O Que Causa o Mau Hálito?


Já há tempos venho querendo falar aqui no MD, com mais profundidade, sobre o assunto mau hálito. Eis que surgiu a oportunidade de entrevistar a Dra. Paula Rollemberg, cirurgiã-dentista e especialista na área. A Dra. Paula mantém, ainda, o excelente blog Saudálito, onde você pode encontrar outras informações sobre o assunto. Vamos à entrevista…

Doutora, vamos começar pelo básico: o que é halitose?

Dra. Paula: O termo halitose significa ” mau hálito”, onde etimologicamente halitus significa “ar expirado” e osis a alteração patológica (doença). Ou seja, é o ar que colocamos para fora pela boca e pelas narinas e que tem odor desagradável.

Quais as causas mais comuns da halitose? Elas estão sempre ligadas aos problemas bucais ou à falta de higiene?

Dra. Paula: Nem sempre, mas a maior causa do mau hálito realmente é a falta de higiene bucal. Essa ineficiência na higienização provoca o acúmulo de saburra na língua, o surgimento da placa bacteriana e as inflamações gengivais. Prato cheio para a halitose.

A origem do mau hálito pode estar na língua!


O que é saburra lingual?

Dra. Paula: A saburra é o resto de alimentos que, não removidos na escovação e somados às celulas mortas que descamam da mucosa, deposita-se na língua.  Ela serve de substrato (alimento) para as bactérias que liberam odores trabalharem a favor da halitose.

Mas, então, a língua também deve ser “escovada”? Como higienizá-la?

Dra. Paula: A escovação da língua é fundamental para evitar o mau hálito. O raspador lingual existe para ajudar na remoção da saburra, mas escovar a língua antes de usá-lo garante que os resíduos existentes na língua sejam desorganizados e mais facilmente removidos. Ou seja, a língua fica limpinha somente com o uso da  escova, porém o raspador não é tão eficiente sem ela.

O que são cáseos? Qual a relação deles com o mau hálito?

Dra. Paula: Os cáseos têm a aparência de um grão de arroz, muito mal cheirosos, e se acumulam na região das amígdalas e criptas. Eles são formados pelo mesmo material da saburra, ou seja, restos alimentares e células mortas por descamação da boca. A baixa salivação é um fator que sempre está relacionado, por facilitar a deposição de detritos na boca. E nas pessoas em que as amígdalas têm “buraquinhos” mais abertos, estes restos se depositam por lá. A relação com mau hálito é que o odor deles, quando presentes na boca, é fétido.

Existe alguma forma de prevenir o mau hálito?

Dra. Paula: Uma eficiente higiene bucal é o primeiro passo para a prevenção. Mas fatores como alimentação inadequada e em horários inapropriados, baixa salivação e alguns problemas de saúde, podem provocar mau hálito mesmo em quem tem uma boa higiene bucal.

E chupar balas “para disfarçar”, adianta?

Dra. Paula: As balas são consideradas “mascaradores de hálito” pelo fato de apenas disfarçarem momentaneamente o odor. Quando as balas são muito “ardidas”, com efeito refrescante, podem agredir a mucosa bucal, descamando-a e provocando a piora do mau odor. O único mascarador aceitável é o chiclete, de preferência sem açúcar, pois ele estimula o fluxo salivar e minimiza o quadro num momento de mau hálito. O fluxo salivar baixo (pouca saliva) é um quadro frequente em quem tem halitose. Por isso, antes chiclete do que bala.

Mau hálito tem cura?

Dra. Paula: A palavra “cura” me inspira finitude, para sempre. E isso em saúde, realmente não existe. Mas a possibilidade de não ter mais halitose crônica e diaria existe, desde que o paciente em tratamento siga as orientações direcionadas ao seu caso, sempre. O tratamento exige disciplina similar a de um regime (dieta). Se um paciente tem halitose crônica e não é por falta de higiene somente, precisa cumprir sempre as orientações de alimentação e cuidados para não tornar a ter episódios de halitose.

Quem tem mau hálito às vezes nem percebe o problema. Como saber se tenho mau hálito?

Dra. Paula: Infelizmente, quando se trata de mau hálito nosso nariz não é um bom informante. Ele tende a sofrer de fadiga no primeiro minuto depois do contato com o odor. Por isso pessoas que sofrem de halitose geralmente não se dão conta disso. O ideal é ter uma pessoa de confiança para quem se possa perguntar sobre isso. Qualquer outro tipo de sugestão pode ser enganosa, como a “receita caseira” de lamber o braço e cheirar depois. Caso a pessoa não tenha mesmo alguém a quem possa perguntar, o mais indicado é fazer um teste de halitose com um profissional.

É verdade de existe “mau hálito psicológico”?

Dra. Paula: Existe sim e este é o único que o profissional de halitose não consegue tratar sozinho. Na verdade, nem deve começar. No máximo, fazer a medição digital, testes e exames mostrando valores que provem a ausência de halitose e encaminhar o paciente para um psicólogo ou psiquiatra, dependendo do grau de psicose. O quadro é triste e incapacita o paciente de tal modo que existem relatos de suicídio nessa modalidade de problema psíquico.

A pessoa que tem ou acha que tem mau hálito deve procurar que profissional para tratá-lo?

Dra. Paula: O profissional ideal sempre será o cirurgião-dentista. Ele, melhor do que nenhum outro, sabe identificar fatores locais e como resolvê-los para evitar o mau hálito. No entanto, como é um assunto relativamente pouco explorado e divulgado entre nós dentistas, o profissional que atuará de modo mais eficaz e direcionado é um especialista em halitose. O tratamento de halitose é complexo, e a multidisciplinaridade com profissionais como otorrinos, gastros, psicólogos, psiquiatras, entre outros, é fundamental. Por isso, na dúvida, o dentista deve encaminhar o paciente para um especialista.

Quer acabar de vez com o mau hálito?

Compartilhe:

Comentários via Facebook


Categoria: Mau Hálito | Halitose

Marcadores:

65 comentários

  1. Boa tarde!
    Meu marido sofre de uma halitose crônica já há 1 ano, que só piora com o tempo. Depois de muita insistência consegui fazer com que ele procurasse o dentista. Ele precisou fazer 3 restaurações, inclusive de 1 siso, além de raspagem. Terminado o tratamento, a halitose continua igual, mesmo ele tendo passado a cuidar muito corretamente da higiene bucal. Ele não tem cáseos nem sinusite, não toma bebidas alcoólicas, nem fuma. Estou preocupada porque está insuportável e ele não sente o odor. Na hora de dormir, ele solta um ar fétido pela boca que me atrapalha até a dormir. Uma época em que ele usou periotrat, a halitose sumiu, mas foi só parar de usar que voltou. Por isso fico achando que o problema dele é de origem bucal. Ou o periotrat pode mascarar uma halitose que não é de origem bucal? Ajude-me por favor. Será que ele deveria procurar outro dentista ou outro profissional (neste caso, qual?)

    Desculpa por tantas perguntas.

    1. Valentina, parece que a halitose dele tem origem local, sim. Pode ser que ele esteja com algum problema periodontal, por exemplo… e com o Periotrat isso foi tratado, pelo menos em parte. É preciso um exame mais detalhado a respeito, por isso é essencial a avaliação de um dentista especialista em halitose. Não sei em que cidade vocês estão, mas aqui –> http://www.abha.org.br/profissionais-indicados tem a indicação de alguns especialistas.

  2. EU TENHO CASEUM, MAS EU RETIRO NA FRENTE DO ESPELHO, MAS MESMO ASSIM APARECEM, EU ESCOVO OS DENTES MAIS DE 5 VEZES AO DIA E USO FIO DENTAL, QUAL A POSSIBILIDADE DE EU TER MAU HALITO??

    1. Se você tem cáseos, a possibilidade é grande, Eduardo. Às vezes o único jeito de resolver isso é removendo as amígdalas. Seria bom procurar um dentista pra avaliar a questão do hálito e um otorrinolaringologista pra avaliar as amígdalas.

  3. Olá dra, parabens pelo canal… é de grande ajuda.

    Minha pergunta é: estou lutando contra o mau halito, tenho lido bastante, procurei um dentista, o qual me afirmou que a causa do mau halito era a má higienizacao bucal (apesar de nao ter feito o teste com o aparelho que mede o gas que sai da minha boca). Ele me deu todas as orientacoes de como fazer a higiene bucal.

    A questao é que faço todos os procedimentos duas vezes ao dia (fio dental, escovacao dos dentes, escovacao da lingua, utilizacao do raspador e enxague bucal), o halito fica agradavel em média por 1h, mas logo volta. Esta manutencao ja tem uma semana, minhas perguntas são:

    Por que o mau halito volta tao rapidamente se a higiene bucal esta feita?
    Por que a saburra lingual nao se freia, sempre vou ter que conviver com ela?
    Se eu persistir com a higiene bucal este quadro vai se reverter?
    Por que minha lingua produz a saburra lingual?
    Qual é o tempo realmente indicado para eu escovar a lingua para eliminar com a saburra lingual?

    Por favor me ajude, é muito muito desagradavel.

    Muito obrigada.

    1. Paola, a saburra é uma camada que se forma sobre a língua composta por restos da alimentação, bactérias, células mortas, etc.. A saburra começa a se formar logo após a higienização (em todo mundo, em maior ou menor grau) e serve de substrato para as bactérias que liberam os odores da halitose. Então, todo mundo tem saburra… e precisa removê-la recorrentemente. Por isso, escovar a língua é essencial. Escove sempre que achar necessário. Tenha em mente, também, que existe o “mau hálito psicológico”, do qual a Dra. Paula fala na entrevista. Transcrevo o que ela disse: “O mau hálito psicológico existe sim e este é o único que o profissional de halitose não consegue tratar sozinho. Na verdade, nem deve começar. No máximo, fazer a medição digital, testes e exames mostrando valores que provem a ausência de halitose e encaminhar o paciente para um psicólogo ou psiquiatra”. Pode ser o seu caso (não sei, só estou supondo).

      1. Olá dra, felizmente ou infelizmente definitivamente nao é meu caso, sempre pergunto aos meus filhos quando tenho a suspeita, os quais confirmam fazendo carinhas de asco, e tambem já senti algumas pessoas se afastando quando falo, e se fico por exemplo 2/3h sem falar, no caso de uma viagem por exemplo, quando abro a boca é realmente muito desgradavel.

        De qualquer forma fica expresso meu profundo agradecimento pelo seu acompanhamento.

  4. Olá, a minha dúvida é referente ao tratamento de Canal, a última vez que fui no dentista eu tinha acabado de perder os dentes de leite, de tanto tempo que faz Rsrsrs ! E hoje com 28 anos eu preciso fazer canal em dois dentes, remover os dentes do siso, e fazer a correção da mordida (maxilar) devido a não fechar corretamente a boca, gostaria de saber se na minha idade esse tratamento será doloroso e se terá resultado satisfatório em relação a minha idade.

  5. Oi Ana. Uso aparelho e quando passo fio dental depois que eu como algum tipo de carne sai um cheiro ruim no fio. Só acontece quando como carne. Será que é mau hálito?

    1. O aparelho “ajuda” a reter resíduos alimentares, Tiago… então não é incomum o que você descreve, ainda mais se você levar um pouquinho mais de tempo pra escovar os dentes depois de comer carne. Em princípio, acontece.

  6. Boa noite! Queria saber se manchinhas no dente (manchinhas de pigmentação) podem contribuir para o mau hálito.

    Obrigada,
    Cristina

  7. Eu sempre escovo a lingua direitinho, e ela parece limpa, mas daqui a algumas horas o “branco” da lingua volta. O que eu faço? Porque tenho medo de que quando volte eu fique com mau halito.

    1. Nina, isso é algo esperado… por isso que é preciso higienizar os dentes e a língua várias vezes ao dia, de preferência após as refeições.

  8. Oi Dra, queria saber se o tártaro também causa mau hálito? Porque tenho tártaro em apenas UM dente (n sei pq é só esse dente que fica assim 🙁 ) e sinto um mau cheiro dele, pode ser por isso?

    1. Sim Luisa, causa. O tártaro está em um dente só porque provavelmente esse é um local mais retentivo, mais difícil de escovar. O mau cheiro também é um indicativo de dificuldade de higienização e retenção de resíduos alimentares.

  9. E como abordamos o tema com o paciente? Sou estudante de Odonto e iniciei a clínica há pouco tempo. Fiz a anamnese, dei orientação de higiene bucal (reforçando-a a cada consulta) e o paciente garante que segue à risca. Durante o exame vi que ele não segue as orientações tão bem assim… Como eu posso falar? “Você tem mau hálito”? Ele nunca, nunca se queixou…

    1. Dil, é complicado mesmo… precisa ter jogo de cintura. Nossa boca é uma região “íntima”, as pessoas têm uma tendência a se ofenderem dependendo de como a gente aborda o problema da falta de higiene. Uma dica que eu dou é nunca duvidar abertamente do paciente. Claro que seu paciente não está cumprindo as orientações à risca… você está vendo que não. Procure mudar o enfoque do problema de “você não está fazendo” para “se você está fazendo, alguma coisa está errada”. Peça pra ele mostrar como tem usado a escova, o fio dental, que tipo de escova usa (pode ser hora de trocar), etc.. Use a presença do mau hálito como “trunfo” pra poder fazer essas perguntas: “Puxa, que estranho… mesmo o senhor fazendo tudo direitinho eu tenho notado um pouco de mau hálito nas consultas… algum amigo / familiar seu já falou sobre isso com o senhor? Porque pode ser só passageiro, mas é bom avaliar com mais critério…”. Ou seja: coloque a “pulga atrás da orelha” dele. E, claro, sempre há a opção de avisá-lo anonimamente via site da ABHA –> http://www.abha.org.br/sosmauhalito . Às vezes é questão apenas de fazer a pessoa perceber que pode ter um problema.

  10. Doutora, escovo os dentes, passo fio dental, passo o limpador de lingua e enxaguante tb, mas não adianta. O mau hálito continua. Já fui na dentista e ela falou que não era da boca, fui no otorrino e ele disse que a garganta estava normal. Só que eu tô desconfiado que seja das restaurações. Quando tinha 15 anos fiz uma restauração de amálgama e outra de resina, e foi ai que td começou. Não aguento mais viver com isso. Tô pensando em me matar. Por favor me ajude. Faço de td mas não adianta. Sinto um cheiro de sangue será que é da restauração de amálgama?

    1. Calma, Rafael. Tudo é uma questão de descobrir a origem do problema e eliminá-la. Não creio que o problema seja as restaurações, a não ser que elas estejam defeituosas / infiltadas e retendo resíduos alimentares. Aí pode ser. Cheiro / gosto de sangue pode ser sinal de gengivite que, em si, pode causar mau hálito. Outra causa frequente de halitose, considerando que a higienização está ok, é a presença de cáseos, que são pequenas massas formadas por restos alimentares, células mortas e etc. que se prendem na região das amígdalas. Nesse caso, pode estar indicada até a remoção das amígdalas. Enfim: é preciso avaliar com mais critério.

  11. Gostei da materia, mas quero saber mais. O que eu tenho que fazer com esse problema, cáseos, existe tratamento especifico pra isso e que tratamento é?

    1. Os cáseos não são tratados, Miriam, eles precisam ser eliminados continuamente para não estimular o mau hálito. Uma forma de fazer isso é através de gargarejos. Em alguns casos pode estar indicada, inclusive, a remoção das amígdalas. Seria bom se você consultasse um dentista especialista em halitose pra avaliar o seu caso.

      1. Doutora, não tenho condições de ir até São Paulo para fazer uma consulta… você conhece algum especialista em halitose em Ribeirão Preto?

  12. Bem, há 2 semanas venho sentindo como se algo estivesse entalado na garganta, no inicio a sensaçao era no começo da garganta, agora sinto q esse “algo” está bem mais para baixo. Isso pode ser caseo?

    1. Lygia, pode. Mas pode ser um monte de outras coisas também… essa sensação de algo “entalado” na garganta pode ter origem psicogênica (existe uma condição chamada “globus”, que é caracterizada exatamente por isso: um “nó na garganta” persistente) ou, ainda, pela calcificação do ligamento estilo-hióideo, comum na Síndrome de Eagle. Mas tudo isso que eu estou dizendo são suposições, o ideal é procurar um dentista pra avaliar, bem como um médico otorrinolaringologista (pra cobrir todas as possibilidades).

    1. Não Carlos, não é contagioso e nem pode ser transmitido. A causa principal e que corresponde a mais de 90% dos casos é uma higienização bucal deficiente (por uma série de razões).

  13. Ola! Estava lendo as duvidas de outras pessoas acima e vi q essas massinhas brancas q se formam na garganta, acho q se chamam caseos, tambem causam mau halito. Eu tenho elas as vezes. O q posso fazer para q elas nao apareçam, ja q elas causam mau halito?

    1. Andréia, gargarejos (com água mesmo) costumam remover os cáseos. Em casos mais severos, está indicada, até, a remoção das amígdalas.

  14. Ola! Tenho 22 anos e quando tinha 15 anos, devido a uma carie muito grande em um dente de trás, fiquei com um mau halito horrivel. Estava noiva nessa epoca, o dente foi restaurado mas continuei com mau halito, confesso q minha escovaçao naquela epoca era pessima. O tempo passou e eu casei ja faz 5 anos e ha 4 meses estou usando aparelho fixo e escovo os dentes 3 vezes ao dia. Minha duvida e sera q so a escovaçao resolve, pq nao tenho coragem de perguntar nem pro meu dentista e nem pra nenhuma outra pessoa. Me ajude, me sinto insegura perto das pessoas e ate do meu esposo.

    1. Andreia, a maioria esmagadora dos casos de mau hálito é devido a algum problema de higienização. Se for o seu caso, sim, a escovação resolve. Converse com o seu dentista e peça pra ele orientar você quanto à higienização, talvez vocês identifiquem alguma coisa que você esteja fazendo de errado e o problema se corrija.

      1. Muito obrigada! Suas respostas sao sempre muito esclarecedoras! Ate a proxima duvida! rsrsrsrs beijao, DEUS te abençoe!

  15. Oi dra, boa tarde, gostaria de saber se passar fio dental e sentir um cheiro muito ruim nos dentes enquanto passo é normal, principalmente quando passo nos dentes dos fundo, é um cheiro insuportavel, eu cuido direitinho da minha higiene bucal e estou incomodada com esse cheiro, e de vez em quando o cheiro aparece do nada na boca…
    Obrigada, aguardo resposta, bjus.

    1. Cristina, não é normal, não. Demostra que seus dentes estão retendo resíduos alimentares por muito tempo, pois o cheiro ruim é da decomposição desses resíduos. Se você escova os dentes após cada refeição, é sinal de que não está conseguindo remover toda a placa bacteriana, e os motivos podem ser vários (a anatomia dos seus dentes, o tipo da escova, a técnica errada, etc.). E não esqueça de escovar a língua SEMPRE, nela também se juntam resíduos que causam mau odor. Sugiro que você procure um dentista pra orientar você quanto ao que pode melhorar na sua higienização.

  16. Dra, tenho 17 anos e não sei mais o que fazer. Eu não tenho dentes podres, coloquei aparelho agora, vivo no dentista. Escovo 4 vezes ao dia, passo fio dental, limpador de língua, faço tudo certinho. Só que to com mau halito. Até com a boca fechada eu sinto que quem ta perto de mim na escola sente. Isso ta me deixando louca!
    Eu preciso conversar com as pessoas eu estudo, leio muito, me informo é pra isso é conversar com os outros.
    Eu acho que pode vir da garganta essa mau cheiro. Mas e se for o que eu faço ? ME AJUDE

    1. Isabel, pode ser que você tenha cáseos, que são massas bem mal cheirosas que se prendem em reentrâncias nas amígdalas. Essas massas são compostas por restos alimentares, células mortas, bactérias, etc., e sua existência costuma estar ligada ao mau hálito. Seria bom que você fizesse uma avaliação com um dentista especialista em halitose. Um médico otorrino também poderia ajudar.

  17. Oi dra, tenho 18 anos e ando muito triste na minha vida, pois nao me expresso como quero para meus colegas, e nem tenho namorado porque tenho mau halito… tenho muita vergonha de ir ao dentista, nao sei mais o que faço da minha vida, só da vontade de chorar. Escovo os dentes, escovo a lingua, uso o raspador de lingua, fico feliz porque o mau cheiro sai, mas depois de alguns minutos tudo isso volta e fico muito triste e sem vontade de viver, nao sei mais o que faço. Acho que isso vem da minha garganta, pois sinto, mas nao sei o que fazer, só chorar, e a senhora poder me ajudar? Eu agradeço muito, de coração.

    1. Luiza, enquanto você não procurar um dentista pra determinar a causa do seu mau hálito e tratar de acordo, o problema vai persistir. Compreendo a sua vergonha mas, ao mesmo tempo, GARANTO pra você: não há necessidade disso. Tenha em mente que o papel do dentista é ajudar você com quaisquer problemas bucais que você tenha, e não julgá-la ou “ficar reparando”. Quanto mais rápido você procurar ajuda profissional, mais rápido o seu mau hálito se resolve. E sim, pode ser que ele tenha origem na garganta mesmo… às vezes se prendem nas amígdalas umas “bolinhas” bem fedidas chamadas “cáseos”… se for esse o problema, o dentista vai orientar você sobre como eliminá-las e, aí, acabou seu mau hálito. Vale a pena procurar um dentista, você não acha? 😉

      1. Dra., tenho esse problema de mau halito, pois fica essas bolinhas na minha garganta, esse tal “cáseo”, como devo fazer e como trata-los… me ajude. Obrigado.

        1. Arthur, procure fazer gargarejos, com água mesmo. Eles ajudam a remover os cáseos. Se persistir, procure um dentista especialista em halitose pra avaliar.

  18. Oi, Paula, tenho um problema de mau hálito, e muitas vezes quando acordo sai uma bolinha de massa fedida da minha garganta. Me ajude!

  19. Paula, há tempos que tento falar contigo mas nunca tenho respostas. Tenho esse problema na língua, fica meio amarelada e muito fedida. Tenho também um problema nasal, uso Neosoro 24h, existe alguma ligação? Qual especialista devo procurar, odonto ou otorrino? Obrigada.

  20. Olá, Maurício! Tudo bem?
    Muito bom seu comentário e pertinente, pois descobri que tinha engolido a palavra “sozinho” na primeira frase. E acho que ficou incompleto o raciocínio que é de não tratar um paciente, que tem halitose psicologica, se na avaliação deu resultados negativos para halitose. 🙂
    Ou seja, existe tratamento, porém já seria o acompanhamento psicologico e psiquiátrico, neste caso.
    Que bom que gostou dos Blogs! Aguardamos sempre a sua visita. 🙂
    Abraços Paula Rollemberg
    http://saudalito.wordpress.com/
    .

  21. Olá Ana e Dra. Paula. Excelente entrevista, esclarecedora !

    Gostaria de fazer um adendo a uma das respostas, que ” mau hálito psicológico” não tem tratamento. Na verdade tem tratamento sim, na grande maioria das vezes. O importante é aplicar um método para diagnosticar e tratar estes pacientes.

    Um abraço a vocês e parabéns pelo blog medo de dentista e pelo blog saudalito. Ambos muito completos e informativos.

    1. Olá Paula, moro em macapá e já pesquisei , e não encontrei nenhum especialista na cidade, quem eu devo procurar um odonto ou um otorrino? Se vc conhece alguém mais próximo, até em Belém pode me indicar?

    2. Lamber a lingua acho que ajuda um pouquinho da detenção de mau halito. Eu experimentei e deu resultados, mas devemos sempre ter uma higiene corporal bem tratada para não levarmos à boca sujidades. Gostei muito do blog e espero mais dicas sobre outros assuntos, relacionados ao tema.

    3. Boa noite Dra, tenho 17 anos e um hálito insuportavel, sinto um gosto horrivel na boca e estarei buscando ajudar profissional o mais rápido possivel, mas não sei quanto custa um tratamento de hálitose, a minha pergunta é: em média quanto custa um tratamento da halitose ?

      1. Varia muito Denys, porque o tratamento está diretamente ligado à causa do mau hálito, o que nem sempre é a mesma. O ideal é procurar um dentista e fazer uma avaliação.

    4. Boa tarde, Drª Ana,

      Em caso de cáseos, o que devo fazer? É preciso verificar antes com um especialista de garganta?

      Aguardo.

      1. Vanessa, você pode fazer gargarejos regulares pra tentar remover esses cáseos… muitas vezes isso ajuda muito. Mas pode haver até indicação de remoção das amígdalas, e aí seria bom fazer uma avaliação com um médico otorrinolaringologista.

    5. Eu tenho halitose, mas não encontro ninguem onde moro que possa tratar. Sempre ficam me passando de profissionais…
      O que posso fazer para resolver meu problema?

      1. Christer, pelo seu IP vejo que você está no Rio de Janeiro. Numa busca rápida no Google vi vários links que podem ajudar você –> http://bit.ly/1OiJl0Y

        É questão de se informar, já que essa é uma especialidade nem escassa de profissionais.

    6. Vc está em qual clinica em Cuiaba/MT?
      Ou não atende aqui? Se não, pode me indicar um Dentista especialista em mau halito?

  22. Querida, Ana!
    Obrigada pela oportunidade de escalerecer dúvidas sobre halitose aqui no MD. É uma honra estar em seu super blog!
    Espero que os leitores gostem e tenham suas dúvidas resolvidas.
    Sempre que precisar conte comigo. Na vida, no blog e na amizade! 🙂
    Bjs Paula

    1. É uma honra mesmo você estar no meu blog… uma honra PRA MIM! 🙂 Obrigada por aceitar o convite. Tenho certeza que muitas pessoas vão se beneficiar do seu conhecimento na área.

      Obrigada pelo carinho, amiga! 🙂

A área de comentários / perguntas está fechada. Agradeço a compreensão.

No plantão: Ana Tokus

Cirurgiã-dentista graduada pela Universidade Federal do Paraná, especialista em Radiologia Odontológica e Imaginologia pela ABO-PR, convicta de que medo de dentista se combate (também) com informação. Diva-Boss do OdontoDivas e autora do Blog Raios Xis. Twitter: @AnaTokus e @medodedentista