Grávida pode ir ao dentista?

Gestante no dentista

Há algum tempo o Dr. Sérgio Braga da Cruz nos falou sobre os efeitos da gravidez no organismo da gestante, principalmente das consequências bucais da gestação. Aquela história de “a cada filho vai-se um dente” é coisa do passado e qualquer interferência hormonal nas condições bucais da mulher durante a gravidez pode ser controlada com medidas preventivas. E sabe qual é a melhor forma de prevenir? Indo ao dentista!

Pode ou não pode ir?

Não só pode, como deve! Existe uma grande penumbra acerca do tratamento odontológico durante a gravidez, e diz a lenda que é proibido realizar qualquer procedimento no dentista quando se está esperando um bebê. Não, não é. Taí um momento ótimo pra você procurar seu dentista e manter a saúde em dia. O aumento da vascularização e da permeabilidade da gengiva durante a gravidez, por exemplo, podem deixar a gengiva mais vulnerável ao ataque bacteriano e facilitar a ocorrência de sangramento. Se a mulher descuidar com a higienização durante esse período, a probabilidade de se instalar um problema gengival ou periodontal é maior. Por isso é importante que haja avaliações odontológicas periódicas. Grávida, vá ao dentista!

Pode extrair dente? E fazer tratamento de canal?

A dúvida maior que as pessoas têm não é nem com relação a uma visita de rotina ao dentista, mas aos procedimentos mais invasivos, como extrações e tratamentos de canal. A gravidez, em si, não contraindica esses procedimentos. Apenas prefere-se, por uma questão preventiva, não submeter a mãe e o bebê a tratamentos que possam ser adiados.

E se a gestante estiver com dor?

Nem sempre um tratamento pode ser adiado. Aí é urgência, e urgência não admite espera, até porque passar dor ou manter uma infecção no seu organismo durante a gestação certamente é mais prejudicial do que qualquer atendimento pelo qual você venha a passar. Quando dói alguma coisa ou o dente da frente quebra e deixa a pessoa “banguela”, tem-se uma urgência. E se uma gestante estiver com dor de dente ou quebrar o dente da frente, faz-se o quê? O óbvio: procura-se o dentista e faz-se o tratamento necessário. Mas não vai fazer mal para o bebê? Não. Você acha que seu dentista submeteria você e seu bebê a um risco desnecessário? Pode confiar!

Grávida pode tomar anestesia?

Sem dúvida que pode! Se há dor e urgência no atendimento, não há absolutamente nada que justifique não usar anestesia. A anestesia odontológica é local e muito segura. Se ela não faz mal pra você, por que faria para o bebê? Além disso, existem opções de anestésicos de uso específico para gestantes (prefere-se a lidocaína em vez da prilocaína ou da mepivacaína). (FERREIRA, 1998)*

Grávida pode fazer raio X?

Pode, mas não deve. É aquela história: precaução. Embora o feixe de raios X passe longe da barriga quando se faz uma radiografia no dentista e a paciente use um colete de chumbo durante a tomada radiográfica, se der pra evitar, melhor. Por isso é que não se costuma fazer tratamentos de canal durante a gravidez, o que exigiria algumas radiografias. Mas isso não quer dizer que aquele seu dente com uma cárie enorme, que já deu canal, deve ficar aberto aguardando o bebê nascer. Limpá-lo e fazer um curativo seria uma ótima ideia, para diminuir a chance de uma infecção ainda pior.

Qual a melhor época da gravidez para ser atendida pelo dentista?

A melhor época para uma grávida se submeter a um tratamento odontológico, se necessário, é o segundo trimestre, ou seja: 4o, 5o e 6o meses de gestação. Mas a época certa de procurar o dentista é qualquer uma! A questão é: você não deve ficar em casa sofrendo e se perguntando se deve ir ao dentista. Se o tratamento do qual você precisa será feito de imediato ou se será realizada uma ação paliativa (um curativo, por exemplo) visando aguardar um melhor momento para o tratamento em si, é uma decisão conjunta entre você e seu dentista. Se houver necessidade de opinião ou liberação médica, o próprio dentista requisitará que você procure seu médico obstetra para isso.

Assista uma reportagem sobre o tema:

E sobre tratamento ortodôntico na gravidez, você lê no Ortodontia Para Todos

(*) FERREIRA MBC. Anestésicos locais. In: Fuchs FD, Wannmacher L (eds). Farmacologia clínica. Fundamentos da terapêutica nacional. Rio de Janeiro, Guanabara Koogan, 1998. p.15-64.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

No Plantão: Ana Tokus

Cirurgiã-dentista graduada pela Universidade Federal do Paraná, especialista em Radiologia Odontológica e Imaginologia pela ABO-PR, convicta de que medo de dentista se combate (também) com informação. Diva-Boss do OdontoDivas e administradora da OdontoPédia. Twitter: @AnaTokus e @medodedentista Veja todos os posts de Ana Tokus
Postado em: Mitos da Odontologia, Periodontia | Marcadores: , , , ,

34

  1. No caso de uma urgencia em uma paciente gravida, em que se realize pulpectomia, qual os medicamentos que devo prescrever como antinflamatorio e analgesico!?

    • Marc, se a bula não indica um risco específico associado à gravidez, pode-se utilizar os medicamentos “de costume”. Todo remédio vem com aquele alerta clássico às gestantes: “não utilizar sem o conhecimento do seu médico ou cirurgião-dentista” ou “usar apenas por períodos curtos durante a gravidez”. Para esses, é uma questão de bom senso e de relacionar com o exame clínico e anamnese.

  2. Parabéns pelo belíssimo texto Dra! Tirou todos os mitos que envolvem a ida ao dentista durante a gravidez!

    Vou deixar o link do meu post “Durante a gravidez posso fazer tratamento ortodôntico!” ok? http://dente.me/RiKevc

    • Claro! Seu post é ótimo e tem tudo a ver com o assunto! Vou acrescentar ao texto, ok?! :)

  3. Quanto à medicação de gestantes, prefiro solicitar parecer médico. Uma paciente tomou Nimesulida (por conta própria) e teve ressecamento de líquido amniótico. Mesmo sem saber se existe uma relação direta, prefiro uma opinião médica. Normalmente só prescrevo paracetamol e peço o parecer. =)

  4. Muito interessante o texto, parabéns!
    Descobri minha gravidez ontem e acredito que tenha ficado grávida “sem querer” no meio de um tratamento dentário (troca de restaurações, com anestesias), bem entre duas consultas. Ia começar o tratamento para engravidar pois tinha sido diagnosticada com síndrome de ovários policistícos após o tratamento dentário e eis que ontem me deparo com um positivo no beta HCG. Mesmo o texto tendo me tranquilizado um pouco sinto um pouco de culpa… Será que prejudiquei alguma coisa sendo tão no início??? Obrigada!

    • Márcia, parabéns :)! Pode ficar tranquila… os anestésicos locais são muitos seguros e não há nenhuma relação conhecida entre eles e más formações fetais. Deixe de lado essa culpa!

  5. Adorei… é com esse enfoque que tento conscientizar minhas pacientes sobre o pré-natal odontológico…

  6. Eii estou de 12 semanas de gestação, tenho que fazer um canal urgente, to com medo da anestesia.

    • Miriam, se for mesmo necessário fazer o atendimento agora, o seu dentista vai orientar você. Não é preciso temer a anestesia, não há qualquer evidência que sugira que ela possa prejudicar o bebê.

  7. Boa tarde Sra. Ana,
    Agradeço que me esclareça o seguinte:
    Minha irmã que está com 4,5 meses de gravidez e tem abscesso causado por um dente que se encontra partido. O médico recomendou uma extração. Ela não é hipertensa nem diabética. Pode extrair?

    • Renato, eu acho que no caso dela, considerando que ela está no segundo trimestre da gestação (o momento ideal pra qualquer intervenção do dentista) e um abscesso representa uma infecção importante, ela pode extrair, sim. Vai ser melhor pra ela e para o bebê.

  8. Este tipo de información es muy importante y bienvenida siempre, para descartar muchos mitos que existen alrededor de este tema (atención odontológica a gestantes)… muchas gracias.

    Moyobamba-Perú

    • Gracias por el comentario, Edwin. Es bueno saber que los peruanos leen también el Blog Medo de Dentista. :)

  9. Olá Ana!
    Estou grávida de 16 semanas e tenho que fazer um canal. Estou preocupada pois as pessoas ficam falando que não se pode mexer no nervo do dente por causa do bebê, além do mais não poderia estar tomando ANESTESIA e muito menos fazer RAIO X dentário. O que é que devo fazer?! Não quero sentir novamente dor de dente pois fui parar numa emergência e agora estou com um curativo. Me ajude…

    • Marcela, você está com dor de dente no momento? Se não estiver, o ideal é aguardar o nascimento do bebê pra tratar o canal, ficando apenas com o curativo até lá. A anestesia, em si, não é problema, não há comprovação alguma de que uma anestesia local possa causar qualquer problema pra você ou pro bebê (considerando que sua saúde geral está ok). Já no caso de tomadas radiográficas é melhor evitar, a não ser num caso de extrema necessidade. Enfim, você está no segundo trimestre, que é a época ideal em caso de necessidade de intervenção odontológica mas, em se tratando de um tratamento de canal, que é um procedimento que necessita de radiografias, é melhor adiar.

  10. Oi Ana!
    Muito obrigado pelas informaçoes valiosas, só que infelizmente estou começando a sentir o dente pulsar e tudo indica que ele vai começar a doer novamente. Tratar um canal agora com 16 semanas seria prejudicial pro meu bebê? Tô aflita com essa situação, devo ou não devo fazer o canal?!

    • Marcela, se a situação é de urgência, a coisa muda de figura. Não é porque você está grávida que você tem que ficar sofrendo e mantendo uma infecção no seu organismo (até porque isso faria mais mal pra você e pro bebê do que qualquer risco eventual que um tratamento de canal traga). Em princípio, nesse momento, eu apenas trocaria o curativo, deve aliviar a sua dor. O problema do tratamento de canal é a necessidade de radiografias, o que é contraindicado no seu estado. Agora, opinando sem levar muito a sério a conduta oficial ;), se você estiver usando colete protetor durante as tomadas radiográficas não há chance dos raios X passarem nem perto da sua barriga. Se eu estivesse grávida e precisasse de radiografia, faria numa boa. Aí vai de você e do seu dentista conversarem e decidirem o que fazer.

  11. Olá, boa tarde Dra. Ana… Estou com duvidas em relação a extração, e preciso de uma ajudinha sua. Algum tempo atras eu fiz um canal em um molar, só que ele quebrou todo e está exposto (aberto), e ta doendo muuuito, não durmo direito de tanta dor. Estou gravida de 20 semanas, devido a boatos de que extrair dente por causa da anestesia pode de algum modo fazer mal para o bebê, por me fazer liberar adrenalina, que pode causar ate aborto. Eu tenho um certo receio quanto a isso. O que me diz? Posso mesmo extrair sem preocupações?

    • Thayna, em caso de necessidade a gestante pode receber atendimento odontológico. E a melhor época pra isso é justamente o segundo trimestre da gestação, que é o seu caso. Minha sugestão é que você procure um dentista pra avaliar, ele lhe informará sobre a necessidade de alguma intervenção (a extração, inclusive). Se preciso, seu dentista pode conversar com seu obstetra, também. Quanto à anestesia, ela é MUITO segura. Não há qualquer estudo (que eu conheça) que relacione a anestesia odontológica com a ocorrência de aborto.

  12. Estou com um dente para arrancar, mas estou em uma época que estou tentando engravidar, caso eu esteja grávida em menos de uma semana de gravidez posso arrancar esse dente normalmente ?

    • Sim Krys, pode. Mas procure resolver isso assim que possível, aí esse tipo de preocupação não será mais necessária. :)

  13. Olá. Estou ha mais ou menos 3 semanas sentindo uma dor insuportável na gengiva (não sei bem definir se é na gengiva ou nos dentes). Já conversei com o GO e ele me mandou ao dentista, fui ao dentista e ela olhou e não quis mexer, disse pra esperar o bebe nascer! Me passou um remédio por 4 dias (Toragesic), mas como todos os outros remédios não posso usar por muito tempo. Estou de 30 semanas e ninguém quer me atender, não sei mais o que fazer com tanta dor e agonia que sinto.

    • Fernanda, antes de qualquer coisa é preciso descobrir o porquê da sua dor… se é na gengiva, se é nos dentes (e se for, em qual / quais) e qual a causa. Não consigo nem sugerir alguma coisa sem essas informações. É preciso investigar melhor.

  14. Olá, estou grávida de 35 semanas, e um dente do siso superior quebrou e esta doendo, acredito que inflamou. Eu estava começando as consultas para a extração dos sisos quando engravidei, com isso, resolvi esperar o nascimento, mas agora estou com dor. Devo fazer a extração ?
    Obrigada

    • Jaqueline, se houver indicação de extração dos sisos, você deve extrair, sim. Porém seu bebê já está quase nascendo, não é uma boa hora pra fazer isso. Converse com seu médico e com o seu dentista pra que eles prescrevam medicações adequadas para o controle da dor / inflamação / infecção e, após o parto e a sua recuperação, você faz as extrações.

  15. Boa tarde doutora Ana Tokus, primeiramente quero agradecer por ter tirado tantas dúvidas com essas informações. Preciso de sua ajuda para esclarecer uma dúvida, estou tentando engravidar há dois anos e atualmente estou fazendo tratamento, porém estou com um dente (37) que foi refeito um canal sem sucesso, pois fraturou. Fui encaminhada para extração, pois não tem mais jeito, e ha três meses que estou tomando medicamentos para dor. Estou com medo de extrair pois faltam 4 dias pra eu confirmar se consegui ou não engravidar. A minha pergunta é: posso ir sem medo extrair este dente? Desde já lhe agradeço pela ajuda prestada. DEUS A ABENÇOE.

    • Erika, pode sim. Caso você esteja grávida mesmo, é importante eliminar qualquer foco de infecção / inflamação no seu organismo. É um procedimento muito seguro e que vai beneficiar você.

  16. Muito obg Doutora pela resposta. Irei sim… só mais uma coisa, mesmo com o dente inflamado e até doendo só em tocar a anestesia funciona? Grata! Fique com Deus.

    • Erika, se a gengiva não estiver muito inflamada, a anestesia deve funcionar direitinho, sim.

  17. Estava grávida de cerca de 4 semanas, sem saber da gravidez, quando fiz várias radiografias com vista à desvitalização de um dente. Quais as consequências que podem advir para o meu bebé. Neste momento estou grávida de 7 semanas. Obrigada.

    • Ana, em princípio, nenhuma consequência. O feixe de raios X em tomadas radiográficas bucais passa longe do ventre, então não há com o que se preocupar (principalmente se você usou proteção adequada, como colete de chumbo).

  18. Olá! Estou grávida de 6 meses e hoje fui ao dentista por causa de uma dor no dente com inflamação e descobri que estou com um abscesso. O dentista me receitou Amoxilina e comecei a tomar hoje. Faço caminhadas regulares de 30 min / 3 vezes por semana. Há alguma contra indicação da atividade nesse meu caso? Obrigada.

    • Não, Luciana. Continue caminhando, só vai fazer bem. :)

Comente ou pergunte!

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*


Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>