Como Escovar a Língua


Você sabia que a língua saburrosa é uma das principais causas do mau hálito? A saburra é uma substância esbranquiçada composta por restos de alimentos que, ao não serem removidos na escovação, se acumulam sobre a língua. A saburra também contém células mortas que descamam da mucosa bucal e, dessa forma, serve de alimento para certas bactérias que liberam odores. Resultado: b-a-f-o.

Claro, a saburra não é o único fator que leva à halitose, mas a sua presença é pra lá de indesejável. E eliminá-la é algo relativamente simples: se escovar os dentes elimina a sujeira dos dentes… escovar a língua elimina a sujeira da língua!

Sim, queridos leitores: a higiene bucal não se restringe a escovar os dentes. A língua (também) foi feita pra ser escovada. E ultimamente esse negócio de escovar a língua anda na moda, o que eu acho ótimo. Você já deve ter percebido que as empresas que vendem produtos de higiene bucal têm investido em produzir limpadores de língua e escovas de dentes com dispositivos que prometem ajudar nessa tarefa. Sobre os limpadores de língua que vêm acoplados nas escovas, esclareço: não são eficazes. Portanto, sua presença não é algo que você deva considerar como importante ao escolher uma escova de dentes.

Limpadores de língua
Limpadores de língua: não são essenciais

Note que eu sempre uso o termo “ESCOVAR a língua”. Sim, a própria escova de dentes é eficaz pra fazer a limpeza da língua. O raspador lingual (veja modelos na imagem) existe para ajudar na remoção da saburra, mas é preciso escovar a língua antes de usá-lo, pois isso garante que os resíduos sejam desorganizados e mais facilmente removidos. Fazendo uma analogia, a escova é o esfregão e o limpador de língua é o rodo… e rodo não limpa nada sozinho, só puxa a água suja. Em resumo: se você quer usar um raspador lingual, use. Mas, de qualquer forma, você terá que escovar a língua antes, porque o raspador, sozinho, não é eficaz.

Escovar a língua não tem segredo: escove os dentes normalmente e, após enxaguar a boca e a escova (sim, não se usa pasta de dentes pra escovar a língua), coloque a língua bem pra fora vá fazendo movimentos de dentro para fora com a escova, de forma a trazer os resíduos do fundo para frente, como se você estivesse “varrendo” a língua. Enxágue a boca novamente, e pronto.

Ah… mas dá vontade de vomitar! 

Uma das justificativas mais usadas por quem não escova a língua é que fazer isso dá ânsia de vômito. E faz sentido. Quem nunca enfiou a escova na garganta e quase chamou o Hugo, que atire a primeira pedra. Mas isso tem uma explicação bem simples: a úvula (a “campainha”) é um apêndice que serve como um alarme de que algo está passando pela garganta, portanto, nosso organismo entende que é hora de fechar as vias respiratórias e, se for preciso, botar o intruso pra fora. Se ao escovarmos a língua encostarmos a escova de dentes na úvula, a chande de vomitar é grande. Portanto, a dica é a seguinte: levante a sua úvula!

Oi?

Faça o seguinte exercício em frente ao espelho:

  1. Abra bem a boca e enxergue a sua garganta (consequentemente, a úvula);
  2. Ainda com a boca aberta, feche a sua garganta. Ao fazer isso, a úvula “encolhe” e vai lá pra cima. Ou seja, você antecipou o movimento reflexo que sua garganta faria por conta própria… só que sem  ânsia de vômito.
Exercício de levantamento de úvula :)
Exercício de levantamento de úvula 🙂

Dessa forma, a chance de você acertar a úvula com a escova diminui drasticamente, e você não terá mais ânsia de vômito ao escovar a língua. E a partir de agora, você não tem desculpa: sempre que escovar os dentes, escove a língua também! 🙂

Com assessoria técnica da Dra. Paula Rollemberg

Compartilhe:

Comentários via Facebook


Categoria: Higiene Bucal

Marcadores:

371 comentários

  1. Olá doutora.
    Resolvi examinar minha língua confesso que fiquei com um certo medo.
    Notei que embaixo da minha língua existem veias extremamente escuras, e algumas “manchas” escuras na parte de baixo da língua. Além disso notei algumas bolinhas no começo da língua, perto da garganta. Não sinto dor nem nada, mas o aspecto não parece normal. Devo me preocupar?
    Já marquei um dentista para daqui algumas semanas mas estou meio assustada… fazendo uma rápida pesquisa na internet só me assustei mais ainda…

  2. Minha lingua nunca fica vermelha, e quando fica mais ou menos ela volta a ficar branca de novo sem comer nada. Quando vou dormir, acordo com ela branca tambem, se puder me fale os tipos de lingua, a minha e um pouco preta dos lados mais na ponta. obg

    1. Matheus, “tipos de língua” existem vários. Tem a língua geográfica, a fissurada, a pilosa… depende. A sua, em princípio, é normal. Se você acha que tem alguma alteração, procure um dentista pra avaliar.

  3. Dra. Eu tenho saburra, uso o raspador de língua 3 vzs ao dia porém a cor esbranquiçada não sai. Quando escovo os dentes fico aproximadamente uns 10 min sem mau hálito, no entanto ele volta logo em seguida, qria saber como fzr para eliminar totalmente a saburra e deixar a minha língua avermelhada.

    1. Inácio, não tem “mágica”: só com a higienização regular e recorrente. Não sei se você costuma escovar a língua e se, quando faz isso, usa pasta de dentes… mas NÃO USE. Escove-a e enxágue bem, mas sem pasta.

  4. Boa noite, tenho saburra na lingua e escovo o dente toda vez que mastigo ou como algo, mas meus dentes sempre aparecem tártaros, as vezes uma noite até amanhecer, esta dando retração e estou perdendo os dentes devido a isto, já fui ao médico me passou remédio para cândida e não resolveu, continuo nesta luta mas estou perdendo a guerra contra algum tipo de bactéria, as vezes meus lábios estão meio esbranquiçados depois de uma noite de sono, lavo e desaparece, tem cura ? Realmente é cândida? Já não sei mais o que pensar, não da dor mas retrai minha gengiva devido ao tártaro que aparece do nada, desde já agradeço a resposta. Obrigado!

    1. Marcos, candidíase é uma coisa, periodontite é outra. O que causa mobilidade dentárias e retração gengival devido ao acúmulo de tártaro é a periodontite. Me parece que é isso que você tem. Procure um dentista especialista em Periodontia pra avaliar e tratar de acordo. Tem tratamento e controle.

  5. Olá, boa noite. Eu escovo meus dentes quando eu vou dormir, quando acordo, quando eu almoço e, as vezes, quando eu como alguma coisa MUITO doce, as vezes eu como pipoca doce e ela fica grudada nos meus dentes, ai eu vou lá e escovo. Quando eu era pequena eu não tinha o costume em escovar os dentes, ai eram cariados, até que eu arranquei eles e nasceram todos bons e eu estou escovando até hoje, MAS eles estão ficando cariados, estão começando a querer ficar cariados, não sei o que fazer, estou muito preocupada, sou muito nova para perder meus dentes, eu não vou ao dentista, todo mundo aqui de casa não tem tempo, então eu gostaria de saber como evitar que eles fiquem cariados? Por favor, me ajude!!!

    1. Leticia, se você não vai ao dentista, como concluiu que seus dentes estão cariando? Talvez não seja nada disso… você precisa ir num dentista e fazer uma avaliação. Não sei a sua idade, mas se você é menor, precisa de um responsável que acompanhe (que arrumem tempo, oras… sua saúde é o mais importante) 😉 . Se sua higiene é tão boa quanto você relata, não acho que você terá grandes problemas com cáries.

      1. Eu tenho 11 anos de idade, minha família tem problemas com cáries, não sei se e genética ou e porque eles não cuidaram haha. Eu acho (não tenho certeza) que eles estão ‘-‘ Quando eu escovo, pego um espelho e vejo ele com a luz do sol refletindo no espelho, assim da uma clareada e da para ver ‘-‘ Ai alguns de trás tem tipo uns buracos, mas esses buracos não estão furados, e esses buracos não tem nada parecido como se estivesse começando a cariar ‘-‘ E quando eu escovo os dentes, eles ficam MUITO brancos, mas os de trás me da um pouquinho de preocupação 🙁 Obrigada por esclarecer minha dúvida, estava muito preocupada, bjs.

        1. Dra. E tem uma coisinha também… Quando eu tinha 9 anos de idade eu mordi a língua com muita força, acho que passou 1 dia +/-, eu fui perceber que minha língua estava parecendo que eu não tinha a “1°” camada da língua, mas era só um pedacinho da língua. O tempo passou e quando eu fui perceber eu estava com metade da língua faltando a 1° camada da língua (isso existe? haha) e eu fiquei preocupada, ai eu lembrei que minha mãe falou que o sal ele cura uma bactéria, e eu passei, da uma gastura, mas do mesmo jeito eu passo, dizem que se chama “língua geográfica”, mas ai eu fiquei em dúvida, então você pode tirar essa dúvida? Obrigada!!! 😀

        2. Leticia, você deve estar falando da anatomia do seu dente, dos sulcos deles. Esse sulcos são normais, não são cáries. Mas é justamente nessas regiões em que é mais fácil a formação de cáries. Por isso, o ideal é procurar um dentista pra avaliar e ver se está tudo ok, além de continuar fazendo uma boa higienização.

          1. Quando eu passo o sal fico +/- uns 10 segundos ou 5 (arde muito) com ele na língua, fica bem vermelho, ai eu vou fazer outras coisas, ai quando eu vou ver, a minha língua está um pouco “sarada”, ai eu pensei que o sal iria resolver haha 😀 Obrigado Dra.

  6. Boa tarde, doutora ha anos tenho lingua branca, so descobri no ano passado, ja usei o raspador de lingua varias vezes, quando faço limpeza na lingua ela fica limpa, mas quando passa um dia ela volta a ficar com a camada branca, ja usei o sal, o bicarbonato de sodio, a agua oxigenada todos os dias, mas quando limpo num outro dia a camada volta de novo, o que faço, ja falei ate com o meu medico mas ele nao me ajuda, acho que o problema é porque eu nao me encontro no continente Americano e sim no continente Africano em Moçambique.

    1. Junior, isso é saburra. Se você consegue removê-la por completo ao higienizar, ótimo. Mas não há nada que remova isso de forma definitiva, sempre vai ser necessário remover novamente. Todo dia. Não há necessidade de usar água oxigenada, bicarbonato e outros produtos… apenas escove a língua (sempre) e use o raspador (se quiser).

        1. Creio que não, Rafael. Pelo relato do Junior, é saburra mesmo (e ele tem há anos, não é algo oportunista como uma candidíase).

          1. Doutora ! Tenho a lingua branca faz uns dois meses, ja fiz bochecho com nistatina mas não resolveu, escovo, sai mas acaba retornando, então isso é saburra? Obrigado!

  7. Uso fio dental, escovo os dentes, já fiz limpeza e faço a limpeza da lingua, e parece que nada adianta, pois o mau halito parece que não vai embora de jeito nenhum. Já deixei de ir atrás de uma pessoa que gostava por causa disso. Não sei mais o que fazer! Dá vontade de morrer, sinceramente. Esse problema deixa a pessoa sem vontade de viver! Resumindo, isso está atrapalhando a minha vida!

      1. Escovo meus dentes 3 vezes ou mais por dia, quando fico algumas horas sem comer (4~5) percebo um pouco de mau halito bem fraco (gosto da boca muda), sempre tenho uma bala ou chiclete para evitar imprevistos… Percebo que depois de algumas horas o fundo da minha lingua bem no fundo mesmo entre as bolinhas quando passo o dedo não tem um cheiro bom, é bem fraco mas ainda assim me incomoda bastante, acredito que seja ele o causador do mau halito, apos um jejum relativamente prolongado mesmo que fraco não é legal (só dá para perceber quando falo quase com a boca no nariz da pessoa literalmente) não uso enxaguante bucal, pensei em começar a usar, acha que resolveria ? Já fui ao dentista e ele falou que minha boca é saudavel e a escovação está boa, falou somente que isso poderia ser má escovação na lingua (local), porem não vejo como escovar entre essas “bolinhas” que ficam com algumas partes meio esbranquiçadas (não é muito levemente), em relação ao resto da lingua que é rosada … se for de alguma ajuda tenho rinite…

        1. Gustavo, esse mau hálito que você descreve é normal e transitório, todo mundo tem. Continue mantendo uma boa higienização (inclusive da língua) e está ótimo! Não aconselho o uso contínuo de nenhum enxaguante bucal. Quando estiver com um pouco de mau hálito, masque um chiclete sem açúcar, o que estimula a salivação, e beba água. Só.

  8. Boa tarde, bem minha duvida é a seguinte: mesmo eu fazendo a limpeza da língua com escova (sem a pasta de dente) tem uma parte que não sai de jeito nenhum, será que é pelo fato de eu ter começado somente há 3 dias e depois de um tempo vai sair ou pode ser por outros motivos?

    1. Gabriel, pode ser porque você começou há pouco tempo, sim. Pode ser, também, que sua língua junte mais saburra mesmo, e rápido, já em seguida da escovação. Mas não desista: continue escovando.

  9. Dra. percebi que tenho a lingua pilosa e quando vou passar o limpador de lingua, fica um monte de “pelinho” e fica uns pontinhos vermelhos na parte de tras como se tivesse machucado, mas n ta. So quando escovo que fica assim… fica um monte desses pelinhos e normalmente da pra ver tbm, mas quando passo o raspador fica pior.

    1. Esses “pelinhos” são as próprias papilas da língua, alongadas. Isso caracteriza o quadro de língua pilosa, em si.

  10. Olá doutora,
    Há sete meses, tomei muitos remédios e minha língua ficou com muita saburra. Raspei demais com o raspador de língua e o meu dentista disse que por conta disso a queratina da língua tinha aumentado (deixando assim a língua ainda branca). Minha dúvida é: continuo raspando a língua para “cortar” a queratina, ou a cor branca é de saburra ainda? Tenho medo de estar raspando e só piorando o problema. Grata.

    1. Leila, eu, particularmente, não gosto de raspadores de língua. Sugiro que você não use mais mas, em vez disso, escove a língua com a escova de dentes, mesmo (sem pasta). O raspador não vai remover a queratina, ela já está lá, não é removível. Parte da cor branca deve ser da queratina, parte da saburra.

  11. Boa noite, Dra. 3 semanas atrás percebi que minha língua está mais branca que o normal e desde então tenho escovado ela freneticamente, bem mais do que o normal.
    O problema é que não sai tudo, fica levemente branco… é normal? Não é aquele branco que você sabe que é sujeirinha, e mais parece um aspecto da própria lingua.
    Será que é candidíase?
    Hoje eu escovei tanto que até sangrou bem pouquinho.

  12. Caramba Dra!!! Você é incrível! kkkkk

    Eu tinha muita ânsia sempre ao escovar a lingua, agora achei a resposta!

    Post muito bom… Parabéns Ana, um dia quero ter a oportunidade de te dar um abraço e poder agradecer essas informações que você nos passa sem cobrar nada em troca!

  13. Boa tarde Dra. Ana, como vai?
    Tenho 18 anos, escovo meus dentes sempre, principalmente antes de dormir, passo o fio nos dentes e também na língua, em seguida escovando tudo, mas a saburra nunca sai. O caso será pelo fato de escovar a língua com a pasta? Vejo também que enxague de sal com água morna pode substituir o enxaguante que contém álcool, é verdade? E no caso dos dentes, são um pouco amarelos, não adianta nada nunca fica branco. Tem alguma dica certeira para resolver meu caso?
    Obrigada!!

    1. Raquel, a língua deve ser escovada sem pasta. Sal e água morna não age como antisséptico bucal que, pra falar a verdade, nem deve ser usado de forma contínua como os comerciais na TV dizem. Dentes amarelados podem ser branqueados com clareamento dental, a escovação, em si, não os denixa brancos, “apenas” limpos. Dica certeira: procure um dentista pra orientar você, todos os problemas que você relata têm solução relativamente simples.

  14. Ola, meu nome é Matheus, eu vou fazer 13 anos e ainda acho que tenho 5 dentes de leite, isso é normal, um está mole !! Outro eu arranquei faz um tempo, mas ainda não nasceu, tenho 24 dentes na boca !?

    1. Matheus, depende de que dentes de leite são esses… se forem molares ou caninos, pode ser normal, sim. Pra tirar a dúvida, só procurando um dentista pra avaliar.

  15. Bom dia Dra.

    Por que não se deve usar pasta de dente para se escovar a língua? Isso pode alterar a sensibilidade da mesma, podendo diminuir a sensação de gostos ou algo do tipo?

    Obrigado!

    1. Porque não precisa, Diogo. A remoção da saburra é essencialmente mecânica, ou seja, esfregando com a escova. A presença de pasta dificulta essa remoção e gera outros resíduos (a língua pode ficar esbranquiçada).

  16. Boa tarde Dra. Ana
    Quando utilizo o raspador de língua sempre sangra um pouco, que procedimento deve tomar?? Eu já passo ele bem devagar!!
    Devo suspender um pouco o uso dele até cicatrizar??

    1. Verônica, não é normal que a língua sangre ao passar o raspador. Pare de usar e apenas escove a língua, sem pasta de dente. Procure um dentista pra avaliar e ver o que está acontecendo.

  17. Olha Doutora, tenho 10 anos. E quando você falou em enxaguar a garganta você quis dizer para beber água? Dra. isso vende em qualquer farmácia\mercado? Obrigado Dra.

    1. Enxaguar a boca com água, Giovanna. Bochechar e cuspir. Os raspadores de língua tem pra vender na farmácia e no mercado, sim.

  18. Boa tarde, Dra. Eu tenho um dente superior (molar) que quebrou e foi colocada uma coroa. Agora o dente começou a doer e estou com a gengiva inflamada na região. Creio q precisarei tratar o canal, nesse caso eu perco a coroa? Ou se faz o tratamento com ela no local? Obrigado.

    1. Eduardo, se der pra remover a coroa, não é preciso “estragá-la”… mas mesmo assim, qualquer desgaste feito no preparo do dente vai alterar a adaptação da coroa. Portanto, a necessidade de uma nova coroa é praticamente certa. Converse com o seu dentista.

  19. Bom dia Dra.
    Gostaria de saber se devemos escovar o ceu da boca e bochechas… e se devemos qual a forma correta de limpa-los…
    valeu 😉

    1. Não há necessidade, Vitor. A placa bacteriana não se adere a eles, o uso do fio dental, a escovação dos dentes e da língua, com posterior enxágue, são suficientes.

  20. Dra, outra dúvida referente às bandas ortodonticas…

    No meu caso, pus os anéis ontem e percebi que ficou uma massinha branca na coroa do dente (acho que o nome é esse), perguntei à dentista e ela disse que saía com a escovação. Mas não há perigo de endurecer? (creio que a massinha deva ser a cola). É normal esse excesso no dente?

    Obrigada novamente.

  21. Oi Dra. Ana !

    Minha dúvida é se o fio dental deve ser passado entre as bandas (anéis) do aparelho ortodontico.

    Obrigada.

  22. Procure escovar os dentes mas respirando pelo pelo nariz, de forma que você consiga sentir a respiração dentro de você de forma normal… não tente respirar pela boca, e ao respirar pelo nariz tente não respirar tanto da pasta, mas respire forte o suficiente para sentir o ar entrando com intensidade enquanto você escova, acredito que o enjoo ocorra pq estamos estimulando a boca com a escova e ao respirar pela boca… o ar entre com mais facilidade no estômago… como tb a pasta entra no pulmão… descobri isso ao ver que não existia muito relacionado sobre o assunto e nada referente a essa técnica na internet… no meu caso foi necessário criar essa técnica… pois fumo bastante, estou fazendo pouco exercício e tenho uma leve gastrite… percebi que ao escovar o dente ficava sem fôlego, o que me fazia respirar ainda com mais intensidade durante a escovação… no começo foi complicado… pois estava respirando muita pasta pelo nariz… mas fui percebendo que antes eu estava fazendo o mesmo só que pela boca… tendo as vezes ate que enterromper a escovacão, após um tempo… no caso hoje… percebi que a melhor maneira é a respiraçao quase que intensa durante a escovação pelo nariz… realmente controla o fluxo gástrico o que acredito será de facil percepcao para outros que tentarem… não esquecer de continuar respirando pelo nariz após terminar a escovação e sempre tomando cuidado para nao respirar durante a escovação muito das partículas de pasta que ficam no ar… um efeito “geladinho” pode vir pelo nariz, mas é melhor que respirar pela boca ou ainda pior acontecer, o que acontecia comigo ao final… que era ânsia de vomito, resultando algumas poucas vezes no vomito em si.

  23. Oiii tdo bem ?
    Queria saber o seguinte: minha lingua é aspera, ela nao é fissurada, so é aspera e diminui quando como algo, mas so diminui por pouco tempo… tenho medo de bjar alguem por conta disso, o q faço ?

    1. Layla, em princípio isso não caracteriza um problema. De qualquer forma, procure um dentista pra avaliar e ver se está tudo ok.

  24. Boa noite doutora Ana, em 2011 extrai o siso inferior direito, só que fiquei com sequela como: meu lado inferior da língua ficou sem sensibilidade, sinto que a lingua repuxa e dá alguns choques, e sinto que ficou grossa a parte da lingua, e as vezes eu até mordo a parte da lingua que está prejudicada quando como algum alimento. Fui em outra dentista e ela me disse que afetou o nervo, ela me receitou neurocetim, mas a minha lingua não voltou mais ao normal. Inclusive depois dessa extração percebi que minha lingua fica com saburra muito rápido, e isto eu nunca tive antes, por gentileza me diga se minha lingua vai um dia voltar ao normal, e quanto a rapidez da saburra o que fazer, existe rémedio para este problema? Abraços.

  25. Olá, eu uso fio dental, escovo a lingua, escovo os dentes, já fiz limpeza, mas o mau halito parece que não vai embora. A pergunta: o mau halito pode vir do fundo da garganta, sem ser das amidalas? A saburra da lingua também se forma em outras regiões como a garganta, a parte enrugada da lingua? Mesmo assim eu sinto que melhora muito o halito fazendo tudo isso. Será que esse cheiro é o cheiro normal da boca? Porque quando eu não faço essa limpeza é muito mais forte.

    1. Francisco, mais de 90% dos casos de halitose tem origem na própria boca, mas sim, a origem pode ser outra, pode ser um problema gástrico, por exemplo. A saburra se concentra apenas na língua, mas na garganta pode haver retenção em reentrâncias das amígdalas de uma substância parecida, pequenas massas chamadas de “cáseos”. Tem uma entrevista bem interessante com uma especialista em halitose aqui –> https://medodedentista.com.br/2011/04/o-que-causa-o-mau-halito.html

    1. Pode ser uma nevralgia, ou seja, uma dor que tem origem em algum nervo. É preciso avaliar com critério pra se chegar a um diagnóstico preciso. Procure um dentista pra avaliar.

  26. Olá Dra. Estou com um problema na minha lingua mas não sei o que é, sinto dores quando vou comer alguma coisa, ou quando eu movimento a lingua, mas não ha nenhum sinal de machucado ou alguma coisa estranha. Estou preocupado.

    1. Pedro, em princípio, com a escovação. Mas eu não sei o que são esses “aspectos esverdeados”, se for algo que requer tratamento, não vai sair apenas na higienização. Procure um dentista pra avaliar clinicamente.

  27. Doutora, faz um mês que minha língua está muito branca, escovo duas vezes ao dia sem pasta, passo sempre o limpador após as escovações, uso enxaguatorio e nada, ela está sempre assim, com uma camada branca até um pouco amarelada, e pela manhã quando acordo minha saliva está grossa e bem amarela, estou preocupada.

    1. Giovanna, se você higieniza bem a língua, provavelmente ela está sempre branca por causa da saliva , que pode estar mais “grossa”, digamos assim. Procure tomar bastante água. Marcar chiclete – sem açúcar, de preferência – também ajuda a aumentar o fluxo salivar. Se mesmo assim não melhorar, procure um dentista pra avaliar.

  28. Boa noite Dra.,
    Tenho o costume de escovar a língua e o faço todos os dias, no entanto estou preocupado. Uma camada branca no fundo da língua (saburra?), na mesma região das papilas gustativas, não sai com a escovação.
    Estou para marcar um dentista de qualquer maneira, mas estou realmente preocupado com isso e não me lembro se sempre tive a língua dessa maneira e só reparei recentemente ou se é uma condição nova.
    Pode ser indicativo de algo grave essa camada persistente no fundo da língua? Obrigado.

    1. Thiago, em princípio não deve ser problema. Se for saburra, significa apenas que ela anda se acumulando mais rápida e facilmente, o que pode ter a ver com a quantidade de saliva, com a sua dieta, etc.. O importante é procurar sempre removê-la.

      1. Obrigado pelo retorno Dra. A minha preocupação é que eu sempre removo, mas essa parte no fundo da língua permanece, mesmo logo após a escovação, mesmo escovando diversas vezes em sequência. De qualquer maneira, vou marcar o dentista ainda essa semana. Obrigado novamente.

  29. Gostaria de saber se uma pessoa ficar sem escovar a lingua por uma ou 2 semanas (por motivo de placas na garganta), na escovação após esse período, poderia ocorrer sangramentos? Ou é algum tipo de doença?

    1. Alexandre, a gengiva sangraria depois de muito tempo sem escovação… mas, via de regra, isso não acontece com a língua. Se está acontecendo isso, é essencial procurar um dentista pra avaliar.

  30. Olá, Dra. Preciso de uma orientação urgente! Estou com sangramento gengival há mais de 3 semanas, já fiz raspagem com ultrassom, passo fio dental, escovo corretamente e agora comecei a usar listerine, estou esperando algum resultado. Mas todas as alternativas anteriores, colgate total 12 e etc. não funcionaram, minha gengiva cresceu sob minha contenção, tive que tirá-la e continua sangrando muito e doendo pra ingerir alimentos. Pode ser algo sério? O que eu deveria fazer? Meu dentista não está sabendo o que pode ser. Tomei Zolpidem por muito tempo e parei agora pra ver se pode ser o causador, e tomo Rivotril todos os dias. Agradeço desde já.

    1. Lucas, o Zolpidem é um fármaco hipnótico (indutor do sono), o Rivrotil um ansiolítico. Na bula deles não consta reações adversas como as que você apresenta, portanto creio que não tenha a ver. Se o problema não é de higiene – e parece que não é – é preciso investigar com mais critério pra ver se há algum problema de saúde geral causando isso.

  31. Dra., sempre escovo a língua, entretanto a língua não fica vermelhinha… Passo tbm o raspador, mas ela permanece branca, isso é “normal”?

    1. Lia, você costuma escovar com ou sem pasta de dentes? Se escova com, sugiro escovar sem. Algumas pessoas podem ter a língua mais esbranquiçada mesmo, não é necessariamente um problema. O importante é escová-la sempre.

      1. Com a pasta. Mas também já escovei sem e sempre fica um pouco esbranquiçada msm assim, e acredito que não seja saburra… Obg pela resposta.

  32. Olá doutora. Boa noite, gostaria que esclarecesse por favor uma dúvida q tenho. Faz 1 semana que sinto que o meu incisivo central, incisivo lateral e o canino (parte superior) estão ásperos quando passo a minha língua, será que pode ser do creme dental? Eu uso SENSODYNE REPAIR & PROTECT, ou alguma outra coisa?

    1. Pode ser a pasta sim, Nicolas. Pode ser, também, que sua escova precise ser trocada por não estar mais sendo eficiente na remoção da placa bacteriana, algo comum e que causa essa aspereza na região que você relata.

    1. Monica, a grande maioria das halitoses não tem origem do estômago, embora essa seja uma possibilidade. Procure um dentista (de preferência, especialista e halitose) e faça uma avaliação.

  33. Oi dra, eu sempre escovo os meus dentes, mas não importa, eles nunca deixam de ser meio amarelos. Eu uso aparelho, será que pode ter algo a ver???

    1. Maria, algumas pessoas têm dentes mais amarelados, mesmo. Não deve ter a ver com o aparelho, não. Assim que você terminar o tratamento ortodôntico, pode fazer um clareamento dental.

  34. Dra. o que pode causar mau hálito, uma vez que a pessoa mantém uma boa higiene bucal?
    Meu esposo está com esse problema há uns 7 dias e ele escova sempre após as refeições, passa fio antes de dormir, usa enxaguante… aparentemente não tem cárie, visita o dentista periodicamente (se bem q já está na hora de ir ao dentista novamente pra fazer uma avaliação), mas começou do nada, ele nunca teve esse tipo de problema. Existe algo q possa nos indicar pra resolver esse problema?

  35. Dra, essa notícia que eu vou dar eu não sei se é boa ou ruim. Ontem, de noite, caiu a metade do molar mole (ele havia rachado ao meio, aí caiu uma metade…). Agora está uma grande confusão! Está uma metade do molar (com a polpa!!—> bola grande e vermelha que sangrou um pouco ontem), e o definitivo nascendo… e agora? A outra metade vai cair também? Essa outra metade está dolorida… 🙁

    1. Deve cair sim, Karen. Se metade da coroa já caiu, provavelmente nem raízes existem mais, portanto, também não há polpa. O que você vê deve ser apenas gengiva, mesmo. Minha “aposta” é que vai cair sozinho mas, se demorar, procure um dentista pra avaliar.

  36. Dra.,

    Meu 1 molar direito está mole já faz mais de 1 ano. Ontem eu estava comendo alguma coisa dura (não me lembro o que era) e aí ele ficou mais mole ainda. Agora ele está roxo (ele já estava antes), bem mole, com o definitivo nascendo por dentro e esse molar mole partiu ao meio. Ele irá cair sozinho?

    Obrigada. 😀

  37. Dra, essa coloração diferente do 11 e 21 em relação ao 12 e 22 não deve ser nada de ruim, certo?

    EXTRAÇÃO????? NÃOO……..NÃO…..NÃO……EXTRAÇÃO NÃO……

    1. Claro que não, Karen! Extração é só pra casos em que o dente realmente não é mais viável, e variações de coloração não condenam dentes… pode ficar tranquila.

  38. Ó eu aqui de novo, dra!! (desculpe, mas tenho que fazer essa pergunta, acho que é importante….)

    Dra, começarei por uma pergunta “menos importante”: meu 11 e 21 são mais acinzentados/amarelados (não sei qual o mais correto, acho que é o “acinzentados”) que o 12 e o 22, por quê?

    O meu canino esquerdo está mole faz MUITO tempo e de uns tempos para cá, eu notei que o esmalte, na parte colada a gengiva, está saindo (como se eu tivesse abfração) e embaixo (por dentro do dente) está nascendo meu canino permanente!!! Meu canino de leite está avermelhado e roxeado e com o permanente descendo POR DENTRO!!! Eu vou ter que arrancar o de leite??!!

    1. Karen, a cor dos centrais e dos laterais geralmente é a mesma. O que costuma ser diferente é a cor dos incisivos em relação aos caninos… os caninos são sempre mais amarelados, por serem mais “robustos” e terem mais dentina (que é o tecido que dá cor ao dente). Realmente não sei dizer o motivo dos seus 11 e 21 terem cor diferente dos 12 e 22. É preciso investigar mais a fundo.

      Se o seu canino de leite não cair logo, o ideal seria extraí-lo, sim. Assim ele “sai do caminho” e facilita a irrupção do permanente.

  39. Poderá ficar pior? Meu irmão come o mesmo que eu e não tem os dentes amarelados…e olha que ele é 10 anos mais velho que eu….

  40. Dra, tirei uma foto com celular para ver a parte de trás dos meus dentes centrais (os de cima) e descobri que no meu 11, perto da gengiva, há uma parte que é como se estivesse enrugada, áspera, não pode ser placa pois a cor é branca (igual a do esmalte). O que pode ser?

    Estava vendo minhas fotos antigas e reparei que antigamente meus dentes eram um pouquinho mais brancos. Por quê?

    1. Provavelmente esse “enrugadinho” faz parte da anatomia normal do seu dente. E é normal que, com a idade, os dentes fiquem um pouco mais amarelados. Os dentes de leite, por exemplo, são bem mais brancos dos que os dentes permanentes (se a sua comparação foi com algum dente de leite, taí a explicação).

    1. Seu dentista pode esclarecer isso facilmente, Karen, pelo exame clínico. Na abfração, há uma nítida perda, em forma de cunha, de tecido dentário.

      1. Obrigada, dra!

        Só para comentar, o assunto de hoje no Bem Estar foi Odonto! A dentista falou exatamente TUDO que eu já aprendi com seu blog. Muito esclarecedor o seu blog!

        Viu? Minhas dúvidas praticamente acabaram. Quase não faço mais perguntas, hehe… 😀

        1. Quanto tem dentista lá eu já fico feliz, de vez em quando colocam médicos pra falar de problemas bucais, geralmente falam bobagem. Não por mal, é claro, jogam eles na fogueira “pra se virar nos 30”, o que costuma dar errado…

          Também, né Karen… depois de 134 perguntas não pode ter sobrado muita dúvida! 😉

  41. Ahhhhhh, dra, quase me esqueço. Em relação ao tártaro, se realmente é tártaro, o que eu faço??? Eu POSSO ESPERAR até FEVEREIRO??????

    1. Se for só acima da gengiva e só nesse dente, desde que não aumente (ou apareça em outros dentes), até dá pra esperar.

  42. Doutora, há uma mancha azulada no meu 21 perto da gengiva, essas manchas você disse que são normais. Mas, que eu saiba, elas só aparecem na parte que toca os alimentos quando mastigamos. Ela pode aparecer em qualquer lugar?

    E, há também uma mancha amarelada, como se fosse resíduos de alimentos que eu não consigo tirar com a escova, coladinho na gengiva, o que é?

    No meu 11, uns 3 milimetros da restauração tem como se fosse uma mancha branca, parece um resíduo de resina só que é apenas uma mancha, o que pode ser?

    1. Sim, manchas podem aparecer em qualquer lugar do dente. A “mancha amarelada” provavelmente é tártaro. A mancha no 11 pode ser uma cárie inicial, uma desmineralização que já remineralizou (cárie inativa) ou só uma mancha mesmo… depende. Mas pelo que você me contou, sua dentista já disse que seus dentes estão saudáveis, então eu não me preocuparia.

      1. Dra, minha dentista disse que meus dentes estavam saudáveis em agosto, ainda está “valendo”?

        Tártaro?? Eu fiz a raspagem em agosto, dra! A dentista disse que eu tinha que voltar daqui a 6 meses (o que daria para eu voltar lá em fevereiro do ano que vem) para refazer a raspagem… o que faço?

        Dra, também tenho uma mancha (lembra que eu falei que meu 21 era todo manchado? Rsrsrs) cinza a uns 5 milimetros da gengiva. Não é nada não, certo?

        Outra, o que significa desmineralização que já remineralizou? Obs: essa mancha só aparece quando meu dente está ressecado (sei que nesse caso você pode dizer que é da fluorose, mas não parece, pois ela é: digamos assim, invadida nos cantos pela cor do dente, entende?), o que pode ser, dra?

        Ah, FELIZ DIA DO DENTISTA!! 😉 😀

        1. Karen, agosto foi “ontem”… com certeza tá valendo, sim! O tártaro pode se formar bem rapidamente, antes de 6 meses. E pela descrição que você fez (resíduo que não sai com a escova), parece que é isso. Não tenho como afirmar que sua mancha cinza no 21 não é nada, mas considerando que ele é todo manchado… não deve ser, mesmo.

          “Desmineralização que já remineralizou” é uma cárie que começou e depois regrediu, “se curou”, digamos assim. Isso pode acontecer em cáries bem pequenas, restritas ao esmalte apenas, pela ação do flúor presente na pasta de dentes ou através de bochechos.

          Manchas que só aparecem quando o dente está ressecado / desidratado geralmente são fluorose mesmo, Karen. É bem característico.

          Ah, e obrigada. <3

    1. Karen, antes de qualquer coisa: NÃO “BALANCE” SEUS DENTES COM OS DEDOS! Pra quê isso? Sabia que isso pode levá-los a ficar moles de verdade? Todos os dentes “balançam” um pouquinho, isso é normal, já que entre o osso e a raiz do dente existe um “sistema de amortecimento” chamado “ligamento periodontal”.

      1. Dra, eu já balancei várias vezes, será que já os deixou um pouco moles???

        Por que o me 21 balança UM POUQUINHO a mais que o 11?

        1. É possível que sim. Mas se você parar, volta ao normal. Por que um balança mais que o outro? NÃO FAÇO IDEIA. Karen, desencane… pare de procurar problemas. 😉

          1. Volta ao normal? Sério? Fico menos preocupada então…

            É, dra. Meus pais também falam isso. Não sei por que, mas simplesmente eu não consigo… eu quero ter dentes bonitos só que NATURALMENTE bonitos. E não com muita intervenção de dentistas… por isso eu fico meio (meio não, totalmente. 🙁 ) obcecada… vira e mexe eu me pego em frente ao espelho vendo se há algo estranho…
            Bem, obrigada dra. Desde que você me falou sobre que não é para “balançar” os dentes, eu parei. Na verdade, eles só balançavam pouquíssima coisa com os dedos, com a língua não. Desencanei um pouco, a dentista em que vou disse que meus dentes estão COMPLETAMENTE saudáveis. O único problema é a minha escovação… ela disse que estou fazendo errado. Eu vi o seu vídeo sobre isso, mas mesmo assim, há alguma coisa que faço errado… tenho de descobrir…

            Obrigada, doutora.

          2. Karen, as pessoas que têm fobia de dentista e que entram em contato comigo através do blog têm um discurso parecido com o seu… “eu não quero ter medo, eu gostaria que ir ao dentista fosse uma coisa NATURAL pra mim”. Não tem nada a ver com o seu caso, claro, mas achei interessante a recorrência do desejo de “estalar os dedos” e ver as coisas resolvidas. É um desejo compreensível, claro, mas eu acho que utópico… mesmo quando não dá pra resolver o problema, certamente dá pra controlá-lo… acho que o segredo é esse, entender que pessoas diferentes têm problemas e soluções diferentes. Enfim, viajei… 😛

            Falando de você: já que a dentista garantiu pra você que os seus dentes são completamente saudáveis, resolvido! Parabéns! Procure, a partir disso, diminuir a sua ansiedade a respeito. Claro, “saudável” não é necessariamente sinônimo de “bonito”, mas você está numa idade complicada… a gente chama de “fase do patinho feio” (sério, é esse o nome mesmo). Conhece a história, né?! No final, o patinho feio não era nem pato nem feio, e virou um lindo cisne. Na sua idade você está na dentição mista (quando há dentes permanentes e de leite na boca), então a dentição fica meio “bagunçada” mesmo. Mas isso passa e, com todos os dentes permanentes na boca, dá pra pensar em um tratamento estético. No seu caso, considerando que não há nada a ser curado, eu acho que o próximo passo seria usar aparelho e resolver o alinhamento dos seus dentes. Quando você tiver idade (depois dos 16, pelo menos), dá pra pensar num clareamento ou em alguma outra intervenção estética. E acredite: 95% das pessoas não nasceram com sorrisos lindos, alinhados e brancos. Mas os dentistas estão aí pra isso. 😉

  43. Não, não dra. Na verdade eu vi demais. É apenas uma coloração azulada que dá a impressão de uma pequena falta de esmalte. Mas também, é pouquíssima coisa. Dra, o meu 22 que está “encavalado”, está digamos assim… empurrando a gengiva e cobrindo um pouco da parte lateral do 21… isso pode ser ruim??

    Outra, dra: meu irmão tem gengivite em estado um pouco avançado. A gengiva dele está rosa mas há uma bola (caroço) vermelho entre o 11 e o 12. Ele me perguntou, já que eu tenho visto VÁRIAS postagens SUPER INFORMATIVAS aqui sobre dentes e eu disse que provavelmente esse caroço vermelho é uma gengivite localizada e que, devido a essa gengivite, houve um inchaço. Ele me disse que o dentista dele restaurou no canto e por isso não consegue passar fio dental. Então eu disse a ele que por ele não conseguir passar fio dental ali, houve um acúmulo de placa que fez aparecer essa gengivite. Eu recomendei a ele: compressa fria para diminuir o inchaço, escovar bem esses dois dentes e passar (ou tentar) passar o fio dental. Está correto?

    1. Karen, o apinhamento de dentes é ruim porque dificulta a higienização.

      Quanto ao seu irmão, você já tá “quase dentista”, hein?! 😉 Sim suas sugestões fazem sentido, só a compressa fria não ajuda muito nesse caso. Seria bom, também, que seu irmão entrasse em contato com a dentista dele pra verificar se não ficou sobrando material nessa restauração, porque TEM que conseguir passar o fio dental. Senão, vai dar gengivite toda hora ali.

  44. Dra, como se trata uma abfração? Eu olhei no espelho e vi que o resultado de tantas batidas no 21 foi uma LEVE falta de esmalte perto da gengiva. Essa área ficou (se olhar “beijando” o espelho) levemente azulada e como se eu tivesse perdido uma fina camada de esmalte. Estou um pouco triste… como eu trato isso?

    1. Karen, se não há comprometimento estético nem sensibilidade, nem se trata. Um acompanhamento é suficiente. Quando a perda de esmalte / dentina é maior, o tratamento é com restauração.

  45. Dra. Ana, por que quando os dentes estão com resíduos de alimentos entre eles (por exemplo: resíduos alimentares no meio do 11 e do 21), principalmente entre o 11 e o 21, quando eu passo o dedo para ver a lisura, parece que o dente pressiona os resíduos? Detalhe: eu olho no espelho eu vejo que o dente não se movimenta, mas mesmo assim sinto uma pressão nos resíduos. O que pode ser? É normal??

    1. Completamente normal, Karen… e a explicação é que os resíduos empurram os dentes. Se há algo entre os dentes, esse “algo” causa uma pressão que tira o dente do seu lugar habitual (mesmo que pouco), por isso o desconforto. Nada que um fio dental não resolva…

  46. Doutora,

    Ontem aconteceu de uma flauta bater no meu 21. Ela é pesada e veio com força para cima de mim. Doeu bastante, não sangrou, meu dente não ficou mole e nem preto. Hoje estou sem dor nenhuma, mas gostaria de saber se: mesmo eu não sentindo nada de estranho, pode ter acontecido algo de ruim com meu dente????

  47. Viu? Minhas perguntas estão acabando! Deixei de perguntar um bom tempo… rsrsrs

    Bem, como sempre, vim esclarecer OUTRA (de muitas..) dúvida. Doutora, minha mãe agora passou a fazer todos os dias, à noite, suco de abacaxi com hortelã. Estava vendo um texto que falava sobre erosão ácida e vi que ela é causada por ingestão de bebidas e alimentos ácidos em excesso. Como já deve ter percebido, minha pergunta é: essa ingestão de suco de abacaxi com hortelã todos os dias à noite pode desgastar meus dentes? Obrigada pela atenção…

    1. Não Karen, até porque não chega a ser um excesso… e vai chegar um dia que sua mãe vai trocar o tipo de suco, também. Apenas não escove os dentes logo em seguida de tomar o suco, espere uma meia hora… aí a acidez da boca diminui, é mais seguro.

    1. Não, Karen. Na água que a gente bebe também tem cloro, embora menos. E o contato da água da piscina com os nossos dentes é mínimo.

  48. Doutora, hoje na escola, senti come se meu 21 DE REPENTE ficasse mais gelado, mas depois voltou ao normal, o que pode ser??

  49. Doutora,

    Surgiu uma dúvida importante… no meu 21, na parte de baixo (ou seja, aquela que encostamos na comida para cortar alimentos) há uma mancha amarela no canto próximo ao 11, é só nesse canto… o que será que é essa mancha? Perguntei a minha mãe e ela disse que não há mancha, tirei foto com o celular e também não aparece nada mas os espelhos entregam essa mancha…

    Outra coisa, vira e mexe eu bato o meu 21 no dente de baixo (ele não é mais alto que os outros mas é o único que bate) e dói bastante. Gostaria de saber se essas batidas podem fazer o dente quebrar ou causas uma abfração. Pode causar? Se puder, como eu me policio a não bater o 21 no dente de baixo?

    Estou preocupada.
    Grata.

    1. Karen, eu diria que você está enxergando demais ;). Mas, havendo a tal mancha, pode ser uma hipoplasia de esmalte, um “defeitinho” nele que pode ter ocorrido, por alguma razão, quando o dente ainda estava se desenvolvendo dentro da gengiva. Quanto ao fato do 21 ser o único dente que “bate” no arco oposto, essa situação se chama “contato prematuro”, e não é desejável. Sim, pode levar a uma abfração e a problemas periodontais. Mas não é o caso de você se policiar não, o ideal é que um dentista faça um ajuste oclusal (pequeno desgaste) de forma a eliminar esse contato. Outra forma de eliminar esse contato é usando aparelho.

      1. Mas dra, esse dente NÃO É MAIOR QUE OS OUTROS!! É até um pouco menor que o 11!!! Como ele bate se é menor? Provavelmente, nesse final de semana enviarei as fotos. DÓI MUITOOOOOO e eu fico preocupada…

          1. Desculpe-me, dra. Não quis ser agressiva.

            Bem, creio que é a posição mesmo…

            Dra, como falei aqui, ele é “girado” (um dente vestibular) , mas, que eu saiba o aparelho só alinha e não “gira” o dente para o fazer ficar em melhor posição, não é mesmo? Se for, como o consertarei para que não bata e fique com melhor aparência?

          2. Imagina Karen, você não foi agressiva não!

            O aparelho alinha, nivela, gira, intrui, extrui… ou seja, é capaz de realizar praticamente qualquer movimentação dentária. Então, se o seu dente está girado, é possível corrigir isso com aparelho ortodôntico.

  50. Oi de novo, dra.

    Também percebi que há no 21 uma linha na vertical, só a percebo olhando contra a luz. Pode ser algo ruim? Eu acho que essa linha é devido ao baixo relevo… será? Eu sou a ÚNICA pessoa bem paranóica com dentes da família… hehe

    1. Não sei Karen, só examinando você pra saber. Esse nosso exercício de você achar “linhas”, “amassos”, “buracos”, “manchas” etc. tá bem complicado… porque qualquer sugestão que eu dou aqui você fica 2x mais paranóica… 😉

  51. Dra, no meu 21 há tipo um amasso, não é cárie e é imperceptível… será um problema? Acabei de jantar e há um circulo amarelo imperceptível no 21… será placa apenas?

    1. Karen, “amasso”??? O “circulo amarelo” deve ser apenas placa, sim. Pergunto: se é imperceptível, como foi que você percebeu? 🙂

      1. Dra., não é um amasso, é tipo uma parte mais baixa, entende? Não é buraco, é uma parte mais baixinha e da cor do esmalte… quanto à bolinha amarela, era placa mesmo. Eu percebi olhando contra a luz, hehe 😀 .

        Outra coisa, olhando contra a luz (ô pessoa paranóica e obcecada… haha), eu percebi que o meu 21 (tudo acontece com o 21… impressionante!), na parte de cima, perto da gengiva, é um pouco mais branca e mais pra baixo (no meio do dente), formando o desenho de uma torre praticamente, tem uma coloração azulada e só dá para perceber olhando contra a luz. O que será??

        Diga-me, com todas essas perguntas de milhares de pessoas (inclusive eu, haha), como você consegue colocar de vez em quando, uma pitada de humor? 😀

        1. Entendi, é um “baixo relevo”. Deve ser apenas uma característica anatômica do seu dente, Karen. O mesmo quanto à coloração: os dentes variam quanto à cor (ou à combinação delas). Por isso é que os dentistas especialistas em estática têm que ter olhos de lince e uma coleção infinita de resinas… 😀

          Aí é que tá: sem humor, eu nem teria chegado até aqui. 😉

  52. Dra, descobri ontem que eu aperto os dentes a noite… eu acordei de madrugada e me peguei no flagra… eu não ranjo, só aperto. Isso não doeu, mas, estou preocupada, não tenho desgastes, mas sei que pode levar a abfração e perda do dente. Estou mais preocupada ainda porque minha mãe não vai me levar no dentista tão cedo, ela disse que não deve causar nenhum dano e, isso é normal. Quais são os danos do ato de apertar os dentes? Como CURAR? Sou muito nova, só tenho 11 anos…não quero perder meus dentes, dra… o pior é que, minha acha NORMAL, ela vai falar (falar, não me levar) com o dentista só na SEGUNDA-FEIRA!!! São três dias apertando os DENTESSSS!!! Me ajude, por favor…

  53. Boa tarde, dra.
    Eu sigo o procedimento que vc descreveu no post, só que é muito difícil limpar o final da língua, lá atrás. Sempre fica um “grupinho” branco de sujeira. É nojento, mas não consigo remover.
    Já tentei limpar com escova e com dois modelos de limpador de língua. Essa sujeira está em toda a língua, e retiro diariamente, mas lá atrás é muito difícil de alcançar. A impressão é que eu teria quase que enfiar o objeto (escova ou limpador) na garganta pra tirar esse resto de saburra.

    Acredito que a formação dessa saburra seja porque minha saliva é grossa. Não tenho grande produção de saliva. Vejo gente que nem escova a língua e ela é limpa.

    Nunca fumei, detesto álcool, não uso droga, não tomo remédio nenhum. Tenho boa saúde, me alimento bem e tomo uns 4 copos d’água por dia.

    Queria saber se existe algum alimento ou produto natural pra aumentar a quantidade de saliva.

    Obrigado.

    1. Paulo, faça o melhor que você puder (que, me parece, já é o que você está fazendo). Mas não é fácil não… nem sempre se consegue remover toda a saburra, pelos motivos que você bem enumerou. A consistência da saliva sem dúvida tem a ver com isso, quanto mais saliva (ou saliva “mais líquida”), maior a limpeza que ela proporciona (o que é uma de suas várias funções). Para estimular a salivação, uma dica é mascar chiclete (sem açúcar, claro), e beber MUITA água.

  54. DRAAAAA, esqueci de escrever, eu achei estranho, mesmo fazendo a raspagem e meus dentes tendo ficado lisinhos, aquela vermelhidão ainda não saiu… é normal demorar para sair a vermelhidão?

  55. Dra, na maioria das vezes em que eu vou morder um alimento com os centrais superiores, eu sinto tipo um estalo (não é um estalo, é parecido, é como fosse um formigamento, eu não sei explicar) na região próxima a gengiva… isso não acontece com os centrais inferiores… quando fui a dentista, esqueci de comentar, mas, ela disse que eu não tinha nenhum problema nos dentes, a não ser a gengivite. No meu lateral superior, eu também sentia algo parecido, mas, ela falou que era por causa do canino empurrando o canino de leite para nascer… será que sinto isso por causa do lateral encavalado?

    Ah, dra, no meu 21, sempre que passo a lingua, sinto como fosse um incomodo, não há nenhum problema com ele, será que é impressão, já que, ele é mais fino e ainda possui a “serrinha” e aí de alguma forma ele “incomoda” um pouquinho?

    1. São suposições, Karen… mas sim, o “formigamento” pode ser por causa da gengivite e o incômodo do 21 pode ser só impressão…

      1. Oi doutora, hoje fui à dentista e fiz a raspagem….NÃO DOEU!! O que me incomodou um pouco foi tipo uma escova elétrica que ela passou….ah, que estranho, ela falou que eu não tenho infiltração….bom, melhor assim….rsrs

  56. Bom, dra, as manchinhas sumiram, mas, mudando de assunto (rs), fazer raspagem dói?? Depois de quantos dias, mais ou menos, vai demorar para a gengiva voltar ao normal??

    Outra coisa, dra, o encaixe dos meus dentes (tampa e panela), é o seguinte: os de cima (só os centrais) cobrem os de baixo até a metade deles, só que, mais pra frente, quando eu tiver que colocar aparelho, os dentes de cima vão ficar batendo nos braquetes dos dentes de baixo, aí eu vi aqui no blog que, usa-se um “levante”, que pode ser bolinhas de resina colocadas atrás dos centrais de cima, mas, após o término do uso do aparelho fixo, elas caem? Ou então, elas são retiradas pelo dentista??

    1. Não dói não, Karen. Se for uma raspagem mais profunda, o dentista anestesia. Quanto ao levante, assim que a mordida profunda é corrigida e há espaço suficiente para os bráquetes de baixo, o dentista remove o levante.

        1. Karen, se não tem mordida profunda porque é que está preocupada com o uso de levante? Pergunto: você “deduziu” que vai precisar usar ou algum dentista, após ter avaliado você, disse isso? Porque se for conclusão sua e você não tem mordida profunda, você concluiu errado.

          1. Eu deduzi, dra. Só que, eu estava reparando que, quando eu colocar aparelho, os centrais superiores vão encostar nos braquetes dos de baixo….

  57. Dra, por que mesmo que eu passe fio dental diariamente (e, da maneira correta, eu vi seu video que explicava), ainda fica umas manchinhas amarelas grudadas no dente??

    1. É muito comum que a região entre os dentes fique mais amarelada porque ali é mais fácil de juntar resíduos alimentares… e, portanto, é uma área mais suscetível as manchas (principalmente se a pessoa costuma ingerir alimentos com muitos corantes).

  58. Dra, isso não é caso de vida ou morte, mas estou fazendo e me sentindo um pouco culpada… eu posso chupar um monte de balas (monte mesmo!) mentos e, depois, escovar os dentes (depois, estou querendo dizer depois da janta)?? Esse montão de açúcar, pode dar cáries mesmo eu escovando depois da janta??

    1. Karen, aí depende da sua escovação. Se ele for BEM criteriosa, você não vai ter cárie. A questão é que a higienização de algumas regiões é mais difícil, principalmente em área de apinhamento e de difícil alcance. Por isso é bom pensar se vale à pena comer tanto doce assim…

  59. Estou mais calma agora… obrigada!

    Já que estou falando do 21, eu já perguntei algo relacionado a isso, mas esqueci desta pergunta: o meu 21, como já mencionei aqui, ele é mais fino que o 11 e é um pouco mais sensivel também. O fato de ele ser fino, pode o tornar um pouco mais fragil? E, outra, sempre que como/bebo alimentos/bebidas quentes, meu 11 e 21 sentem mais ou menos (mais pra menos) a mesma sensibilidade que sinto quando tomo algo gelado, é normal? Ah, outra (rs), parece que de um tempo pra cá, minha sensibilidade ( OPS! HIPERSENSIBILIDADE DENTINÁRIA… HAHA) AUMENTOU!! ) Por que?? Li, também que a sensibilidade é causada por: recessão gengival OU cárie OU perda de tecido dentário, entre outros, mas eu não tenho nenhum deles, como posso ter sensibilidade??

    1. Karen, pessoas diferentes sentem de forma diferente. Umas com frio (mais comum), outras com quente e frio. Você pode não ter nenhum fator que a predispinha a ter sensibilidade e, mesmo assim, ter. O organismo humano não é assim tão óbvio… quem dera fosse. Não acho que o seu 21 seja mais sensível por ser mais fino, até porque depende do que você quer dizer com “fino”. Se “fino” quer dizer com menos esmalte, aí sim, a quantidade diminuída de esmalte influenciaria (ou não! :)) na ocorrência de sensibilidade dentinária. Por que a sua sensibilidade aumentou? Não faço ideia. Quisera eu dar uma resposta que satisfizesse você… 😉

      1. Eu acho que foi impressão em relação ao aumento…mas, quando eu falo fino, não é que tenha menos esmalte, mas a estrutura do dente é muito “menos grossa” que o 11… 😀

  60. Dra, observei também que, no 21, lá perto da gengiva, também tem tipo uma bolinha minuscula, e, atrás dela, há tipo uma linha pouca coisa mais funda… eu nunca havia notado… não dá para ver no espelho, só olhando lateralmente e passando o dedo… o que será que é?? Estou preocupada!

    1. Karen, isso me parece ser da própria anatomia do dente… seria o seu cíngulo / tubérculo lingual. Tem uns que são bem grandões!

  61. Dra, naquele lateral superior (o 22) encavalado, em cima, na gengiva, eu não posso tocar que dói, e está um pouco mais vermelho… é normal?

    1. Não, gengiva avermelhada e dolorida é sinal de alguma lesão por trauma (ao escovar, por exemplo) ou gengivite (embora, nesse caso, geralmente não doa).

      1. Ah, dra, na verdade, está vermelha sim, mas, não dói não. Dói quando eu passo a língua porque eu estou com uma afta na região superior (ou seja, no lábio superior) mas, realmente está vermelho. Mas, espera aí, quando é gengivite, a gengiva TODA não fica vermelha? Será que é gengivite localizada?

        1. A gengivite pode ser generalizada ou localizada. Quando é localizada, é por causa de algum estímulo específico (uma prótese mal adaptada, uma banda ortodôntica, apinhamento dentário, enfim, situações em que há retenção de placa a e o paciente não faz a remoção a contento).

          1. Bom, o que mais se identificou foi o do apinhamento, apesar de que o dente na verdade está muito em cima, digamos assim. Dra, acabei de olhar no espelho e, não está mais vermelha… será que eu passei a escovar melhor?

    1. Isabella, vi as suas fotos por e-mail e me ocorreu uma coisa… eu acho que você está confundindo a raiz do dente de leite com a “pontinha” do dente permanente. Pelas fotos, não vi sinal dos caninos permanentes. Respondi o seu e-mail, vê lá!

  62. Dra, isso não tem nada a ver, mas, ainda está me perturbando… aquilo que você falou da abfração, eu não tenho bruxismo, não aperto os dentes, a única coisa que eu faço sem querer de vez em quando é acabar mordendo com força os dentes de baixo (quando falo, as vezes isso acontece e dói)… se eu não tenho essas coisas que causam abfração, será que eu a tenho?

  63. Desculpe incomodar de novo, mas nao entendi algumas coisas…
    O meu canino esquerdo já nasceu uma pontinha, como te disse… ele está empurrando o de leite, que já está mole… tá bem torto e o permanente já desceu mais ou menos uns 3 milimetros. O direito tbm já nasceu uma pontinha porém o de leite ainda está “fixo” digamos assim (o permanente nao empurrou).
    Nesse caso ainda há possibilidade de ter que tracionar? Já que o dente já nasceu, so precisa de espaço, o que eu vou fazer quando colocar o aparelho fixo, que provavelmente será na terça feira ou quarta…
    E o que significa “coroa do dente rompendo a cortical palatina”?

    1. Sim, se a irrupção parasse por aí, seria preciso tracionar. Mas parece que os dentes estão nascendo. “Coroa do dente rompendo a cortical palatina” quer dizer que o dente está nascendo “mais pra trás” do que deveria, no céu da boca. A cortical palatina é o osso da superfície do céu da boca, logo abaixo da gengiva.

      1. Dra, tirei foto dos dois dentes. Com meu celular e bom, da pra ver os permanentes. A sra prefere que eu as envie? Assim acho q vai entender porque eu nao estou entendo isso de ceu da boca…

  64. Caramba!! Então dra, mas e quando a pasta for abrasiva….e aí??! Aí podemos escovar apenas depois das refeições? Faria mal mesmo assim?? Aliás, porque essas empresas (Colgate, Oral-B etc) que fabricam as pastas, fazem um creme dental que danifique os dentes? Que absurdo!!

    1. Então… o melhor é não usar pastas abrasivas. Mas de vez em quando, não tem problema… o ruim é o uso contínuo. Essas pastas dão uma sensação de dentes mais limpos, porque, ao fazer o “lixamento” de que eu falei, a textura do dente tende a ficar mais lisa mesmo. Aí as pessoas compram porque acham que a pasta limpa mais e tal, o que não é verdade. E as empresas de produtos de higiene bucal sabem dessa “preferência” dos clientes, e investem na produção delas. É uma questão mercadológica, não tem nada a ver com saúde, infelizmente. Mas elas são boas pra remover manchas superficiais de esmalte (essa é a estratégia das pastas “clareadoras”, que não clareiam nada, só removem manchas).

      1. Dra, ao ver isso, lembrei-me de uma pergunta antiga que eu tinha… a pessoa que usa muito essas pastas abrasivas, e acaba por ficar com pouco tecido de esmalte, os dentes ficam amarelos (pois revelam a cor natural da dentina), mas, aí a pessoa faz clareamento, com o clareamento, o dente fica mais branco mesmo não tendo tanto tecido de esmalte??

        Ah, depois que tomamos refrigerantes, o ideal é escovar os dentes logo em seguida ou esperar um tempo??

        1. Seu raciocínio faz muito sentido, Karen. Mas o esmalte é um tecido duríssimo, e esse desgaste superficial é muito sutil. A pessoa teria que escovar sempre com uma pasta muito abrasiva, com muita força, com uma escova dura, etc. pra sofrer um desgaste tão intenso. No clareamento dentário o que clareia é a dentina, não o esmalte (que é praticamente transparente), então sim, o dente clarearia mesmo com pouco esmalte.

          Depois de qualquer comida ou bebida ácida (como o refrigerante, por exemplo), o ideal é esperar cerca de meia hora pra escovar os dentes, pra que a própria escovação não colabore com o desgaste do esmalte (ainda mais com pastas abrasivas).

  65. Então abrasivos são as pastas de dentes que ao passar o dedo, tem consistência áspera, é isso? Bom, se é isso, acho que o da Colgate não é abrasivo, pois ele tem uma aparência meio lisa e cremosa…obrigada dra. 😀

    1. De forma simples, é isso aí. As da Colgate costumam ser menos abrasivas, mesmo (depende do tipo, também). Tem uma escala que determina a abrasividade das pastas de dente, mas isso não vem escrito na embalagem. Então…

    1. É aquele de consistência “arenosa”, áspero. Esses cremes fazem uma espécie de “lixamento” da superfície do esmalte, o que pode remover tecido do dente. Por isso é com evitar. As pastas da Oral-B costumam ser bem abrasivas.

  66. Obg Doutora! Mas então o caso seria somente de um aparelho ortodontico fixo normal? Nao precisarei tracioná-lo ortodonticamente?
    E quanto aos molares, eu pensei que poderia ser perda ossea dental… escovo muito bem os dentes de trás, pois minha mãe, pai e irmã, tem perda ossea. Será que é o caso?
    Obg de novo e desculpe o incômodo.

    1. Se o dente nascer normalmente (e a condição pra isso acontecer é ter espaço e a raiz dele ainda não estar completamente formada dentro da gengiva), não é preciso tracionar. Quanto ao molar, pode haver perda óssea, sim. Mas só pelo corte axial da tomografia é difícil de ver, é preciso verificar os outros planos.

  67. Boa tarde! Sei que nao é aqui o lugar certo para perguntar isso (o post fala sobre como limpar a lingua), mas tenho uma pergunta. Tenho 15 anos, e meus dois caninos de leite ainda não caíram. Um está mole, e sinto a raiz do permanente em cima do de leite. Estou com uma dor de cabeça forte e nao posso encostar nada gelado nesse dente de leite que dói.
    Todos os meus de leite, quando estavam pra cair, o permanente descia um pouco e aparecia “uma pontinha”. Como tenho 15 anos e nao é mais idade de cair dente, fui ao dentista e ele me pediu uma tomografia computadorizada pra localizar os caninos inclusos. Fiz a tomografia, e 3 das 6 fotos mostram o canino permanente bem em cima do de leite, como se estivesse mesmo empurrando, para nascer no local certo. Mas, as outras 3 fotos, (parecem uma visão de cima da boca), mostram os dentes como se estivessem muito atrás de todos os outros, como se estivesse no palato. Marquei meu retorno com ela para terça feira da semana que vem. Porém, antes desse exame, ela tocou minha gengiva e disse que achava que o canino estava ali mesmo, em cima do de leite, e que eu precisaria apenas abrir espaço com aparelho ortodontico fixo normal para que o canino descesse. Agora fiquei preocupada por causa das fotos que vieram na tomografia. Se eu sinto a ponta do dente em cima do de leite, e se o de leite tá doendo, e se 3 das 6 fotos mostram ele em cima, como as outras três o mostram como se estivesse no palato? E o diagnostico está da seguinte forma: “[…] Dentes rompendo a cortical palatina”.

    Ah, e mais uma pergunta completando o post sobre meus dentes caninos. Na tomografia q fiz, há uma região dos molares na parte direita que tem uma “mancha preta” como se faltassem os dentes. Mas nao faltam, eu tenho todos eles, inclusive uma pontinha do sizo (é assim que escreve?), o que significa essa mancha então?

    Obg desde já.

    1. Não tem problema não, Isabella… eu respondo qualquer pergunta sobre qualquer tema em qualquer post. 😉

      Eu acho que a questão aqui é de visualização, mesmo. A tomografia é um exame que mostra “fatias” do nosso organismo e, dependendo da “fatia” e do plano que se analisa, a visualização pode ficar meio estranha. Seu canino certamente está na direção certa, mas parece estar um pouquinho mais para trás do que deveria. Esse posicionamento é um problema relativamente fácil de ser resolvido com aparelho ortodôntico. Numa visão axial (olhando-se de cima), o seu dente vai parecer estar no céu da boca, mas não me parece que seja o caso (é preciso avaliar outros planos em conjunto pra localizar o dente espacialmente).

      Quanto ao molar, vale o mesmo raciocínio: depende da “fatia” analisada. Se você vê todos os seus molares na boca, pode ficar tranquila. E siso é com s e s, porque é sinônimo de “juízo” (dente do siso = dente do juízo). 😉

  68. Um pouco no canto, a uns 3 milimetros da gengiva… é quase invisivel! A cor dele é um pouco mais branca que o meu dente…

  69. Draaaaa olha eu aqui de novo…r srs

    Bom, no meu lateral inferior, há uma bolinha que nunca saiu (parece ser o próprio esmalte)… tenho há anos… é uma bolinha minuscula e imperceptivel, é como se fosse um carocinho que nunca saiu… o que será?

    1. Em que lugar do dente está a bolinha? É possível que seja um “defeitinho” no esmalte (hipoplasia), uma “cúspide em garra” (o que não é tão comum em incisivos inferiores, mas enfim…).

  70. Ah, dra, esqueci de dizer…

    Quando mordo, o canino e o pré-molar inferior doem… não tem cárie, não estão quebrados, não tenho sensibilidade neles… o que pode ser?? OBS: Eles já são permanentes.

    Quando mordo, meu incisivo central superior também dói (um pouco menos)… será que é porque o meu lateral encavalado está nascendo? Também nunca aconteceu nada com ele… só aquela batidinha com ele na mesa… que creio que foi concussão, já que doeu, mas não quebrou, não ficou preto… apenas doeu bastante. Ele também NÃO tem mobilidade… o que será?

        1. QUER DIZER QUE É ALGO GRAVE????!! 🙁

          Esqueci de dizer… na verdade, dói apenas no dente… isso começou de um tempo para cá, antes eu não tinha isso!!

          1. Claro que não, Karen! O que eu quero dizer é que com base na sua descrição não dá pra sugerir nada. Por isso é essencial uma avaliação clínica.

          2. É que geralmente alguns desconfortos são passageiros… isso em qualquer área do organismo. Por isso é que eu digo: “relaxe” um pouco. 😉

  71. OMG!! Bom, então provavelmente serei dentista…gosto de odonto, sou paranóica….mas, o problema é que não gosto de sangue…rsrsrsrs 😀

  72. Dra, lembra que eu falei daquelas “pontadas” no incisivo central superior? Então, agora elas são mais constantes… quando mordo, ele dói, ele não tem cárie, não está quebrado e não possui mobilidade… será que ele dói por causa do lateral “encavalado” que está nascendo há um tempão?? Obrigada.

    1. Pode ser, Karen. Pode ser, também, por sensibilidade dentinária ou outra razão. Só avaliando pra saber. E pare de pensar em DENTE e vá passear, que hoje é domingo e o sol tá lindo. 🙂

      1. Poxa dra… fiquei “titi” (triste)… sou tão PARANÓICA que até a dentista falou para eu parar de pensar em dente… calma dra, eu não estou falando que dentistas são paranóicos, estou dizendo que quem é dentista, obviamente gosta de odontologia, se preocupa com dentes etc. 😀

  73. Ah, dra, quanto tempo mais ou menos leva para o tartaro entrar por debaixo da gengiva??

    Outra coisa, dra, eu acho que tenho inclinação vestibular nos incisivos centrais superiores. Isso pode trazer algum tipo de problema? Tem conserto?

    1. Estou preocupada com isso também…

      Bem, aproveitando que estou aqui, minha irmã pediu para eu perguntar para você se escovando os dentes 3x ao dia, passando fio dental e usando listerine, a cárie dela pode aumentar? Outra, escovar os dentes mais de 3x ao dia pode desgastar o esmalte do dente? Outra, após acordar devemos escovar os dentes, mas, depois do café da manhã, também devemos escovar os dentes? E a última, sempre que a obturação cai e a gente vai no dentista pra ele refazer, ele com a broca, aumenta mais o buraco feito pela cárie? Por falar nisso, quando temos cárie e vamos ao dentista pra ele obturar o dente, ele acaba fazendo com a broca um buraco maior??

      1. Vamos lá:

        1. Sim, mesmo fazendo a higienização correta, a cárie pode aumentar. A cárie é um “buraco”, e quando entram resíduos alimentares nesse buraco, nem sempre é possível remover com escova de dentes e fio dental. Por isso, ao se notar a presença de uma cárie, é essencial procurar um dentista. Não há benefício algum em “manter limpo pra cárie não aumentar”, até porque, se ela existe, é preciso removê-la. Isso é “conversa” de quem não que ir no dentista… 😉

        2. Não, a escovação dentária, desde que não se use um creme dental muito abrasivo de forma contínua, não desgasta o esmalte dos dentes. Escove os dentes sem moderação.

        3. Eu NUNCA escovo os dentes antes do café da manhã… sinceramente, não vejo razão pra esse hábito. Acho até ruim, pois comer com gosto de pasta de dentes na boca altera o sabor dos alimentos. A escovação deve ser feita apenas depois das refeições.

        4. Se a restauração já caiu e não há cárie no preparo do dente, o dentista nem precisa usar a broca. Se houver cárie, aí sim, ele vai precisar remover essa cárie que estava sob a restauração. O dentista nunca “faz um buraco maior”, o que ele faz é remover a cárie… só que o “buraquinho” que a gente vê nem sempre corresponde à cárie inteira, então o paciente acaba achando que o dentista “fez um buracão” no dente. Não fez. Quem fez foi a cárie. Veja esse texto sobre o assunto: https://medodedentista.com.br/2012/11/como-a-carie-invade-o-dente.html

    2. Depende da pessoa, Karen… 1, 2, 3 meses…

      Muitas pessoas têm projeção dos incisivos centrais superiores, isso não é um problema, em si. Pra corrigir, apenas com aparelho ortodôntico.

  74. Sei que estou sendo EXTREMAMENTE chata, mas estou sem saída… minha mãe só vai me levar na dentista semana que vem ou depois… e hoje notei no 42 inferior (incisivo lateral inferior) uma listrinha vermelha (sim, em cima do esmalte do dente na parte de trás)… depois que escovei bem em cima, mesmo assim ela não desapareceu… o que poderá ser?? Ah, sempre que escovo esse dente, sai um pouco de sangue e, entre ele e o incisivo central, há um pequeno, bem pequeno, crescimento gengival.

    Não poderia me esquecer, também estava olhando (com um espelhinho que permite que eu veja a parte de trás dos dentes de cima) na arcada superior e notei que um pré molar que está nascendo (ele tá demorando MUITOOO para nascer, faz um ano e, até agora, só apareceu uma pontinha do dente), substituindo um molar de leite, atrás dele tem tipo uma ponta pequenininha, acinzentada… o que será essa ponta acinzentada??

    Eu sei, eu sei… sou paranóica, tenho obsessão… CONFESSO!! Meus dentes são minha maior preocupação…

    1. Karen, não faço ideia do que seria essa “listra” avermelhada :D. Mas olha, se fosse algum problema, certamente eu já teria ouvido falar. 😉

      Quanto à “pontinha acinzentada”, ela está onde? Na gengiva? No dente? Os pré-molares nascem mais ou menos na sua idade mesmo, então a demora, na verdade, não é uma demora… a época está certa.

      E CALMA, ok?! 😉

      1. A ponta acinzentada (eu me enganei, na verdade ela é branca mesmo…) está na gengiva, a mais ou menos uma pontinha de dedo de distancia… 🙁

  75. Estava lendo alguns posts e comentários, e vi que tem um rapaz com o caso parecido com o meu, sensibilidade devido a infiltração (só que a restauração dele era de amalgama) e também vi em um post que fala que a infiltração acontece depois que a resina fica velha e a gente percebe isso pela coloração escura em sua borda…. bom, eis minha pergunta (mais uma… rsrs :D)

    Não estou “captando”… rsrs… a infiltração aparece em dois “tipos”? Em forma de falta de uma lasquinha de esmalte ao redor da restauração e em forma de coloração escura ao redor da restauração?? É a restauração que depois de um tempo causa a infiltração?? Essas agulhadinhas que eu sinto (bem de vez em quando, mas tem vezes que é forte…) já são a carie??? OMG!! ESTOU DESESPERADAAAAAA!!!!! Não quero fazer tratamento de canal!! Explico: meu incisivo central superior (o que tem a infiltração, ah, a restauração não está com as bordas escuras, se eu não me engano, não faz nem um ano que eu coloquei a restauração…) assim que nasceu, já tinha uma cárie, essa cárie já havia chegado na dentina do dente, achei estranho pois não tinha nenhum ponto preto apontando que aquilo era cárie… minha dentista disse que provavelmente era pq eu tomei muito antibiótico quando era pequena… aí tá, o dentista obturou, chupando laranja a obturação caiu, refiz, e agora faz QUASE um ano que estou com ela firme e forte (não sei se posso dizer isso pq, um dia desses eu comendo maçã saiu o excesso, fazendo a resina ficar cobrindo SOMENTE o buraquinho! Até agora ela permanece, está linda, sem borda escura, apenas com essa MINIMA falta de esmalte ao redor dela. É imperceptivel mesmo. Bom, agora acho que deu para entender meu medo do tratamento de canal, se eu ficar com uma cárie debaixo da obturação (lembrando que debaixo da obturação JÁ ESTÁ a DENTINAAA), ela vai chegar ao nervo do dente! Tô preocupadissima! Isso tira meu sono!! Eu sei, eu sei, minha mãe (e meu pai…) dizem que tenho obcessão com isso! Confesso, sou neurótica! Quero ter meus dentes sinonimos de perfeição! As vezes sonho que fico banguela, as vezes sonho que bato o dente… para mim, eu dou MAIS valor aos DENTES do que aos próprios OLHOS!!!

    Desculpe-me pelo texto (OPS!! pela pergunta :D) grande!! 😀 😉

    1. Karen, infiltração é quando a adaptação da restauração ao dente está defeituosa. Quando a restauração é antiga, isso pode ser notado pela borda escurecida, e é algo praticamente inevitável… restaurações em resina precisam mesmo ser substituídas de tempos em tempos (o quanto tempo depende de uma série de fatores, como hábitos de higiene do paciente, por exemplo). Quando a restauração é recente, ela pode ter uma desadaptação porque foi feita assim ou porque quebrou um pedacinho do dente dou da restauração. Nesse local “desadaptado” há um grande potencial de infiltração. Mas isso não quer dizer que há cárie embaixo da restauração nem que você vá ter que tratar o canal… a maioria das cáries é em dentina, mesmo. CALMA! Se você enxerga essa desadaptação, procure sua dentista e resolvam isso. Pronto. 🙂

      1. Não sei se entendi bem… quer dizer que durante esse tempo, não deu tempo da cárie (se eu já estiver com uma…) chegar aos nervos? 😀

        Ah, dra, também vi que na linha da gengiva há uma falta de esmalte… nesse caso, não preciso me preocupar, certo??

        1. Quer dizer que NINGUÉM SABE se a cárie chegou no nervo ou não, é preciso avaliar. Portanto, pode ser que não. Qualquer perda de tecido dentário precisa ser avaliada por um dentista.

          1. Dra, então essa falta de esmalte na linha da gengiva pode ser algo sério?? Pelos seus conhecimentos, uma pessoa que tem isso, pode ter algum problema? Essa falta também é como fosse um lasquinha que nao existe… imperceptivel, também. Só consigo ver olhando lateralmente quase beijando o espelho. Agora, acho estranho…. esse meu dente, por tudo que contei sobre ele a vc, tem varias deficiencias no esmalte… no lado dele, há um buraquinho parecido com um furinho de agulha… só que esse buraquinho, no fundo, tem a mesma cor do esmalte… tambem poderá ser um problema?

          2. Existem lesões chamadas de “não-cariosas” que, embora provoquem perda de tecido do dente, não são cáries (faz sentido pelo nome :P). Uma dessas lesões ocorre bem na posição que você relata e se chama “abfração”. A abfração não requer tratamento necessariamente, e quando o paciente procura tratamento geralmente é por questões estéticas ou por sensibilidade dentária. Outra possibilidade é que você não tenha falta de esmalte, e sim que haja uma pequena recessão gengival que está expondo um pedacinho da sua raiz… e na raiz não tem esmalte. 🙂

            Defeitos de esmalte podem ocorrer de forma generalizada ou num dente só. Se é necessário tratamento, depende da avaliação do dentista.

          3. Dra, creio que seja a abfração. Ela não pode aumentar com o tempo não, né? E esse furinho de agulha, eu tenho ele desde que o dente nasceu, ele nunca aumentou. Então, não é cárie, né? Ia fazer outra pergunta aqui, relacionada a pontadas na linha gengival mas, eu a fiz no facebook, e, como vc está online agora mesmo, não repetirei aqui, não teria lógica… rsrs 😀

            Obrigada por tudo. Ah, um desabafo, como vc viu no meu face, essa segunda terei raspagem… #medoo! Mas, como disse no face, usarei esta tecnica: esquecerei que estou na dentista, deixarei ela mexer e dessa forma, creio que não terei mais tanto medo. 😀

          4. Sim, a abfração pode aumentar com o tempo. O “furinho” no seu dente não deve ser cárie e sim, como eu mencionei, uma hipoplasia de esmalte.

          5. Abfração é uma lesão cervical não-cariosa, ou seja, uma perda de tecido (em forma de cunha) bem pertinho da gengiva. Ela ocorre devido a microfraturas do esmalte por causa das forças que atuam sobre o dente (geralmente mal dirigidas ou exageradas) e também por causa de trauma oclusal (quando o dente “bate” no dente do arco oposto de uma forma errada). Pra não aumentar, é preciso remover a causa, o que pode envolver um tratamento ortodôntico pra adequar as forças sobre o dente e eliminar o trauma oclusal (se for o caso).

          6. Dra, eu não tenho recessão gengival, e eu estava vendo as causas da abfração e vi que ela é causada por pressão em demasia, ou seja, bruxismo ou habito de apertar os dentes, eu NÃO tenho nenhum dos dois!! O que será então??? Será que é impressão minha?? Será que as linhas que ficam no esmalte do dente (tipo uns desenhos) me deram essa impressão?? Estava vendo as fotos… os dentes ficam HORRIVEEEEIS!! Dizem até que podem ocasionar a perda dentária… tô triste.

          7. Karen… CALMA. Você está pensando em consequências extremas de um problema que você nem sabe se tem! Forças desfavoráveis que atuam sobre um dente podem causar abfração, mas essas forças não precisam ser, necessariamente, por causa de bruxismo. Considerando o seu nível de preocupação com a questão, sim, pode ser só impressão sua. 🙂

          8. Ufa… acho que foi impressão… quando vi de novo não tinha mais o “degrauzinho” na linha gengival… que alívio!

  76. Eis-me aqui de novo… 😉

    Dra, estou cismada com uma coisa… antes eu escovava bastante atrás dos meus dentes e saía quase toda a placa, agora sai praticamente 92 ou 93%, e quando como alguma coisa volta a placa… isso é normal?? Pra se tirar a placa, eu preciso mais de tecnica ou tempo?? Meu irmão escova 2 min (na velocidade da luz, rsrsrs) e pronto! Ele disse que não sente os dentes ásperos! Por falar nisso, eu sempre escovei atrás dos incisivos centrais inferiores e, quando olho no espelho (na parte de trás) eles continuam amarelos!!

    1. Sim, a placa bacteriana se forma logo depois que a gente se alimenta. Por isso é que devemos escovar os dentes após as refeições. Tanto a técnica quanto o tempo de escovação são importantes, mas o conhecimento da técnica correta já inclui fazer a escovação durante o tempo que for necessário. Me parece que o seu irmão não liga tanto pra “lisura” dos dentes quanto você, então se ficar um pouquinho áspero ele nem percebe ;). Outra possibilidade é que a sua escova esteja ruim, com cerdas tortas. Isso dificulta a remoção da placa. O “amarelo” que fica atrás dos seus incisivos inferiores deve ser tártaro, e não é possível sua remoção apenas com a escovação.

      1. Ahhhh draaaa, quase me esqueço!!!

        Agora fiquei muitissimo assustada!! Vim percebendo que além desse amarelo na parte de trás dos incisivos inferiores, eu também estou com a gengiva vermelha (não sangra, só está vermelha. Só que na parte de cima a gengiva está rosinha!!!)

        Será que é por isso que a dentista quer fazer raspagem?? Ai meu Deus… eu pensava que nunca teria problemas nesses dentes… eu cuido tanto… #momentodrama… melhor rir para nao chorar…

  77. Dra, não é que eu tenha (não sinto dores nessa parte e por isso acho q nao tenho) mas eu gostaria de saber como uma pessoa pode tratar de uma cárie se ela for na parte de trás dos dentes… e, dra, por falar nisso, eu com a escova nova (colgate 360) não estou conseguindo tirar TODA a placa bacteriana na parte de trás, tipo, eu tiro 98% entendeu?

    Outra pergunta, dra, eu posso mascar um monte de chicletes (não todo o dia e escovando os dentes 3 vezes ou 2 vezes ao dia) sem açucar?? Obrigada pela atenção. 😀 😛

    1. O que você chama de “parte de trás dos dentes”? Lá atrás do último dente? O tratamento é igual, é preciso remover a cárie e restaurar o dente. Olha… se você estiver tirando 98% da placa bacteriana MESMO, tá muito bom :). Faça isso sempre após as refeições e você não vai ter problemas.

      Sim, chiclete sem açúcar está “liberado”. Faz até bem, estimula a salivação, etc..

      1. Na verdade, não dra. A parte de trás dos dentes que eu estou falando é atrás dos dentes (principalmente os incisivos centrais)… 😀

        Obrigada.

        1. Ah dra, aproveitando… se eu tirar apenas 95 ou 96% da placa, ainda está bom? É que eu não sei direito… é por aí… 😀

        2. Mas é a mesma coisa. Você está em dúvida sobre como o dentista enxerga pra remover a cárie na parte de trás dos dentes? Com o espelhinho. 🙂

  78. Dra, semana que vem, como eu já disse, vou ter que fazer raspagem. Você falou que a placa se tira com escova (fiz o teste, isso é verdade, está comprovado! ;)) e não com raspagem, raspagem é usada para remoção de tartaro. A dentista em que vou falou que vai raspar muito pouco, já que ainda estou no inicio, mas ela disse que mesmo sendo pouco, vai ficar meio dolorido. Meu medo não é nem a dor em si, mas, já que é pouco, eu tenho medo de ela acabar raspando o esmalte do dente, eu também tenho um pouco de receio com ela, pois quando minha mãe foi fazer uma extração, após a retirada do dente, ficou um “fragmento” (na verdade era o osso da maxila que ficou aparecendo) aí ela ficou puxando e puxando e puxando (e minha mãe morrendo de dor) e só depois que a dentista fez a radiografia na minha mãe que ela descobriu que o “fragmento” (caquinho como se diz popularmente) era na na verdade a maxila.

    1. Não Karen, pode ficar tranquila: o esmalte é um tecido duríssimo, não há qualquer possibilidade dele ser removido na raspagem.

    1. Na dentição permanente são:

      4 incisivos centrais (2 superiores, 2 inferiores)
      4 incisivos laterais (2 superiores, 2 inferiores)
      4 caninos (2 superiores, 2 inferiores)
      8 pré-molares (4 superiores, 4 inferiores)
      12 molares (6 superiores e 6 inferiores) –> já contando com os sisos (que são os terceiros molares).

      4 + 4 + 4 + 8 + 12 = 32 dentes. 🙂

      1. Ué Dra, só temos 4 caninos?? Meu irmão tem 2 caninos em cada lado e em cada arcada… e em mim, ao lado do meu canino de leite está nascendo outro canino (antes era um molar)…

  79. Dra,

    Estava olhando meu incisivo central superior no espelho lateralmente, e notei que ele tem tipo umas listras… (so da para perceber olhando lateralmente…) e perto de onde eu fiz uma obturacao parece que tem uma leve (BEM leve mesmo) falta de esmalte… as listras são o normais? E essa leve falta de esmalte, pode me afetar em algo?

    Tambem estava olhando no espelho e percebi que os meus 2 dentes incisivos centrais superiores sao um pouco girados… (so olhando lateralmente que da para ver). Minha mae disse que deve ser a propria anatomia dos dentes… acredito nisso pois eles sao pouquissima coisa girados…. minha mae esta certa? (Obs–> desculpa eu estar escrevendo sem acento etc, mas, eh pq o meu teclado esta maluco… rsrsrs

    Ah, esqueci de dizer, eles sao pouca coisa girados para tras…

    Desculpa estar te perturbando de novo…
    Att
    Karen

    1. Essas “listras” provavelmente são os mamelos, que são umas “ondinhas” que a gente tem nesses dentes. É assim mesmo. A falta de esmalte, se for na borda de uma restauração (como se fosse um degrau), pode levar a uma infiltração, portanto, se for o caso, é bom procurar um dentista pra avaliar.

      Sim, a aparência de dentes girados pode ser anatômica, sua mãe pode ter razão. Mas pra ter certeza, só examinando, mesmo.

      1. É mais ou menos um degrauzinho minusculo dra… mas não dá para perceber… só olhando lateralmente bem perto do espelho… o que é uma infiltração? O que o dentista poderá fazer nesse caso? Essa minuscula falta de esmalte realmente é na borda de uma obturação, mas é MINUSCULA, não chega até a dentina… agora fiquei preocupada…

        1. Infiltração seria uma falta de adaptação entre o dente e a restauração, o que pode ser causado por essa pequena falta de esmalte. O que o dentista pode fazer, se for esse mesmo o caso, é trocar a restauração ou, pelo menos, fazer um reparo nela pra que esse “degrau” desapareça.

          1. Então a única coisa que poderia me afetar é a estética, certo??

            Dra., ha um tempo atrás (final do ano passado) eu bati meu incisivo central superior na mesa, ele não quebrou, não ficou preto, e não saiu sangue, apenas doeu. Antes mesmo de ele bater, quando eu mordia ele doía um pouco, e, não tinha muita força para morder (assim como os outros), depois continuou assim (só que com um pouco mais de força), minha mãe acha que ele dói de vez em quando por causa do incisivo lateral ao lado que está fazendo força para terminar de nascer. Fiquei preocupada porque li que o dente pode quebrar a raiz… será que foi o caso? Só com radiografia para saber né?

            Afinal, dentes sem força suficiente para morder (alimentos mais duros, ex: barra de chocolate) é normal? Meu irmão aos 21 anos nem precisa morder para cortar os alimentos (até os duros), só encostar os dentes e pronto! Acho que é normal, pois perguntei aos meus colegas de sala e, todos que eu perguntei disseram que também passavam por isso… é normal então?

          2. Na verdade não, Karen. Uma infiltração pode levar ao aparecimento de uma cárie por baixo da restauração, por exemplo. Quanto à “força pra morder”, depende muito da pessoa, não vejo nenhum problema no seu relato. Não acho, também que tenha havido fratura de raiz, se tivesse havido seu dente provavelmente teria mobilidade.

          3. Dra, aproveitando que você falou de cárie, nesse mesmo local aonde eu fiz restauração, quando está frio ou quando está calor (as vezes isso acontece quando muda de tempo também) eu sinto dores (pontadas na verdade) bem em cima da restauração (da resina, para ser mais especifica… 😉 😛 )… isso pode ser sensibilidade (já que o dente está por debaixo da resina, sem esmalte, pois a cárie chegou até a dentina e antes que ela perfurasse a mesma, a dentista obturou o dente) ou cárie (na minha concepção) por debaixo da resina, certo? Pelo que relatei, você consegue ter ideia do que pode ser?

          4. Karen, essa restauração foi feita há quanto tempo? Se faz tempo e antes não doía, suspeito que ela esteja infiltrada, o que explicaria a sensibilidade (pelos motivos que você mesma descreveu). Nem deve haver cárie por baixo dela mas, se ela está infiltrada, pode haver em breve. Por isso, é importante que um dentista avalie.

          5. Dra, eu fiz essa restauração ano passado no mês de Agosto (mais ou menos Agosto) e antes não doía… ah, dra, como eu perceberia se já tem ou não cárie sem ir no dentista? Eu sei, eu vou ao dentista, mas eu quero saber isso só para ver se eu consigo ver se já tem ou não cárie…

          6. Não tem como saber se tem cárie sem fazer uma radiografia ou sem remover toda ou parte da restauração, Karen.

  80. Dra,

    Estou um pouco triste…tirei as fotos para lhe mostrar hoje, só que, nas fotos os meus dentes parecem mais tortos do que realmente são…por que quando olho no espelho meus dentes parecem um pouco mais certinhos (não estou falando de alinhamento, e, sim, de imperfeições.) do que no celular?

    As fotos eu mandarei para seu gmail assim que o meu irmão passa-las para o computador.

    1. A imagem no celular pode ficar distorcida, existem alguns ajustes que se usam especificamente para fotos intrabucais (em câmeras semi ou profissionais).

  81. Doutora Ana, se os dentes se separam só um pouquinho e ficarem só um pouco tortos, necessita de aparelho (e se necessita, por quanto tempo tem que ficar)?

    1. Se você pretende corrigir, sim, é preciso usar aparelho. Mas se você não sente dores e está satisfeita com a estética do seu sorriso, não é obrigada. O tempo de tratamento varia, depende do caso.

  82. Tá, obg. Doutora Ana, desculpa o incomodo rsrs (no bom sentido, mas quando se tem um dente mole e doendo aos 10 anos é ruim porque passou da idade ou é normal?

    1. Dentes moles, aos 10 anos, costuma ser normal, já que é a época de troca dos dentes. E um pouquinho de incômodo nessa fase também, porque o dente mole machuca a gengiva.

  83. Dra, de vez em quando, eu sinto a parte de trás dos meus incisivos centrais superior um pouco áspera (depois que eu escovo os dentes, melhora um pouco), eu sei que quando sentimos os dentes asperos quer dizer que estamos com placa bacteriana, mas o problema é: se realmente for placa, como a dentista em que vou vai fazer a raspagem??? Não dá né? Afinal, raspagem dói?? Tenho que ir fazer pois estou no começo da gengivite… por falar em gengivite, se mais para frente eu tiver que colocar aparelho, eu vou poder colocar mesmo estando no inicio da gengivite?? Por favor… me esclareça… :'( 🙁 😮

    1. Karen, sim, esse áspero é placa bacteriana. E placa bacteriana se remove com escovação, e não com raspagem. A raspagem é feita quando a placa vira tártaro, porque aí não é mais possível remover só com a escovação. Eu sugiro fortemente que você não coloque aparelho antes de controlar a gengivite, porque o aparelho ortodôntico dificulta bastante a higienização, o que poderia piorar a gengivite.

      1. Obrigada dra, quais as suas dicas para eu controlar a gengivite? Eu passo fio dental 2 vezes ao dia (depois do almoço e depois da janta, eu gostaria que fosse de manhã e depois da janta mas não dá…. eu tenho escola de manhã…) escovo os dentes 3 vezes ao dia (antes do café da manhã, depois do almoço e depois da janta), confesso que as vezes só escovo 2 vezes ao dia… rs e passo o enxaguante bucal todo dia antes de dormir… isso já é o suficiente?? Ah, dra, a dentista em que vou disse que eu tinha que fazer raspagem (muito pouco o que eu tinha que raspar, ela disse que estou no inicio da gengivite)… é ela está certa??

        Dra, tbm não posso me esquecer de fazer outra pergunta… tenho um incisivo lateral inferior direito que é torto, sei lá, ele está meio virado para o lado… não consigo explicar… nessa parte que está virada para o lado, ele está com esse lado TODOOO branco (mais branco que o resto do dente) e eu não sei o motivo, na hora da escovação eu não escovo direito essa parte branca pois dá mais trabalho pois ele está TORTO… será que é por isso?
        Obrigada pela ENORME paciência… 🙂

          1. Ou a sua escova está ruim e/ou você está fazendo alguma coisa errada. Mesmo escovando os dentes sempre, às vezes, se a técnica não é adquada, a escovação não remove toda a placa.

        1. Se tudo o que você estiver fazendo, estiver fazendo DIREITO, é suficiente, sim. É melhor usar o fio dental depois do almoço mesmo, como você está fazendo. Os alimentos que comemos nesse horário costumam ser mais fibrosos que os do café da manhã, então há maior chance de ficarem resíduos entre os dentes. Se sua dentista disse que você precisa fazer raspagem, não tenho motivo pra duvidar dela (ela examinou você, eu não ;)).

          O seu incisivo deve estar girado, isso é bem comum. Esse “branco” (além da fluorose, sobre o que já conversamos longamente) pode ser, também, cárie em estágio inicial (considerando que esse é um local difícil de limpar, pelo próprio fato do dente estar girado, não seria de se surpreender).

          Acho que esse texto (e principalmente os vídeos) podem ajudar você com relação a higienização: https://medodedentista.com.br/2011/06/como-escovar-os-dentes.html

          1. Dra, muito obrigada.

            Eu descobri o que são as duas coisas, a placa eu consegui tirar escovando atrás dos dentes e na frente (fiz tanta força que fiquei com medo de empurrar o dente para frente rsrsrs), e a mancha, era sujeira (residuos de alimentos) pois eu escovei bem em cima e consegui tirar (tá limpinhoooo haha! ;)).

            Dra, se eu conseguir controlar a placa com a escova (detalhe: a escova está velha pra caramba e mesmo assim eu consegui… haha 🙂 ), eu posso colocar o aparelho quando meus dentes forem todos permanentes?

            Obrigada pelas suas respostas maravilhosas e pela paciência de Jó… falando sério, se eu fosse você, eu já estaria me descabelando!! Kkkkk 😉

          2. A-HÁ! Viu só… escova de dentes (mesmo velha pra caramba) faz milagres! 😀

            Mas compre uma escova nova. Sério. E quando as cerdas dela começarem a entortar, compre outra. Sério.

            Sim, você pode colocar aparelho depois que os seus dentes permanentes nascerem (o que é logo).

            E por nada. 🙂

          3. Dra., as vezes depois que eu como alguma coisa, me dá tipo umas “pontadinhas” (não dói) no meu ultimo molar (que já é permanente, descobri lendo um post do proprio blog que falava isso)… o que poderia ser?

            Obrigada pela paciencia… rs

          4. Não faço ideia, Karen. Sua descrição é muito vaga. Come o quê? Em que temperatura? Dói só quando mastiga? Continua doendo depois ou para (quando para, demora quanto tempo pra parar de doer)? Há alguma mancha no dente? Faz quanto tempo isso? Pode ser um monte de coisas, inclusive NADA. 😉

          5. Nossa, quantas perguntas dra… interrogatório… haha

            Bom, ha bastante tempo que tenho isso, mas não é dor, são umas pontadas indolores… isso acontece sempre depois que eu como coisas muito salgadas, e SÓ no último dente (molar superior, lado direito), não consigo ver nenhuma mancha no dente pois é o do fundo… o que poderá ser?

          6. Tô me vingando. 😀

            Então, sem examinar você não dá pra dizer, Karen. “Pontadas indolores” é uma descrição bem subjetiva, e parece que você não tem nenhuma alteração clínica significante. Sentir o dente ao mastigar coisas salgadas é totalmente atípico, geralmente o que incomoda é o frio e o doce.

          7. Caramba dra, essa sua vingança está pior do que as minhas perguntas… haha

            Muito obrigada Dra. 😀 🙂 😛 🙂

    1. Maryana, depende. Pode ser por causa de um machucado ou por uma gengivite, por exemplo. Só o dentista avaliando pra ter certeza.

  84. Ah, e eu gostaria de lhe enviar uma foto do meu sorriso (quando eu tirar uma… rsrsrs) para você avaliar… seria um incomodo? Para onde eu posso enviar? Aguardo a resposta… (que graças a Deus não demora muito… isso é outra virtude do blog…:) )

      1. Muito obrigada dra, eu vou demorar um pouco para mandar pois ainda tenho que tirar uma SÓ do meu sorriso… 🙂

  85. Aqui estou eu para lhe pertubar de novo… (claro que essa não é a minha intenção… não leve a mal… rs)

    Ha um tempo atrás percebi que o meu dente central direito superior é um pouquinho mais fino que o meu dente central esquerdo superior… meus pais dizem que eu sou muito grilada e que ninguem é perfeito, mas ISSO ME INCOMODA… não existe um jeito de consertar?? Ele se “engrossa” com o tempo?? :O

    1. Ahauaha! Perturba não…

      Então, acontece dos dentes às vezes serem um pouco diferentes anatomicamente. Seus pais têm razão, NINGUÉM é perfeito! Mas se incomoda você, a única solução é alterar o formato do seu dente com restauração, faceta ou prótese (coroa).

      1. Bom, então esquece… rsrsrs Alterar não… rsrs Deixarei assim mesmo então… afinal, é imperceptivel! Kkkk

        Mas, muitíssimo obrigada pelas respostas SALVADORAS rsrs 🙂

  86. O meu prêmio, e o seu… o meu de maior quantidade de perguntas e o seu de MAIOR paciência do mundo… rsrsrsrs

    Afinal, como vc faz para ser tão paciente?? 😉

  87. Dra. Ana,

    Como sempre, mais uma pergunta… eu tenho um canino de leite (arcada superior, canino esquerdo…) e eu percebi ontem a noite que na parte de cima dele, pertinho da gengiva, está tipo uma crosta vermelha… (não é gengiva, é como se tivessem tirado o esmalte e no lugar, colocaram uma crosta vermelha…) eu tenho certeza que nunca bati ele em algum lugar… sinceramente eu não entendi… 🙁

    1. Esse dente está mole? É possível que a raiz dele já esteja bem reabsorvida (a raiz do dente de leite vai “sumindo”, por isso ele fica mole), por isso a coloração avermelhada que você vê.

      1. Ah sim… respondendo a pergunta: sim, o dente está mole…
        Obrigada pela resposta… aproveitando que estou escrevendo, mais uma pergunta… rsrs

        Vc disse que aquele meu dente incisivo lateral direito do arco superior que está nascendo encavalado vai descer, mas, como vc mesma diz: cada caso é um caso! E, não sei se você entendeu bem a minha pergunta (com certeza eu não expliquei direito… rsrs) então, gostaria que vc me explicasse como é o tracionamento (o meu dente já está com metade dele para fora, porem, esta nascendo encavalado) e se após o tracionamento ele vai ficar um pouco mole e depois fica firme, se depois do tracionamento eu já vou pode comer etc… Por favor, me explique como funciona… 🙂 😀 😉 😛

          1. Mas dra, ele só está com metade dele para fora, e, se isso não é caso para tracionamento, se ele não terminar de nascer sozinho, o que eu posso fazer para ele nascer totalmente??

          2. Com aparelho ortodôntico. Mas aí não considerando um tracionamento, em si. Com o aparelho é possível alinhar esse dente com os demais.

          3. Obrigada dra, sei que estou te perturbando muito, mas é que desde ontem a noite, estou com uma dorzinha chata na minha mandíbula do lado esquerdo… fui dormir assim ontem e até agora estou com essa dor… o que pode ser??

            Mais uma… rs

            Hoje na escola eu vi que uma colega minha que tem 13 anos e tem um dente (canino) igual o meu “encavalado” (incisivo lateral superior) e colocou aparelho (eu acho que já faz uma semana…), mas ficou estranho… depois de uma semana mais ou menos, os denter incisivos centrais dela se separaram. (e muitooo!) Por que essa mudança??

            E mais uma pergunta, vc já ganhou o prêmio?? E o meu prêmio, tem??

      1. Dra, a Gabriela é uma colega minha lá da escola, aí eu estava conversando com ela no Facebook e recomendei o blog a ela… 😉

          1. De nada Dra, alias, estou recomendando a todos lá da escola… graças ao blog virei a “dentista” da escola e da familia… rsrsrs. Sempre que vejo um problema nos dentes de alguem, já sei qual o problema… 🙂

  88. Kkkkkk claro que tem! Se não tivesse, eu não me chamaria Karen… rsrs

    Eu tenho uma amiga de escola que tem a pontinha do dente central direito (arcada superior) branca… por que ela tem isso? Agradeço a atenção! 🙂 😀 😉 (;

    1. A-há, eu sabia! 😉

      Provavelmente ela deve ter batido o dente de leite quando era mais nova. Quando acontecem traumas em dentes de leite, às vezes o germe do dente permanente correspondente, que ainda está dentro da gengiva, é afetado também. Essa manchinha branca seria uma “cicatriz” dessa batida. Essa é uma teoria, claro. Pode ser, também, sinal de algum problema de calcificação pontual.

  89. Então, essa fluorose branda que eu tenho foi causada por algumas vezes em que eu acabei engolindo flúor demais?? 🙂 😀 😛 😉 ^_^

  90. Então… pelo o que eu relatei a vc sobre o enxaguante, e o creme dental (sem falar na água fluoretada e em alguns alimentos) não vai me prejudicar mais do que isso que já ocorre? E, se não for prejudicar mais do que isso, quer dizer que mesmo a minha rotina estando com excesso de flúor, não vai me prejudicar ao ponto de ficar que nem a foto do link falando sobre fluorose? Pois não é tanto flúor para causar aquele estrago, certo?

    1. Karen, e quem foi que disse que você está exposta a um excesso de flúor? Sim, existem várias fontes, mas você não está ingerindo esse flúor quando escova os dentes e usa o enxaguante bucal, pois você cospe, portanto ele não entra no seu organismo. E não, se você tem fluorose mesmo, ela não vai piorar, é isso e pronto.

  91. Muito obrigada, mas… como sempre, mais uma pequena duvida… rsrs

    Se a fluorose não aumenta, por que muitas pessoas têm ela em estado muito avançado?? Obrigada pela atenção! 🙂

    1. Porque essas pessoas estiveram expostas a muito flúor durante o período de desenvolvimento dos dentes. Todo o processo se dá quando os dentes ainda estão dentro da gengiva. Eles já nascem com bastante fluorose ou pouca fluorose, nada muda depois que eles já estão na boca.

  92. Fiquei muito feliz com a resposta, mas, então, qual é a dica para acabar com isso? Essa fluorose pode se tornar uma fluorose “ameaçadora” ao meu dente? Eu posso ficar cheia de listras (ou bolinhas) brancas pelo dente?? Por favor, me ajude! 🙂 😀 😛

    Por favor, me dê conselhos para essa fluorose não aumentar… a dentista em que eu vou que MANDOU eu usar o enxaguante… snif… snif… snif… 🙁

    1. A fluorose não vai aumentar, Karen, nem que você BEBA enxaguante bucal (NÃO BEBA, eu tô brincando :P). É como eu disse, a fluorose se dá apenas na época de formação dos dentes, e você já passou dessa época (o dente de que falamos já nasceu, não é mesmo?!). Pode usar o enxaguante sem medo.

  93. E mais uma vez estou aqui para outra pergunta… rsrs

    Ontem percebi que minha arcada de baixo é um pouco torta (não dá para explicar…), mas eu não entendo o porquê disso!! Não falta dente na minha boca (modo de falar… faltam os que cairam e estão nascendo…) estou meio incomodada com a má posição da arcada… entretanto, quando eu mordo, não sinto desconforto nenhum! Fico triste… meus dentes não são feios, mas fico vendo no google dentes certinhos… e fico mal pois sei que meus dentes nunca serão daquele jeito…. :'( 🙁

    1. Pelo que parece você tem um desvio de linha média, Karen. Na sua idade NINGUÉM tem “dentes certinhos”… você está no finalzinho da dentição mista, ou seja, tem dentes de leite e permanentes na boca, então é uma bagunça mesmo! Seus dentes serão “certinhos” um dia, nem que você tenha que usar aparelho um tempo pra alinhá-los. Eu também usei aparelho, sei do que estou falando. 😉

          1. E feito isso, como eu posso consertar o desvio?? E, como sempre, mais uma pergunta dra… rsrs

            De vez em quando, eu acordo com umas listras brancas SÓ no meu dente incisivo central superior direito, e SEMPRE umas bolinhas brancas naquele dente que eu disse que estava nascendo encavalado. Já li que, isso pode ser excesso de flúor, eu uso um creme dental de 1450 ppm de flúor, fio dental e mais um enxaguante (a dentista em que vou que falou que era para eu usar, pois estou no INICIO da gengivite) de 225 ppms de flúor. Como faço para acabar com as listras e bolinhas brancas? Por que só de vez em quando aparece as listras nos incisivos centrais superiores e SEMPRE no incisivo lateral superior que está nascendo encavalado?? Por favor…. me esclareça! 🙂 😀 😛 😉

          2. Karen, o desvio de linha média é corrigido apenas com aparelho ortodôntico.

            Quanto às manchas brancas que você vê no seu dente, possivelmente é consequência de uma fluorose branda. Isso é muito comum, pois atualmente as fontes de flúor são várias (água de abastecimento, alimentos, pastas de dentes, bochechos) e se sobrepõem. Eu mesma tenho uma fluorose leve. Mas a fluorose nos dentes permanentes só ocorre quando a pessoa se expõe a muito flúor ainda na época em que os dentes estão se desenvolvendo, dentro da gengiva. Então, a pasta de dentes e o enxaguatório com flúor que você usa atualmente, não interferem em nada. Veja esse texto sobre o assunto: https://medodedentista.com.br/2012/05/fluorose-como-tratar.html

            Mas por que você só nota o problema nesse dente e quando acorda? Porque ele fica na frente e, provavelmente, você deve dormir de boca aberta. Aí o dente desidrata e as manchinhas ficam mais evidentes. 🙂

  94. Oi DE NOVO dra, desculpa eu estar te enchendo a paciência com minhas perguntas, mas é que eu tenho varias (acho que deu para perceber rsrsrs) e, como sou muito timida, não pergunto a ele e sim a vc. Em todos os dentistas que eu fui (2 apenas, rsrs) falaram que esse dente que eu falei que estava nascendo encavalado ia nascer, só que PROVAVELMENTE eu teria que colocar APARELHO (a senhora também falou isso…), só que depois que vi em um post que, depois que o dentista tirar o aparelho os dentes vão estar moles, EU ESTOU MORRENDO DE MEDO!!! POR FAVOR ME EXPLIQUE COMO ISSO FUNCIONA… 🙁 😀 :'(

    Obrigada! Adorei o blog!!! SENSACIONAL!!!!! Até recomendei para minhas amigas de escola…

    1. Karen, os dentes não ficam moles, não! É que, durante o tratamento ortodôntico, pode-se sentir uma SENSAÇÃO de dentes moles, já que os dentes estão se movimentando no osso, e esse osso, por causa disso, não fica tão duro quanto é sempre. Mas, removido o aparelho, os dentes estarão firmes, pode ficar tranquila. 🙂

  95. Minha pergunta é sobre aparelho ortodontico: faz dois anos e três meses que uso aparelho fixo, e meus dentes já melhoraram significativamente, usei os anéis durante todo esse tempo e agora ele tirou e no lugar colocou os tubos, isso quer dizer que estou perto de tirar?

    1. É possível que sim! Não posso afirmar, pois cada caso é um caso e depende do plano de tratamento que seu ortodontista idealizou, mas há boas chances de seu tratamento estar próximo do término. Converse com o seu dentista e peça a ele uma estimativa de tempo.

          1. O sistema de fixação, apenas. Os tubos podem ser colados diretamente no dente ou serem soldados em bandas. As bandas (os “anéis”) são muito mais difíceis de soltar, então quando se precisa fazer algum tipo de movimentação específica, prefere-se bandas. As bandas também pode ser usadas pra outros fins, em aparelhos ortopédicos, em dispositivos de ancoragem, etc..

  96. Parabéns pelo artigo, sempre li muito sobre limpadores de língua, mas nunca li um artigo que mergulhasse de cabeça no assunto, a dica sobre não ter ânsia de vômito foi o ponto alto da matéria. Parabéns.

  97. Na verdade doutora, com erupção anormal, eu quis dizer que ele está nascendo como fosse ficar encavalado (é assim mesmo que fala? rs), agora a senhora me assustou mais ainda… rsrsrs pois a senhora disse que a partir de 11 anos ela vai estar formada… MAS EU VOU FAZER 11 ANOS NO DIA 18 DO MÊS QUE VEM!! Até lá será que ele nasce?? Eu MORRO de MEDO de dentistaaa! Não gostaria de ter que ir no dentista para puxá-lo… estou desesperada!!!

    1. Mas se você percebe ele “encavalado” (“apinhado” seria o termo ;)), quer dizer que ele está nascendo! Acho improvável que seja necessário tracionar esse dente mas, pra alinhá-lo com os demais, possivelmente será preciso usar aparelho.

      1. Obrigada doutora 🙂 😉

        Mas ainda não sei se é realmente isso que eu tenho….bom, de qualquer forma, MUITOOOO obrigada pela resposta e atenção!! 😉

        1. Rsrsrsrs, os dentistas em que eu fui, eu perguntei se ia descer o dente… ambos responderam que sim, mas é SEMPREEEE bom uma segunda ou terceira opinião… 😉 🙂

  98. Oi de novo doutora Ana,

    Se não for muito incomodo, gostaria de perguntar mais uma coisa… eu tenho um dente incisivo lateral direito (arcada superior) que está nascendo como a erupção anormal (só que não existe nenhum dente embaixo dele, ou seja, o de leite caiu e, aí apareceu o permanente na forma de erupção anormal) e fico preocupada, eu sei que ele tem que fazer uma força maior para descer já que não tem TANTOO espaço pois o canino ao lado ainda não caiu, mas fico preocupada pois li que se a raiz do dente estiver totalmente formada, o dente não nasce e eu tenho que ir ao dentista para ele poder puxar o dente, mas eu tenho MUITO medo de dentista… fico menos preocupada pois esse ano eu sinto que ele está fazendo força para descer (sinto pressão e um pouco de dor) mas, mesmo assim pergunto: ele vai nascer? Detalhe: ele está assim a quase 2 anos… obrigada pela atenção… 😉

    1. Karen, eu não sei se entendi bem o que você quis dizer com “erupção anormal”. Ele está nascendo torto ou nem apareceu na gengiva ainda? Os incisivos laterais nascem entre os 8 e 9 anos de idade, mas a raiz só termina de se formar em torno dos 11 anos. Como você tem 10, isso não deve ter acontecido ainda.

  99. Ufa! Muito obrigada pela resposta… vivo TENTANDO tirar minhas duvidas com a minha mãe e ela responde: Eu não sei filha! Não sou dentista! Rsrsrs

  100. Olá, meu nome é Karen e sempre que estou no computador passo aqui para ver o blog (amei esse blog!). Tenho uma dúvida, eu tenho 10 anos e farei 11 em julho, meu pré-molar superior esquerdo caiu no ano passado e, no “meio” do ano passado, eu comecei a ver a pontinha dele descendo. Já fui em dois dentistas (só para ver se está tudo ok) mas não falei nada sobre isso, e, eles também não falaram nada, mas estou preocupada pois faz um ano que ele caiu e, até agora só apareceu uma pontinha… ele ainda irá nascer?? Desde já agradeço a atenção… 🙂

    1. Karen, os pré-molares superiores nascem entre os 10 e 12 anos. Portanto, pode ser meio cedo pra seu dente nascer (isso pode acontecer até os 12 anos). Ou seja: ele vai nascer sim, por enquanto está tudo dentro do esperado. E o seu dente de leite que caiu na verdade era um molar, pois não existem pré-molares de leite.

  101. Boa tarde, gostaria que me tirasse uma duvida, da pra usar aparelho para correção quando os dentes tem faceta de resina ?

    1. Dá sim, Mary. Mas após o fim do tratamento ortodôntico é provável que seja necessário trocar (ou reparar, pelo menos) as facetas, pois a colagem dos bráquetes pode causar certo dano às suas superfícies.

A área de comentários / perguntas está fechada. Agradeço a compreensão.

No plantão: Ana Tokus

Cirurgiã-dentista graduada pela Universidade Federal do Paraná, especialista em Radiologia Odontológica e Imaginologia pela ABO-PR, convicta de que medo de dentista se combate (também) com informação. Diva-Boss do OdontoDivas e autora do Blog Raios Xis. Twitter: @AnaTokus e @medodedentista