Bichectomia: a cirurgia que reduz as bochechas


Já ouviu falar em bichectomia? É a “cirurgia da moda” pra quem quer o rosto mais fino e as maçãs do rosto bem marcadas.

O que é bichectomia?

Bichectomia é o nome popular de uma cirurgia plástica chamada lipoplastia facial. Consiste na remoção do corpo ou coxim adiposo da bochecha, as bolas de Bichat. Esses acúmulos de gordura nas bochechas inicialmente receberam o nome do anatomista francês que os descreveu pela primeira vez, em 1802, Marie François Xavier Bichat.

Pra que servem as bolas de Bichat?

Essa gordura nas bochechas tem várias funções. Quando ainda somos bebês, ela auxilia na sucção durante a amamentação. Já em adultos, serve como proteção de estruturas nobres da face (nervos, vasos sanguíneos, etc.). Como a bola de Bichat fica entre os músculos da bochecha, outra função importante é evitar o atrito entre esses músculos (músculo masseter e músculo bucinador).

Qual o objetivo de remover as bolas de Bichat?

Em princípio, estético. Algumas pessoas têm mais gordura na face e outras menos. Nas pessoas que têm mais, o formato do rosto pode ficar arredondado, e essa é uma gordura difícil de perder quando se emagrece, pois é uma das últimas a serem consumidas pelo organismo. A pessoa emagrece e continua com o rosto redondo…

Mas nem todo mundo tem o rosto “largo” por causa das bolas de Bichat… pessoas com rostos mais retangulares, por exemplo, podem ter o músculo masseter mais desenvolvido. Nesse caso, o tratamento pode envolver a aplicação de toxina botulínica (botox), e não a bichectomia. Já a “papada” (aquela gordurinha embaixo do queixo) também pode dar um aspecto arredondado ao rosto, e aí o tratamento costuma ser a lipoaspiração. No caso de flacidez, o lifting facial pode ser considerado em conjunto com a bichectomia.

Outra indicação dessa cirurgia é quando a bochecha invade a área dos dentes e, recorrentemente, a pessoa acaba se mordendo e se machucando. A remoção desse corpo adiposo diminui as bochechas por dentro também, e aí a pessoa não se morde mais.

Então, não se faz bichectomia só porque o paciente quer… são necessários o diagnóstico correto e a indicação adequada.

Angelina Jolie antes e depois da bichectomia
Angelina Jolie antes e depois da bichectomia

Quais as consequências dessa cirurgia na velhice?

Você já notou que, quanto mais velhos, menos bochechudos ficamos (a não ser em pessoas que engordaram muito com a idade, claro)? Pois é. Nas crianças as bolas de Bichat são maiores, sendo que elas diminuem de tamanho conforme a idade. Há uma tendência de ficarmos com o rosto flácido com o envelhecimento, o que é normal e esperado, mas é essencial ter em mente que a remoção da gordura da face na juventude pode colaborar com esse processo no futuro. Portanto, o cirurgião deve estar atento à quantidade de gordura a ser removida e o(a) paciente tem que pensar direitinho se quer mesmo fazer uma bichectomia, pra não ter que acabar fazendo preenchimento facial quando for mais velho(a).

Dói? Como é a recuperação?

A cirurgia não dói, pois é feita sob anestesia local. O pós-operatório é parecido com o de uma cirurgia de extração dos sisos. Algumas pessoas sentem mais dor, outras menos, mas todo mundo sobrevive. 😉

A bichectomia é uma cirurgia relativamente simples, feita sob anestesia local. Mas mesmo assim, ainda é uma cirurgia, e tem que ser feita com indicação e por um cirurgião que realmente domine a anatomia da região. Como em toda cirurgia, pode haver complicações, sendo as mais comuns sangramentos persistentes e infecção.

É essencial que o cirurgião observe a íntima relação das fibras terminais do nervo facial com a região da cirurgia, pois essas terminações são responsáveis pela movimentação dos músculos bucinador e orbicular dos lábios… qualquer descuido pode ter consequências sérias, como a assimetria da face e do sorriso, além da dificuldade no selamento labial do paciente.

Quero fazer bichectomia. Que profissional eu procuro?

Um cirurgião-dentista ou cirurgião plástico.

Há controvérsias sobre se dentistas podem ou não realizar cirurgias de bichectomia por causa do seguinte artigo da resolução 003/1999 do CFO e 1536/1998 do CFM, que diz:

Art. 2°. É da competência exclusiva do médico o tratamento de neoplasias malignas, neoplasias das glândulas salivares maiores (parótida, submandibular e sublingual), o acesso pela via cervical infra-hioídea, bem como a prática de cirurgia estética, ressalvadas as estéticas funcionais do aparelho mastigatório que é de competência do cirurgião-dentista.

Note que ao dentista é vedado fazer cirurgia puramente estética. A questão é que a lipoplastia facial é apenas mais uma cirurgia estética dentre tantas outras que o cirurgião-dentista já faz… e quanto às outras ninguém discute (exemplo: plástica gengival). A área de atuação do dentista é: limite frontal = do osso hióide até a inserção do cabelo / limite lateral = de tragus a tragus, inclusive estruturas do sistema estomatognático). A incisão da bichectomia, além de respeitar esses limites, é feita por dentro da boca, portanto faz parte da área de atuação do cirurgião-dentista.

Isso esclarecido, o artigo garante “ressalvadas as estéticas funcionais do aparelho mastigatório”. Uma das indicações da cirurgia de bichectomia, como esclareci anteriormente, é naqueles casos em que o paciente morde a bochecha por dentro recorrentemente. Essa é uma questão estética e funcional do aparelho mastigatório, concordam?

Outra situação que ocorre: o uso do corpo adiposo da bochecha para o fechamento de comunicações buco-sinusais (comunicação não desejada entre a boca e o seio maxilar, um “canal” que passa a ligar essas duas regiões anatômicas e que não deve existir. Isso às vezes acontece na extração de dentes superiores). Há alguma razão pra que um cirurgião-dentista não use as bolas de Bichat pra fechar uma fístula buco-antral? Não vejo nenhuma.

Portanto, considerando as resoluções a respeito e o profundo conhecimento anatômico facial inerente à formação do cirurgião-dentista, não vejo qualquer impedimento para que dentistas realizem cirurgias de bichectomia. Claro, há quem discorde, mas enquanto isso inúmeros cirurgiões-dentistas vêm fazendo esse tipo de procedimento no Brasil todo, sem qualquer impedimento legal.

Leia também: 

Bichectomia: a bola da vez no Vida de Dentista

Bichectomia – Cirurgia para reduzir as bochechas no DicasOdonto

O Que é Bichectomia – Saiba Agora! no Ortoblog

Antes e depois: 15 famosas que fizeram bichectomia e você nem percebeu no Blog do Dentista

Bichectomia: O que é? Quanto custa? no Ortodontia para Todos

Bichectomia – cirurgia plástica da bochecha no Profissão Dentista

Compartilhe:

Categoria: Cirurgia

Marcadores:

22 comentários

  1. Doutora, aparelho muda o rosto em menos de 3 meses? Sei que pode parecer loucura, mas no dia depois que usei aparelho as pessoas foram unânimes em dizer que meu rosto afinou. Eu sempre fui bochechuda e sumiu de uma hora pra outra, até tô aparentando ser mais velha. O peso da balança não mudou nadinha.

    1. Meire, a presença do aparelho modifica a forma como a bochecha e os lábios “descansam” sobre os dentes (os bráquetes, no caso). Fica diferente, mesmo. Não é uma mudança no rosto em si, mas parece.

  2. Nossa virou “moda” essa cirurgia agora… aqui na cidade, a clinica que faço tratamento, todo fim de semana tem cirurgias de bichectomia… realmente fica bem bonito… Admiro vocês por fazerem essa cirurgia, eu mal aguentei ver um pedacinho kkkkkkk

  3. Muito boa a matéria Doutora, assim como o blog. Parabéns.
    Mas a minha duvida é sobre outro assunto, mais complicado. :/
    Tentei contatar você por email mas não tive resposta, então vou mandar por aqui (desculpe o incomodo, mas acompanho o seu blog há tanto tempo que a confiança é como se me tratasse pessoalmente hahaha)
    Enfim, recentemente fiz uma radiografia que acusou um terceiro molar no seio maxilar, e ele está “impactado”. A dentista que me atendeu, me aconselhou fazer a cirurgia o mais rápido possível, mas ela mesma disse que é um pouco delicada por correr alto risco do dente subir para o seio fácil. Por isso, ela me disse que teria que ser feito em um centro cirúrgico, sob anestesia geral. Ate ai tudo bem, mas fui atrás de uma segunda opinião, e fui informada que essa cirurgia na verdade deve ser feita por um periodontista e que pode ser feita em consultório mesmo, sob anestesia local.
    Se você quiser analisar, te mando a copia da minha radiografia para poder avaliar melhor, eu gostaria muito mesmo de saber a sua opinião.

    Muito obrigada antecipadamente e me desculpe pela bíblia hahaha. Grande abraço, Doutora!

    1. Najla, obrigada. 🙂 É que atualmente eu simplesmente não consigo responder todos os e-mails que chegam do blog. Sou só eu, e centenas de e-mails. Então eu dou prioridade para as perguntas feitas aqui, porque aqui é um local público, e a sua dúvida pode ser a dúvida de outro leitor, também. Assim eu ajudo mais gente. 🙂

      Primeiramente: é realmente necessário remover esse dente? Qual o motivo da remoção cirúrgica, segundo sua dentista? Sim, esse é um procedimento que, via de regra, é feito em consultório e sob anestesia local, mas se o dentista considera um pouco mais complicado, pode ser feito em ambiente hospitalar, também. Geralmente quem faz não é o periodontista (até pode ser, mas não é o mais comum), mas o cirurgião bucomaxilofacial.

      Se quiser mandar a radiografia –> [email protected]

      1. Aproveitando a conversa, doutora, sofro de um dilema parecido. Estou com um siso impactado inferior, e as opiniões dos dentistas são divergentes. Fico sem saber se devo ou não tirar pq ninguém entra num consenso. Os que são contra a retirada dizem que ele não está fazendo pressão no da frente mesmo a distância sendo quase imperceptível e que eu teria que retirar muito osso para extraí-lo. Os que são a favor dizem que ele vai absorver o dente da frente num “piscar de olhos ” e mesmo se não estiver exercendo força, vai desalinhar tudo de novo depois da retirada do aparelho.

  4. Oi dra, Tenho Uma Dúvida,
    1 _ As Amígdalas Inchadas, Sem Caseos Pode Causar Mau Hálito ?
    2 _ Gosto da Minha Boca Já Tem Um Tempo Ke Mudo, Não E Mais Aquele Gosto Natural, Normal do dia a Dia, também Não E Um Gosto Amargo, E Um Gosto Ruim, Ke Não Da Pra Explicar, O que Pode Ser ? Com o Tempo Volta ao normal o Gosto da Boca ?
    3_ As Amígdalas pode mudar o Gosto da Boca ?

    1. Marcelo, se as amígdalas estiverem inflamadas / infeccionadas, sim, pode haver mudança no hálito mesmo sem a presença de cáseos. Se o gosto da sua boca mudou, deve haver um motivo pra isso… o gosto deve voltar ao normal quando esse motivo for tratado / removido. Procure um otorrinolaringologista pra avaliar e procure fazer uma boa higienização (escova e fio dental) e beber bastante água.

  5. Olá Dra. Ana.

    Há 15 anos eu cismei com um dente na frente que é um pouco torto. Fiz uma faceta em resina naquela época, e durou até o ano passado (eu só “trocava” a cor, por assim dizer, mas não a faceta. Refiz o procedimento (ainda em resina) e em menos de um ano mudou e escureceu consideravelmente. Eu tbm não era satisfeita com o novo formato do dente e pedi a esse dentista para trocar. Bom, ainda não estou satisfeita. Gostaria de saber se é possível que eu remova o material e assuma o meu dentinho torto, sem grandes prejuízos, já que ele foi manipulado três vezes e não sei o que acontece com um dente nessas condições.
    Ou será que só me resta algo como porcelana, por exemplo?
    Obrigada pela atenção.
    Abraços.

    1. Giovanna, é quase certo que tenha sido feito algum desgaste nesse dente. Se foi, não tem como apenas remover a faceta. Mas se não foi, ok, deve ser possível remover a faceta sem problemas. Considerando a primeira situação, o mais indicado seria fazer, sim, uma faceta em porcelana, aí a cor seria estável, diferentemente da resina.

      1. Ok, Dra. Ana, obrigada.

        Basicamente, uma vez feita a faceta no dente, não é possível “voltar” ao dente natural? 🙁

        Eu troquei a faceta na última semana e ha dois dias sinto sensibilidade nesse dente, é normal?

        Existe algum outro material tão bom quanto a faceta porcelana?

        1. Giovanna, se foi feito desgaste no dente, não tem volta. E geralmente é feito desgaste. Como o procedimento é recente, pode haver alguma sensibilidade, sim. Essa sensibilidade tende a desaparecer. A porcelana é o material que reúne as melhores propriedades (estética, durabilidade, etc.), mas existem diferentes tipos de porcelana.

  6. Dra. Boa tarde! Minha solicitação nao tem nada a ver com o post, mas gostaria de saber como eu faço pra visualizar o email ou contato dos dentistas que estão cadastrados aqui no blog que atendem pacientes que tem fobia e medo, porque la so da opçao do no nome e aonde esta escrito a palavra email nao aparece, faz com que eu tenha que tipo fazer um email no outlook, entao não estou entendendo, gostaria que me ajudasse por favor. Sou de Belo Horizonte-MG. Grata.

    1. Obrigada pelo alerta, Islaine… é que estamos mudando de http para https, que é uma conexão mais segura, e aí os emails ficaram criptografados. Vou corrigir isso. Em BH os contatos que tenho aqui são:

      Luis Otávio Muniz Ferreira Lopes [email protected]
      Terezinha Morato [email protected]
      Adriana Farah Ziade [email protected]
      Cláudio Roberto Araújo Xavier [email protected]
      Ligia Dayrell [email protected]

      Entre em contato e diga que você obteve o e-mail deles através do blog. Estou certa de que poderão ajudar!

  7. Doutora Ana, poderia me dizer se colocar facetas em 2 dentes (superiores frontais) custa mais de 3 mil reais? Queria ter uma noção pq não faço a menor idéia mesmo de quanto vou ter q juntar. Queria saber também se toda vez q eu for fazer clareamento (a cada 2 anos) terei q trocar as facetas?

    1. Depende do tipo de faceta. Facetas em porcelana podem custar mais ou menos por aí. O dentista tem que avaliar, mesmo. Não será preciso trocar as facetas a cada clareamento, mas comece o tratamento pelo clareamento, ou seja, clareie os dentes antes de fazer as facetas, aí elas serão feitas com base na cor dos seus dentes clareados.

  8. Oi Ana, eu quero muito fazer essa cirurgia! Sou muito bochechuda mesmo. Mas tenho medo de deixar meu queixo mais proeminente, visualmente pode dar esse efeito?

    1. Não, Vanessa. Em princípio a bichectomia não causa esse efeito. Procure um dentista ou cirurgião plástico pra avaliar.

A área de comentários / perguntas está fechada. Agradeço a compreensão.

No plantão: Ana Tokus

Cirurgiã-dentista graduada pela Universidade Federal do Paraná, especialista em Radiologia Odontológica e Imaginologia pela ABO-PR, convicta de que medo de dentista se combate (também) com informação. Diva-Boss do OdontoDivas e autora do Blog Raios Xis. Twitter: @AnaTokus e @medodedentista