Terceiros Molares Inclusos


“Meus sisos não nasceram. E agora, o que fazer?”

Talvez nada. Talvez você não tenha sisos (sortudo!) :). Isso se chama, em termos técnicos, “agenesia”, e significa que Papai do Céu foi legal com você. Não há problema nenhum em não ter 1, 2, 3 ou os 4 terceiros molares. Se eles não irromperam (nasceram) e não incomodam, só com uma radiografia é possível saber se eles existem.

Terceiro molar semi-incluso

Às vezes os terceiros molares não aparecem porque, por mais que haja espaço pra eles nascerem, tem um outro dente no caminho deles. Ou eles estão em posição desfavorável (deitados, por exemplo). Aí eles além de “inclusos” (dentro da base óssea e da gengiva) estão “impactados”, ou seja, existe um obstáculo que os impede de sair por conta própria.


“Mas se meus sisos não nasceram e não me incomodam, porque tirá-los?”

Boa pergunta. Primeiro porque há uma possibilidade de, no local em que está o dente, surgir um cisto ou um tumor, que nesse caso precisará ser removido. Talvez esse cisto até já exista, e por isso o dente não nasceu. Segundo porque o terceiro molar pode reabsorver (“fazer sumir”) a raiz e até a coroa do dente mais próximo a ele, o segundo molar. Aí você poderá ter que tirar dois dentes: o segundo e o terceiro molar. Alguns profissionais acreditam, ainda, que os terceiros molares podem empurrar os outros dentes da mandíbula para frente, o que causa apinhamentos dentários (aquela falta de espaço que deixa os dentes tortos, um meio em cima do outro). Mas isso não é consenso, nem minha opinião.

Então, não ache que o seu dentista só está querendo ficar rico às custas dos seus sisos (ou da remoção deles).  Há motivos sim pra tirar seus terceiros molares inclusos de lá, mesmo que você não sinta dor. 🙂

Compartilhe:

Categoria: Cirurgia

Marcadores:

79 comentários

  1. Olá Dra, muito esclarecedor seu site, parabéns. Dra. tenho uma dúvida, tirei uma panorâmica pra por aparelho fixo e na radiografia mostrou meus dois sisos inferiores na horizontal, porém não está tocando os dentes vizinhos, mas o dentista me fez “medo” dizendo que está tocando no canal mandibular e posso ter triste, é um pouco complicado e talz, tô muito nervosa mesmo Dra. Vou pra um bucomaxilo daqui a 15 dias. Porem ele nasceu só uma pontinha e não está me incomodando em nada. Obrigada. Deus te abençoe.

    1. Joelly, não é questão de “por medo”, é que o dentista tem que ser franco com você, deixar claros os riscos da cirurgia, caso haja. Converse com o buco, ele sendo especialista tem mais experiência e vai poder deixar você mais tranquila. Ou não. 😉

  2. Olá, tenho 19 anos e recentemente (há 4 meses) comecei a fazer tratamento ortodentário com aparelho fixo, por enquanto somente nos dentes superiores. Meus terceiros molares estão em uma situação de semi inclusão e quanto vi a radiografia cheguei a me assustar principalmente com os inferiores que estão quase que completamente na horizontal.
    Esperando que meu dentista recomendasse a remoção logo no início do tratamento, achei muito estranho ele não o fazer e dizer que isso só me traria dor de cabeça. Como não conheço muito sobre o assunto, segui a recomendação dele.
    Mas essa semana comecei a sentir dores no tecido que recobre os terceiros molares inferiores, o que me motivou a pesquisar um pouco. Em todos os sites que visitei, notei que nos casos parecidos com o meu o recomendado é a remoção dos dentes, até mesmo por prevenção.
    Estou um pouco preocupado, e gostaria de uma segunda opinião. É valido pedir para o dentista reavaliar o caso? Ou ainda falar que independentemente da situação eu quero remover os dentes?

    Obrigado pela atenção.

  3. Bom dia Dra.

    Tenho 36 anos e o meu siso inferior direito incluso.
    Ele nunca me incomodou e sempre fiz radiografias, nunca tinha nada, porém ontem a gengiva ao lado do dente, a frente do siso, está um pouco vermelha e dolorida ao toque. Porém só na região vermelha, ao lado está normal. Poderia ser o dente do siso incomodando, querendo nascer?

    1. Na sua idade é improvável… mas não é impossível, Rodrigo. Mas, em princípio, deve ser só algo gengival mesmo, uma pequena inflamação local. Se achar necessário, procure um dentista pra avaliar.

  4. Boa noite. Gostaria de uma orientação. Perdi muitos dentes quando jovem por causa dos corticoides que tomei devido a minha alma. Nunca fiz radiografia para saber dos casos e hoje com 48 anos, de tanto mastigar no local sem dente, um ciso inferior eclodiu e vez ou outra dói. Como perdi muitos dentes pensei em ficar com ele, mas será que ele vai subir mesmo? Com essa minha idade tenho dúvidas, o ruim é ter que arranjar outro dente!

    1. Aos 48 anos pode acontecer… mas é improvável. Acho que o melhor é avaliar o benefício de manter esse dente, por se tratar de um siso. Procure um dentista pra avaliar.

  5. Dra. Ana Tokus, boa noite.
    É a primeira vez que visito seu site e gostei bastante das suas opiniões: claras, objetivas e descomplicadas. Parabéns!
    Tenho 25 anos, e meu caso é o seguinte: Estou com quatro dentes inclusos (os terceiros molares), e por conta da posição de um terceiro molar inferior, será necessário a retirada do 2º molar também. Os inclusos da parte inferior estão totalmente na horizontal, um deles ainda tentou “nascer” mas não conseguiu “subir” devido a posição, o outro (da parte inferior) está totalmente coberto pela gengiva (os dois da parte superior encontram-se da mesma forma, contudo, posicionados verticalmente). Meus exames estão com o buco-maxilo, então não tenho como lhe enviar.
    Minha dúvida é: Em conversa com dois bucos, ambos me informaram da necessidade urgente da cirurgia para retirada destes 4 inclusos e do 2º molar, devido a minha idade e a “profundidade” da raiz dos dentes. Só que nenhum deles me falou sobre a possibilidade de fazer a coronectomia, pois meu grande receio é que, devido a posição dos dentes ser muito desfavorável aliada a minha idade, meu nervo ser prejudicado (as raízes dos dentes estão bem próximas dele) e eu não recuperar mais minha sensibilidade.
    Neste caso, a coronectomia seria uma boa opção ou essas raízes poderia agravar futuramente meu caso?

    1. Watsan, obrigada. 🙂 As raízes dos seus dentes estarem próximas do nervo alveolar inferior não chega a ser um problema… geralmente elas estão, mesmo. O problema é a relação entre as raízes e o nervo ser íntima, aí sim haveria chance aumentada de parestesia pós-operatória que, mesmo assim, via de regra é transitória. Se nenhum dos 2 bucos sequer comentou sobre coronectomia, creio que não seja necessário, dá pra remover os dente inteiros.

  6. Dra. Ana, Boa tarde!

    Fui em um especialista Buco Maxilo Facial, e o mesmo além de relatar que preciso retirar os sisos, relatou também que precisarei retirar o 2° molar, pois como os sisos nasceram deitados, a gengiva não esta cobrindo toda a raiz do 2° molar, e com o tempo esse dente poderá cair. Estou com medo de retira-los sem precisão e gostaria de saber se esses casos costumam acontecer mesmo!

    1. Flávia, imagino que haja um grande perda óssea nessa região, não só falta de gengiva. Se não, seu dentista não indicaria a extração. Pode acontecer? Pode.

      1. Olá Doutora, obrigada pelo retorno! 😀
        Desculpa pela insistência, mas aparentemente na radiografia não pareceu ter perda óssea em nenhum dos dois dentes, realmente o siso esta um pouco encostado no 2° molar, porém, não o suficiente para que isso possa acontecer. Além disso já havia passado em dois dentistas e os mesmos não haviam comentado sobre a retirada do 2° molar, apenas o especialista buco maxilo que comentou sobre isso.
        Será que eu poderia optar apenas pela retirada dos sisos e deixar para extrair o 2° molar só se ele apresentar algum problema no futuro?

        1. Não faz sentido indicar a extração do segundo molar se há osso suficiente, Flávia. O segundo molar está cariado? Com alguma raiz reabsorvida? Se ele não tem um problema imediato, é uma opção, sim, mantê-lo e observar periodicamente.

          1. No mês de Janeiro fui à um dentista (super recomendado) e ele me pediu para fazer uma radiografia. Quando retornei ele falou que estava começando a criar cárie no 2° molar, e imediatamente já agendei uma restauração. Fora isso, ele falou que meus dentes estavam saudaveis, só precisava resolver a questão da retirada dos sisos, pois na radiografia mostrou que eles estavam nascendo deitados, foi então que me indicou o buco maxilo, porque seria uma cirurgia um pouco mais complexa pois, segundo ele, estava nascendo próximo a um nervo e se rompesse esse nervo eu poderia perder a sensibilidade (de quente e frio) na parte inferior da boca.
            Por isso surgiu a minha dúvida, pois ele sendo um dentista muito bem recomendado não citou em nenhum momento sobre a retirada do 2° molar, o único problema que ele tinha era o princípio de cárie, e isso já foi resolvido.

  7. Dra. Ana, obrigada pelos comentários e orientações. Como estava muito assustada com os meus problemas dentários acho que não fui muito objetiva. Não tomo bisfosfonato, ressalto que tenho muito medo e cuidado com remédios.
    ALGUNS DADOS DA ULTIMA TC DE FEIXE CÕNICO.
    Segundo pré molar inferior esquerdo: com longo eixo no sentido mésio-angular, extensa área hipodensa na coroa vestibular, e rarefação óssea periapical difusa. Complementar com avaliação clínica. O cirurgião indicou que tenho um pequeno granuloma na raiz do dente, que posteriormente se transformará em cisto. PERGUNTO, dra Ana – existe algum antibiótico que possa tratar granuloma? Estou com uma cirurgia de catarata agendada, fiz todos os exames e fiquei com receio de uma sepse, que a inflamação se generalize.
    O cardiologista não me deu o laudo de risco cirúrgico porque como apresento alguns dias um pouco de cansaço, ele quer que eu tire uma tomografia das coronárias. Tenho um medo enorme, sou asmática e tenho alergia a penicilina. Acho que devo iniciar os tratamentos pela vista e posteriormente tratar os dentes. Não quero implantes sugeridos pelo médico, porque todos os dentes inferiores estão com perda óssea alveolar, até o terço cervical… Gratíssima pela resposta. Bondade, solidariedade, dedicação, são dons que antecedem os seus passos nesta estrada de verde molhada. Um abraço carinhoso e girassóis do meu jardim para você. Laire

    1. Não, o granuloma não vai sumir com antibiótico… mas pode sumir com o tratamento de canal. Não vejo razão alguma pra infecção generalizada. Na ausência de dor, também acho que a senhora deve começar o tratamento pela cirurgia nos olhos e depois tratar os dentes, assim que possível. Perda óssea cervical é uma perda óssea leve, que não indica implantes (não por si só). Continuo à disposição. 🙂

  8. Tenho 82 anos, faço tratamento de C.A. há 5 anos, com tamoxifeno. Há 3 meses comecei a sentir uma dor iniciando no centro da boca e irradiando para o lado esquerdo, na altura do terceiro molar. O dente estava obturado, mas com recidiva de cárie. Foi realizada um limpeza para posterior tratamento de canal. Assim mesmo a dor persistiu, mas há dois meses cessou. O cirurgião buco facial solicitou tomografia e sugeriu extração e implante, alegando a posição do dente, extensão da cárie e talvez receio de granuloma e cisto num futuro próximo. Fiquei assustadíssima, pois estava bem informada de todas as complicações pela leitura cuidadosa da bibliografia (nos diversos sites). Sou cardiaca, mas ele alegou que tenho que tomar anestesia com vasoconstritor. Solicitou exames médicos. Por favor, me esclareça. Vale a pena extração, dois implantes, um pós operatório complicado? Não há outra alternativa, mesmo que paliativa? Anti-inflamatórios, medicação anti-bacteriana. Preciso operar de catarata, mas surgiu este impasse. Gosto muito dos seus posicionamentos demonstrando competência, segurança e respeito às diversas opiniões. É confortante sua palavra. Obrigada.

    1. Dona Laduse, obrigada pela confiança. 🙂

      A senhora fala que a dor irradia para a região do terceiro molar, e depois fala do dente restaurado. Se esse dente restaurado é o terceiro molar mesmo, a necessidade de implante é duvidosa… A NÃO SER que esse terceiro molar seja apoio de algum outro tipo de prótese, uma ponte removível, por exemplo. Não sei se a senhora toma algum remédio à base de bisfosfonatos, que são muito usados pra osteoporose… nesse caso, é preciso pensar 2 vezes antes de qualquer cirurgia que envolva osso, como é o implante. Sendo o terceiro molar um dente sem grande função estética e funcional, talvez o melhor seja apenas extraí-lo, considerando que está bastante cariado. Não sei se a senhora tem o dente antagonista (o correspondente a esse no arco oposto)… se tem, ele vai ficar sem “apoio” e pode “extruir” (começar a sair da gengiva, em direção ao espaço vago). É um risco que se corre. Quanto à anestesia, a vasoconstrição é apenas local… realmente não acho que a senhora precise se preocupar com isso, mesmo sendo cardíaca.

      Espero ter ajudado. Caso eu não tenha entendido bem a situação ou tenha restado alguma dúvida, continuo à disposição. Um grande abraço! 🙂

  9. Meu terceiro molar superior, o ultimo dente do lado esquerdo, estava com canal tratado e o dente quebrou bem no meio, meu dentista disse que só tem que fazer a extração que não há como colocar coroa ou implante, procede?

    1. Renata, pode ser. Não sei a extensão da fratura mas, se ela comprometeu a estrutura do dente, só extração. E em se tratando de um terceiro molar (siso), é improvável a necessidade de coroa ou implante, a não ser que esse dente seja apoio para outra prótese, por exemplo.

  10. Olá, tirei o dente do siso ha um ano e meio, só que ele tinha nascido deitado e prejudicou o dente do lado, o segundo pre molar, e meu dente começou a quebrar, fui a dois dentistas, eles me disseram que não dava pra restaurar, que teria que arrancar, mas de início como só havia quebrado um pedaço preferir não tirar, só que depois desse tempo ele quebrou mais e só ficou um pedaço pequeno da coroa, ai decidi arrancar, só que depois me arrependi, deveria ter ido em outros dentistas pra ver se teria jeito ? Na hora foi tranquilo, mas depois me arrependi e agora fico chorando por ter tirado o dente.

    1. Débora, se havia indicação de extração, ok. Às vezes não há como manter um dente, mesmo. Não fique chateada, agora o dente já foi extraído, é preciso pensar daqui pra diante, se haverá necessidade de usar alguma prótese, por exemplo. Converse com o seu dentista.

  11. Boa tarde Dra.

    Tenho 40 anos e extraí o siso superior direito em duas etapas. Na primeira tentativa o dentista não conseguiu extrair o siso, então ele retirou via broca e como estava demorando muito e tinha mexido muito na gengiva, ele tirou uma chapa, deu um ponto e deixou parte por extrair em uma segunda etapa. Depois de 1 semana, ele me disse que a raiz estava calcificada e falou que iria desgastar o restante que ficou aparecendo e fechar de vez em 15 dias, deixando essa raiz. Ontem foi a última etapa, não tem mais o dente e estou com 2 pontos. Não tenho dor e não está inflamado. Tem chance dessa raiz calcificada que vai ficar dar algum tipo de problema no futuro? Obrigado!

    1. Ricardo, se for um fragmento pequeno, não deve trazer problemas pra você. É bom acompanhar por um tempo, mas acho que você não precisa se preocupar.

  12. Fiz uma extração do 2° molar da parte de baixo, pois estava atrapalhando o 3° molar que ainda está incluso e deitado. Porem ao retirar o 2°, sobrou um pedaço grande que dói, já faz 15 dias, mas o dentista não conseguiu arrancar este pedaço, o que devo fazer?

    1. Fábio, pode haver ou não indicação de remoção desse fragmento. Se houver, ele precisa ser removido assim que possível. Converse com o seu dentista, ele pode encaminhá-lo para um colega dentista especialista em cirurgia.

  13. Drª, meu dentista fez o diagnóstico somente com o raio x. Não olhou minha boca e já marcou a extração. O dente tem um pedacinho aparecendo. Não queria arrancar… já tenho muitas ausências. Qual sua opinião? Obrigado.

    1. Se tem um pedacinho do dente aparecendo mas não há espaço para o dente nascer por completo (ou se ele estiver mal posicionado pra isso), a indicação costuma ser de extração, mesmo. Isso porque a higienização local fica dificultada, pode haver inflamação gengival, cárie, etc..

  14. Boa tarde,

    Gostaria de saber se é 100% dos casos em que um dente siso incluso ou semi-incluso que causou um pouco de absorção no dente vizinho, se este vizinho precisa ser extraído??? Pois vou tirar os sisos inferiores que estão semi-inclusos, e minha dentista me disse acha que vai ter que tirar um dos dentes vizinhos, mas mesmo eu sendo leigo no assunto eu dei uma olhada na radiografia panorâmica que tirei e consegui ver a absorção, mas também constatei de que ainda existe uma parede de espessura razoável muito parecida com a espessura dos outros dentes protegendo o interior, junto do nervo, na raiz que também está saudável, então gostaria de ter uma outra opinião sobre este caso, pois não estou gostando da idéia de sacrificar estes dentes vizinhos que estão saudáveis…

    GRATO

    1. Não Marcelo, não é certeza que será preciso extrair, por isso mesmo sua dentista disse que ACHA que vai precisar. O que se vê na radiografia, geralmente, não dá a real dimensão do problema, ou seja, na realidade a destruição do seu dente pode ser maior do que se enxerga. É isso que ela vai avaliar durante a extração do siso.

  15. Levei minha filha de 13 anos para colocar aparelho, aí fez o exame e viu q tem dois caninos para nascer, mas pediu para fazer uma tomografia para poder fazer a cirurgia de colocar o elastico para puxa-los! Sera mesmo necessario a tomografia? Devo esperar mais algum tempo para ver se o dente nasce? Por favor me oriente.

    1. Helena, eu sei que o nome assusta, mas a tomografia é um exame que dura 1 minuto (mesmo), não dói nada e fornece infinitamente mais informações que uma radiografia. Ou seja, se for pra fazer cirurgia, a tomografia está indicada, sim. Creio que os dentes não devem mais nascer sozinho (até pela idade da sua filha), senão o dentista não teria nem proposto a cirurgia para fazer o tracionamento (“puxar” os dentes). Veja esse texto sobre o assunto: http://medodedentista.com.br/2013/04/tracionamento-de-caninos-impactados.html

  16. De volta ao blog que tanto gosto! Aqui estão mais trechos extraídos de pesquisas científicas que sustentam os argumentos que defendo : “….Os atores concluíram que pela necessidade decrescente da extração de terceiros molares em adultos jovens na Finlândia, a extração profilática de terceiros molares assintomáticos em adultos jovens NÃO pode ser recomendada”, informação presente no trabalho “Percepção do Pós Operatório pelos Pacientes Submetidos a Exodontia de Terceiro Molar”. Trata-se apenas da Finlândia, país que possui a melhor educação do mundo, e mais um a abandonar essa prática desnecessária! Além disso, podemos ver, em outro artigo científico, a seguinte constatação: “The results of the present review indicate a lack of scientific evidence to justify the indication of the prophylactic extraction of third molars.” Encontrada aqui http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1806-83242013000200183 . Enquanto, por exemplo, aqui um paciente de 45, 50 anos marca consulta e vai ao Odontólogo para fazer uma simples limpeza e tem que ouvir na maioria das vezes: “E este dente aqui (referindo-se ao siso)??? O senhor tem que extrair!”. O paciente, incrédulo, responde: “Mas por que? Eles nunca me incomodaram…”.

  17. Olá Ana, tenho 2 sisos inferiores, ambos nascendo deitados e estão “por baixo” da gengiva, o do lado direito (acho q já está em estado crítico) começou a doer ha uns dias atrás e as vezes tenho sentido um leve gosto d “sangue” também, fora que esse do lado direito ja empurrou tanto o dente que está na frente dele q ja quebrou algumas partes, desde a época do diagnóstico (final de 2009)… Sei que preciso ir a um dentista para extrai-los, PORÉM, peguei um pouco de trauma/medo de dentista pq quando fui extrair o segundo siso, sinceramente, o dentista parecia que iria arrancar minha alma pela boca, foi uma dor incomum e que não quero mais sentir na vida em hipótese alguma. Ele colocou anestesia, mas acho q não pegou direito até msm pq parece q “engoli” a anestesia toda, tanto q lembro q o gosto era horrível, mas ele falou q era normal acabar engolindo um pouco. O primeiro siso extrai com uma dentista que minha família já conhecia e não senti dor alguma, foi rápido, só senti, óbvio, a pressão, mas nenhuma dor… ja no segundo dentista, que foi na ABO do RJ deu no que deu, e tenho trauma de dentista até hj. Agora por esses 2 sisos inferiores serem um caso mais delicado por estarem “embaixo” da gengiva, meu medo só aumenta. O que fazer pra perder esse medo?!

    1. Lucas, você teve 2 experiências distintas: uma boa e uma ruim. Sei que dizer “não tenha medo” não funciona, pois medo é sentimento, e nisso não se manda. Mas por que não usar a primeira experiência (a boa) como padrão? Você ainda tem contato com a dentista que o atendeu na primeira vez? Seria uma boa procurá-la, já que você confia nela e teria mais segurança.

  18. Perguntei ao cirurgiao se nao iria precisar de nenhum exame alem da radiografia (tipo ct), ele explicou que nao ha necesidade, pois nao mostraria muita coisa alem da radiografia panoramica, e que tiraria o dente por pedaços (cortando).

    Esta certo isso? 

    Ele me explicou tambem sobre a possibilidade da perda de sensibilidade no labio (parestesia?) .

    Eu perguntei quais as chances disso acontecer, ele respondeu que nao muito, mas o meu dente esta um tanto que profundo!! 
    Ele ressaltou que se eu nao quiser de forma alguma que aconteça isso, ele nao vai mexer no meu dente. 

    Quanto grave é isso? 

    Sobre o siso superior, eu nao entendi direito (japones :S), ele falou sobre ficar um buraco entre a boca e alguma coisa do nariz… mas disse que em jovens isso fecha, mas pode vir a inflamar… o que seria isso? Fica mesmo um buraco? 

    Desde ja agradeço a sua atenção. 
    Muito obrigada!!

    1. Viviane, o tomografia computadorizada é um exame que expõe o paciente a uma dose de Raios X bem maior do que uma radiografia panorâmica. Por isso, se é possível visualizar bem a região em questão na radiografia, não há motivo pra se fazer um tomografia, A NÃO SER que o dentista realmente julgue necessário. No seu caso, se a chance de parestesia é muito grande, o ideal é pesar os prós e os contras de se fazer essa cirurgia. Se for REALMENTE necessário, talvez seja o caso de se pedir uma tomografia. Mas se o seu dentista falou em “nem mexer no seu dente”, me parece que não é algo urgente ou 100% necessário… quem sabe um acompanhamento periódico seja o suficiente.

      O “buraco entre a boca e o nariz” se chama comunicação buco-sinusal, e pode ocorrer na extração de dentes superiores. Você pode ler a respeito aqui: http://medodedentista.com.br/2012/10/comunicacao-buco-sinusal-sintomas-e-tratamento.html

  19. Tenho 27 anos e moro no Japao ha 15. Fui no dentista ha uns 14 anos pois uma tia disse q eu estava c carie. O dentista fez uma obturacao no segundo molar direito inferior. 

    Ha uns 6-7 anos atras, senti meus dentes moles e doloridos, sabia que eram os sisos crescendo e aturei a dor pacientemente, no fim meu segundo molar obturado quebrou e perdi o tratamento que fiz quando crianca, pois meus dentes inferiores acavalaram. Na epoca, pensava em fazer um tratamento quando retornasse ao Brasil, o que ainda nao aconteceu.

    Bom, recentemente, meados de 2012, a obturacao terminou de quebrar e caiu. Esse dente passou a doer gradativamente, principalmente quando tomava gelado, resolvi entao procurar um dentista e solicitei um tratamento completo.

    Esse dente quebrado precisou de um canal e o ciso esta o empurrando, entao o dentista recomendou q eu o remova e me indicou um cirurgiao-dentista. Na verdade ele falou para remover os 4, pois os do lado direito estao totalmente inclusos e os da esquerda semi.

    Aparentemente o ciso direito inferior esta bastante profundo. O cirurgiao me explicou os riscos… tudo que ele falou, encontrei no blog. Esta me ajudando bastante, muito obrigada.

    Marquei a cirurgia para o dia 2/2, a anestesia sera local. Ainda nao decidi se removo apenas o inferior q esta empurrando o 2o molar, os 2 do lado direito ou os 4 de uma vez, pois sei q o pos-operatorio vai ser horrivel e vive-lo 2 vezes, nao sei se consigo. rs

    1. Viviane, que bom que o blog tem ajudado você!

      Eu geralmente sugiro que as cirurgias sejam feitas de 2 em 2, justamente pra que o paciente tenha um pós-operatório mais tranquilo (fica o outro lado disponível para a mastigação). Mas cada caso é um caso, tem gente que prefere fazer tudo de uma vez mesmo. Fica a seu critério e dependente das condições pra que isso seja feito (o posicionamento dos dentes, etc.). Questão de combinar com o seu dentista.

  20. Qualquer pessoa que lê bastante pode ser entendida num determinado assunto e não é porque uma pessoa tem diploma numa área que a mesma será melhor que esse ou aquele… (que isso fique bastante claro). O que eu já afirmei aqui tem base científica (até coloquei a fonte e posso colocar outras) e em nenhum momento coloquei que os terceiros molares que estão provocando problemas e incômodos visíveis devem ser mantidos. Bobagem é o que uma moça aí falou que o profissional é quem sempre decide o que é melhor para o paciente (quer dizer então que se uma pessoa tem sisos inclusos há 20 anos que NUNCA incomodaram e for fazer uma limpeza de rotina no dentista e o mesmo vier com papo que tem q retirar o siso… essa é a melhor saída???). As evidências científicas dizem que não é, sinceramente, gostaria de ver a vantagem aí. Ser generalista é afirmar que todo mundo tem que retirar o terceiro molar incluso. Então, pq todo mundo não retira o apêndice? Assim, não há nenhuma chance de ter apendicite…

    1. Danilo, a sua opinião já ficou bem clara, pode ficar tranquilo. 🙂

      Concordo com você, o profissional nunca vai decidir sozinho sobre um tratamento (qualquer que seja), pois é o paciente que terá que submeter a ele… ou seja, no fim das contas é o paciente que decide. Mas o que a moça quis dizer é que só um dentista pode confirmar a necessidade da extração de um siso. E isso é verdade. Se você confia ou não no julgamento do profissional em questão, aí é outra história. Você chegou a ler esse texto? –> http://medodedentista.com.br/2012/10/e-preciso-mesmo-extrair-os-dentes-do-siso.html Escrevi depois que você começou a comentar aqui, até linkei a matéria que você sugeriu do NY Times, achei pertinente tocar no assunto mais especificamente. Dá uma olhada lá.

  21. Muito obrigada pela resposta, dra. Ana! Além de o seu blog ter um excelente conteúdo, a possibilidade de tirarmos dúvidas através das perguntas é incrível! Sem dúvidas essa sua disponibilidade faz da senhora uma verdadeira profissional dedicada! Quanto aos sisos, sua resposta foi bem esclarecedora. Apesar de não ser profissional do ramo, também suspeito que o terceiro molar não seja capaz de causar o “estrago” que dizer por aí, até porque, no meu caso, estou usando a contenção rigorosamente. Vou conversar com minha dentista depois de levar uma panorâmica. Não quero ter que passar pelos inconvenientes de uma cirurgia que talvez seja desnecessária.

  22. Dra. Ana, a exodontia dos sisos por indicação exclusivamente ortodôntica é vantajosa, já que nada me dá a CERTEZA de que a erupção deles causará apinhamento?

    1. Amanda, eu, particularmente, não vejo vantagem. A questão é polêmica, mas eu sou da opinião de que os sisos não causam apinhamento de outros dentes. O que ocorre é que na época que os sisos nascem acontece também o crescimento terminal da mandíbula, esse sim capaz de causar apinhamento anterior. Por isso a confusão.

  23. “Evidências científicas que apoiam a extração preventiva de rotina dos dentes do siso são surpreendentemente escassas, e em alguns países essa prática já foi abandonada”. “Numerosas revisões abrangentes de pesquisa, conduzidas por grupos independentes não afiliados a cirurgiões bucais, concluíram que não existem evidências que apoiem a extração preventiva de rotina para dentes do siso impactados, mas saudáveis.” Essas e outras fases podem ser encontradas aqui http://www.guarulhosempresas.com.br/index.php?option=com_content&view=article&id=969:dentes&catid=71:saude&Itemid=37 e só comprovam o que eu já afirmei . O engraçado é que os dentistas brasileiros não comentam isso, apenas inventam absurdos para empurrar cirurgia pros outros, visando obter vantagem financeira. Se terceiros molares inclusos são tão prejudiciais pq a prática preventiva de removê-los já foi abandonada em vários países??? Pq a Associação de saúde do país mais desenvolvido do mundo é contra esse tipo de cirurgia??? Prejudicial é enrolar pacientes fazendo com que fiquem 4,5 anos de aparelho! Prejudicial é sofrer dores fortes após esta cirurgia , é ter parestesia , é ficar sem se alimentar direito por vários dias.! Isso sim é prejudicial à saúde!!

    1. Danilo, já comentei em resposta a outros comentários seus que também acho que, embora haja a indicação de remoção cirúrgica para dentes inclusos, é preciso sempre avaliar a relação custo-benefício para o paciente. Achei interessantíssimo o texto do link, e pretendo abordar esse “outro lado da moeda” em breve aqui no blog. Só cuidado com as generalizações, ok?! –> “O engraçado é que os dentistas brasileiros não comentam isso, apenas inventam absurdos para empurrar cirurgia pros outros, visando obter vantagem financeira” (isso é conclusão sua, não representa necessariamente o que acontece na prática). 🙂

      1. Ana, é engraçado como as pessoas se acham entendidas no assunto. Esse rapaz procurou seu blog para tirar dúvidas, como muitos fazem, ou para criticar dentistas??? Infelizmente há pessoas que ajudam, como vc, e pessoas que não estão satisfeitas com a vida que levam. Já extrai dois sisos, um superior e um inferior direito, esse último me deu um pouquinho de trabalho… rsrs, faz parte. Agora, dizer que não há necessidade de extração?! É uma piada, só um profissional pode decidir, após uma panorâmica, o que é melhor para o seu paciente. Semana que vem, se Deus quiser, vou extrair o último, pois só tinha três… esse está deitado e o dentista já me avisou que vai dar um pouco de trabalho. Enfim, confio nele e ele confia em mim, é o que importa para a cirurgia ser um sucesso. Ótimo ano…

        1. É aquela história, né Claudenice… as pessoas têm todo direito de acharem o que quiser, de emitirem opinião… mas realmente, tem gente que, por ter tido experiências ruins com dentistas, acabam por generalizar. E quem escuta sou eu :D.

          Realmente, você tocou em 2 questões essenciais: só quem pode confirmar ou não a necessidade de uma extração é um profissional habilitado e treinado pra isso (ou seja, o dentista) e, se o paciente não confia no julgamento do dentista, deve procurar por outro em quem confie (e se não confia em nenhum, deve ficar com dor de dente :D). Confiança é fundamental.

          Ótimo ano pra você também.

  24. Olá Ana! Preciso que vc me oriente, arranquei um dente molar, o penultimo antes do ciso na parte superior, e nasceu cisto do lado de dentro da boca na direção do dente que foi extraido, o que fazer? O cisto tem que ser removido se for mesmo ou existe medicamento???

    1. Ana, geralmente lesões de boca não regridem com medicação. Não sei exatamente o que seria esse “cisto”, talvez um granuloma, que é um crescimento gengival que pode ser fruto até de um disturbio de cicatrização (entre outras coisas). Procure seu dentista para avaliar.

  25. Parabéns Ana pela ótima profissional que é, muito esclarecedora! Por favor me tire uma dúvida, estou com um siso inferior deitado totalmente incluso e o outro que só apareceu a coroa e se mantém assim por anos. Isso pode provocar halitose? Agradeço sua atenção!

    1. Obrigada, Beel! Não, não vejo motivo para mau hálito. A não ser que o seu dente que está irrompido tenha um “capuchão” de gengiva sobre ele… nesse caso, podem se acumular resíduos alimentares sob essa gengiva e causar odor ruim.

  26. Ana, este fato aconteceu ano passado. Retirei aquele troço que usei por 6,5 anos e nao teve utilidade nenhuma, pois eu nem usei a contenção móvel (e minha mordida é certa até hoje). No tratamento, usei aparelho móvel por 1 ano e depois fui enrolado por mais de 4 anos com o fixo (quem não quer receber quase 1 salário mín na época todo mês), então me recusei a usar a contenção móvel… Ah! Eu retirei a contenção com uma dentista, que fez o q eu queria e não ficou me empurrando cirurgia desnecessária. Nunca mais voltei naquele cidadão.

  27. Bem… aquele ferro atrás de meus dentes inferiores me incomodava demais. Além do mais, meus dentes inferiores nunca foram tortos e prefiro ter um certo desalinhamento a ficar com um local cheio de cálculo, gerando mau hálito. A indicação para extrair os sisos foi mostrar a radiografia para mim e dizer que eles precisavam ser retirados, alegando que é um procedimento “simples” (não se deu o trabalho nem de perguntar se os dentes me incomodavam) .Acho que ele pensou que tava atendendo um analfabeto..

    1. Se a contenção incomoda você e os seus dentes inferiores não eram tortos antes do uso do aparelho, é possível removê-la sim, com poucas chances de haver algum problema. Quanto aos sisos, faltou informação aí que justifique a necessidade de extraí-los… peça que o seu dentista explique melhor essa história…

  28. Dois dos meus dentes cisos nasceram e estao como se fossem dentes normais, onde nasceram, e os outros dois estao nascendo normais tambem, exatamente no local dos outros dois, sera que terei que tira-los?

    1. Leandro, pela sua descrição, não. Se há espaço para os sisos nascerem e participarem normalmente da sua mordida, não há indicação para extração. Procure um dentista para avaliar.

  29. Fui ao dentista com o intuito de retirar uma contenção fixa a qual não servia pra nada a não ser para atrapalhar minha higiene. Ao chegar no consultório, o cidadão só queria saber de extrair os sisos que possuo há 7 anos e NUNCA me incomodaram. Mas pq isso? A resposta é simples: claro que ele ia querer extrair porque ganharia 500 reais de cada dente, mas a contenção que o mesmo disse que deveria ser retirada ficou me enrolando…

    1. Danilo, não tenho nem como opinar a respeito sem examinar você. Mas você não é obrigado a extrair os sisos… existem indicações pra isso, e se elas existem no seu caso, eu não sei.

      A contenção fixa serve pra muita coisa sim, embora não pareça. Você pode e tem o direito de removê-la, mas esteja ciente de que há uma chance de que os dentes entortem novamente um pouquinho na região. Não é uma certeza, mas uma possibilidade real. Os dentes tendem a se “reacomodar” quando não há nada que os fixe em determinada posição. As contenções (tanto o aparelho removível quanto a fixa) servem pra evitar essa recidiva.

  30. Olá! Adorei seu blog!
    Ha três dias atrás arranquei 2 terceiros molares (o inferior e superior direito) arranquei na sexta (03/07) e hoje domingo (05/07) ainda sinto dor e inchaço, estou ficando preocupada, pois não consigo comer e queria saber se isso é normal?! Ainda tenho que extrair os outros 2 terceiros molares do lado esquerdo, queria saber se tiro um de cada vez ou os dois de uma vez como fiz agora! Agredecida desde já!

    1. Pâmela, esses sintomas são esperados mesmo, não parece haver nada errado com você. Mas se os sintomas persistirem ou piorarem, não hesite em entrar em contato com o seu dentista. Eu, se fosse você, faria os outros 2 de uma vez só e resolveria a questão de uma vez. 🙂

  31. Ana, MUITO obrigada!
    Li seu blog e confesso que me tranquilizou bastante quanto ao procedimento e os cuidados posteriores, desfazendo uns mitos de medrosa que sou (ou era.. hehe)
    Novamente, parabéns e obrigada!

  32. Extraí meus 4 sisos agora a tarde…
    Fiz pressão com gaze e estou com uma dúvida, preciso dormir com a gaze na boca? Acho que não, mas saí tão zonza do consultorio que nem sei!! Sei que devo elevar o travesseiro… E a gaze?? Fica ou não?
    hahaha
    Adorei o blog, parabéns!

    1. Obrigada, Celina. 🙂

      Não, pode tirar a gaze, e não precisa mais pressionar também. Apenas mantenha a cabeça mais alta, não coma nada muito duro ou muito quente, não cuspa e coma MUITO SORVETE. Isso é uma ordem . 😀

  33. Li num artigo inglês que sisos não devem ser extraídos se não estão causando problemas. Isso de querer extrair sempre é coisa de dentista para ganhar dinheiro fácil.

    1. Ou de dentista inglês preguiçoso, né Danilo? 😛

      A recomendação de extração é para sisos inclusos (aliás, qualquer dente incluso), pois há uma chance de que esse dente venha a dar origem a um cisto. Mas eu, particularmente, sou da opinião de que depende do caso… é como um professor meu da época de faculdade dizia: o “estrago” da cirurgia não pode ser pior que o da “bala”, ou seja, realmente é preciso pesar o custo (não só financeiro, aliás, esse é o menor) e os benefícios de se extrair um siso incluso.

  34. Olá gente, há uma mês retirei o terceiro molar que estava impactado e em consequência perdi o segundo molar de ambos os lados inferiores. Hoje tenho 32 anos, se há 15 anos tivesse visto isso, provalmente não perderia dois dentes que aparentemente estavam bons, mas que na verdade já estavam com a raiz absorvida. Há uma semana arranquei o outro e desta vez tá doendo muito. Estou seguindo todas as recomendações do meu dentista e vou ter de por aparelho para corrigir imperfeições. Conselho de amigo. Visite um dentista sempre.

    1. Romildo, legal você contar isso aqui. É bacana quando as pessoas escutam essas coisas de um paciente e não só do profissional. Isso pode acontecer sim, não é nada incomum e nem invenção de dentista biruta. Obrigada mesmo pelo comentário. Um abraço! 🙂

A área de comentários / perguntas está fechada. Agradeço a compreensão.

No plantão: Ana Tokus

Cirurgiã-dentista graduada pela Universidade Federal do Paraná, especialista em Radiologia Odontológica e Imaginologia pela ABO-PR, convicta de que medo de dentista se combate (também) com informação. Diva-Boss do OdontoDivas e autora do Blog Raios Xis. Twitter: @AnaTokus e @medodedentista