Tomo antidepressivo. Posso tomar anestesia no dentista?


Entre 10 e 25% das mulheres e 5 e 12% dos homens vão ter depressão um dia. Isso quer dizer que a quantidade de usuários de antidepressivos é crescente, e é certo que algum dia todo dentista vai atender um paciente que toma esse tipo de medicação. Portanto é essencial que o dentista conheça as interações medicamentosas entre antidepressivos e anestésicos locais, mais precisamente os vasoconstritores que os anestésicos possuem.

Só pra você entender: vasoconstritor é uma substância que a maioria dos anestésicos têm e que serve para aumentar o tempo de ação da anestesia já que, pela diminuição do calibre dos vasos sanguíneos, o líquido anestésico fica mais tempo no local em que foi injetado. É mais ou menos isso. 🙂

Antidepressivos e anestesia combinam?
Antidepressivos e anestesia combinam?

Quem toma antidepressivo pode ir ao dentista?

Não só pode como deve! É bem comum as pessoas acharem que ter certos problemas de saúde e/ou tomar alguns tipos de remédio são motivos pra não ir ao dentista. Em parte isso é desculpa pra não ir (CONFESSEM 😉 ), e em parte é por medo de alguma “reação”, principalmente na hora da anestesia.

O que eu quero deixar bem claro é: nenhum problema de saúde contraindica o atendimento do dentista, assim como nenhum remédio impede que você procure atendimento odontológico. Se você vai ou não se submeter a algum procedimento, já é outra história… cabe ao dentista, após examinar você e provavelmente fazer ou pedir outros exames (exame de sangue, radiografias, etc.), decidir. Se ele achar que é melhor não atender você ou aguardar um momento mais adequado, ok. Mas entenda: você não tem que fugir do dentista porque tem pressão alta, diabetes, toma antidepressivos ou tem unha encravada. O dentista sabe o que está fazendo e não vai colocar sua vida em risco por bobagem, ok?!

Quais os principais grupos de antidepressivos?

Inibidores seletivos de recaptação de serotonina (ISRS):

  • Fluoxetina (ProzacTM)
  • Paroxetina (PaxilTM)
  • Sertralina (ZoloftTM)
  • Fluvoxamina (LuvoxTM)
  • Citalopram (CelexaTM)
  • Escitalopram (LexaproTM)

Antidepressivos tricíclicos e inibidores seletivos de recaptação de norepinefrina:

  • Nortriptilina (PamelorTM)
  • Maprotilina (LudiomilTM)
  • Desipramina (NorpramineTM)
  • Amitriptilina (ElavilTM)
  • Clomipramina (AnafranilTM)
  • Imipramina (TofranilTM)

Inibidores de recaptação de serotonina e norepinefrina (IRSN):

  • Bupropiona (WellbutrinTM) – bloqueia a recaptação da dopamina e da norepinefrina
  • Duloxetina (CymbaltaTM)
  • Venlafaxina (EffexorTM)

Inibidores da monoamino-oxidase (IMAO):

  • Fenelzina (NardilTM)
  • Tranilcipromina (ParnateTM)
  • Selegilina (EldeprylTM)
  • Isocarboxazid (MarplanTM)
  • Moclobemida (ManerixTM)

Inibidores de recaptura/antagonistas da serotonina-2 (IRAS):

  • Mirtazipina (RemeronTM)
  • Trazodona (DesyrelTM)
  • Nefazodona (SerzoneTM)
  • Mianserina (BolvidionTM)

E pode tomar anestesia? Tem que ser uma anestesia “especial”?

As anestesias sem vasoconstritores são indicadas pra uma série de situações, mas não necessariamente para pacientes que tomam antidepressivos… depende do caso. Vasoconstritores simpatomiméticos (aqueles que “imitam” os efeitos da adrenalina) como a própria adrenalina, a noradrenalina e a fenilefrina, quando associados a anestésicos locais, podem potencializar os efeitos colaterais dos antidepressivos, principalmente tricíclicos e inibidores da MAO (*), sobre o sistema cardiovascular. Note que eu não estou dizendo que essa “mistura” pode matar, ou qualquer coisa assim… só que pode haver interação entre antidepressivos e anestésicos locais, e isso é relevante e deve ser levado em conta. Além disso há muitas drogas antidepressivas novas, com diferentes mecanismos de ação, sendo necessário mais pesquisas sobre o assunto.

E como é que você vai saber que tipo de antidepressivo toma e se pode tomar anestesia com vasoconstritor? Você não tem que saber isso… quem tem que saber é o seu dentista! Não é uma decisão que cabe a você e que você tem que levar pronta até o dentista. Informe que você toma antidepressivo (ou qualquer outro remédio) e confie nele. Simples assim. 😉

Leia uma ótima revisão de literatura sobre o tema: Antidepressivos e anestésicos locais: interações medicamentosas de interesse odontológico

Compartilhe:

Comentários via Facebook


Categoria: Anestesia | Analgesia | Sedação

Marcadores:

75 comentários

  1. Foi extraído um dente pre-molar que quebrou faz 1 ano… na época tomava olcadil 1 mg, quando foi aplicada a anestesia senti dor de cabeça que durou até mais ou menos 2h após o procedimento. Fiquei com tanto medo de dentista, pq foi um chamego na minha boca que passei uns 15 dias com a mandíbula doída, fisgadas no pé do ouvido… 🙁 e acompanhando tudo por aqui… faz uns 15 dias que fui ao dentista e iniciei um canal… doeu um pouquinho na segunda sessao… mas nada de mais… e sempre com anestesia. Minha dúvida é: já fui 3x e ainda nao terminou – está marcada a próxima sessão, e pq nao senti dor de cabeça com essas anestesias do canal… e na extraçao eu senti. Obs: nao estou mais fazendo uso do ansiolítico.

    Ah… e por causa da senhora estou perdendo o medo de dentista. Minha dentista é otima… rsrs

    1. Maria, que bom pode ajudar. 🙂 Difícil dizer o porquê… afinal de contas nem sabemos o motivo da dor de cabeça. Às vezes é só ansiedade, mesmo. Cada situação é diferente.

      1. Vale lembrar q troquei de dentista. Na extração foi um homem e agora estou com uma mulher… q são bem menos “malvadas” kkk

        1. Pode ter a ver com uma maior delicadeza da sua dentista, assim como por você estar mais à vontade ou sentir mais confiança nessa dentista. São teorias. 🙂

  2. Olá doutora. Tomo Donaren, Retard, Clonazepan, Neuleptil, Carbolitium. Fui fazer um tratamento de canal para tirar a dor numa restauração com infiltração. Ja fiz um procedimento e falta restaurar. Nesse procedimento a anestesia não pegava, tive que tomar as mais fortes que ela tinha e ainda senti dor, uma ou mais chegou até a doer o ouvido, ainda tenho que terminar a restauração, ver mais um dente com uma cárie grande, mas não sei… será que vai doer novamente desse jeito? Fiz o procedimento no sábado passado e era pra ter feito a conclusão na segunda, mas não fui por causa das dores das várias agulhadas ou algo assim. Obs. Cheguei na dentista uns dias antes para uma emergencia pois a dor nesse dente estava demais e andei com a gengiva inflamada. Podes me ajudar a saber o que aconteceu, etc? Desculpe por ter escrito tanto.

    1. Rogério, cada dente é uma situação diferente. Não é porque um doeu que o outro vai doer. Depende muito da profundidade da cárie, da inflamação da gengiva (se houver), etc..

  3. Olá Dra. Tenho 2 dentes na parte superior direita para colocar, pois quebraram. Como sei que o procedimento vai demorar um pouco, e sou ansiosa, trato de ansiedade com OLCADIL. Gostaria de saber se posso tomar antes da anestesia? Se, sim quanto tempo antes? Minha anestesia é sem vaso, já que trato de pressao alta, convulsão. Tomo carbarmazepina e fenitoina. Obrigada. Paula.

    1. Paula, na bula não consta nenhum alerta nesse sentido, então pode. Mas quem tem que decidir isso é o seu dentista, antes do atendimento. Informe ele que você usa essas medicações.

  4. Doutora, preciso extrair meu siso, mas estou tomando fluoxetina ha quase duas semanas, gostaria de saber se posso tomar anestesia ou devo parar com o remédio por três dias?

    1. Bárbara, pode sim. Se fosse necessário parar com a fluoxetina, seu médico é que teria que indicar isso, pois foi ele que prescreveu a medicação. Apenas informe o seu dentista de que você usa esse remédio.

  5. Olá doutora! Estou com uma duvida e com medo ao mesmo tempo rs. Faço uso do Cloridrato de Sertralina 50 mg e preciso fazer tratamento de canal e sei que é um inibidor da MAO. Corro algum risco? Ou posso fazer tranquilamente?

    1. Rafaelle, não se preocupe. Apenas avise seu dentista que você toma o Cloridrato de Sertralina. PODE HAVER alguma interação com o anestésico local, mas isso não quer dizer que sua vida está em risco ou algo assim. A interação é no sentido de potencializar os efeitos colaterais do antidepressivo. É só uma possibilidade, uma “advertência da bula”, digamos. Na maioria dos casos, não acontece nada relevante.

  6. Olá Doutora, faço uso do antidepressivo Pristiq (desvenlafaxina monoidratado) e preciso extrair um siso. Pode ocorrer interação medicamentosa com anestésicos?

    1. Na bula não consta nada nesse sentido, Mainara. O Pristiq é um inibidor seletivos da recaptação de serotonina e norepinefrina.

  7. Dra.
    Eu vou extrair um dente, e faço uso de 3 remédios controlados: Amytril 10 mg, Limbitrol e Diazepam 10 mg. Eu gostaria de saber quais os riscos de tomar anestesia. Eu fui ao dentista e o informei do uso dos remédios, mas ele disse que eu fosse falar com a medica que os receitou. Eu fiquei pensando: “Não era ele pra saber os procedimentos corretos?” Afinal de contas ele é o dentista. Acho que ele é um médico inexperiente. Fico no aguardo de sua preciosa resposta.

    1. Eu concordo com você, Wagner… não vejo razão pra perguntar para a médica sobre isso, a não ser que fosse necessário suspender alguma dessas medicações, aí quem teria que suspender seria quem prescreveu. Enfim… o Amytril é um antidepressivo tricíclico, então o anestésico local pode potencializar seus efeitos colaterais sobre o sistema cardiovascular. PODE, não quer dizer que vai. O Limbritol também tem efeito sedativo, e o anestésico local pode aumentar esse efeito, assim como acontece com o Diazepam, que é um calmante comumente usado na Odontologia, sem maiores problemas. Em resumo: pode haver interações medicamentosas sim, mas isso não quer dizer que você não possa ou não deva receber anestesia.

  8. Olá Doutora! Tomo mirtazapina (10 mg/dia) há 3 anos e precisarei fazer canal e implante. Queria saber sobre possíveis interações.
    Muito grata.

    Solange.

    1. Micael, em princípio não. A classe de antidepressivos que mais interage com anestésico locais é a de inibidores da MAO, e a Venlafaxina é um inibidor seletivo da recaptação de serotonina, como explico no texto.

  9. Olá!
    Minha mãe faz uso de Depakene (Divalproato de Sódio) e fez um procedimento com anestesia. Porém ela está com muito enjôo, ja faz dois dias depois da consulta e não passa.
    Tem alguma relação?
    Obrigada!

    1. Thaís, não consta nada da bula do Depakene sobre interação com anestésicos locais. Ou é coincidência ou o problema é a interação com algum outro medicamento.

  10. Ola dra. Gostaria de saber os riscos de extrair os sisos, faço uso do clomipramina e alprazolam, posso tomar anestesia ou e arriscado?

    1. Danubia, isso não é algo com o que você tem que se preocupar. Você tem é que avisar o seu dentista de que usa esses medicamentos e ele vai agir de acordo com isso. Não consta na bula qualquer interação do Alprazolam com anestésicos locais. Como enfatizo no texto, vasoconstritores simpatomiméticos, quando associados a anestésicos locais, podem potencializar os efeitos colaterais dos antidepressivos, principalmente tricíclicos e inibidores da MAO (a Clomipramina é um antidepressivo tricíclico). Então pode haver alguma interação, sim. Mas isso não quer dizer que é “arriscado”… apenas informe o seu dentista do uso desse remédio.

    2. Olá Dra. Tomo Sertralina 50mg e me falaram que faz mal para os dentes antidepressivos. Uma amiga me falou que sua colega tomava, não sei o nome do remédio, e perdeu os dentes. Tenho sentido uma pressão nos dentes depois que iniciei o tratamento, ainda não tem nem um mês. Prejudica a gengiva?
      Obrigada.

  11. Olá! Gostaria de uma orientação, tenho 18 anos e preciso arrancar um dente mas não consigo respirar direito quando estou nervosa. Tomo um remédio que contém jarsin, passiflora, valeriana e atenolol.

  12. Dra., eu tomo depakote er de 500mg há 6 meses e preciso de extrair os sisos. Mas eu tenho muito medo de passar mal!!! Eu posso tomar anestesia??

  13. Drª boa tarde, gostaria de saber se há interação entre o anticoncepcional e a anestesia no dente… posso levar anestesia mesmo tomando anticoncepcional?

  14. Dra. Ana, boa noite! Tomo antidepressivo Escitalopram há 1 mês, e não sei até quanto tempo vou continuar tomando. Tenho depressão, toc e ansiedade grave, uso aparelho ortodontico e vou precisar fazer uma restauração no dente de baixo, o último, não é o siso, é restauração velha, escura e com cárie, e também vou fazer cirurgia de 2 sisos, vou precisar tomar anestesia nos 2 casos, estou com medo de fazer a cirurgia e até a restauração por causa da anestesia e o antidepressivo. Pois vi na TV uma garota que faleceu tomando antidepressivo. Estou com muito medo, talvez troque para o Espran. Obrigada.

    1. Isis, o Escitalopram é um inibidor seletivo da recaptação de serotonina, portanto não faz parte da classe de antidepressivos que fazem interação relevante com anestésicos locais. Fique tranquila, apenas deixe seu dentista ciente de que você usa essa medicação, é importante que ele saiba.

  15. Doutora, boa noite. Há mais de 20 anos sofri um choque anafilático com medicamentos. Hoje tenho 50 anos e preciso extrair um dente mas morro de medo da anestesia, já fiz tratamento dentário depois disso com anestesia e deu tudo certo. Mas com o passar dos anos e por eu ser muito nervosa e ansiosa tenho muito medo da anestesia. Não tenho problema cardíaco e nem pressão alta graças a Deus, meu problema é meu nervosismo. Por favor me ajude. Obrigada.

    1. Lazara, choque anafilático é algo que não se prevê. O importante é estar preparado para lidar com ele se ele acontecer. A ocorrência de qualquer tipo de reação à anestesia odontológica é rara, ela é MUITO segura. Procure confiar no seu dentista, não é porque uma vez você teve choque anafilático que um dia você terá novamente.

  16. Tomo ansiolitico Lorazepam uso continuo. Posso tomar anestesia ? No laboratorio me disseram que tem interacao, ja na bula do remedio, não. Estou com medo, tenho que fazer um canal urgente. Muito obrigada!

    1. Não há necessidade de anestesia especial, Elaine. Não há nenhuma interação medicamentosa relevante entre o Lorazepam e anestésicos locais. Apenas informe o seu dentista de que você toma esse remédio. Confie nele.

  17. Boa tarde doutora, vou extrair um dos sisos que esta infeccionado semana que vem dia 22/06/16, estou tomando cefalexina e nimesulida, mas acontece que tomo regularmente alprazolam 1 ml por causa da ansiedade e não mencionei a minha dentista sobre isso… gostaria de saber se tem problema tomar anestesia e se eu vou ter reação por causa do alprazolam?

    1. Então mencione, Marcelle. Sua dentista precisa saber de TUDO. Não consta na bula qualquer interação do Alprazolam com anestésicos locais.

  18. Bom dia, Doutora.
    Parabens pelo site… amei! Bem esclarecedor.

    Doutora, por favor me tire algumas duvidas q estao a me tirar o sono.

    Vou relatar um pouco o q aconteceu: eu passei a semana toda com o siso doendo bastante e com o rosto inchado. Fui na dentista na quinta e ela me passou 5 dias de amoxilina e jateamento com um enxaguante da colgate. Nao tava mais aguentando de dor e procurei um dentista (nao tenho referências) no sábado que optou por extrair. Nao deu para conversar que medicamentos tomava ja que foi assim rápido.
    Pois bem, eu faço uso de paroxetina e anticoncepcional de uso continuo (sem pausa).
    Fiz a extração no sabado e fiquei com receio de tomar a paroxetina, nao tomando por 2 dias apenas. Apos a extração posso toma-lo normalmente?
    E sobre o anticoncepcional, a amoxilina corta seu efeito a ponto de voltar a “menstruar” (escapes)? Pois ontem comecei a “menstruar” com muito fluxo e fortes cólicas. Acabei tomando hoje 4 ac pra tentar estancar esses sangramentos. Isso teria relação com o uso do antibiotico ou alguma complicação pos extração?

    Outra coisa doutora, estou tomando em intervalos de 5h paracetamol desde da consulta da quinta… Será que pode tanto tempo assim? O medico apenas me disse pra usar os medicamentos que eu ja tava tomando fazendo total de 5 dias (no caso, quinta ate hoje, terça).
    Mas continuo com fortes dores no dente (doendo bastante o ouvido) e agora essas colicas. Posso tomar o paracetamol por mais tempo?

    Mais uma duvida. Estou tendo diarreia de aspecto verde… isso é consequência dos medicamentos ou alguma infecção?

    Ficarei super grata com seu esclarecimento.
    Obrigada.

    1. Aurea, você nem devia ter interrompido o uso da paroxetina. SEMPRE há tempo de conversar sobre a medicação que o paciente usa continuamente antes de uma cirurgia, você deveria ter informado ao seu dentista. Sim, o antibiótico pode “cortar” o efeito do anticoncepcional a ponto de você menstruar, e a diarreia provavelmente é efeito colateral do antibiótico, também. Tome a medicação pelo tempo prescrito pelo dentista.

  19. Bom dia, dra?
    Minha pergunta é a seguinte:
    Estou com curativo no primeiro molar. Por sinal, esses dias estava mastigando e ele quebrou um pedacinho. Sera necessario canal? Ele é uma restauraçao bem grande, mas nao dói (graças a Deus).
    Tenho muito medo de tomar anestesia. Toda vez passo muito mal, pois baixa muito minha glicemia. E tbm agr tomo ASSERT 50. Tenho mais receio por interaçao medicamentosa.
    Obgd desde jaaa…
    Otima semana !!!!

    1. Ana, o fato de ter “quebrado um pedacinho” (do dente? do curativo?) não leva diretamente à necessidade de tratamento de canal. Mas é essencial que você restaure esse dente adequadamente, não dá pra ficar “pra sempre” com o curativo. A Sertralina, segundo a bula, não tem interação relevante com anestésicos locais.

  20. Olá, eu tomo Roxetin 30mg e preciso arrancar o siso. Tem algum problema tomar esse remédio no dia da cirurgia? Será q faz mal com a anestesia? Morro de medo pq vi uma reportagem de uma moça que morreu ao arrancar o siso e ela tomava esse mesmo remédio, deu um efeito lá com a anestesia. Queria saber se corro algum risco. Me responda por favor!

    1. Priscilla, o princípio ativo do Roxetin é o cloridrato de paroxetina, um inibidor seletivo de recaptação de serotonina. Como enfatizo no texto, vasoconstritores simpatomiméticos, quando associados a anestésicos locais, podem potencializar os efeitos colaterais dos antidepressivos, principalmente tricíclicos e inibidores da MAO (o que não é o caso do Roxetin). Fique tranquila, apenas informe seu dentista de que você toma esse remédio de forma contínua.

  21. Olá, eu tomo fluoxetina. E vou retirar meus 2 dentes do siso amanhã. Tem algum risco de reação a anestesia causado pelo remédio q tomo?

    1. Em princípio não, Bianca. Os grupos de antidepressivos que interagem com anestésicos locais são os tricíclicos e os inibidores da MAO. A Fluoxetina é um inibidor seletivo de recaptação de serotonina.

  22. Dra., quais os sintomas quando atinge a polpa? E dentina é grave?
    Se for na dentina então nao preciso de tratamento de canal?
    Obrigado.

    1. Depende da pessoa… geralmente dor espontânea. Algumas pessoas não sentem nada. A maioria das cáries é em dentina, então pode ser grave (profunda) ou não (rasa). Uma cárie em dentina pode ou não levar a um tratamento de canal, não é assim tão exato… aí é que entra o dentista pra considerar os sintomas do paciente e os exames (exame clínico, anamnese – as perguntas que o dentista faz -, radiografias, etc.) e indicar o tratamento de canal ou não. No seu caso, pelo seu relato, parece que não é o caso. Mas não adianta a gente ficar “achando”… procure um dentista pra avaliar e tratar de acordo.

  23. Dra, quais os sintomas de carie na dentina? Como é esse tipo de carie?
    O dente doi quando coloco a lingua onde caiu a obturacao e tem carie, deve ser porque pressiona?
    Passei o dia lendo varias coisas, e fico muito confusa com tudo.
    Espero ser mesmo tudo isso, é muita aflicao nao saber, eu quero que seja so isso mesmo. Fico desesperada.
    Eu pensei que fosse na dentina mesmo, de certeza? Carie na dentina nao precisa de tratamento de canal?
    Ainda bem nao doi quando nao é estimulada.
    Sou de SC, senao eu consultaria agora com voce pra acabar com isso (veja o desespero).
    Por enquanto é isso.
    Me responde as duvidas, estou desesperada.
    Obrigado.

    1. L, CALMA. Os sintomas de cárie na dentina são esses que você relata (sensibilidade ao frio, dor à pressão). A dentina é o tecido que fica embaixo do esmalte e por cima da polpa, que é o “nervo” do dente. Cárie na dentina não é motivo, em si, pra tratamento de canal… já se a cárie fosse mais profunda, atingindo a polpa, seria. Vá amanhã ao dentista, ok?! E agora eu vou passear, que hoje é domingo. 😉

  24. Dra, eu fico desesperada porque caiu a obturacao e se formou uma carie, que doi quando estimulada por algum objeto, mas logo passa. O fato da carie e essa dor quando estimulada, eu nao gosto. Dra pode ser que tipo de carie? Na dentina? Ou o que? Qual o procedimento do dentista?

    Esqueci de comentar, eu descobri a dor porque mordi algo esses dias, mas a dor e como falei, passa logo.
    Obrigado.

  25. Dra, quando é necessario o tratamento de canal?
    Como sao as dores de quem precisa?
    No meu caso, eu nao sinto dor quando tomo algo quente, mas eu fico meio desesperada porque quando eu me mexo no dente, com algum objeto (sim, eu estou muito preocupada, desesperada) ele doi, mas nao demora nada, passa.
    Obrigado pelas respostas, essa semana vou na dentista.

    Li sua resposta, mas caiu a obturacao do dente, e tem uma carie, onde doi, quando estimulada, mas logo passa, como eu contei. Nao precisa de tratamento de canal mesmo?
    Obrigado

    1. A presença de dor não é um bom parâmetro pra determinar se um dente precisa de tratamento de canal, pois até um dente sem qualquer dor pode ter indicação de tratamento de canal. Mas quando há dor, geralmente essa dor é espontânea (o que não é o seu caso), ao quente (o que não é o seu caso) e demora pra passar (o que não é o seu caso). Portanto, baseada na sua descrição, não me parece que seja necessário tratar o canal.

  26. Ola!
    Gostaria de saber se preciso de tratamento de canal.
    O meu dente caiu a obturacao e se formou uma carie, ela so doi quando estimulada, quando bebo agua gelada eu sinto a agua, mas passa.
    Nao sinto dores, so quando resolvo “mexer” no dente com algo.
    Queria que me respondesse.
    Obrigado.

    1. L, em princípio não. Seu dente só está doendo pela falta da restauração, pois o “nervo” está mais exposto aos estímulos do meio bucal. Fazendo uma nova restauração, o problema deve se resolver. Procure um dentista pra avaliar e tratar de acordo assim que possível.

  27. Boa noite doutora, minha pergunta não tem a ver com o post, mas tô com uma dúvida, há um mês mais ou menos fiz uma restauração com resina e não senti nada no dente, ficou tudo bem, mas há alguns dias sinto o dente sensível ao gelado e ao quente, li algumas coisas que dizem ser normal restauração com resina em alguns casos o dente ficar sensível, gostaria de saber se é verdade e o que devo fazer, desde já agradeço.

    1. É comum que haja alguma sensibilidade, sim, Fernanda… por até 30 dias. Mas sensibilidade ao quente não é normal, não… pode revelar um problema de canal. Sugiro que você procure seu dentista pra reavaliar.

  28. Meu filho tem 2 anos e está com uma carie no molar, a dentista sugeriu colocar uma massinha por cima que libera fluor e estabiliza a carie, esse tratamento é eficaz?

    1. Sim Dani, é uma estratégia muito comum e válida em dentes de leite. Essa “massinha” se chama “ionômero de vidro”.

  29. Doutora,
    Há uma pequena mancha branca no canto de 2 dentes meus. Escovo regularmente e uso o fio dental também. O que pode ser? E poderá sumir com o passar do tempo?

    1. Vinicius, mancha branca pode ser cárie inicial… mas pode ser só uma mancha, mesmo. Sumir é difícil. Procure um dentista pra avaliar pois, se for cárie, é preciso tratar.

A área de comentários / perguntas está fechada. Agradeço a compreensão.

No plantão: Ana Tokus

Cirurgiã-dentista graduada pela Universidade Federal do Paraná, especialista em Radiologia Odontológica e Imaginologia pela ABO-PR, convicta de que medo de dentista se combate (também) com informação. Diva-Boss do OdontoDivas e autora do Blog Raios Xis. Twitter: @AnaTokus e @medodedentista