Quanto Custa Um Tratamento Ortodôntico?

Taí uma pergunta que eu ando cansada de responder. Mesmo, não é só força de expressão :). Quando não é alguém que liga no consultório, é no blog ou no Pergunte ao Dentista. Todo mundo quer saber quanto custa um tratamento ortodôntico!

O problema não é a pergunta… o problema é que a resposta não é padrão como muita gente pensa. Fazendo uma analogia, perguntar quanto custa qualquer tratamento odontológico sem que haja uma avaliação do paciente é como chegar numa concessionária e perguntar quanto custa um carro “em média”. O vendedor não vai saber o que dizer pra você, embora o trabalho dele seja vender carros. Ele, no mínimo, irá perguntar: qual carro? Aí é que está. Todo carro tem a função básica de transportar algo ou alguém de um lugar para outro… mas você quer um carro que apenas cumpra essa função ou que vá além?

Existem “n” tipos de aparelhos dentários, de várias marcas, de vários materiais. Todos cumprem o objetivo a que se propõem: “desentortam” dentes e resolvem problemas de mordida. Mas cada dentista trabalha com a marca e o tipo que prefere, e geralmente faz essa escolha por critérios técnicos. Da mesma forma, cada paciente tem um ou mais objetivos e exigências ao decidir usar aparelho.

Tipos de aparelhos dentários

No que diz respeito ao dentista, os principais fatores que influenciam na formulação do valor de um tratamento ortodôntico são: experiência e formação.  Profissionais renomados vão cobrar mais caro, e existe um motivo pra isso. Experiência se adquire atendendo e aprendendo a cada novo paciente e formação é fruto de muito estudo e embasamento teórico pra saber fazer e fazer bem feito. Especializações, mestrados, doutorados, pós-doutorados… anos de estudo e dedicação!

No que concerne ao paciente, o que mais varia para se estabelecer um valor para o tratamento é a dificuldade do caso e o material do aparelho. Sim, o dentista pode (e deve) cobrar mais caro se o seu caso for mais complicado! Afinal, lembre-se que ele não está cobrando pelo custo do aparelho… mas por um tratamento ortodôntico, o SEU tratamento ortodôntico. Com relação aos materiais de que são feitos os aparelhos, os mais usados são:

  1. Aparelho metálico: é o mais popular e apresenta uma boa relação custo-benefício. É um material relativamente barato e que tem ótimo desempenho clínico. Sua desvantagem é a estética, embora há quem se divirta trocando a cor das borrachinhas. Existe também a versão “auto-ligada” (que dispensa o uso de ligaduras elásticas).
  2. Aparelho estético de policarbonato: é feito de uma resina plástica. Tem índice de quebras maior que do aparelho metálico e a estética é bem duvidosa, de aspecto grosseiro. Eu não recomendo.
  3. Aparelho estético de porcelana: é produzido em porcelana policristalina.
  4. Aparelho estético de safira: é produzido em porcelana monocristalina. É mais translúcido, mais resistente e mais caro que o aparelho de porcelana.
  5. Aparelho lingual: os braquetes são colados na parte de dentro dos dentes, por isso não aparecem quando o paciente sorri. Essa colagem é feita de forma indireta, ou seja, as peças precisam ser ajustadas em laboratório para se adaptarem a cada paciente em especial. E essa personalização encarece o tratamento.
  6. Invisalign: o tratamento consiste em uma sequência de placas transparentes removíveis. Não é indicado para toda movimentação ortodôntica. É caro (cerca de 5 vezes mais caro que um aparelho convencional), mas confortável e eficiente. Gisele Bündchen que o diga.

Entendeu agora como é complexo saber quanto custa um tratamento ortodôntico? Só com todas essas variáveis consideradas, será possível determinar um valor… e esse valor não é o mesmo para todo paciente. Por isso, não ligue perguntando “quanto é a manutenção” e, principalmente, não selecione dentista / ortodontista pelo preço. Considere os aspectos acima e escolha de forma consciente, levando em conta suas necessidades e, por que não, os seus desejos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

No Plantão: Ana Tokus

Cirurgiã-dentista graduada pela Universidade Federal do Paraná, especialista em Radiologia Odontológica e Imaginologia pela ABO-PR, convicta de que medo de dentista se combate (também) com informação. Diva-Boss do OdontoDivas e autora do Blog Raios Xis. Twitter: @AnaTokus e @medodedentista Veja todos os posts de Ana Tokus
Postado em: Ortodontia | Marcadores: , ,

90

  1. Oi, minha fihla tem 05 anos e nao para a massinha no dente dela, tenho q leva toda semana no dentista, as vezes dura so dois dias e ja cai, depois q ela coloca a massinha deixo ela sem comer nada durante 02 horas, a Dra. disse q nao sab o q fazer, q so acontece isso com a minha filha.

    • É preciso investigar a causa, Cleo. Se a restauração está num lugar bastante exigido, se há algum hábito da sua filha que favorece que a restauração se desloque, etc..

  2. Doutora,
    Quando tinha 13 anos coloquei aparelho devido à mordida torta, quando tinha 18 anos tirei, pois o dentista não estava fazendo um trabalho totalmente correto, porém creio que melhorou um pouco o problema, quando tirei o aparelho aos 18 anos o tratamento não estava concluido, porém meus dentes estavam manchados e sensiveis, e o dentista não me deu nenhum aparelho provisorio quando tirei o o metalico, isso é certo?
    Bom, hoje tenho 21 anos e creio que o problema da mordida torta está voltando a ficar como antigamente, quero saber se ainda tem solução para o meu caso com aparelho odontologico? E cirurgia, qual o perigo, quais os riscos, e o valor??

    Desde já agradeço.

    • Bianca, o aparelho removível de contenção é colocado sempre após a remoção do aparelho fixo, com a conclusão do tratamento. Se o se tratamento não foi concluído, não faz muito sentido usar contenção. Os dentes podem entortar um pouco sim, mas se você pretende começar um novo tratamento ortodôntico, sem problema. Acho que o seu problema, se não for esquelético, ainda tem solução com aparelho. Não sei se você precisa de cirurgia e nem de que tipo, seria preciso examiná-la e fazer alguns exames pra afirmar – ou não – isso. Procure um ortodontista pra avaliar.

  3. Muitoooooo obrigada pelo esclarecimento Dra.
    Vou fazer mini-implantes mesmo, ele me falou que a diferença é que mini-placa termino o tratamento em 2 anos e mini-implantes 2 e meio, e o resultado sera o mesmo no final. Então analisando o que ele disse e o que a Dra. me explicou, acredito que implante é a melhor opção. Obrigada novamente Dra. pelo tempo dedicado.
    Es uma alma iluminada =)

    • Imagina, Dayane… fico feliz em ajudar. :)

  4. Obrigada pela explicação Dra. Ele me deu as duas opções, falou que ambas teriam um bom resultado, por isso pedi uma sugestão de escolha =) Pois o preço das duas muda muito, e gostaria de saber se optasse pelos mini-implantes teria a mesma eficácia da placa, sabe? Dra. poderia me dizer como é o pos-operatório de ambos? O mini implante é seguro? Doi para colocar? E depois de colocado doi?

    • O pós-operatório das mini-placas é mais “chato”, porque é preciso cirurgia pra instalá-las. Os mini-implantes, por sua vez, têm instalação bem mais simples, basicamente é preciso escolher o local – com certo critério, claro – e “parafusá-lo”. Com relação à eficácia, é como eu disse: depende do que seu ortodontista pretende. Mas se ele diz que os resultados são parecidos, me parece mais simples e menos invasivo optar pelo mini-implante. A colocação é com anestesia local, não dói, e o pós-operatório costuma ser BEM tranquilo.

  5. Boa tarde, Dra! Primeiramente parabéns pelo blog e por toda essa paciência que tem com nos leitores =)
    Tenho uma duvida, vou colocar aparelho, fiz um orçamento e o dentista me deu duas opções, com mini placas ou com mini implantes. Ele me explicou mas não entendi muito bem. Gostaria de saber se os dois métodos são bons? Tem algum que se sobressai do outro em questão de qualidade? Ambos terei o mesmo tempo de tratamento? A cirurgia da placa é tranquila o pós operatório? Quais dos métodos devo optar?
    Desde já grata pela atenção Dra ;)
    Obrigadaaa

    • Dayane, a escolha pelos mini-implantes ou mini-placas é uma questão mais técnica, depende do plano de tratamento e das movimentações dentárias que se pretende fazer. Os 2 dispositivos oferecem ancoragem esquelética, ou seja, pra se “puxar” um dente usa-se a mini-placa ou o mini-implante, e não outro dente (o que poderia levar a movimentações dentárias indesejadas). Em ambos os casos o tratamento costuma ser mais rápido, sim. A qualidade é a mesma, é mais uma decisão estratégica, mesmo. As mini-placas são mais indicadas em situações que necessitam da aplicação de forças ortodônticas mais intensas ou movimentos de vários dentes. Se for esse o seu caso, melhor as mini-placas. Portanto, eu deixaria a cargo do seu dentista essa decisão, com base no tipo de movimentação dentária que ele pretende fazer.

  6. Mas dra., meus dentes nao eram assim, foi depois de extrair o dente que ficou assim, sera que a extracao desse dente desalinhou os outros? O fato de eu ter extraido o penultimo dente nao interfere em nada pra usar o aparelho?

    • Você não citou nenhuma extração anteriormente… mas sim, a extração de um dente pode alterar a posição de outros dentes. Não digo que a extração desse dente “não interfere em nada”, certamente interfere, mas não impede que você use aparelho.

  7. Em todos os dentistas que fui falaram que tinha que colocar aparelho fixo, ai me pediu uma pasta, levei a pasta, dai eu voltei lae me disseram que meu dentes de cima eram pequenos dentro do osso e eu não podia colocar o aparelho, senão eu ia perder meus dois dentes da frente, ai fui em outra, ela disse que tinha que arrancar eles e fazer implante pra depois colocar o aparelho. Acho que ela esta ficando louca, quanto num vai ficar isto, não quero ficar sem meus dentes mas queria por o aparelho, porque eu canto e meus dentes são todos tortos, o que eu faço?

    • Ana, pelo que entendi as raízes dos seus dentes da frente já sofreram reabsorção, ou seja, “encurtaram”. Usar aparelho, nesse caso, pode levá-las a ficarem mais curtas ainda, ao ponto dos dentes não terem mais suporte e precisarem ser extraídos. As opções estão claras: se você não quer correr o risco de perder seus dentes, não use aparelho. Se você quiser arriscar (e encontrar um dentista disposto a se arriscar junto com você), pode perder seus dente. E aí será necessário usar prótese (removível, fixa ou implante).

  8. Oi Dra. Ana, meus dentes de cima estao com as pontas um pouco transparentes e quando fecho a boca os dentes de baixo tipo corroem os de cima, e parece q nao se encaixam bem, e nao sei se isso ta destruindo o esmalte, sera que tenho q usar aparelho ou outro tratamento?

    • Daniel, sim, essa mordida “de topo” pode desgastar o esmalte dos seus dentes. O uso de aparelho ortodôntico pode melhorar o “encaixe”. Procure um dentista / ortodontista pra avaliar.

  9. Oi doutora, sofro de problema dentário, não tenho prazer em rir perto das pessoas porque meus dentes são falhados e pra fora, aqui na minha cidade tentei usar aparelho, mas logo depois de uns 3 meses apareceu uma cárie no canal do meu dente 26, acho que o médico daqui na minha cidade não saber tratar canal e estou com um enorme buraco nesse dente, e por isso já tem quase 2 anos que vou no dentista que está com minha pasta e ele não quer mais montar os dentes de cima, ele só faz manutenção nos dentes de baixo, todo mundo diz que sou uma garota bonita, mas os dentes que atrapalham a minha vida, doutora me ajude, por causa dos dentes e sem saber como tratar sofro com a minha autoestima e não sei mais o que é sorrir, acho que estou perdendo o meu marido, não consigo ter prazer com ele por isso.
    Você pode ver minhas fotos lá no FACEBOOK meu nome lá é Eliane Sandres de Serra dos Aimorés MG, tenho 1 filho e marido. Doutora aguardo seu contato.

    • Eliane, por que seu dentista não quer instalar a parte de cima do aparelho? Se for por causa do dente 26, bastaria tratá-lo e continuar com o tratamento ortodôntico normalmente.

      Pelas suas fotos vi que você é realmente muito bonita. Só falta sorrir mais. :)

  10. Olá DRA, eu comecei um tratamento com o aparelho autoligado só em cima, mas preciso fazer o tratamento embaixo também, o meu dentista cobrou R$ 800,00 no aparelho de cima e R$ 250,00 por mês de manutenção por 24 meses, este tratamento está certo? Estou pensando em desistir. Desde já lhe agradeço pela atenção.

    • Jéssica, é o dentista que fixa seus próprios honorários, não tem “certo” com relação a isso. Se você acha que o investimento é muito ou que não condiz com a sua realidade ou, ainda, não está satisfeita com algo, sempre pode procurar uma outra avaliação.

  11. Olá Dra., tenho uma pergunta a fazer, quais tratamentos devo fazer antes de por o aparelho e quanto custa?

    • Noemia, depende de quais problemas bucais você tem (e se os tem). Se você não tiver cáries, tratamento de canal, próteses, etc. a fazer, uma boa limpeza é mais do que suficiente. É preciso procurar um dentista pra avaliar, cada pessoa é diferente.

  12. Ola doutora! Tenho 14 anos e tenho os dentes de cima aproximadamente com 3mm de espaçamento, o que me incomoda bastante, e embaixo tenho um conoide nos dentes da frente. Os meus pais dizem que nao preciso de aparelho e a minha mae diz que isso e uma vigarice pois mais tarde posso precisar de usar outra vez e que devo esperar até adulta. O que pensa sobre isto? Os aparelhos sao mais eficientes em adultos ou em jovens da minha idade?

    • Amelia, pelo contrário! O melhor período pra se fazer um tratamento ortodôntico é exatamente a fase de crescimento, o tratamento fica mais rápido e é possível, inclusive, interromper problemas de mordida em curso. Pra quê esperar os problemas aparecerem se é possível evitá-los? Ainda, se houver problema ortopédicos (não só de dentes, mas nas bases ósseas), depois de adulto fica muito mais difícil tratar e, às vezes, nem é mais tratável sem cirurgia ortognática…

      Minha sugestão é: procurem um ortodontista pra avaliar. Sua mãe pode achar o que quiser, é um direito dela, mas ela não é dentista / ortodontista… então, do ponto de vista técnico, a opinião dela não é relevante. Depois de uma opinião profissional, vocês decidem o que fazer.

  13. Muito obrigada pela resposta!

  14. Olá Drª, coloquei aparelho metálico nos dentes inferiores há 2 dias, porém minha dentista cobrou R$ 200,00 de “montagem” somente nos dentes inferiores, e para colocar nos superiores eu devo pagar mais R$ 200,00, fora a manutenção. Isso é normal? Muitos dentistas cobram pela montagem do aparelho, e se sim, costuma ser um valor tão alto?

    Obrigada!
    Adorei o post, parabéns!
    Bjs

    • Sim Alanda, o aparelho tem um custo, e é preciso considerar, também, o trabalho e o tempo do profissional. Portanto acho justa a cobrança. O valor em si varia, pois depende do tipo / marca do aparelho, técnica a ser utilizada, formação do dentista (especialistas em ortodontia certamente cobrarão mais caro), etc..

  15. Olá doutora, fiz uma tomografia no dente 21 e 22 de minha filha, ela tem nove anos e os mesmos estao impactados pela coroa e com um cisto dentigero, situação bem complexa, o elemento 21 está com raiz sinunciosa transovular ou transocular, acho que foi essa a palavra que ele usou, nao sei ao certo, e disse que só extraindo o incisivo frontal, nao sendo possivel tracionar esse dente, mas estou um pouco apreensiva em extrair, será que essa é a unica solução, devo procurar outra opiniao antes de extrair, pois depois que extrai nao tem mais volta, so protese, estou apavorada ela é uma criança.

    • Luciana, se você tem dúvidas, é legítimo procurar outra opinião. Mas se a raiz desse dente tem uma dilaceração, ou seja, está “torta” (muda de direção bruscamente), a possibilidade de tracioná-lo fica bem mais complicada, realmente.

  16. Olá, minha filha tem uma dilaceraçao no dente incisivo frontal, ele esta impactado, tem alguma chance minima que for desse dente ser tracionado?

    • Luciana, a esperança é a última que morre :). Mas dentes com dilaceração são BEM complicados de tracionar.

  17. Olá Dra. Ana!

    Primeiramente, parabéns pelo trabalho fantástico neste blog! Já tirei inúmeras dúvidas aqui!

    Minha pergunta é simples: um paciente que sofre de bruxismo (no meu caso não ranjo os dentes, apenas aperto (e muito!). Você acha aconselhável fazer tratamento ortodontico com Invisalign neste caso? Eu sinto muitas dores de cabeça devido ao apertamento e quando fiz clareamento com moldeira sofria demais (hoje ja sei que neste caso é melhor fazer durante o dia). O meu medo é sofrer com dores se utilizar o Invisalign à noite.

    Obrigada pela atenção!

    • Marielle, não há comprovação científica de que problemas oclusais sejam responsáveis pela ocorrência do bruxismo, portanto o tratamento ortodôntico, em si, não está indicado no controle do bruxismo. Tem um texto sobre o assunto aqui: http://medodedentista.com.br/2013/08/bruxismo-o-habito-de-ranger-os-dentes.html

      Quanto ao Invisalign, se você tem bruxismo noturno pode ser difícil utilizar o aparelho no período da noite, mesmo. A placa de clareamento é maleável, já a do Invisalign é rígida… então, deve doer menos ao apertamento. Mas pode incomodar, sim.

  18. Ola, bom dia!! Olha, eu fui em um dentista pra colocar aparelhos nos dentes, mas ele só olhou meus dentes, mas nem passou exame nenhum, so disse que iria arrancar 2 dentes meus!! E marcou o dia de eu ir so pra colocar o aparelho… ele cobra muito barato pra colocar aparelho… mas eu comecei a desconfiar pois eu antes de ter ido neste dentista eu já havia ido em outro!! O outro dentista já me pediu vários exames e me disse que teria que fazer uma analise primeiro do meus exames e dente!! Já este dentista nem pediu nada disso… será que se eu colocar aparelhos nos meus dentes neste dentista só porque ele cobra mas barato ou nem pediu exames vai acontecer algum problema comigo? Será que eu estarei correndo riscos?

    • Luilson, se você não confia, melhor fazer o tratamento em outro lugar. Pra quê arriscar?

  19. Oi dra., estou com desgaste em dois dentes, o pre-molar e o segundo molar, porque isso vem a acontecer? Posso perder meus dois dentes por conta desse desgaste? Isso é perda de massa osséa? Posso fazer o uso de aparelho mesmo apresentado esse problema? Obrigada!

    • Giselle, não sei se eu entendi bem… o desgaste que você relata é nos dentes mesmo ou a quantidade de osso em volta deles diminuiu? Isso seria perda óssea, sim. Se essa perda de osso estiver ativa, significa que você tem um problema periodontal que precisa ser tratado antes de qualquer coisa, inclusive de usar aparelho.

  20. OI ANA, EU USEI APARELHO DURANTE DOIS ANOS, EM SEGUIDA FIQUEI DESEMPREGADA, ENTÃO NÃO FUI MAIS AO ORTODONTISTA, AGORA COM EMPREGO E CONDIÇÕES GOSTARIA DE FAZER UM NOVO TRATAMENTO. SÓ QUE EU JÁ NÃO TINHA DOIS DENTES DO LADO ESQUERDO PROXIMO A PRESA, E UM DO LADO DIREITO TAMBÉM JUNTO A PRESA. E ACABEI PERDENDO MAIS UM, O ANTEPENÚLTIMO. EU POSSO USAR APARELHO NOVAMENTE? TENHO 30 ANOS, TENHO MORDIDA ABERTA E UM DIASTEMA NA PARTE INFERIOR ,A CADA DIA FICA MAS ESTRANHO O DIASTEMA. TENHO UMA GRANDE PREOCUPAÇÃO EM RELAÇAO À MINHA IDADE. GRATA.

  21. Boa noite Doutora,
    Gostei muito do seu blog e gostaria de tirar uma dúvida. Faz 6 meses que coloquei aparelho ortodôntico, 3 x 475 do aparelho e agora 3 x de 220 reais de manutenção. O dentista acabou de aumentar o valor da mensalidade em 9% por conta do aumento do salário mínimo, e até agora não vi melhora alguma nos meus dentes. Meu problema é simples: tenho os dentes ligeiramente projetados para frente, tanto os de baixo quanto os de cima. Eles já são alinhados, pois usei aparelho quando era mais novo, só falta isso para que eu fique satisfeito e não parece um problema difícil de resolver, uma vez que tem espaço para que ele movimente os meus dentes. Já era para ter melhorado, acho que ele está me enrolando. Ele nem montou o aparelho todo ainda, só a superior e inferior pega de um canino ao outro somente. Procurei outros dentistas na minha cidade e ele é o mais caro de todos. A maioria cobra 160 reais (o que não é barato) de manutenção, sem preço de aparelho e sem reajuste. Bom, o que gostaria de saber é se como já paguei pelo aparelho posso ficar com ele e só mudar de dentista, ou se tenho que devolvê-lo, e gostaria de saber se esse preço cobrado é justo uma vez que ele não faz nada de extraordinário apenas a troca de fitas metálicas e borrachas, e resultado que é bom nada. Gostaria de uma opinião sincera, pois estou cansado de ser enganado por pseudo-profissionais.
    Muito obrigado.

    • Marlon, o aparelho é seu, não é preciso devolvê-lo. Mas trocando de dentista, há uma grande possibilidade de que o novo dentista remova esse aparelho e instale um novo, porque cada profissional trabalha com um tipo diferente de material, marca de bráquetes, etc.. Já que os outros dentistas na sua cidade não cobram pelo aparelho, isso não seria um problema. Com relação ao valor cobrado, não tenho como julgar, afinal de contas o dentista, como profissional liberal, tem total liberdade de cobrar quanto achar necessário pelos seus serviços, assim como o paciente tem de procurar um valor “mais em conta”.

  22. Olá, tenho 20 anos e comecei meu tratamento ortodontico há uns 7 meses. Mas faz uns dois meses que um dente foi pra frente e o outro ficou p tras. A diferenca é grosseira. Questionei a profissional, e ai ela disse que ia faze-lo voltar p lugar. O problema foi que o dente q foi p tras, era o q ja estava, e o que está p frente continua!!! Se eu for interromper o tratamento é um direito meu pegar tds as minhas documentacoes p levar em outro ortodontista ??

    • Rúbia, durante o tratamento ortodôntico pode haver fases em que se tem a impressão (e às vezes nem é só impressão) de que os dentes ficam mais tortos do que eram antes. Faz parte do plano de tratamento e, certamente, isso será corrigido depois. Se você quiser interromper o seu tratamento, é um direito seu. A sua documentação é sua, você tem direito de retirá-la (se pagou por ela, é claro. E se não pagou, basta acertar o valor do custo e levá-la com você, da mesma forma).

  23. Oi, Ana!
    Meu pai paga 270 reais por consulta para apertar meu aparelho fixo há 1 ano e 4 meses. Tenho 15 anos e meus dentes eram tortos e apinhados. Meu dentista disse que irá tirar o aparelho daqui a 2 meses, mas os inferiores continuam bastante tortos, é visível. Ele disse que eram daquele jeito por falta de espaço e não tirou nenhum dente meu, mesmo tendo dois nascendo bem lá no fundo da boca. Tive que usar uns “bloquinhos” para girar os dentes, que ficam encaixados no aparelho e são bastante incômodos. Não estou satisfeita com o resultado pq os dentes de baixo não estão bonitos e nem alinhados. Devo procurar outro profissional?

    • Marina, eu acho que a primeira coisa a se fazer é deixar clara a sua insatisfação para o seu dentista. Se os dentes não estão alinhados, ele deve explicar pra você o motivo e se há algo que possa ser feito (desgastes entre os dentes, extração de algum dente, etc.). Se houver algo a ser feito e você estiver disposta a isso, pode continuar o tratamento. Se ele disser que nada pode ser feito, é um direito seu procurar uma segunda opinião.

  24. Olá Ana,

    Hj fui a um consultório novo porque mudei de cidade e precisava arrumar um novo dentista, fui para fazer a rotina de limpeza em que me cobraram 85 reais, achei um preço justo, e como é muito perto do meu trabalho, aceitei o tratamento. Acontece que tenho uma contenção para retirar de dois anos e meio na parte inferior e interna dos dentes, devido ao aparelho ortodôntico que usei anos atrás. O fato é que o ortodentista da clínica me cobrou 100 reais somente para tirar a contenção, o preço é justo? Achei muito caro porque o valor é superior ao tratamento que farei lá. Além disso, como lembro da época em que tirei o aparelho fixo, o processo foi relativamente rápido, creio que o dentista não irá gastar nem 15 minutos para retirada da contenção além de nenhum material de uso. O que acha? Está muito acima o valor levando em consideração o serviço? Porque eu estava imaginando o máximo e colocando para cima uns 50 reais e olhe lá.

    • Camilla, é aquela história: o combinado nunca é caro… e o conceito de “justo”, nesse caso, pode ser bem subjetivo. A parte boa de ser profissional liberal é justamente pode cobrar o que se quer (ou o que se acha justo / cubra os custos / dê lucro). É um direito seu fazer a remoção dessa contenção num outro dentista, se você desejar. Eu, particularmente, cobraria menos… mas já vi colega cobrando mais, também.

  25. Olá Dr., eu tenho uma dúvida, eu tenho 18 anos e aos 17 perdi um dente molar inferior, meus dentes já começaram a ficar azuis, nao entendi muito isso, porém sempre tive medo de dentista, agora estou pensando de marcar uma consulta, seria possível eu usar aparelho mesmo sem o dente molar inferior? E a consulta é paga?

    • Kézia, pode. A falta de 1 ou mais dentes não contraindica o uso de aparelho. Alguns dentistas não cobram a avaliação/consulta, mas eu particularmente cobro e acho que eles deveriam cobrar também.

  26. Oi doutora, tudo bem? Adorei o post! Mas tenho uma dúvida sobre o Invisalign… Ele precisa de manutenção?
    Bjs!

    • Precisa, Luiza. Não é uma “manutenção” em si, mas é preciso que o dentista/ortodontista acompanhe a evolução do tratamento e oriente o paciente com relação a troca das plaquinhas.

  27. Eu tenho os dentes falhados e separados, sera que eu preciso usar aparelho ?

    • Inaria, se você pretende corrigir, provavelmente sim. Procure um dentista/ortodontista para avaliar!

  28. Boa noite, uso aparelho dentario há sete meses, pago R$ 95,00 por mes da manutenção, mas a dentista só colocou a parte de cima e eu ja perguntei para a dentista quando ela vai colocar a parte de baixo, e perguntei tambem se ela vai colocar a parte de baixo só quando tirar a parte cima e ela me respondeu só que vai colocar e não falou mais nada. Isso é normal ficar tantos meses só com o aparelho nos dentes de cima?

    Outra coisa que gostaria de saber se é normal o aparelho ficar sem a borrachinha, a dentista só colocou a borrachinha no primeiro mês, e há seis meses que ela não colocou mais a borrachinha. Isso é normal e certo?

    Outra coisa que gostaria de saber há cinco meses um braquete do aparelho soltou, e fui logo na dentista, mas ela falou que era pra mim voltar só no dia marcado da manutenção, então tres semanas depois voltei, e a detista colocou outro braquete e me cobrou R$ 15,00 por colocar o braquete, isso é certo, o dinheiro que pago pela manutenção, ja não é pra isso?

    Há dois meses a ultima peça do do aparelho do lado esquerdo se soltou, ela e colada no dente mas não sei se o nome é braquete tambem, quando fui a dentista ela disse que não ia colar outra no lugar, iria deixar sem mesmo. Isso é certo dela fazer?

    Pago a manutenção de R$ 95,00 ,e ela só marca uma vez por mes para ir no consultorio, e ela não faz nada, só liga a luz da uma olhada no dente, da uma empurrada com o alicate no meu dente no meio por cinco segundo e diz que estou liberada, ou seja ao todo não chego ficar nem um minuto no consultorio . Isso e certo e normal?

    Obs: tenho 24 anos, quando tinha 15 anos o meu primeiro molar do lado direito foi extraido, a dentista falou que ao longo do uso do aparelho, vou ter que colocar um mini-implante no lugar do dente que foi extraido e com certeza a dentista vai cobrar outro dinheiro por isso. colocar esse mini-implante é certo e é necessário e se ela cobrar vai ser certo?

    Em cima no total são 15 dentes porque um foi extraido como disse acima. E em baixo tenho todos os dentes 16 dentes no total.

    Obs: decidi procurar uma dentista para colocar aparelho porque são levementes tortos nos dentes principais da frente, tanto nos dentes superiores, como dentes de baixo. A difrença que senti durante esse sete meses com aparelho é que os dentes de cima estão só um pouquinho de nada menos tortos.

    Segue acima meu historico com o aparelho dentario.
    Se puder me responde todas as minhas perguntas serei grata.

    • Gabriella, sem sempre o aparelho é instalado em cima e embaixo ao mesmo tempo. Talvez, no seu caso, haja uma mordida profunda que impeça a colocação do aparelho embaixo sem a utilização de algum dispositivo (levante) que impeça que você morda em cima dos bráquetes de baixo e os descole. Mas eu não sei se esse é o caso, é apenas uma suposição. Tudo depende do seu plano de tratamento.

      Sobre a borrachinha, não sei sobre que tipo de borrachinha você fala… tem um monte de tipos! Quanto ao mini-implante, se ele será utilizado no tratamento terá que ser cobrado… pois tem um custo.

      Sobre cobrar quando uma peça do aparelho descola: geralmente isso está previsto no “consentimento esclarecido” (o que o pessoal chama de “contrato”) que você deve ter assinado quando colocou o aparelho. Portanto, sua dentista pode cobrar. Eu acho que há casos e casos… às vezes o descolamento ou quebra tem uma justificativa, portanto dá pra “deixar passar” a cobrança. Vai muito do bom senso.

      A peça do aparelho à qual você se refere deve ser a “banda”, um anel metálico. Nem sempre é necessário usá-la, às vezes o tubo vai colado diretamente no dente. Mais uma vez, depende do que sua dentista está planejando pra você.

      As consultas ortodônticas costumam ser mensais mesmo, pois é do prazo de mais ou menos 4 semanas que os dentes precisam para se movimentarem. Geralmente nessas consultas o dentista troca o arco e avalia a necessidade de outros dispositivos, como elásticos, molas, etc.. Mas, muitas vezes para o paciente, parece simplesmente uma “troca de borrachinhas”, pois ele não entende o que o dentista está fazendo. Por isso, é importante dar uma de “curioso” pra compreender o que se passa… pergunte!

      Enfim, Gabriella… é essencial uma relação de confiança entre o dentista e o paciente. Você, obviamente, não confia na sua dentista. Sendo assim, talvez seja o caso de trocar de profissional… não porque ela esteja fazendo necessariamente algo errado (embora algumas coisas que você relata realmente pareçam ser meio “estranhas”), mas porque a confiança já era! Pense nisso.

  29. Oi, eu tenho 12 anos. Mas ainda li isso, e não sei ainda quanto custa o aparelho! Meu dente, ele é pra frente, muito pra frente mesmo, um em cima do outro… E quero colocar um aparelho transparente ou rosa! Moro em Ipanema Visconde Pirajá – RJ . Obrigada! :)

    • Daniela, é que o valor depende do caso, não é igual sempre! Por isso é que você precisa pedir pra sua mãe levar você num dentista para avaliar.

  30. O aparelho autoligado diminui o tempo do tratamento se comparado ao aparelho tradicional?
    E o valor da montagem e manutenção fica tão mais caro?
    Estou em dúvida em qual escolher, qual você me indicaria?

    • Caroline, não há comprovação científica de que o aparelho autoligado realmente proporcione um tratamento mais rápido, embora sua “fama” seja essa. Hoje essa modalidade é mais comum, portanto o valor não deve ser muito diferente a de um tratamento convencional, mas um pouco mais caro certamente (para valores, é preciso avaliar com um dentista). Esse tipo de aparelho é bom sim, pode ir sem medo. :)

  31. Boa noite, tenho todos os meus dentes, mas venho reparando que minha boca esta ficando murcha, existe algum tipo de aparelho que corrija isso? Obrigado.

    • Antonio, o próprio processo de envelhecimento a que estamos sujeitos pode levar a esse efeito. Talvez os seus dentes estejam, também, mais para trás do que o desejado, e isso pode acentuar algumas linhas da face. Seria legal fazer uma avaliação com um dentista/ortodontista para ver se esse é o seu caso.

  32. Eu vou colocar aparelho “do céu da boca” amanhã (23/08/2012). E queria saber se tenho que ficar em casa ou ir para a escola?

    • Kétlyn, pode ir pra escola sim! :)

  33. A duração do tratamento ortodôntico com aparelho estético é mais demorado que o com aparelho metálico?

    • Não, Caroline. Um aparelho estético de qualidade e um metálico de qualidade não diferem necessariamente com relação ao tempo de tratamento.

  34. Olá posso botar aparelho sem fazer limpeza nos dentes ?

    • Laryssa, se você não estiver precisando de uma, pode. :)

  35. Meu filho já faz 6 meses que tem o aparelho movel para corrigir a mordida, e nesse tempo já quebrou 2 vezes e estou cansada de pagar, gostaria de saber qual a mordida certa?

    • Roseli, não entendi bem a sua pergunta… se você puder ser mais clara, eu agradeço.

  36. Isso foi a pior coisa que fiz na vida APARELHO ORTODONTICO só me incomodei foram 8 anos usando, tirei ha um mes e nao ficou como eu queria, meus dentes estão abrindo, moles e dando alteração de tamanho, agora estou usando móvel e 4 bracks em baixo, n vejo o q fazer mais, me arrependi muito devia de ter ficado com eles do jeito q tava.

    • Michele, é totalmente fora dos padrões um tratamento ortodôntico durar 8 anos. Se seus dentes estão abrindo e moles, desconfio que seu problema seja periodontite, o que não tem nada a ver com o aparelho… não é o uso dele que causa esse problema. Procure um dentista especialista em periodontia e faça uma avaliação, o quanto antes.

  37. Minha filha está fazendo tratamento para correção de mordida profunda há uns 5 meses. Acontece que o aparelho que vinha usando quebrou, e segundo a dentista especialista será necessário substituí-lo por outro novo. Acontece que o valor que ela irá me cobrar por um aparelho novo está acima do que eu posso pagar no momento (R$580) e ainda por cima ter que ser à vista. Consultando uma amiga minha que é protética sobre o valor cobrado, soube que um protético geralmente recebe em torno de R$50,00 para confeccionar o tal aparelho, o que me fez pensar que o valor cobrado do paciente não é muito justo. Além disso há o pagamento das mensalidades para a manutenção. Outra questão é que minha amiga me disse que o aparelho quebrado pode ser recuperado, ou seja, dá para consertar, e ela mesma o faria para mim. Neste caso, eu poderia ir em frente e deixar minha amiga consertar o aparelho de minha filha ao invés de aceitar o que a dentista propôs? Caso eu não faça desta maneira terei que interromper o tratamento por estar sem condições de pagar o valor cobrado pelo aparelho novo. Caso eu tenha que interromper o tratamento posso solicitar à dentista a documentação que forneci para o diagnóstico no inicio do tratamento, e o histórico do tratamento até o momento?
    Agradeço suas informações!

    • Maria, não sei essa diferença de preço é realmente assim como sua amiga diz (os R$ 580,00 me parecem muito e os R$ 50,00 me parecem pouco, pelo menos para a minha realidade), e também não sei a que tipo de aparelho você se refere especificamente. De qualquer forma, se há uma maneira de recuperar o aparelho quebrado (e geralmente há), acho uma solução totalmente válida. Não vejo problema algum em que sua amiga conserte o aparelho.

      Quanto à outra questão: se a qualquer momento o paciente quiser interromper o tratamento é um direito que lhe cabe, assim como retirar sua documentação ortodôntica, que efetivamente é sua, o dentista apenas detém a sua guarda pelo período de tratamento. Claro que, ao interromper o tratamento, não se anulam os valores que por acaso o paciente deva.

  38. Assim… Faz 1 ano que eu estou usando o aparelho… só que ele me colocou só o superior eo inferior não.
    Só que eu preciso do inferior tb, pois tenho mordida cruzada… e todo mes que vou nele… ele sempre diz mes que vem montamos o inferior… será que ele tá fazendo certo o tratamento só com o superior?
    e também… sempre me escapa o fio, a banda e os braquetes.

    • Pâmela, deve haver algum motivo específico para que a parte de baixo do aparelho não tenha sido montada ainda… talvez uma mordida profunda, que faria você morder em cima dos bráquetes… não sei. Sugiro que você pergunte para o seu dentista o motivo, já que sem examiná-la não posso dizer qual seja. Quanto a escapar fio, banda e bráquetes, tome cuidado com a sua alimentação… alimentos duros e pegajosos costumam colaborar pra isso.

  39. Por favor, vou colocar aparelho nos meus dentes, só que estou com um pouco de medo, pesso que alguém já usou que me explique se dói muito na hora de colocar ou não, como devo me comportar com o aparelho. obrigado e por favor me responda.

  40. Hum tenho medo mas mesmo assim vou bota um. kkk
    Vai fica lindinho em mim.

  41. Dra. Ana, por favor, gostaria de uma opinião!

    Tenho visitado alguns blogs e lido sobre Ortodontia. Uma coisa que me preocupa é essa “popularização” das clínicas.

    Vou direto ao ponto: estou fazendo um tratamento ortodôntico pela segunda vez. Só que desta segunda vez, 10 anos depois, é numa clínica diferente. Bem movimentada até, mas a cada vez que vou sou atendida por uma Orto diferente. claramente dá pra notar que são recém-formados (nada contra!). Estou no 4 mês de tto e já caíram 6 braquetes!!! Isso é normal?!?! Da outra vez que me tratei em outra clínica nunca havia acontecido!!!

    Como devo proceder diante da Clínica e do Convênio???

    Por favor, me ajude!

    Obrigada!

    • Eleonora, não que seja normal, mas é comum. Claro que isso depende muito dos hábitos do paciente, mas você relata que na primeira vez que você usou aparelho nenhum bráquete caiu…

      De qualquer forma, a tendência é esse “cai cai” parar. Procure ficar sempre atenta ao seu tratamento, questione, pergunte, peça explicações sobre como está o andamento. É a melhor forma de “monitorar” o trabalho do seu (no caso “seus” :)) ortodontista. Abraço!

  42. Gostaria que você comentasse sobre profissionais que falam mal dos colegas, quando um paciente muda de ortodontista, somente para conseguir clientela, já que os pacientes são leigos.

    • Sugestão anotada, Paulo. E, infelizmente, não é só na Ortodontia que isso acontece. Um abraço e obrigada pela visita. :)

  43. Olá Dr. Ana Tokus. Adorei seu site, muito bom e explicativo. Parabéns.
    Tenho uma dúvida…
    Então, tirei o aparelho há 2 meses… e no primeiro mês fui no dentista pra ele olhar se os dentes que estão com o aparelho de contenção estão ainda no lugar. Já no segundo mês fui ao dentista novamente e a atendente disse que a primeira revisão dos dentes é gratuita… a partir do segundo mês, eu teria que pagar R$ 50,00, sendo que ninguém tinha me falado isso anteriormente. Isso é justo? Já que eu tirei o aparelho e só estou usando o de contenção.
    Desde já obrigada Dr.

    • Socorro, não vejo problema na cobrança, afinal de contas é uma consulta na qual o profissional investe seu tempo e conhecimento, ainda que nesta fase seja algo simples, um acompanhamento.

      Quanto a você não ter sido avisada, é realmente chato. Pergunto: você assinou algum “contrato” (consentimento informado) com o seu ortodontista? Geralmente essas informações constam nesse documento. Dê uma olhadinha lá… :)

      Obrigada pela visita e pelo comentário. Abraço!

  44. Adorei este post!
    Sem falar nos tipos de aparelhos e estruturas físicas das clínicas ainda há também o quanto aquele dentista estudou para saber planejar e executar um bom tratamento.
    bjs

  45. Obrigada por editar tudo isso Ana. Agora quando eu for responder a essa perguntinha no pergunte ao dentista, colo o link lá e VOILÁ!!!

    Mais uma vez, uma belo texto.

    Beijos

  46. Tokus, falou e disse!

    • Valeu, Dé! :)

  47. Parabéns pelo post Dra! Realmente as variáveis para se chegar ao preço do tratamento ortodôntico e odontológico são bem “conhecidas” pelos pacientes que comparam o preço com o do vizinho. Mas o mais importante é o profissional saber quanto ele pode cobrar pelo seu tratamento pelos vários custos de sua clínica. O problema é que este faz a mesma coisa que o paciente que está procurando preço, cobra igual ou menos do que o vizinho, isto é, dá um tiro no próprio pé! O dentista deve oferecer o intangível para poder cobrar mais do que o vizinho! Não faça como o vizinho, faça diferente, LCD, poltronas confortáveis, máquina de café, sala de negócios já são quase que obrigatoriedade nos consultórios de São Paulo, contrate o trabalho de um arquiteto, desenvolva sua marca, a identidade visual de sua clínica. Invista na sua clínica, ser dono rico com empresa pobre não dá mais! Todas estas dicas estão no texto do Gustavo Cerbasi http://dente.me/iO5hv5 Bjo Dra! ;)

    • É verdade Koga, é sempre importante lembrar (o que eu nem citei no texto) que todo consultório ou clínica precisa manter sua infraestrutura e, dependendo do padrão, não é nada barato. Isso vai influenciar no valor do tratamento, é uma questão de fazer as contas. E as pessoas cada vez mais estão buscando conforto e dando importância para o ambiente que as cerca. O dentista que não leva isso em conta, perde mercado. Calcular seus honorários com base no que os outros cobram é perigoso e pouco esperto.

      Obrigada pelo comentário, Doc! Beijo! :)

Comente ou pergunte!

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*


Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>