Dentistas Grátis

Se tem um tipo de busca que as pessoas fazem na Internet é: qualquer coisa que venha com a palavra grátis junto. Produtos grátis, amostras grátis, serviços grátis. E dentista… onde tem dentista de graça?

Dentistas grátis

Se formos analisar seriamente, em lugar nenhum tem dentista totalmente de graça. Isso porque a atividade do dentista quase nunca é apenas intelectual (no sentido de “restrita ao intelecto”, que fique claro). A gente rala. Quando você vai ao médico, muitas vezes ele apenas conversa com você e, baseado nas suas informações, prescreve uma medicação. Ou faz um exame rápido, pergunta onde dói… (nada contra, cada um com seu método e dentro da sua área de atuação). Mas dentista não… dentista via de regra “mete a mão na massa”, ou melhor, a mão na luva. Pouca coisa dentro de um consultório odontológico pode ser feita sem que o dentista realmente intervenha no paciente: abra um dente, cimente uma prótese, faça uma restauração. E isso gera custo.

Tá, divaguei :). Pois bem… o que eu quero dizer é: sempre custa alguma coisa. A diferença é que, em algumas situações, o custo não é pago por você.

Bom, se você chegou aqui é porque precisa de atendimento odontológico e não pode (ou não quer) pagar por ele. Portanto, vou dar algumas dicas de onde você pode achar esse tipo de serviço:

  1. Faculdades de Odontologia: alunos de Odontologia precisam de pacientes para aprender e pessoas precisam de dentistas. Pra você que acha que corre perigo ao ser atendido por um aluno de Odontologia saiba que, pelo menos em ambiente acadêmico, a fiscalização é séria. Os alunos têm supervisão constante dos professores e os trabalhos executados valem nota, portanto há certo esforço pra se fazer bem feito. Informe-se sobre as faculdades e Univerdidades que oferecem o curso de Odontologia na sua cidade ou região. Você vai passar por uma triagem e, dependendo da sua necessidade, será encaminhado para as clínicas das disciplinas. Em caso de tratamentos mais complexos como implantes ou aparelhos ortodônticos, o atendimento costuma ser feito por dentistas formados, alunos dos cursos de especialização.
  2. Instituições de ensino continuado: são as escolas de pós-graduação em Odontologia, onde os dentistas fazem cursos de pós-graduação, como atualizações, aperfeiçoamentos e especializações.
  3. Órgãos de classe: são os sindicatos e as associações de Odontologia. Procure as regionais do Sindicato dos Odontologistas e da Associação Brasileira de Odontologia do seu estado. Essas instituições também oferecem cursos de pós-graduação para dentistas que, por sua vez, precisam de pacientes.
  4. Unidades de saúde: o famoso postinho. Nesse caso o que ocorre é, na verdade, uma espécie de ato falho. O atendimento nas unidades de saúde não é de graça. Ele é pago com o dinheiro do contribuinte, de você que recolhe impostos. Portanto, além de não ser de graça é pago por você. Mas muita gente não se dá conta disso e vê o atendimento pelo SUS como uma cortesia do governo. Não é. E no dia que as pessoas entenderem esse conceito e começarem a votar com isso em mente, muita coisa deve mudar.
  5. Entidades beneficentes, ONGs e OSCIPs: são instituições que atendem pessoas carentes e promovem acesso ao atendimento odontológico. O exemplo mais famoso é a Turma do Bem, uma OSCIP (Organização da Sociedade Civil de Interesse Público) onde cirurgiões-dentistas atuam de forma voluntária, em seus próprios consultórios, atendendo crianças e jovens de baixa renda, entre 11 e 17 anos, proporcionando tratamento gratuito até que cheguem à maioridade.

Em quase todas as opções de atendimento acima pode haver algum custo envolvido sim, principalmente quando houver a necessidade de confecção de próteses. Mas, mesmo que exista esse custo, será bem menor do que o de um atendimento particular. Também, a espera pelo atendimento pode ser grande, já que a procura também é. Porém, a qualidade no atendimento não tem porque ser diferente daquela de um consultório odontológico particular.

Portanto, informe-se! Falta de dinheiro dificulta, mas não impede você de manter a saúde em dia! 🙂

Reportagem da Gazeta do Povo (PR) que ilustra bem o atendimento realizado nas faculdades de Odontologia –> Dentista gratuito na Universidade

Outras dicas: Vida de Dentista | Ortodontia Para Todos

Compartilhe:

Comentários via Facebook


Categoria: Geral

Marcadores:

39 comentários

  1. Olá,
    Bom dia Dra. Ana Tokus!!
    Sou uma jovem de 29 anos que por um ato de negligencia comigo mesma perdi os meus dentes, tenho que fazer extrações de 15 dentes, fazer duas coroas definitivas e varias restaurações. O dentista falou que vou ter que usar prótese, estou em pânico com isso, não sei como vai ser, desde que resolvi começar a me tratar não durmo direito, não como, o tratamento muito caro… são muitos questionamentos, e minha autoestima essa nem existe mais… é normal pessoas com essa idade usarem prótese dentária? Tenho muito medo de não me adaptar, das pessoas perceberem, não sei como vai ser. Me fale alguma coisa que tire essa angustia de mim!
    Um abraço… adorei sua interação com todos… espero obter resposta!!

    1. Marcela, é bem comum, infelizmente. Cada pessoa tem seus motivos… acidentes, traumas, falta de orientação… mas muita gente usa prótese ainda bem jovem. O que eu posso dizer é: não veja a prótese como um problema, mas como uma solução. Se seus dentes não podem mais ser aproveitados, extraí-los é algo bom pra você. Vai devolver sua saúde. Felizmente hoje em dia as prótese estão cada vez mais confortáveis e naturais… então o seu problema tem solução. Você vai se adaptar sim, e as pessoas vão perceber… e você não precisa dar mais informação a elas do que “fiz um tratamento dentário”. Quem é que precisa saber que você usa prótese? Tenha em mente: sua vida, a partir desse tratamento, só vai melhorar. Acredite.

      1. Muito obg Dra. Vou tentar ver as coisas por outro angulo… tenho muito medo de falar esquisito e ferir minha gengiva, mas sei que vai ser um processo longo e de adaptação!! Grata pela prontidão de responder! Aproveito e gostaria de saber ser é possível fazer varias extrações no mesmo dia?

        1. É isso, Marcela. Questão de adaptação, o que nem sempre é fácil, mas é para o melhor. Sim, é possível fazer várias extrações na mesma sessão, talvez até todas. Depende da avaliação do seu dentista.

  2. Dra., tenho falta de três dentes em lugares diferentes, sendo eles os penultimos na parte inferior, direito e esquerdo, e o dente 26, lembrando que ja tirei os sisos. Tbm uso aparelho fixo, porem não tem braquete nos ultimos dentes, no caso do dente 26 o braquete vai até o dente 25. Posso fazer uma protese esse caso? Ou preciso terminar o tratamento no orto?

    1. Lucimara, o ideal é terminar o tratamento ortodôntico antes, pois assim os espaços ficarão adequados pra receber a prótese. Converse com o seu ortodontista.

  3. Meu dentista fez uma dentadura superior assim que arrancou os meus dentes, mas a saliva não desce fazendo com que eu não consiga falar com tanta saliva na boca. Então ele disse para eu retira-la. E que a dentadura só vai fixar quando arrancar os de baixo. E isso mesmo?
    É uma decepção, pois tenho medo, porque pelo que eu vi nos comentários a inferior parece que fica mais solta que a superior. Desde então fiquei muito triste, pois achei que a dentadura pelo menos ia fixar na boca.

    1. Antonio, não sei se “é isso mesmo”… é uma possibilidade, mas não dá pra afirmar isso. Se o problema é a fixação da dentadura, é possível usar um fixador do tipo Corega, por exemplo, até que a gengiva esteja bem cicatrizada e seja possível reembasar essa prótese. Converse com o seu dentista.

  4. Ola, bom dia, sou Antonio, tenho 56 anos, morador em Carapicuiba, venho atraves desta pedir uma ajuda para minha boca, quero sentir o gosto dos alimentos novamente, pois uso um aparelho que nao me sinto bem, pois machuca por demais quando vou comer.

    1. Procure um dentista pra avaliar, Antonio. Se você não tem condições de procurar atendimento particular, pode procurar uma faculdade de Odontologia, por exemplo, onde o tratamento tem custo reduzido e, dependendo do tratamento, é sem custo nenhum.

    1. Getúlio, depende… a mobilidade é no dente (raiz) ou na coroa? Se for só na coroa, talvez recimentá-la já seja suficiente (se ela ainda tiver boa adaptação). Se for na raiz, pode haver um problema periodontal (nos tecidos de suporte do dente, osso e gengiva). Procure um dentista pra avaliar.

  5. Tenho 32 anos, retirei todos os dentes da parte de cima, eu estou com minha autoestima muito baixa, sou casada, tenho 3 filhos e não trabalho, só meu esposo!!! Será que teria como alguém me ajudar a ser feliz de novo??

    1. Luzimaria, primeiramente: se você tem 3 filhos e cuida deles, você trabalha MUITO. 🙂 Procure uma faculdade de Odontologia, como explico no texto… você consegue se tratar com custo muito reduzido, às vezes até sem custo.

  6. Olá Dra., gostaria de saber se em SP no ABC eu poderia obter esses recursos dessas instituições. Desde já obrigada.

  7. Oi boa tarde, venho aqui pra pedir ajuda, não tenho condições de fazer um tratamento periodontal. Estou com perda ossea e não sei o que eu faço, tenho duas filhas gemeas pequenas, não posso trabalhar, e estou tão triste… e pra piorar estou com meus sisos nascendo e o dentista falou que tenho que tirar com urgência. Me ajudem por favor, desde ja agradeço a sua atenção. Moro em Brasília-DF.

  8. Dra. Ana, tenho 52 anos, desde pequena sofro muito com problemas dentários, tenho vários dentes que são postiços, muitas falhas, mordida cruzada, dentes escuros, o que fazer para corrigir, uma vez que não disponho de dinheiro suficiente ? Enviei um comentário mas, achei melhor esclarecer minha situação.

    1. Maria, na Universidade eles podem ajudar você. Deixei o contato da UFG, ligue pra lá pra se informar sobre triagem e atendimento.

  9. Gostaria de fazer tratamento e implante dentário de graça por não dispor de condições financeiras necessárias para tal, moro em Goiás.

    1. Maria, não sei se você mora em Goiânia, mas se informe na UFG (Universidade Federal de Goiás), lá tem o curso de Odontologia, e os alunos atendem à população em geral nas clínicas. Tel: 62 3521 1000

  10. Cara Drª Ana, muito boa tarde, na verdade eu não tenho medo dos profissionais que cuidam da nossa saúde bucal, mas tenho verdadeiro pavor dos preços cobrados, principalmente no meu caso que sou um aposentado e normalmente não posso pagar os valores cobrados, tenho 67 anos e meus dentes que ainda restam, estão quase todos quebrados, recentemente fiz tratamento de canal e restauração em dois deles, cinco meses depois estavam quebrados, precisaria na verdade de implante geral, pois como a Srª sabe, na minha idade eles vão ficando fracos.

    Atenciosamente

    João David de Deus.

    1. João, faça como eu sugiro no post: procure atendimento em faculdades, associações e sindicatos. Nesses locais o valor cobrado é do custo do material, dependendo do caso, nem isso. O tratamento fica bem mais em conta.

  11. Ola, gostaria de saber pk minha lingua quando acordo ta amarela, eu escovo ela com a escova, mas agora não to conseguindo mais, passo a escova e doi a lingua la no fundo, o que eu faço?

    1. Davi, não é normal sentir dor ao escovar a língua. É possível que haja algum problema, como uma infecção fúngica ou língua geográfica, por exemplo. Sugiro que você procure um dentista assim que possível pra avaliar e tratar de acordo.

  12. Ola, como eu disse eu tenho dente quebrado com cheiro de podre, olhei no espelho, não tem resto de comida, tem uns negocios pretos nele, onde posso restaurar o meu dente gratis, eu posso fazer uma limpeza tbm?

  13. Tenho 55 anos e aos 10 anos perdi os quatro dentes superiores bem da frente porque meus pais não tinham condições de pagar um tratamento dentário, e devido uma dor de dente insuportável o dentista da cidade vizinha tirou meus dentes. Agora meus dentes estão amolecendo, um ja teve que ser retirado também e o dentista disse que a solução é um implante, como não tenho condições de pagar ele me aconselhou a procurar um serviço público. Por favor, se voces puderem me ajudar, pois estou ficando muito triste. Sou muito alegre e sorridente mas, com este problema, estou perdendo a coragem de sorrir, ficando a perceber pelas pessoas que me conhecem e me perguntar porque não consigo mais gargalhar. Obrigada.

    1. Vera, siga as dicas do texto… procure faculdades de Odontologia, sindicatos e associações. Nesses locais o tratamento é feito pelos alunos de graduação e especialização e muitas vezes não têm nenhum custo. Pelo seu IP vi que você está em Belo Horizonte… em BH tem a Universidade Federal de Minas Gerais, a São Leopoldo Mandic ([email protected] <-- e-mail para triagem de pacientes) e outras faculdades... informe-se.

  14. Eu fiz uma restauração mas com quinze dias ela caiu; estou desesperada e não sei o que fazer pois não consigo nem dormir; mas amanhã não vai dar pra mim ir no dentista, é este o motivo do meu desespero, mas vou depois de amanhã, é normal uma restauração cair tão rápido? Quando fiz ela, não precisou nem de anestesia pois segundo a doutora não precisava, mas eu não senti tanta dor… foi o meu dente da frente, mas a restauração caiu atrás dele, será que foi uma restauração mal feita? Pois a doutora fez as duas restaurações em 15 minutos?

    1. Angélica, pode acontecer. Me parece que a restauração era pequena, e restaurações pequenas têm mais dificuldade de retenção, e é preciso considerar o local, também, quanto mais exigido, maior a chance disso acontecer. Não dá pra afirmar pelo seu relato que a restauração foi mal feita. De qualquer forma, converse com a sua dentista pra ela resolver isso.

  15. Boa tarde.
    Tenho um dente da frente que foi restaurado, mas a restauração quebrou, ai meu dente ficou super mole. Uso aparelho, mas a dentista falou que tenho que colocar um pino por enquanto ate eu terminar o tratamento do aparelho.
    Gostaria de saber quanto custa pra por um pino?

    Obrigado.

    1. Sandra, depende de que tipo de pino é esse. Só pela sua descrição não sei dizer do que se trata. Pode ser um pino metálico + uma coroa provisória. Se for isso, é preciso considerar que há vários tipos, vários materiais e, portanto, vários preços.

  16. Meu, falam que é de graça mas quando chega no lugar é mentira, vc deveria dar graça pq tem muita gente que nao tem condicoes de pagar dentista, é muito caro. Meu dente entao claro assim e nosso imposto que a gente ja paga, vc tinha que parar disso dente. É importante sim, poderia ser de graça, quando chegar aí a 500 reais, aonde ja se viu isso, tem muita gente que tem condiçoes. Bjs mae, trabalha e fica com Deus, te amo e te amo negao.

    1. Tendi nada, Julia. Mas pelo menos o meu texto é claro: sugeri formas de reduzir custos. Fica a seu critério utilizá-las ou não. Negão? 😉

A área de comentários / perguntas está fechada. Agradeço a compreensão.

No plantão: Ana Tokus

Cirurgiã-dentista graduada pela Universidade Federal do Paraná, especialista em Radiologia Odontológica e Imaginologia pela ABO-PR, convicta de que medo de dentista se combate (também) com informação. Diva-Boss do OdontoDivas e autora do Blog Raios Xis. Twitter: @AnaTokus e @medodedentista