Não Se Case Com Sua Escova de Dentes!


Escovar os dentes. Um hábito simples, eficiente e… negligenciado. O ato de escovar os dentes proporciona muito mais do que bom hálito. É uma questão de higiene, portanto, colabora com a saúde. E não só a saúde bucal. Aliás, que mania é essa de separar as “saúdes”? Ou sua boca é um ser autônomo? (desculpa aí se você usa dentadura…) 😛

Escova de dentes BEM usada
Escova de dentes BEM usada

Por que escovar os dentes é importante?

Quando você come, seus dentes se sujam. Você percebe isso porque fica uma camada áspera sobre eles. Essa camada é a placa bacteriana. A placa bacteriana é composta por bactérias, resíduos alimentares, açúcares e otras cositas más. Existem bactérias específicas que causam cáries, entre elas a mais famosa é o Streptococcus mutans. Esse bichinho safado microrganismo faz a festa em ambientes ácidos, exatamente o que vira a sua boca quando você come muitos alimentos ricos em açúcar. Ele metaboliza esses açúcares e desencadeia a desmineralização dos dentes, ou seja, a cárie. Ah, uma curiosidade: etimologicamente, a palavra cárie significa “material podre”. Então, quando aquele paciente gentleman chega dizendo “Doutor, meu dente tá podre!”, ele tem razão. 🙂

Pra deixar as bactérias “menos confortáveis”, o negócio é caprichar na escovação. Quando você escova os dentes, “bagunça a casa” delas. Mas não basta só escovar rapidão, de qualquer jeito e de vez em quando. Tem que ter disciplina e técnica.

Quando é hora de trocar a escova de dentes?

Um estudo realizado pela Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (ABIHPEC) revelou que o brasileiro troca de escova de dentes em média a cada 18 meses. Um ano e meio! É muito. Não consigo nem me imaginar usando a mesma escova de dentes por tanto tempo. Use o bom senso, né?! Quando a sua chegar no estado dessa da foto, já passou do dia de trocar há uns 2 anos 🙂 .

Qual escova de dentes comprar?

Eu falo mais especificamente sobre isso no post qual é a melhor escova de dentes?, mas na hora de comprar sua próxima escova de dentes, ela deve:

  • Ser macia. “Ah, mas macia parece que não limpa”. Limpa sim. E como brinde, não destrói a sua gengiva.
  • Ter a cabeça pequena, pra alcançar todos os cantinhos.
  • Ser trocada no primeiro sinal de “cansaço” (cerdas tortas).

E, compre uma escova de dentes barata! Não precisa ser “daquela marca”! Sabe aqueles pacotes compre 2 e leve 3? Se as escovas tiverem as características acima, tá valendo! Quando você compra uma escova muito cara, tem pena de jogar fora… e não entre nessa de marcar data pra substituir a sua. Tipo, “você deve substituir a sua escova a cada 45 dias”. Isso não existe. Olhe pra cara dela e, se não gostar do que estiver vendo, LIXO! Mais duas dicas: lave bem e seque a sua escova após o uso e não a abafe com protetores. Isso diminui a possibilidade de bactérias virem morar nela, já que o ambiente ideal para a proliferação desses serzinhos é o quente, úmido e abafado.

* * *

Aí vem um cidadão e diz que “não precisamos escovar os dentes”. O autor da declaração é ninguém mais, ninguém menos, que Paul Warren, o vice-presidente de assuntos sobre a saúde bucal da P&G, grupo que controla a marca Oral-B. Recomendo que você leia até o fim a entrevista dada à revista Veja. Só pra adiantar, ele diz isso baseado em um estudo onde, durante dois anos, os voluntários não escovaram os dentes, apenas fizeram bochechos com enxaguantes à base de clorexidina, um antisséptico bucal eficientíssimo e famoso por provocar manchas nos dentes e alteração de paladar quando usado de forma contínua. Ah, e clorexidina não limpa ENTRE os dentes. Ponto para o fio dental! 🙂

Compartilhe:

Comentários via Facebook


Categoria: Higiene Bucal

Marcadores:

11 comentários

  1. Me lembro de ter lido em algum lugar que é bom trocar a escova de dente após se curar de uma gripe ou infecção de garganta.
    Isso confere ou escaldar com água quente resolve?

    1. Carol, faz muito sentido, pra se evitar uma recontaminação através das bactérias presentes na escova. A água quente vai promover uma desinfecção (eliminação de boa parte das bactérias), sem dúvida, mas não uma esterilização (eliminação de todas as bactérias).

  2. Gostei muito, estou dando mais valor ao meu dinheiro sem deixar a higiene bucal, eles criam escovas e tentam nos passar uma imagem que mais parece que estamos comprando um carro, que loucura. Outra coisa, eu aprendi bem cedo que casa com família grande ou muitas visitas não devemos deixar a nossa escova no banheiro, descobri isso depois que acordava e a minha escova estava molhada, kkkkk…

    E a propósito a entrevista do Paul foi mal interpretada, ele não disse para deixar de escovar os dentes, ele falou sobre pacientes que não podem, e que o teste se mostrou eficaz no controle das bactérias, ele falou exatamente que seria preciso uma arcada dentária perfeita para não precisar de fio dental. A revista Veja que para chamar atenção colocou esse título, ele também disse que traz vários problemas como contribuir para as manchas…

  3. Não sou de recomendar escovas… Sempre perguntam pra gente: “Dr(a). qual escova o/a Sr(a) recomenda? Oral-B, Colgate?…

    Eu sempre dizia o que li uma vez no início de um dos capítulos do Lindhe: A melhor escova é aquela que é melhor utilizada!

    Mas acho que a partir de agora vou recomendar uma escova que, na minha opinião de sonhador, pode ser utilizada se o paciente tiver consciência ecológica: É a Reach Eco da colgate… Não tem nada demais em tecnologia de limpeza e remoção da placa, mas é feita de plástico reciclado e é tabelada pela própria fábrica em R$ 1,49. É a primeira vez que gostaria de parabenizar uma empresa de escovas. Infelizmente o parabéns não é tanto, pois não foi gasto com marketing dessa escova o necessário para que seja conhecida e vendida em todas as farmácias… E por ser tabelada, deve inibir a venda devido ao baixo lucro das farmácias e supermercados. E, realmente, não a encontro em todos os lugares. :/ Pior ainda: no site não é vendido para dentistas como as outras escovas…
    Ahhh! As cerdas não são recicladas! Não se preocupem é apenas o cabo que é… 😀 Não pelo problema de higiene, claro, mas pela qualidade do material para remoção de placa… Uma vez reciclado, o plástico está “livre” das bactérias do antigo dono… Desculpa pela propaganda não paga, Ana, mas acho que nesse caso é válido… 😀

    1. Imagina, Sérgio! Quando a coisa é boa tem que fazer propaganda mesmo!

      E concordo em número, gênero e grau com você: “a melhor escova é aquela que é melhor utilizada”. That’s it. 🙂

  4. >Definitivamente, excelente analogia com a vassoura. Eu faço coisa semelhante quando tento explicar que devemos escovar os dentes não apenas após as três refeições principais diárias e sim após cada ingestão de alimento,seja uma lasanha ou uma bala soft. "Se você varreu a cozinha às 6 da manhã e alguém derruba uma jarra de suco no chão às 7, você vai esperar dar meio dia para limpar novamente?"

    Estou iniciando um blog para dentistas concurseiros. Querendo uma parceria, estamos à disposição!

    Abraços a todos!

  5. >Oi Ana, somente hoje fiquei sabendo do seu blog, devido a sua entrevista no Ortodondia para… muito bom, tanto a entrevista quanto o blog. Tb tenho um blog, no qual me arrisco de vez em quando. Vou te linkar por lá. Abraços e bom final de semana.

  6. >Fabrício… se a patroa lê isso é sofá procê! 😛

    Gustavo… genial a analogia da vassoura. Eu devia ter pensado nisso antes… 🙂

  7. >Sempre brinco com as mães: "Por que a senhora compra uma vassoura nova pra sua casa?"
    Elas logo respondem: "Porque a velha não limpa mais nada, ué!"
    Então, encerro o assunto: "Pense que a escova de dentes é a 'vassoura' da boca. Quando velha, também não limpa mais nada!"

    Texto super educativo, Ana! Parabéns!

A área de comentários / perguntas está fechada. Agradeço a compreensão.

No plantão: Ana Tokus

Cirurgiã-dentista graduada pela Universidade Federal do Paraná, especialista em Radiologia Odontológica e Imaginologia pela ABO-PR, convicta de que medo de dentista se combate (também) com informação. Diva-Boss do OdontoDivas e autora do Blog Raios Xis.

Twitter: @AnaTokus e @medodedentista