osteotomia tipo Lefort 1 Avanço maxilar, desde então comecei a usar aparelho e meus dentes ficaram certos, mas tenho notado que ainda tenho uma pequena assimetria no queixo que deixa a parte do meu lábio superior para dentro, e o doutor que me operou me indicou a fazer uma nova cirurgia porque segundo ele os dentes de cima estão forçado para frente, aceitei em fazer a cirurgia e hoje terei que extrair 2 pré molares superiores porque assim terei espaço para deixar os dentes de cima retos sem estarem forçados para frente, e após o fechamento deste espaço irei fazer a cirurgia para trazer o maxilar para frente, com a sua experiência isto está correto? Obrigada pela atenção e bom dia.

    1. Karen, não entendi bem a situação. Você fala que fez uma cirurgia de avanço mandibular e que tem uma assimetria no queixo (mandíbula)… depois diz que os dentes superiores estão muito pra frente e, por causa disso, terá que fazer extrações… então, finalmente, diz que fará uma nova cirurgia de avanço maxilar (maxila, certo? A parte de cima)… outra? Confesso que não compreendi o quadro ou o plano de tratamento. Me explique melhor, por favor.

  27. Fiz cirurgia ortognática faz 6 anos, e hoje meus dentes estão separando muito.
    Fui a um ortodontista e vou ter que voltar a usar aparelho para corrigir essas separações do meu dente.
    A minha dúvida é a seguinte, posso usar aparelho novamente mesmo com as placas e os parafusos?

  28. Bom dia Dra. O ano passado eu fui ao dentista junto com o meu marido que é dentista tbm. Mas o dentista que nós formos é que trabalha com aparelhos, dai o dentista olhou a minha mordida e disse que eu teria 2 opçoes: a 1 seria fazer uma cirurgia para corrigir a minha mordida e além disso eliminar as dores que eu sinto no osso da mandibula e os estralos tbm. So que dai percebi que meu marido n gostou da ideia na epoca, eu n entendia muito bem o que eles falaram pq são alemães. E em seguida ele deu a segunda opcão, que seria colocar o aparelho e extrair 4 dentes, dois em cima e dois embaixo, faz uns 6 a 7 meses que estou com o aparelho e percebo que meus dentes estão ficando bonitos. Porem n estou feliz com o meu perfil e as dores continuam, estou ficando triste, ja falei para o meu marido que a decisão de fazer uma cirurgia é minha e n dele. E pelo que pesquisei para se fazer a cirurgia é preciso usar outro tipo de aparelho que n é o meu caso. Dra., ainda posso ter esperança de poder fazer a cirurgia? A proxima semana irei fazer manutenção do aparelho e irei falar com o dentista sobre o que estou sentindo, espero que eu ainda possa fazer a cirurgia pq a minha autoestima está pra baixo. Desde de ja obrigada por sua atencão.

    1. Emanuelly, depende de que tipo de cirurgia estamos falando. Pela sua descrição me parece cirurgia ortognática, mas a cirurgia ortognática não é garantia de resolução das dores articulares que você sente, pois não há ligação direta entre problemas de mordida e articulares. Acho que aí é que está a dúvida do seu marido… se houver necessidade cirúrgica, seria uma cirurgia de ATM. Portanto, se você está satisfeita com o aspecto do seu sorriso e com a mordida em si, creio que não haja indicação, neste momento, de cirurgia ortognática… mas pode haver de outro tipo de cirurgia, que envolva a articulação. Sugiro a avaliação de um dentista especialista em DTM e Dor Orofacial, creio que na sua situação é o mais indicado.

  29. Oi Dra. Tudo bem?
    Tenho 29 anos, e agora que coloquei o aparelho (Grau 1).
    Tenho o queixo levemente desarmônico para frente, e na radiografia constatou também desvio de septo.
    Meu dentista me indicou a cirurgia tanto para o nariz, quanto para o queixo.
    Não tenho certeza sobre a cirurgia, estou ansiosa ainda com o resultado do aparelho, e fico com medo da estética após uma eventual cirurgia, pois sou magra, alta, e meu rosto já é pequeno, porém fico tentada com a ideia de harmonia no rosto. Até que momento do tratamento com o aparelho eu preciso fazer minha escolha sobre a cirurgia? Tendo em vista que já não sou uma adolescente e não quero passar anos me submetendo a tratamentos e não usufruir dos benefícios estéticos enquanto mais jovem? A Sra. acha que no meu caso o aparelho deve agravar ou minimizar a proeminência do queixo?

    1. Camila, o ideal mesmo é você já começar o tratamento visando a cirurgia (ou a não-intervenção cirúrgica), porque o plano de tratamento depende diretamente dessa decisão. Se seu queixo é “levemente desarmônico para frente”, não acho que seja necessária cirúrgia pra se obter um ótimo resultado. Mas vai muito do seu nível de exigência. Outra questão é o tipo de cirurgia que sua dentista indicou: ortognática ou mentoplastia? Se foi só a mentoplastia, a decisão até pode ficar pra mais tarde.

  30. Ola, o Meu único Problema é que meus dois Dentes Caninos Estão Muito Acima Dos Outros Dentes e Já tenho 18 Anos E Não Quero Usar Aparelho, Tem Algum Método Que Possa Fazer Esses Dentes Voltarem ao Lugar? Alguma Cirurgia ou Algo?

  31. Bom dia Dra. Tenho 29 anos. Quando eu tinha uns 14 anos fui no CEO daqui da minha cidade e a dra disse que teria que fazer a cirurgia ortognatica. Mas como naquele época não era tão falado nessa cirurgia, a minha mãe não aceitou por medo. Com 21 anos usei aparelho pouco mais de 3 anos. Ah, o meu é classe 3. Então perguntei a minha ortodontista q queria fazer a cirurgia, mas ela não me aconselhou, disse q era muito agressiva e q ficava com a boca amarrada. Nesse período ela extraiu um dente inferior do lado direito, mas não sei dizer o nome. Com essa extração fez os dentes inferiores fossem mais pra trás e meio q compensou o meu caso e melhorou um pouco. Mas nao gosto do perfil e quero melhorar a minha estética. Atualmente estou usando aparelho ja faz quase 2 anos e resolvi fazer a cirurgia, pois agora tenho plano de saúde. Mas tenho uma duvida. Como foi compensado da pra fazer a cirurgia? Pois fiquei sabendo q teria que “piorar o caso” pra realizar a cirurgia. Falei com meu cirurgião e ele disse q daria pra realizar do jeito q está, já o meu ortodontista disse ao contrário. Me ajuda Dra., me esclareça essa dúvida, pois tenho muita vontade de fazer, mas tenho medo também. Lhe agradeço.

    1. Gabrielle, a cirurgia ortognática é uma tratamento conjunto entre ortodontista e cirurgião. O ortodontista vai basear o plano de tratamento na futura cirurgia. Então quem tem que indicar a cirurgia é o ortodontista. Nesses 2 anos de tratamento, seu ortodontista está tratado você visando a cirurgia? Se sim, ok, assim que o momento adequado do tratamento chegar, a cirurgia será feita. Se não, não tem como fazer cirurgia.

  32. Olá Dra. Ana. Usei aparelho por alguns anos e no início do tratamento a ortodontista alertou que poderia ser necessário cirurgia, pois eu tinha a mordida cruzada. Apenas com o uso do aparelho e a extração de dois dentes na arcada inferior, ela disse que conseguiu corrigir a mordida cruzada e não falou mais nada sobre cirurgia. Uso a contenção inferior até hoje e ela me disse que tenho que usar sempre, não há previsão de parar de utilizar pois o problema pode voltar. Como meu queixo é para frente, grande, gostaria de saber se a cirurgia ainda pode ser feita, para melhorar a estética e se com a cirurgia eu poderia deixar de usar a contenção algum dia. Complementando, utilizei inicialmente aparelhos móveis diferentes, antes de usar o fixo.
    Agradeço desde já!

    1. Fernanda, sim, em princípio a cirurgia pode ser feita, mas isso significa começar o tratamento ortodôntico do zero. O uso da contenção será necessário mesmo após a cirurgia, nao digo “pra sempre”, mas por alguns anos, com certeza.

  33. Oi Dra. Ana td bem? Tenho 27 anos, ja fui no dentista outras vezes, mas só agora criei coragem para extrair os dentes do siso. Fui na dentista e ela disse que tenho que extrair os 4… pois os dentes de cima empurraram muito os dentes da frente, esta quase um em cima do outro; vou ter que usar o aparelho no céu da boca também, e ela acha que talvez eu tenha que fazer uma pequena cirurgia para colocar o ossinho no lugar porque um dente esta muito pra cima. Será que é realmente necessário fazer isso? Nunca tinha ouvido falar nessa cirurgia, fiquei assustada, ela disse que pela minha idade talvez tenha que fazer, sera Dra? Tire a minha duvida. Muito obrigada.

    1. Camila, não identifiquei pela sua descrição que cirurgia “pra colocar o ossinho no lugar” seria essa. Mas se sua dentista julga ser necessário, não tenho razão pra duvidar.

  34. Olá doutora, meu nome é Raquel, tenho 21 anos e desde criança eu sofro com dores não nos dentes em si, mas na gengiva, e inchaços. Eu tenho o queixo um pouco para frente; de um lado minha boca não fecha; minha mordida é errada; a parte de baixo é um pouco mais larga que a de cima e minha dentista disse que um lado do meu rosto é maior que o outro. Eu sonhava em colocar aparelho ortodontico para corrigir meu problema, mas 2 dentistas me disseram que mesmo se eu colocar o disjuntor não irá adiantar, eu teria que fazer cirurgia. Outra dentista me disse que se eu quiser posso tentar disfarçar minha mordida fazendo extração e colocando aparelho, mas que não adiantaria muito pq o problema está nos ossos da face. O que a senhora me sugere para o meu caso, cirurgia ou extrações, tenho pavor de dentista, a dentista disse que na extração vou ter que tirar dente da frente para tentar colocar tudo no lugar, sendo q ela não deu certeza.

    1. Raquel, considerando a opinião dos dentistas que você consultou, seu caso é cirúrgico. Quando um caso cirúrgico não é tão servero, pode ser tratado sem cirurgia e ficar bom (não excelente, mas o paciente fica feliz). Mas me parece que o seu caso é mais sério, pois até a dentista que sugeriu as extrações não estava muito certa do sucesso dessa alternativa. Então fica a seu critério: se você quiser tentar sem cirurgia e essa dentista estiver disposta a tratar você, ok. Mas vai ficar no máximo bom (o que talvez já deixe você bastante satisfeita).

  35. Olá Doutora!! Sempre tive um queixo simétrico, porém fiz um tratamento com aparelho no passado que causou uma retrusão na mandíbula inferior (retrognatismo?), pelo menos eu acho que essa tenha sido a causa. Isso seria possível? Se for, pode ser corrigido apenas com aparelho?

    1. Thiago, possível é. Mas é preciso analisar outros fatores: a sua idade na época, o tempo de uso do aparelho, se foi só ortodontia ou também ortopedia, se houve extrações, se você realmente é retrognata ou se é a parte óssea de cima (maxilas) que está pra frente, etc.. Dependendo da sua idade, TALVEZ a correção seja só cirúrgica. Procure um ortodontista pra avaliar.

      1. Meu tratamento começou com 21 e foi até os 24 anos, hoje tenho 30. No caso, as extrações só foram dos dentes do siso mesmo. Vendo fotos antigas eu me incomodo muito com as diferenças. Vou procurar um ortodontista o mais rápido possível. Obrigado pela atenção, doutora.

  36. Ola… minha pergunta eh a seguinte…
    Tenho muitos problemas na boca… jah fiz varios tratamentos, inclusive retirada de excesso de gengiva por um caso de gengivite. Tenho falta de varios dentes e minha arcada de cima eh muito pra frente, torta, e com muita gengiva a mostra. Apesar de muitos tratamentos a gengiva não voltou a pegar nos dentes… e esta cada vez pior.
    Gostaria muito de fazer essa cirurgia ortognatica e colocar uma protese fixa de todos os dentes… isso seria possível? Pq naum posso colocar aparelho, jah q tenho os dentes muito moles. Obrigada.

    1. Valéria, não sei se seu caso é de cirurgia ortognática. De qualquer forma: sim, havendo indicação, é possível fazer uma prótese fixa de todos os dentes. Antes de qualquer coisa, sugiro a avaliação de um dentista especialista em Periodontia (periodontista).

  37. Doutora, tenho 24 anos e tenho os dentes de cima para frente, resultado de quando eu era criança e chupava dedo. Nunca usei aparelho. Posso fazer essa cirurgia?

    1. Pâmela, poder pode. Mas só se houver indicação de cirurgia no seu caso e, pelo seu relato, não posso afirmar isso… talvez nem seja caso cirúrgico. Procure um ortodontista pra avaliar.

  38. Olá doutora! Tenho 18 anos, uso aparelho desde os 15. Recentemente fui a minha clínica odontológica pra retirar o aparelho e como meu ortodontista saiu da clínica, tive que me consultar com um outro profissional, no caso, outra. Conversei com essa doutora sobre uma possível cirurgia ortognática, já que sinto crises de enxaqueca, tenho dificuldades de pronunciar certas palavras, apnéia do sono e outros problemas decorrentes desta deformidade, fora os problemas físicos, como retrognatismo mandibular. A doutora me informou que eu preciso sim fazer essa cirurgia e que o meu antigo dentista deveria ter me alertado antes, pois agora vai ser difícil fazer a cirurgia, uma vez que já acertei minha mordida cruzada e extrai alguns dentes para este fim. Gostaria de saber o que eu devo fazer nesse caso, é possível conseguir essa cirurgia com as minhas condições? Beijos e obrigada desde já!

    1. Michelle, agora, realmente fica difícil. Não é impossível, mas vai dificultar bastante, porque o objetivo do novo tratamento ortodôntico será absolutamente outro, será começar do zero. Se você estiver disposta e encontrar ortodontista e cirurgião bucomaxilofacial igualmente dispostos a encarar o desafio… manda ver. 😉

  39. Olá doutora. Quero fazer a cirurgia ortognática pois possuo sorriso gengival e o cirurgião disse que a única opção para o meu caso seria a cirurgia. Porém gostaria de saber se precisarei usar aparelho. Usei aparelho fixo por mais de 8 anos, a minha mordida e a posição dos dentes estão excelentes. Caso eu precise usar qual o tempo estimado que devo utilizar para fazer a cirurgia? E queria saber se, dependendo do caso, poderia colocá-lo e realizar a cirurgia num período inferior a 1 mês de uso?

    1. Rafael, via de regra a cirurgia ortognática é feita em conjunto com o tratamento ortodôntico. E 1 mês é muito pouco tempo pra se adequar a oclusão de forma permitir a cirurgia. Sugiro a avaliação conjunta de um ortodontista e um cirurgião bucomaxilofacial.

  40. Ola doutora, me ajude, tenho a arcada dentaria muito pequena, tenho rosto largo, mas eu acho que meus dentes estão muito pra dentro, eu gostaria de sorrir e que o sorriso projetasse mais pra fora, meus dentes são de invejar em aparencia, já fui ao dentista e levei até parabens, ele falou que minha mordida está normal, mas sempre quando eu rio parece que estou forçando o riso, meus dentes ficam para dentro, me ajude, já pensei em até usar dentadura por cima dos dentes… obrigado.

      1. Olá doutora, é possivel expandir a arcada dentaria inferior, tipo deixar mais larga ? Obrigado e parabens pelo famoso site medodedentista, que é um sucesso… um abraço.

        1. É sim Paulo, mas se a pessoa já for adulta, provavelmente isso só é possível cirurgicamente. É questão de avaliar, procure um ortodontista.

          1. Doutora, no caso tenho 18 anos, é necessario a cirurgia? Tem risco? Pois morro de medo de cirurgia, a anestesia é local com sedação ou local somente se preferir? Mas vale a pena, eu quero de qualquer jeito ter um sorriso bonito, obrigado doutora pela sua atenção.

          2. Paulo, a sua idade é apenas um dos fatores a se considerar com relação à necessidade de cirurgia. Só com esse dado não é possível afirmar se você precisa de cirurgia ortognática. Você precisa procurar um ortodontista e fazer uma avaliação, pode ser que não seja necessário cirurgia.

  41. Olá doutora! Desde meus 14 anos faço tratamento ortodontico para compensar minha classe 3. Depois de 4 anos de tratamento, já usei elasticos, hyrax, conjunto com mascara de Petit no inicio do tratamento para “puxar” o maxilar e no momento uso só o aparelho fixo. Pois bem, no inicio de tudo já era cogitada a cirurgia ortognatica, mas eu imaginava que um resultado bom poderia ser obtido com aparelhos, só que hj com 18 anos eu olho pro meu sorriso e não estou satisfeita, meus dentes superiores da frente ficam praticamente em cima dos inferiores com leve inclinação pra frente. Procurei um buco-maxilo e pelo que tudo indica terei de extrair 2 pré molares superiores pra posicionar meus dentes corretamente pra cirurgia. Eu queria saber sua opinião, se vale a pena regredir tudo que eu obtive com aparelhos, se esse trabalho todo pode interferir na saúde dos meus dentes devido ao meu histórico nada simples. Eu tenho receio de me arrepender pq até meu ortodondista acha que eu deveria deixar como está, mas eu quero ter certeza que os benefícios da cirurgia serão satisfatórios até pelo lado estético tbm.

    1. Luci, se você não está satisfeita, e me parece ser uma pessoa exigente com os resultados, acho que a solução é a cirurgia ortognática, sim. Estética e funcionalmente, os resultados serão superiores aos alcançados até agora. Mas tenha em mente que, antes de melhorar, vai ficar pior: se você é classe 3 e vai extrair pré-molares superiores, sua mordida vai cruzar e a correção se dará apenas por via cirúrgica, mesmo.

  42. Olá, bom, tenho meus dentes muito pra frente, alguns dizem que foi por causa que eu chupo pano e o dedo pressionou a parte de cima pra frente, como tenho essa mania faz muito tempo isso foi piorando e agora é necessario uma cirurgia, essa cirurgia é perigosa ?

    1. Sim, esse hábito certamente ajudou a entortar e projetar seus dentes pra frente. Você já procurou um ortodontista pra avaliar? Nem sempre é preciso cirurgia. Mas se for preciso, os riscos são os mesmos de qualquer cirurgia eletiva (sem emergência), ou seja, são baixos mas existem. Mas eu não acho que você precise se preocupar com isso, o importante é resolver o seu problema.

  43. Bom dia, dra! Minha filha tem 6 anos e meio, os dentes definitivos (incisivos centrais superiores) da minha filha já nasceram, os incisivos laterais estão nascendo bem atrás dos incisivos centrais. Ela vai precisar fazer cirurgia para corrigir?

    1. Adriana, em princípio não… depende do caso. Sugiro que você a leve num odontopediatra pra avaliar, como ela ainda é nova, provavelmente dá pra usar algum aparelhinho e interceptar o problema, evitando um tratamento bem mais invasivo e longo mais tarde, quando ela for adolescente.

  44. Olá, Dra.
    Fiz a cirurgia ortognatica ha três anos, só que a placa do mento está bem encostada na raiz de um dos dentes. Isso pode causar alguma lesão na raiz desse dente?

      1. Olhando a radiografia panorâmica, uma parte da placa que sustenta o mento está bem próxima do incisivo lateral. Desde terça sinto uma dor bem abaixo desse dente como se fosse no osso e não sei dizer se a dor vem do osso onde a placa está fixada ou deste dente. Quando mastigo não dói, mas no normal sinto dores nessa região que não passa. Já faz 3 anos que fiz a cirurgia, fui ha pouco tempo à clinica do meu buco para levar a panorâmica que tem que tirar todos os anos, mas esqueci de perguntá-lo sobre isso, dai essa semana comecei a sentir dores nessa região.

        1. O motivo da minha pergunta é que não é porque a placa está próxima ao dente na imagem radiográfica que ela realmente está, porque pode ser apenas sobreposição de imagem. Já se fosse uma tomografia, que é um exame em 3D, haveria certeza. Como sua cirurgia já tem 3 anos, eu investigaria se não é um problema dentário, mesmo.

  45. Bom dia,

    Fiz a cirurgia ortognatica tem 4 meses, já me sinto muito bem, porem ainda não sinto o labio inferior e nem o queixo, é necessário fazer tratamento com a Fono ? Pois ainda não falo perfeitamente, as vezes sinto que a boca não abre totalmente etc… estou voltando a malhar aos poucos, será que tem algum problema voltar a correr e malhar com 4 meses de cirurgia ?

    1. Anderson, tanto a fono quanto um tratamento para a parestesia (sessões de aplicação de laser de baixa potência, por exemplo) podem ajudar. Não que sejam terapias obrigatórias, mas podem ser bem úteis. Quanto ao exercício físico, após 4 meses já é seguro, se você estiver se sentindo bem.

  46. Dra. Ana, tudo bem?

    Tenho 24 anos e meus dentes estão projetados para frente (protusão e sobremordida). Eu usei aparelho durante minha infância e adolescência (cerca de uns 7-8 anos de uso) e meus dentes, aparentemente, se alinharam corretamente. Agora, após uns 7 anos de tratamento, meus dentes voltaram a se projetar – apesar de ter usado a contenção corretamente durante dois anos.
    Minha dentista me sugeriu o uso do aparelho fixo novamente, com a possibilidade de extração de um molar para o melhor encaixe da mordida (o que favoreceria a estabilidade do tratamento). Ela ainda não sabe se um dente precisará de fato ser extraído ou se será possível corrigir a mordida apenas com o uso de elásticos entre as arcadas; ela esperará um alinhamento inicial dos dentes para tomar a decisão.
    Eu acredito que eu tenha um leve retrognatismo, além de ter um sorriso gengival. Minha dúvida é a seguinte: Considerando que eu sou uma paciente recidiva, não seria o caso de procurar um cirurgião bucomaxilofacial ou não tem nada a ver? E é normal o procedimento de se esperar um alinhamento inicial dos dentes para a tomada dessa decisão? Outra dúvida é se uma fono poderia me ajudar com a questão do sorriso gengival e do fechamento dos lábios.
    Estou preocupada de ter que remover meu molar ou usar os elásticos, e meu problema ser, na verdade, ósseo e por isso nunca se estabilizar.

    Desde já agradeço!

    1. Bruna, eu acho que fazer avaliação com um buco é uma boa ideia, sim… isso DESDE QUE você esteja disposta a, eventualmente, se submeter a uma cirurgia ortognática. Quanto há uma discrepância óssea leve, geralmente dá pra compensá-la apenas com ortodontia / ortopedia. Não é todo mundo que “topa” uma cirurgia desse porte. Sim, muitas vezes o ortodontista prefere esperar um pouco pra ver como o organismo do paciente responde ao tratamento pra decidir como prosseguir. Uma fono pode ajudar se você tiver um posicionamento lingual anteriorizado… se não, não. Quanto ao sorriso gengival, uma técnica bastante usada atualmente é a aplicação de toxina botulínica em músculos “estratégicos”, digamos assim… os resultados costumam ser MUITO bons. Vários dentistas já trabalham com a técnica.

      1. Dra. Ana,
        Boa noite, tudo bem?
        Tenho retrognatismo de 2mm, o ortodontista me disse que não dá para compensar apenas com dentes, me indicou uma cirurgia ortognática, mas acontece que tenho muito medo da cirurgia. O que eu faço:? rs…
        Obrigado,
        Wagner

        1. Wagner, você não é obrigado a se submeter a uma cirurgia se não quiser. Da mesma forma, se o seu ortodontista julgar que não é possível melhorar a sua “mordida” e a estética sem fazer a cirurgia, ele pode se recusar a tratar você. Então as opções são: 1. Fazer a cirurgia; 2. Não fazer nenhum tratamento; 3. Encontrar outro ortodontista disposto a fazer a “compensação” dentária, embora, esteja ciente de que optar por um tratamento apenas dentário quando há indicação de cirurgia pode não trazer um resultado satisfatório pra você.

  47. Dra. Meu caso é que meu queixo é muito pra trás da parte superior e meus dentes são tortos, ja procurei dois dentistas e todos disseram que seria necessário a cirurgia e que ela seria muito cara, não estou disposta a fazer, sinto um certo medo pois li que a recuperação é muito complicada, tenho 17 anos e queria só alinhar os meus dentes sem mexer em mais nada, mesmo assim pioraria o meu caso?

    1. Stephany, se o seu caso é cirúrgico e for um problema ósseo mais severo, usar aparelho pode só piorar as coisas, mesmo. Mas geralmente dá pra fazer pelo menos uma compensação / alinhamento dos dentes, e isso pode deixar você bem satisfeita. É questão de conversar com o ortodontista e verificar se no seu caso essa compensação é possível.

  48. Olá doutora, tenho 17 anos e meu queixo é retraido, ele não é projetado pra frente, e isso me incomoda muito, me deixa com a autoestima lá embaixo, eu não gosto, ai eu queria fazer a cirurgia ortognática, mas e preciso usar aparelho fixo primeiro antes de fazer a cirurgia ? Qual é o preço ?

    1. Marcelo, a primeira coisa a fazer é procurar um ortodontista e fazer uma avaliação. Talvez haja e talvez não haja indicação de cirurgia ortognática no seu caso, é preciso avaliar. Se houver, a parte ortodôntica e cirúrgica precisam caminhar juntas, é um trabalho de equipe entre ortodontista e cirurgião. A cirurgia provavelmente será feita no meio do tratamento ortodôntico. Com relação a valores, da mesma forma, é preciso avaliar junto ao cirurgião bucomaxilofacial.

  49. Oi Dra, eu usei aparelho por mais ou menos 3 anos, mas tinha alguma coisa que nao andava bem, essa dentista sempre forçava demais os dentes e em todo esse tempo eu nao vi resultado, foi ai que procurei um outro dentista que me disse logo na primeira consulta que eu era uma paciente classe 2, e me mandou fazer todos os exames necessarios, o resultado dos exames forram teriveis, porque ela tinha me mandado extrair dois dentes superiores que nao era para extrair e as raizes dos dentes superiores estavam muito curtas e assim eu nao podia fazer a cirurgia e nao poderia usar o aparelho por mais muito tempo, porque tinha o risco da raiz diminuir ainda e eu perder os dentes, e eu acabei usando por mais alguns meses so para fechar um pouco os espaços e depois tive que tirar. A minha duvida agora é se tem alguma cirurgia de correçao para pacientes classe 2 que nao precise do uso do aparelho?

    1. Clecia, a cirurgia ortognática é planejada junto ao tratamento ortodôntico, são coisas que não dá pra separar. Então, no seu caso, acho improvável que haja alguma cirurgia que, por si só, resolva o problema. A não ser que você comece um novo tratamento ortodôntico.

  50. Boa tarde, Dra.
    Tenho 16 anos e foi recomendado que eu fizesse a cirurgia por um cirurgião buco-maxilo-facial, porém meus pais e eu ainda estamos receosos e gostaríamos de saber se a realização dessa cirurgia cedo demais não prejudicaria posteriormente, visto que meus ossos ainda estão em desenvolvimento (certo?).
    Achei estranho o Dr. que nos atendeu não ter mencionado nada e no momento da consulta isso não foi questionado, sendo pensado somente depois.
    Se você pudesse esclarecer essa questão, seria de ótima ajuda.
    Agradeço desde já!

    1. Luiz, depende de que tipo de cirurgia ortognática estamos falando. Mas, via de regra, o momento de se fazer a cirurgia depende da avaliação do seu ortodontista junto ao cirurgião bucomaxilofacial. O fato de você ainda estar em fase de crescimento, dependendo do caso, é até um benefício.

  51. Olá boa noite, dra! Usei aparelho durante 3 anos, ha cerca de uns 4 anos atrás meu ortodontista nunca falou em ortognatica, sendo que tenho reparado uma assimetria muito grande no meu rosto e o meu sorriso quando faço selfie rs, fica como se meus dentes estivessem fugindo da boca rsrs, mesmo assim já pesquisei sobre a cirurgia e entro em pânico só de pensar que posso precisar fazer… será que se eu voltasse a tratar com aparelho resolveria? Agradeço desde já!!! 😉

    1. Tatiana, se seu ortodontista nunca mencionou cirurgia ortognática, creio que seu caso não seja cirúrgico. Acho que se você tratar apenas com aparelho, deve resolver, sim. Procure um ortodontista pra avaliar.

  52. Dra. Ana.
    Meus dentes inferiores são pra frente e para esquerda, bem pra esquerda, meu ortodontista disse que o caso seria a cirurgia desde o início, as imperfeições dos dentes estão 100%, porém cada dia mais torta minha mordida. Fui em outro profissional que me indicou o aparelho auto ligado, pq a parte superior que tem que ir pra frente e não a inferior recuar. Não posso fazer a cirurgia, tenho uma bebê e não tenho ajuda com ela. Gostaria de saber se vale a pena trocar de aparelho, pois estou perdendo o sono com esse assunto.
    Obrigada.

    1. Poliana, se o caso é cirúrgico, não faz diferença trocar de aparelho. Se por enquanto não dá pra você fazer a cirurgia por causa da bebê, o melhor é aguardar.

  53. Boa Tarde, Dra. Ana

    Usei aparelho dos 10 aos 18 anos, minha parte superior ficava dentro da inferior, usei um expansor no céu do boca, e o dentista fez o que pode na época apenas com o aparelho. Faz 4 anos que tirei e uso contenção fixa em baixo e móvel em cima, durmo com ela todas as noites, se não uso noto que entorta, uns dois dias sem usar ela já não encaixa direito. E sinto dor. Como meu dentista sempre falou em cirurgia mas não tinha condições na época, agora procurei um buco, e ele me encaminhou a uma orto novamente. Não fui na mesma do inicio do tratamento pois mudei de cidade. Ela disse que tenho duas opções, extrair dois dentes em cima ou não extrair, mas disse que com a extração vai ter mais espaço para trabalhar e o resultado vai ficar melhor. Dai usaria mais um ano o aparelho para poder fazer a cirurgia. Essa parte não entendi muito bem, por que que é melhor extrair ?

    1. Aliny, também não sei dizer apenas com base no seu relato. Geralmente a opção por extrações se dá pela falta de espaço pra alinhar os dentes ou pra “puxá-los” pra trás. Como você vai fazer cirurgia, certamente tem a ver com o encaixe dos arcos dentários, também.

  54. Dra., certa vez fui a um ortodontista e este me recomendou a cirurgia, porém fui a outra clínica e desta vez a ortodontista disse que a cirurgia não seria necessária, uma vez que tenho 17 anos. Comecei o tratamento com esta ortodontista. Durante 4 meses usei o hyrax, nesse meio tempo coloquei aparelho embaixo e após esse período coloquei o aparelho em cima. O problema é que a partir de então a ortodontista não recomendou o uso de nenhum tipo de aparelho auxiliar para corrigir o retrognatismo. Fiquei preocupado pois tenho um retrognatismo acentuado (tamanho de um dedo) e não vi nenhuma melhora com o uso do aparelho fixo ainda. É possível corrigir o problema apenas com o uso do aparelho fixo e demoraria quanto tempo para se ter uma melhora visível?

    1. Mario, alguns casos com indicação cirúrgica podem ser tratados apenas com o uso do aparelho, desde que a discrepância em questão seja leve e que o paciente esteja ciente de que perfeito não vai ficar, mas dá pra compensar o problema ósseo movimentando apenas os dentes. O seu caso eu não sei ao certo se é leve ou mais severo, mas se você diz ter um trespasse horizontal de mais ou menos 1 dedo, não deve ser leve. Nesse caso, o resultado apenas com o tratamento ortodôntico talvez não deixe você satisfeito, não estou certa de que a correção completa seja possível sem cirurgia.

  55. Muito obrigada dra pelo esclarecimento da minha dúvida. Parabéns e obrigada pelo carinho gratuito com nós que estamos aqui do outro lado.

  56. Boa noite, dra Ana. Eu tenho retrognatismo, faz alguns anos que um ortodontista me avaliou e disse que no meu caso não seria necessária a cirurgia, e sugeriu a extração de 2 dentes superiores, eu segui este tratamento, porém hoje olho minhas fotos e não fico muito satisfeita com o resultado, pois ainda percebo que o queixo esta retraído. Será que no meu caso ainda é possível algum tipo de tratamento?

    1. Virginia, pelo que entendi você tem um problema ósseo que foi tratado sem cirurgia, apenas com a movimentação / extração dentária. Essa estratégia não é incomum, principalmente quando a discrepância óssea não é tão grande, pois evita-se uma cirurgia bem invasiva. A esta altura, em que você já fez um tratamento apenas ortodôntico e não ortopédico, não sei se seria vantajoso tratar novamente. Mas, se isso for feito, a alternativa é a cirurgia. Sugiro uma avaliação tanto de um ortodontista quanto de um cirurgião bucomaxilofacial pra ver o que pode ser feito.

  57. Olá Dra.,
    Conheço alguns casos de protrusão maxilar em que foi feito a exodontia de alguns dentes e em seguida colocado aparelho ortodôntico. Tenho o mesmo problema, uso aparelho ortodôntico há 2 anos, o mesmo ajudou muito na estética do sorriso, sei que terei que fazer a cirurgia mas o valor impede que o mesmo seja realizado (na minha região gira em torno de R$20.000) e sofro muito por conta do “sorriso gengival” . Se extraísse dentes específicos poderia retroceder meu maxilar com aparelho ortodôntico? Pq em alguns casos isso e feito?

    1. Thayna, em casos de protrusão maxilar esquelética leve ou de protrusão meramente dentária, a extração de dentes é uma estratégia muito usada e que costuma dar resultados muito satisfatórios. Já em casos esqueléticos mais severos, esse tipo de procedimento não resolve, porque o problema mesmo é a discrepância óssea. Dependendo do seu perfil facial, o sorriso gengival pode até aumentar em caso de um tratamento ortodôntico com extrações. Enfim, pode ser uma alternativa no seu caso, mas é preciso considerar uma série de fatores. Converse com o seu ortodontista.

  58. Olá Dra. Minha filha chupa dedo forçando muito o céu da boca há 25 anos, os dentes estão muito tortos! Já tentamos diversos tratamentos ortodonticos mas ela não segue nenhum deles, sempre diz que prefere operar! Nunca achei que fosse necessário, mas pela idade já avançada e trabalhando com atendimento ao público passei a apoiar a decisão dela… A sra. acha que é possível um cirurgião bucomaxilo conseguir com cirurgia acertar os dentes dela? Desde já agradeço muito o contato.

    1. Maria, pode ser que haja indicação de cirurgia no caso dela, sim… mas isso não evita o tratamento ortodôntico. Cirurgião e ortodontista precisam trabalhar em conjunto, não há como a cirurgia resolver sozinha o problema, sem qualquer intervenção do ortodontista. A cirurgia corrige inadequações ósseas, as dentárias, só com aparelho ortodôntico.

  59. Minha dúvida é: o ortodontista tem como avaliar se é preciso ou não fazer ortognática pela documentação completa se a pessoa tem algum problema ósseo?

  60. A mandibula e maxila crescem até que idade mais ou menos na fase adulta? Porque estou notando minha maxila, parte superior mais protrusa. E eu tenho 24 anos.

    1. Tássia, varia de pessoa para pessoa. Geralmente até uns 21, 22 anos, no máximo. Pode ser que apenas os seus dentes estejam mais pra frente, não a maxila toda.

    1. Tássia, muito pouco, e mais no início da fase adulta. De forma geral, o crescimento ósseo ocorre até o começo da vida adulta.

  61. Oi Ana!

    Minha ortodontista falou que tenho prognatismo Classe III, mas que vai “tentar” resolver com o aparelho, sem a cirurgia… tentar. Meu queixo é bem pra frente, mas só passa a “linha” da testa quando eu sorrio.

    Fui fazer orçamento em um bucomaxilo e ele falou, sem ver minha documentação, que 95% de chance de eu não precisar da cirurgia. Mas que ele precisava ver a documentação, claro. Disse tb que se precisar da cirurgia o tratamento ortodontico é diferente de um tratamento sem cirurgia no final.
    Eu não tenho condições de fazer o tratamento com ele, infelizmente :/

    A minha duvida é, se são dois “caminhos” ortodonticos diferentes, quer dizer que se ela tentar de um jeito e não ficar bom, pra fazer a cirurgia vou ter que fazer todo o processo do aparelho de novo?

    Obrigada pela atenção 🙂

    1. Vanessa, sim, será um tratamento totalmente diferente, com objetivos distintos. Mas se o buco avaliou e achou que é grande a chance de não precisar de cirurgia, creio que deva ser possível tratar apenas com o aparelho.

      1. Obrigada Dra Ana, eu gosto da minha ortodontista, mas procurei o buco porque ele já fez varias cirurgias ortognaticas, a “zóio” ele falou que não preciso de cirurgia, mas não tenho condições de fazer o tratamento com ele. Vou fazer o tratamento com ela mesmo!

        Obrigada!

        1. Vanessa, mas o buco também é ortodontista? Se não, como você faria o tratamento com ele? Porque o tratamento cirúrgico não é apenas cirúrgico, ele é feito em conjunto com o tratamento ortodôntico.

          1. Oi Ana, o buco pelo que eu entendi não é orto, porque primeiro fiz o orçamento com a ortodontista dele pra no outro dia passar com ele, e ele falou que o tratamento é em conjunto com ela.

            Cirurgião-dentista também faz a ortognatica? Ou só buco? Porque a minha dentista é cirurgiã-dentista, como eu sempre achei que precisaria fazer a ortognatica e ela falou que não, achei melhor procurar o buco porque conheço duas pessoas que fizeram ortognatica com ele.

  62. Oi, eu usei aparelho ortodontico 3 anos, e antes de eu começar a usar o aparelho meu dentista já tinha me falado que teria que fazer esta cirurgia, porque não iria fica 100% bom, mas mesmo assim coloquei o aparelho, e ainda não fiz a cirurgia porque antes na minha cidade não tinha especialista; a minha duvida é, tenho que por o aparelho de novo para pode fazer esta cirurgia ortognatica? Gostaria de saber se necessário usa novamente?

    1. Celia, é certo que sim. A cirurgia ortognática é feita levando em consideração o tratamento ortodôntico, é um planejamento conjunto entre ortodontista e cirurgião bucomaxilofacial. Os dentes precisam estar posicionados de uma certa forma – planejada – pra então se fazer a cirurgia.

  63. Olá, Dra! Help me, please! É o seguinte… vou precisar (por ordem da ortodontista) extrair os sisos superior e inferior esquerdos amanhã. Até aí, tudo bem (mais ou menos). Só que eu tenho um quarto molar superior esquerdo de brinde, que também vai precisar dar o fora. E pra melhorar mais ainda, minha mandíbula é meio doida e tem um desvio pra o lado direito qdo abro a boca. Então, me diga um negócio… vai dar treta? Tô, tipo, em pânico, sabe? hahahah (riso de nervoso!!) 😀

    1. Ismenia, vai dar treta não! 🙂

      Os quartos molares são raros, mas quando existem costumam ser “microdentes”, pequenininhos mesmo. Se sair o terceiro (e sai, pode ficar tranquila), sai o quarto. Com relação ao desvio da mandíbula, isso é bem comum. Não traz problemas pra pessoa, necessariamente.

        1. \o/\o/\o/ Falei?

          Mantenha repouso, evite cuspir e fazer bochechos. Prefira alimentos mornos e frios. Vai dar tudo certo. 🙂

  64. Ana Tokus, eu tive adenoide quando tinha 4 anos de idade tive muito problema com falta de ar, roncava a noite, babava, até que um dia parei de sentir falta de ar e eu e minha mãe não entendiamos de nada, não tomamos nenhuma providencia, achamos que ela havia encolhido, sendo que não havia tomado nenhum medicamento necessário para que isso acontecesse. Hoje tenho 14 anos e no ano passado fiz umas radiografias para fazer o tratamento ortodontico e ao entregarmos a dentista ela nós alertou que eu estava com adenoide e que por isso a cavidade da minha boca afundou muito, pois eu respirava pela boca, minha mandíbula inferior estava muito para trás “eu pensava que era a de cima que estava para frente”, disse que o posicionamento do meu corpo estava errado e que meu lábio superior havia encolhido, então procurei o médico que tratava da adenoide e fiz a cirurgia o mais rápido possível e comecei a fazer tratamento também com uma fonoaudióloga e não deu resultados, então parei e sempre procuro achar informações pela internet, hoje já não respiro mais pela boca, já consigo respirar muito bem pelo nariz mas ainda sinto dificuldade em vedar os lábios, tenho que força-los a ficarem fechados, pois meu lábio superior encolheu, estou terminando meu tratamento na dentista, ela vai tirar o aparelho o mês que vem, mas me disse que provavelmente terei que fazer essa cirurgia ortognática, mas estou em dúvida, pois meu lábio superior encolheu e eu não acho uma solução na internet para esse problema, mas noto que meu rosto de perfil é um pouco estranho, se você encontrar uma solução ou já sabe o que fazer para meu lábio voltar ao normal por favor me passe a “receita”, mas por outro lado não sei se esse problema vem pela falta da cirurgia e que se eu realiza-la vou resolver os dois problemas. Por favor me ajude…

    1. Amanda, se há indicação de cirurgia ortognática para o seu caso, o tratamento ortodôntico sem cirurgia pode até piorar o caso, salientar alguns problemas, como você descreve. Eu acho que a “receita” é fazer a cirurgia.

  65. Olá doutora! Estou com uma duvida imensa, fui ao dentista, fiz a documentação, ai ele me detectou com prognatismo classe 3 moderado, ai disse que teria que fazer a cirurgia… fiquei com muito medo, ai ela disse que tem um aparelho autoligado, que seria otimo para mim… sem precisar da cirurgia. Como confio na senhora gostaria da sua opinião… mesmo porque não sei qual o valor, a senhora poderia me informar mais ou menos o valor, sei que é relativo, mas gostaria de saber porque o dentista ainda não me informou!

    1. Luana, a mensalidade do aparelho autoligado costuma ser um pouco mais cara que a do convencional, mas não muito. Digamos que a do convencional fosse R$ 100,00, a do autoligado seria R$ 140,00 (mas isso é chute meu, ok?! É preciso considerar uma série de variáveis). O autoligado é um aparelho muito bom, mas não evita a cirurgia por si só, pois a movimentação que ele faz o aparelho convencional também faz. O que acontece é que, por você ser prognata moderada, o caso pode ser tratado sem cirurgia e com bom resultado (não perfeito, mas bom / ótimo).

  66. Olá. Dra. Soube hoje que terei que fazer essa cirurgia e estou muito apreensiva. Não que eu não queira fazer, mas nesse momento não tenho condições financeiras. Tenho dúvidas: tem como fazer essa cirurgia gratuita pelo SUS? Sei que em médicos e hospitais particulares sai caro mas a sra tem ideia do quanto? Eu gostaria também de esclarecer: comecei a usar aparelho há dois meses. É necessário parar com o tratamento ortodôntico para fazer essa cirurgia, ou posso continuar com o aparelho?
    Fico agaradecida pela compreensão desde já, se puder me esclarecer.
    P.S. Minha dentista já falou comigo e me tirou umas dúvidas, mas ela é especialista em ortodontia, e disse que posso me informar através de outros dentistas, também, especializados.

    1. Ly, não estou bem certa se esse tipo de cirurgia é coberta pelos SUS, eu ACHO que não. Uma forma de fazê-la de forma gratuita ou BEM mais em conta seria procurar uma faculdade de Odontologia, onde os dentistas que estão fazendo especialização em cirurgia bucomaxilofacial atendem o público em geral. Não, não é necessário interromper o tratamento ortodôntico, pelo contrário, o tratamento será conjunto entre cirurgia e ortodontia.

  67. Dra., tenho dor muito forte no meu maxilar e ainda estrala muito, quando vou comer o barulho é insuportavel, fui no bucomaxilo, ele pediu p fazer os exames, deu deslocamento da mandibula com o disco, falou que é so uma cirurgia e pediu p ir no ortodontista, fui, ela viu os exames e disse que no meu caso nao pode colocar aparelho porque a raiz é muito fraca, e ela disse que nao podia fornecer os documentos que ele precisa p fazer a cirurgia, e agora nao posso fazer essa cirugia sem os aparelhos…

    1. Margarete, se você tem um problema de ATM (articulação da mandíbula), não precisa, necessariamente, usar aparelho… uma coisa não obriga à outra. Eu acho que o melhor que você faz no momento é procurar um dentista especialista em DTM e/ou Dor Orofacial e fazer uma avaliação. Pode ser que o seu caso realmente seja cirúrgico, mas dado o problema em ATM, o ideal é a opinião de um especialista.

  68. PREZADA ANA

    SERIA IMPORTANTE SALIENTAR QUE EXISTEM PROBLEMAS QUE SÃO ÓSSEOS E QUE NENHUM TRATAMENTO ORTODÔNTICO IRÁ SANAR, ASSIM COMO A CIRURGIA EM CASOS ORTODÔNTICOS. O TERMO “NEM SEMPRE O APARELHO IRÁ CORRIGIR” PODE DAR IMPRESSÃO AO PÚBLICO LEIGO QUE A TENTATIVA É VÁLIDA E NÃO É BEM ASSIM COMO SABEMOS. AS DEFORMIDADES DENTOFACIAIS PODEM SER ESQUELÉTICAS, DENTÁRIAS OU ASSOCIADAS, E AS TAIS COMPENSAÇÕES ORTODÔNTICAS DEVEM SER EVITADAS QUANDO POSSÍVEL, POIS, NO FUTURO IRÃO SE MANIFESTAR DE MUITAS FORMAS, TRAZENDO PROBLEMAS PARA NOSSOS PACIENTES. DE REGRA GERAL, COMO BEM INDICADO POR VC, O TRATANTO ORTO-CIRÚRGICO DEVE SER SEGUIDO, POIS É NECESSÁRIO UM ENTROSAMENTO INTER-ESPECIALISTAS PARA O TRATAMENTO DE TAIS ALTERAÇÕES.
    PARABÉNS PELO ARTIGO.

    1. Sem dúvida, Francisco! Por isso eu ressalto a importância da avaliação conjunta de ortodontista e cirurgião bucomaxilofacial, além de chamar a atenção para o fato de que, quando o problema é esquelético, intervir apenas ortodonticamente pode ser uma péssima ideia. Abraço!

  69. Oi Ana, eu procurei fazer uma pergunta no seu post mais recente, mas visto que foi apagado, acredito que não deveria ter sido feito perguntas lá, peço desculpas.

    Então, meu problema é a molinha que serve para separar meus dentes para ganhar espaço para outro, caiu, e eu gostaria de saber o que devo saber. Posso recolar por conta própria? Preciso voltar urgente ao dentista, ou posso esperar até a próxima manutenção? (que não está próxima)
    Obrigado e até.

    1. Felipe, é que os comentários são enviados para moderação antes de serem publicados. Então o seu estava “na fila”. Eu respondo qualquer pergunta em qualquer post, não tenho essa regra de “tema”, não. 😉

      Se falta muito tempo para a próxima consulta, eu sugiro que você procure seu dentista antes. Se não, até lá, não haverá estímulo algum pra que esse espaço abra. Não que seja urgente, mas…

  70. Bom dia, Dra! Quando abro a boca meu queixo vai para o lado, ao invés de ir pra baixo, retinho. A dentista bucomaxilo que retirou meus sisos uma vez me falou que é um caso de DTM, que o “disco” pode estar até danificado e tal… mas não falou nada de cirurgia. Estou usando aparelho, mas a orto nunca me falou de cirurgia.
    Estou com medo de ficar com o rosto torto! A cirurgia é muito complicada?

    1. Nathi, sua articulação dói? Porque, se não dói, eu não acho que você tenha uma DTM. Pode ser, sim, que haja algum “desarranjo interno” na sua articulação, mas pra que haja uma DTM é preciso que exista queixa por parte do paciente. Muitas pessoas têm esse desvio da mandíbula ao abrir e fechar a boca, isso não representa um problema, em si. E não há necessidade de cirurgia, em princípio. Veja esse texto sobre DTM: https://medodedentista.com.br/2013/04/dtm-dor-na-articulacao-da-mandibula-causas-e-tratamento.html

A área de comentários / perguntas está fechada. Agradeço a compreensão.

No plantão: Ana Tokus

Cirurgiã-dentista graduada pela Universidade Federal do Paraná, especialista em Radiologia Odontológica e Imaginologia pela ABO-PR, convicta de que medo de dentista se combate (também) com informação. Diva-Boss do OdontoDivas e autora do Blog Raios Xis. Twitter: @AnaTokus e @medodedentista