Dentes Sensíveis: O Que Fazer?

Sabe quando bate aquele vento “na diagonal” ou quando você toma alguma coisa gelada e seus dentes doem? Se você não sabe, sorte sua. Dentes sensíveis podem incomodar bastante.

O nome do problema é hipersensibilidade dentinária, e ele pode ser causado por vários fatores, como: recessão gengival, desgaste dos dentes, consumo de alimentos e bebidas ácidos, escovação dentária incorreta (com pastas de dente abrasivas e escovas de cerdas duras), uso de próteses, clareamento dental recente e doença periodontal. Mas, no fim das contas, o motivo é praticamente o mesmo: um maior estímulo do meio externo ao nervo do dente, seja por haver menos tecido que o proteja, seja por esse tecido estar mais permeável. Mas deixe-me explicar melhor.

Os dentes possuem 3 tecidos principais: esmalte, dentina e cemento (que cobre a raiz). Na coroa do dente, que é a parte que nós vemos na boca, há o esmalte (a parte mais externa e brilhante) e a dentina, nosso assunto de hoje. A dentina protege a polpa (o nervo do dente) porém ela não é maciça… ela é cheia de buraquinhos chamados túbulos dentinários, e através desses buraquinhos é que os estímulos externos de frio, calor e alimentos doces chegam ao nervo do dente e o fazem doer. Veja:

Hipersensibilidade dentinária

Quem sofre de hipersensibilidade dentinária não está condenado a sofrer eternamente… tem como tratar. Mas, primeiramente, é importante que o dentista examine você para diagnosticar o problema adequadamente. Uma forma de tratar o problema é através da aplicação, pelo dentista, de um dessensibilizante nos locais em que há maior sensibilidade, geralmente nas regiões em que há recessões gengivais, que expõem parte da raízes dos dentes. Isso pode ser feito, também, com a ajuda da laserterapia. Além disso, já existem vários cremes dentais no mercado que prometem solucionar (ou diminuir) o problema, entre os quais destaco:

  • Sensodyne Repair & Protect: usa a tecnologia NovaMin®, que cria uma camada reparadora com os minerais do próprio dente e protege contra a dor da sensibilidade.
  • Oral-B Pró-Saúde Clinical Protection Sensitive: à base de fluoreto estanoso, que bloqueia os túbulos dentinários a fim de prevenir a sensibilidade.
  • Colgate Sensitive Pró-Alívio: usa a fórmula Pro-ArginTM, que veda os canais que levam ao nervo do dente e bloqueia a sensibilidade.

Com tecnologias diferentes, eles fazem praticamente a mesma coisa: fecham os túbulos dentinários para não deixar o estímulo doloroso passar. Qual deles é o melhor? Depende. Até porque 9 entre 10 dentistas (dizem) recomendam os 3 ;). Sugiro que você converse com o seu dentista e peça que ele dê um parecer mais específico, porque a pasta de dentes que funciona para uma pessoa, pode não ser boa para outra. Então, a palavra de ordem é experimentar!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

No Plantão: Ana Tokus

Cirurgiã-dentista graduada pela Universidade Federal do Paraná, especialista em Radiologia Odontológica e Imaginologia pela ABO-PR, convicta de que medo de dentista se combate (também) com informação. Diva-Boss do OdontoDivas e administradora da OdontoPédia. Twitter: @AnaTokus e @medodedentista Veja todos os posts de Ana Tokus
Postado em: Dentística, Endodontia, Periodontia | Marcadores: , ,

59

  1. Ana, esse “na diagonal”…sem comentários. Não precisa nem acabar de ler.

    • Ué, por quê? O resto a partir dali é ótimo ou péssimo?

      • Não, tá é muito bom; só que esse modo de escrita, consolida sua forma de escrever com aquela pitada de humor. Eu sempre estou notando um humor implícito em seus posts.
        É muito legal de se ler. Parabéns.

        • Ah bom! Obrigada… :)

  2. Como muitos pacientes leem o blog, acho importante comentar que “dentes sensíveis” também pode ser sinal de cárie!
    Trabalho em uma Unidade de Saúde e já perdi a conta de quantos pacientes chegaram perguntando “o que eu posso fazer, tenho dentes sensíveis?!”… Aí ao exame clínico encontro várias cavidades de cárie…
    Obviamente nenhum creme dental vai resolver, mas muitas vezes influenciados pela mídia eles acreditam que qualquer dor com estímulo gelado, por exemplo, seja hipersensibilidade dentinária…

    Portanto, assim como citado no texto, é imprescindível marcar uma consulta com o dentista! Só ele vai poder diagnosticar corretamente e indicar um tratamento para a “sensibilidade”….

    Parabéns pelo blog! Não costumo comentar, mas sempre dou uma passada por aqui!

    • Com certeza Bia, “sensibilidade” realmente é um termo meio vago e que pode ser, no fim das contas, dor de dente mesmo. Por isso a importância de uma avaliação profissional.

      Obrigada pelo comentário e pela presença constante. Abraço!

  3. Ana Lindona, eu tenho esse problema, me ajuda?

    Não faz muito tempo, 1 ou 2 meses, concluí um tratamento de rotina no dentista e comentei sobre isso. Ele disse q poderia ser diversos motivos, conversamos um tanto a respeito e parece q chegamos a conclusão q o motivo só pode ser a questão da minha escovação. Na minha visão eu não faço muita força. Aplico uma pressão q considero razoável. Tudo q vc esfrega tem q aplicar força, uai! To errado? Se eu não faço pressão, penso q não está limpando. Meu pensamento é q a sujeira gruda nos dentes, e se passar a escova “de bobeira” não limpa. É assim q eu vejo… aí eu esfrego, mas não faço com fooorça… entendeu? Mas óbvio q tem uma pressão. Se não for assim, como q é então? Tenho q segurar a escova com “mãos de fada”, tipo gay, algo do gênero? Não sei o q fazer… e tbm pra garantir a limpeza, faço o q é “recomendado”, passo a escova várias vezes no dente. Sempre q escovo “direito” (com intuito de fazer certinho) meus dentes ficam sensíveis. Demoro uns 7 minutos escovando. Sempre q, as vezes, escovo rápido ou de maneira “desinteressada”, aí parece q não fica muito sensível. Enfim, entendeu, né?

    O q devo fazer? Será q pode ser por outro motivo?

    • Nico, se quando você não aplica a força que costuma os seus dentes ficam menos sensíveis, parece que o problema é esse mesmo. Uma dica que uma professora da faculdade me deu uma vez (porque eu também tenho tendência a aplicar muita força na escovação) é segurar a escova apenas com 3 dedos: polegar, indicador e anular. É meio estranho e acho que a definição “mão de fada” cai bem nessa situação ;). Mas é uma estratégia bem eficiente, porque você perde parte da força fazendo assim. Comigo funciona.

      • Ana, obrigado pela resposta.

        Experimentei essa sua dica. É complicado viu…rs. Funciona, mas é desconfortável. Acho melhor mesmo pegar com todos os dedos e afrouxar a mão, rs. Precisa ficar muito minutos escovando para q a limpeza seja boa? Vc, por exemplo, como escova os dentes? Tem sensibilidade? Quantos minutos demora em média?

        • É complicado sim, concordo. Eu também prefiro afrouxar a mão… essa, na verdade, é uma forma de fazer a pessoa lembrar de não fazer força. Se fez lembrar, já valeu a “mão de fada”. :D

          Eu acho que o tempo que se leva escovando os dentes faz diferença sim, é importante não ter pressa… escovar cada lugar sem negligenciar. Sabe que eu nunca cronometrei minha escovação? Mas farei isso, prometo, daí conto pra você. E sim, tenho um pouquinho de sensiblilidade, mas mais por causa um pouquinho de recessão gengival que eu tenho em pré-molares superiores.

          • Ana, mas a recessão gengival é uma consequência da má escovação ou problema congênito? Sensibilidade nos dentes a causa é sempre recessão gengival, correto?

          • Não Nico, a sensibilidade dentinária pode ter outras origens também, e até “origem desconhecida”, aquele cara que tem sensibilidade e, aparentemente, motivo algum pra isso. A recessão gengival é uma das causas da sensibilidade, já que expõe parte da raiz do dente, mas ela pode ser causada pela escovação ou, também, acontecer por outros motivos, como a movimentação ortodôntica e o trauma oclusal (quando o dente “bate” nos outros de forma desfavorável). E, mesmo assim, nem sempre a recessão gengival leva à sensibilidade, tem gente que tem recessões enormes e não tá nem aí. :)

          • Viche!

            Pelo jeito o negócio é complicado…quantos livros tenho que ler para entender esse troço?

  4. Olá, que ótimo Blog! Parabéns!
    Tenho retração gengival, devido à anos de escovação incorreta. Os dentes são sensíveis… já usei todos os cremes dentais que prometem diminuir a sensibilidade, e nada funcionou. Minha dentista pediu pra eu massagear a gengiva, pra ver se ela volta… fez foi descolar mais, e ficar muito dolorido! O que mais posso fazer? Cirurgia? Ou há algum produto selante pra aplicar?
    Obrigado!

    • Edney, quando o problema é generalizado (e não em 1 ou 2 dentes só), fica mais complicado. Cirurgia em todos os dentes é algo bem invasivo… se esteticamente não estiver incomodando você, talvez não seja o caso. O que eu sugiro é a aplicação de um dessensibilizante em todos os dentes sensíveis. Se trata de um gel que o dentista aplica diretamente nas raízes expostas, e essas aplicações podem ser feitas até que a sensibilidade diminua. Converse com a sua dentista sobre essa possibilidade.

  5. Olá, Ana! É com um imenso prazer que, depois de revirar toda a rede, encontro o seu blog, o qual apresenta uma linguagem acessível e interativa. Parabéns! Bom, infelizmente eu tenho sensibilidade (ops! hipersensibilidade dentinária!), mas não é em todos os dentes: basicamente é nos caninos superiores e inferiores, bem como nos dentes encostados a estes. Entretanto, o desconforto é muito mais agudo com alimentos doces, que provocam uma dor intensa; não tenho cáries, até porque passo por limpeza constantemente. Gostaria de saber quais são os procedimentos mais viáveis (levando em conta o custo/benefício) para solucionar, ou pelo menos amenizar este problema. OBS: Já usei um dos cremes dentais mencionados acima, mas o resultado não foi o esperado: o efeito é muito passageiro, só funcionando no momento da aplicação, e desaparecendo em menos de uma hora depois do uso. Aguardo resposta.
    Abraço!

    • Obrigada, Fábio :).

      Além dos cremes dentais, existem géis dessensibilizantes que podem ser aplicados pelo dentista, e que são muito usados em casos como o seu, quando a hipersensibilidade :) não é generalizada. Eu acho que isso pode ajudar.

  6. Olá! Voltei!
    Agradeço pela resposta rápida (confesso que achei que ia demorar um bocado!!!), mas eis que surgiu outra dúvida: esses géis dessensibilizantes são aplicados apenas pelo dentista? Quero dizer, não são vendidos em farmácias, para que o próprio paciente os utilize? Claro, eu sei que deve haver uma orientação médica, mas eu fico pensando: se apenas o dentista pode aplicá-lo, qual é o intervalo entre as aplicações (em dias, semanas, meses…)? Mais uma vez, aguardarei resposta.
    Cordialmente,
    Fábio.

    • Oi Fábio! É que você me pegou com o blog aberto e respondendo as perguntas, aí foi de imediato! Já essa resposta levou algumas horinhas pra sair, eu tava no consultório :).

      Então, esse tipo de desensibilizante é aplicado apenas pelo dentista. A quantidade e os intervalos entre as aplicações dependem do caso, mas geralmente é coisa de dias (pra ver como o dente está reagindo e se serão necessárias outras aplicações).

  7. Oi, Ana! Mais uma vez, muito obrigado pela resposta! Realmente, eu estava na dúvida quanto ao uso dos dessensibilizantes, mas agora as coisas estão ficando mais claras… Então, pelo que você (posso chamar assim, sem cerimônia?) disse, as aplicações variam de pessoa para pessoa, mas isso quer dizer que o uso não é permanente, isto é, depois de um determinado tempo de tratamento, o “problema” pode ser definitivamente erradicado? Aguardarei resposta de novo, mas não tenha pressa; sou um internauta muito paciente – em todos os sentidos da palavra! E desculpe se eu sou muito “perguntão”; é que com problemas odontológicos eu tenho uma relação bastante estreita!

    • Claro Fábio, me chame como você preferir :). Sim, em muitos casos a sensibilidade desaparece após algumas aplicações e não volta. E se voltar, sempre dá pra aplicar de volta. E precisando, pergunte! :)

  8. Boa tarde, doutora!
    Perguntei antes sobre uma “seladora” que o meu dentista passou nos meus dentes que estavam sensíveis. Pois então: eles continuam cada vez mais sensíveis, às vezes tenho a impressão de que todos os meus dentes doem. Mas um, no qual fiz um canal há anos, está doendo mais. Estou tomando anti-inflamatório diariamente e começando a ficar assustado. Tenho 42 anos. Que será isso?
    Yvan.

    • Yvan, você está usando alguma pasta pra sensibilidade dentária? Converse com o seu dentista, existem géis dessensibilizantes pra esses casos, também. Porque não me parece que o seu problema tenha a ver com os selantes, parece ser algo mais generalizado.

      • Muito obrigado de novo. Uso sensodyne normal, aquela rosinha, alivia um pouco. Tenho limpeza marcada com o meu dentista, ele disse que tenho um pouco de retração. Talvez é isso, a retração causa tanto desconforto assim?
        Yvan

        • Sem dúvida, Yvan! Recessões gengivais geralmente estão ligadas a casos de sensibilidade dentária, pois parte da raiz do dente fica descoberta é suscetível a estímulos externos.

  9. Ah, obrigado! E pode ter certeza de que eu voltarei sempre e sempre, com mais perguntas, pois adorei a interface interativa deste blog, bem como o respeito com que os “perguntões” como eu são atendidos!

  10. Olá, Ana. Primeiro gostaria de dizer que o blog é muito legal e parabenizá-la pela iniciativa :). Tenho uma dúvida em relação a uma dor que estou sentindo e gostaria de saber se você pode me ajudar. Há um mês atrás comecei usar Sensodyne e depois de duas semanas, dois dos meus dentes começaram a doer. Curioso, foi que pareceu que o efeito foi ao contrário, ou seja, esses dentes ficaram sensíveis e, por achar estranho, suspendi o uso do creme dental. Eu nunca tinha tido hipersensibilidade e comecei a usar o creme, mais como uma espécie de proteção extra (que arrependimento!). Suspendendo o uso da Sensodyne, voltei a usar uma pasta regular (Colgate 12), só que para minha surpresa e sofrimento, meus dentes continuaram a doer e a dor parecia estar aumentando gradualmente. Como tava doendo muito, há três dias atrás eu usei o Sensodyne novamente, porque pensei que poderia aliviar um pouco a dor e que talvez a rejeição que eu tinha tido nas duas primeiras semanas fosse normal ou parte do processo. Assim, desde quinta 25/04 eu estava usando o Sensodyne na hora de ir dormir (pensando q talvez, se eu utilizasse o creme aos poucos, eu me adaptaria a ele e também eu diminuiria a sensibilidade que apareceu, e que estava me incomodando muito). Nesses dois dias (ontem e antes de ontem) a sensibilidade nos dois dentes diminuiu, mas hj pela manhã, acordei com os dentes doendo. Foi uma dor diferente de sensibilidade. É na parte do dente que está na gengiva. Além da sensibilidade que surge na hora que como ou bebo alguma coisa (principalmente fria), hoje quando acordei, os dois dentes estavam (e estão) doendo também na parte que entra na gengiva. Como eu me arrependo de ter usado essa Sensodyne (não que ela seja ruim, mas no meu caso, está acabando comigo). Assim, estou pensando em suspender de uma vez por todas o Sensodyne (para acabar com essa dor estranha na parte que entra na gengiva) e ficar usando só a Colgate. Mas o problema é que a sensibilidade pode ficar mais aguda novamente. Será que você consegue me ajudar?? Vale dizer que só não fui no dentista ainda porque estou fora do país e aqui dentista é muito caro. Mas se você disser que é muito importante que eu vá ao dentista, acho que eu vou ter que ir mesmo não querendo. Muito obrigado, desde já, Charles.

    • Charles, não faz sentido que a Sensodyne tenha causado a hipersensibilidade. Se fosse um problema de gengiva (exclusivamente), eu até pensaria nisso. Mas o seu relato é o primeiro que eu leio / escuto com essa associação. Considere a possibilidade de ser apenas uma coincidência. De qualquer forma, interrompa o uso da Sensodyne e use outra pasta que também seja específica para dentes sensíveis (como a Colgate Sensitive ou a Oral-B pra esse fim). E, não melhorando, não tem jeito: será preciso procurar um dentista.

      • Muito obrigado, Ana. Vou fazer isso sim e ver o que acontece. Parabéns pela iniciativa do blog, novamente! :)

  11. Oi doutora Ana! Eu to escrevendo de longe… aqui do Japão, pois meu filho mais velho acabou de trocar a dentição dos dentes superiores frontais, mas há alguns dias vem reclamando de dores nas pontas dos dois dentes da frente… ele disse que pode ter sido porque ele usa os dentes para morder coisas duras… (ex: lego, brinquedos de plástico)… voce disse que deve se ir ao médico, mas aqui no Japão, infelizmente, a medicina odontologica é ruim!! Tenho medo de levar ele e piorar ainda mais a situação.
    Doutora me ajude… que problema é esse e o que posso fazer ? Aguardo respostas ! Obrigada !

    • Priscila, se a causa da dor for mesmo a uma parafunção (usar os dentes de uma forma não prevista, já que eles não foram feitos pra “morder lego” :)), o problema deve se resolver com a interrupção do hábito. Converse com o seu filho pra ele parar de morder coisas duras.

  12. Olá, doutora. Tenho sensibilidade nos dentes e retração gengival. Já usei aparelho ortodontico e acho que escovo os dentes com muita força. Não uso com frequencia Sensodyne. Comecei a usar a Sensodyne Repair ha pouco tempo. Minha dentista acha que podemos tapar as retrações com resina, mas estou na duvida. O que vc acha? A resina ajudaria? Obrigada.

    • Cristiane, pode ajudar sim. Mas pode ter o efeito contrário também e, pelo menos por um tempo, até aumentar a sensibilidade. Outra possibilidade é a aplicação de um gel dessensibilizante… pode ajudar. Converse com a sua dentista.

  13. Olá doutora! Vim novamente chatea-la porque há algo que me preocupa… eu tenho uma GRANDE tendência em desenvolver cáries mesmo limpando tanto como eu limpo e sempre depois de comer alguma coisa (seja fruta, seja um petiscar qualquer) com escova e pasta, fio dental e elixir. Contudo, eu sei que tenho vários dentes cariados… Acho que sempre tive porque já doiam um pouco há uns anos, quando bebia água fria ou comia gelado, mas a minha médica dentista anterior nunca tratou… :/ Falei sobre isso com o meu médico dentista e ele disse para eu fazer um raio x à boca para se ver os dentes por dentro, porque há muitas reparações na minha boca e podem estar mal limpas por baixo como aconteceu com uma recente que até tinha falado antes. Eu disse ao doutor que ia deixar de comer doces definitivamente (nem só aos fins de semana ou festinhas) porque tinha medo de piorar as cáries e não tenho como pagar (tenho gasto muito dinheiro em médicos, dentista, faculdade ultimamente) só mesmo para prevenir e lavar os dentes mais frequentemente e com ainda mais cuidado. Mas hoje faço anos e descuidei-me e sem querer estava a fazer um bolo e quis provar a massa a ver se tava boa de açúcar e passou num dente (restaurado há muitos anos) que deu uma dor muito aguda… O que devo fazer já que não posso pagar o dentista? :/ Esse dente também doi um pouco em contato com água fria, mas com comida quente não acontece…
    O médico disse que eu podia comer doces desde que lavasse logo a seguir os dentes e para eu aplicar uma pasta chamada duraphat por cima da limpeza normal dos dentes porque tem mais fluor.

    Que conselho me pode dar doutora? Eu não quero perder outro dente por inflamação da gengiva como aconteceu com um que vou ter de arrancar porque ignorei a dor de dente como sensibilidade e continuei a comer doces mesmo escovando depois (altura de comidinha de feira, aniversário etc no ano passado fez isto)…

    Obrigada e desculpe o texto grande!

    • Concordo com o seu dentista, Inês, é hora de fazer uma radiografia pra verificar se você tem cáries ou restaurações que precisem de reparo, até pra ter uma dimensão real dos problemas bucais que você (eventualmente) tem. Quanto a total restrição ao açúcar, acho uma decisão muito radical… se você higieniza bem os dentes como descreve, isso, em si, já previne que a ingestão de doces cause ou “piore” cáries. É uma situação complicada, porque, além de higienizar de acordo, não há nada que você possa fazer sozinha pra prevenir / tratar suas (eventuais) cáries… o dentista é fundamental. É uma “ação conjunta”, digamos assim.

      Enfim… faça o exame. Assim a situação definida, pelo menos.

  14. Olá, conversei com minha dentista e ela disse que a resina pode realmente fazer o efeito contrário. Me sugeriu a laserterapia. Isso resolve mesmo? Devo investir? Como isso funciona?

    • A aplicação local de laser de baixa potência costuma ajudar, sim, na diminuição da sensibilidade dentinária. A aplicação é feita no consultório mesmo, através de um aparelho específico pra esse fim. Talvez sejam necessárias de 2 a 3 sessões, depende do caso.

  15. Olá Doutora, estou com sensibilidade horrível no dente da frente. Dói até quando sorrio, bate o vento, dói quando tomo bebidas geladas. Estou sofrendo muito com isso, minha dentista só me deu um relaxante muscular ate agora. Estou ate desanimada com tudo isso, é uma dor insuportável, semana que vem vou voltar la mas a dor continua… O que será pode ser, dói ate a gengiva próxima ao dente. Parece que quando eu durmo e eu aperto meus dentes e amanhece tudo dolorido, mas o relaxante não aliviou nada ate agora. Um abraço e obrigada pela atenção.

  16. Oi, Dra. Ana

    Meu dentista não consegue descobrir a razão de uma sensibilidade que apareceu em alguns dentes meus. Não é cárie, já foram feitos todos os testes e nada. Até fiz canal. Mas não posso fazer canal em todos os dentes que doem. Não é viável. Estou usando placa de bruxismo de silicone (porque fico rangendo os dentes à noite)
    Fiz um teste eu mesma e queria a sua opinião.
    Se eu mordo qualquer alimento, sinto uma onde de sensibilidade crescente que vai embora em 2 segundos. Não é espontânea. É sempre com um estímulo (mastigar algo, beber algo). Porém, se eu pego esse alimento e coloco em cima do mesmo dente e pressiono com os dedos, aí não dói. Se faço esse mesmo teste com os dedos no dente de cima (o dente que encaixa para fazer a mordida), também não dói. Só dói quando minha arcada superior e inferior trabalham juntas…

    Ou seja, quando mordo normalmente!!

    E outra: eu fiz o teste de morder alimentos usando a placa de bruxismo de silicone (que recobre os dentes mas deixa um espaço para que as arcadas não encostem). Também não dói…

    O que é isso? Que tipo de anomalia é essa? Minhas arcadas não estão trabalhando juntas em harmonia… dá sensibilidade. Era apenas 1 dente, agora são 4…

    Os meus dentistas não tem ideia do que seja… (estou com mais de um) conto com sua experiência para me dar uma luz!

    Obrigada
    Cris

    • Cris, me parece que é uma questão de distribuição de forças, mesmo. O bruxismo coloca uma força maior do que o normal sobre os dentes, então essa sensibilidade é, até certo ponto, esperada. Quando você usa os dedos, a força é MUITO menos… aí não dói. Quando você morde com a placa também não dói porque a função dela é, além de proteção, distribuir as forças oclusais. Pergunto: a sua placa é de silicone mesmo (flexível) ou rígida? Placas flexíveis não são indicadas pra bruxismo, ok?! Elas têm que ser rígidas, se não não servem. Veja aqui a respeito: http://medodedentista.com.br/2013/08/bruxismo-o-habito-de-ranger-os-dentes.html

  17. Oi, Dra. Ana

    A placa que fizeram para mim é de SILICONE. Estou usando há 4 dias. O dentista me disse que a placa de silicone NÃO É IDEAL. Mas falou para eu comprar para fazer um TESTE. Se houvesse melhora, era para fazer a RÍGIDA.

    Mas se é comprovado que eu ranjo os dentes (minha família já me escutou rangendo os dentes a noite), devo ir direto para a placa RÍGIDA, é isso?

    Ele me pediu para esperar uns 4 meses usando a placa de SILICONE… a senhora acha que é melhor usar logo a RÍGIDA? (não sabia que a de silicone podia PIORAR o problema do bruxismo)

    Há alguma placa rígida melhor para o bruxismo? Pode me indicar alguma? (marcas, modelos?)

    Muito obrigada, está me ajudando muito…
    Cris

    • Cris, eu aconselho a confecção da placa rígida JÁ. Ela é personalizada, não dá pra comprar pronta, e é confeccionada especificamente pra você através de um modelo em gesso dos seus dentes. O nome técnico é DIO (Dispositivo Inter Oclusal). Tem um vídeo no link do post que eu passei pra você anteriormente que explica o funcionamento da placa.

  18. Muito obrigada, Dra. Ana!
    Vou usar a placa e quando eu sarar, volto aqui para te agradecer melhor e deixar meu depoimento sobre seu blog e sua iniciativa de ajudar (de ajudar MESMO) que é sensacional (e pena que outros profissionais de outras áreas não façam o mesmo).

    Obrigada
    Cris

    • Por nada, Cris. Fico feliz em ajudar. E volte mesmo, aguardo notícias. :)

  19. E quando a sensibilidade começa depois de uma restauração? Eu obturei o 1º molar com resina composta pq ñ era uma cárie mto profunda (diz o dentista) e eis q desde então é impossível encostar qualquer coisa fria nesse dente… é ruim até para escovar quando está frio. Segundo o dentista isso era normal por um tempo, mas já passaram quase 2 meses, eu to usando Sensodine, mas nada de melhorar a sensibilidade desse dente…
    Vai ser assim pra sempre agora? =(

    • Krishina, isso é realmente comum, mas apenas até 30 ou 40 dias depois da confecção da restauração. Se já se passou mais de 2 meses, seu dentista precisa reavaliar. Às vezes é necessário remover a restauração e deixar apenas com curativo por alguns dias, para que o “nervo” do dente se recupere.

  20. Ana… eu fui ao dentista ha alguns dias atras, ela fez uma obturaçao em um dente meu e agora eu nao consigo nem encostar nele principalmente se for alguma coisa mais solida, eu quase morro de tanta dor, parece uma faca entrando dentro do dente, sem contar q depois começa a doer muito e tenho q tomar remedio, falei com ela sobre o assunto e ela passou um gel e mandou eu usar um creme dental sensodine, esse creme realmente é muito bom, pois sempre q começa a doer eu passo um pouquinho sobre ele e ameniza um pouco, mas se eu volto a mastigar novamente com ele, ele doi de novo e começa tudo novamente, nao sei o que eu faço mais, o que pode ser isso, me ajuda… obs: faz umas 3 semanas já isso…

    • Silvana, parece ser uma combinação de fatores. Certa sensibilidade após a confecção de uma restauração é algo esperado e deve regredir em até 1 mês. Mas não faz muito sentido que a dor seja só por causa dessa restauração, já que diminui com o uso de Sensodine (que é uma pasta pra dentes sensíveis)… então você deve ter algum problema de sensibilidade dentinária, também (recessão gengival, etc.). Aguarde mais uns dias… se permanecer como está, seria bom sua dentista reavaliar a restauração, pode haver alguma coisa errada além desse sensibilidade comum que citei.

  21. Eu fiz uma obturação no dente ha 1 mês mais ou menos e depois desse tempo, quando foi na quinta a noite, quando fui comer, senti uma grande dor ao tomar um suco… sendo que a comida não incomodava… e o pior que quente, frio, água ou suco até mesmo quando vou enxaguar a boca dói, já a comida e escovar os dentes não… será que pode ser hipersensibilidade dentária ou já está na hora de fazer canal no dente? Estou tomando anti-inflamatório para ficar mais tranquilo ao comer pois a minha dentista foi viajar e só consegui marcar com ela na quinta!!
    Uma observação: ela olhou meus dentes e perguntou para mim no dia da obturação se eu escovo os dentes muito forte… e eu disse sim e ela não disse mais nada.
    Fico grato pois leio todos os posts e me identifiquei muito com esse…!

    • Guilherme, dor com líquidos quentes não é bom sinal… geralmente significa problema de canal. Não posso afirmar que seja o caso só por causa desse sintoma, mas é uma possibilidade real, sim. É preciso avaliar com mais critério. A pergunta sobre a escovação deve ser pelo fato de você ter recessões gengivais (ou início de)… escovação com muita força pode levar a isso.

      • Mas se fosse canal eu não teria dor sem parar? Mesmo com o uso do anti-inflamatório? Pois eu não sinto dor se não for liquido e a dor não é em cima do dente, e sim do lado, perto da gengiva ou nela mesmo, não sei explicar, pois quando bebo algo a dor é intensa, mas percebo que é mais ou menos nessa região e não em cima, o dente é o penultimo de baixo do lado direito… fico grato pela resposta…!

        • Não necessariamente… a dor não precisa ser contínua pra que haja um problema de canal (mas reitero: não estou dizendo que É, apenas que a dor com estímulos quentes não costuma ser bom sinal). A dor próxima a gengiva é mais um indício de que você tem recessões gengivais.

          • Adoro seus posts, pois o dente é uma das coisas mais valiosas como apresentação da gente… e gosto dos posts pois as curiosidades e duvidas que são tiradas toda vez que leio… continue assim, obrigado pela atenção!

          • Obrigada, Guilherme! :)

  22. Gostaria de saber se é normal sentir dor nos dentes quando uso o sensodine, tem quatro dias que comecei a usar, mas doi quando uso.

    • Não é normal Izaias, pelo contrário. A Sensodyne é uma pasta para dentes sensíveis, que visa diminuir a sensibilidade… e não aumentá-la.

  23. Ola! Eu uso aparelho ortodontico e no dente que esta a banda eu sinto muita sensibilidade, falei pro meu dentista e ele disse para eu usar alguma pasta para sensibilidade; já usei sensodyne original, sensodyne pro-esmalte e agora estou usando colgate pro-alivio e mesmo assim ainda não senti uma melhora. O que pode ser isso?
    Obrigada desde já.

    • Nayara, se a sensibilidade for muita talvez seja o caso de remover a banda pra verificar o que está acontecendo. Converse com o se dentista.

Comente ou pergunte!

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*


Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>