Quanto tempo dura uma restauração?

Uma pergunta que sempre me fazem.

Que tipo de restauração?

Pra responder essa pergunta é preciso considerar uma série de variáveis, e a primeira delas é o tipo de restauração: resina, amálgama ou outro material? Em se tratando de restaurações diretas (sobre as indiretas eu falo em outro post), a resina (a restauração branca) e o amálgama (a restauração cinza / metálica) são considerados materiais “definitivos” (entre aspas porque, em Odontologia, nada costuma ser definitivo 🙂 ), enquanto outros materiais são ditos provisórios: restauração à base de óxido de zinco e eugenol, ionômero de vidro, etc.. Em dentes de leite, esses materiais provisórios às vezes viram definitivos, permanecendo até que o dentinho caia.

Quanto tempo dura uma restauração provisória?

De 6 meses a 2 anos, dependendo do material. Mas o quanto antes você restaurar a dente adequadamente, melhor! Restaurações provisórias não têm grande resistência mecânica, então o conjunto dente + restauração fica frágil enquanto a restauração é provisória: a restauração pode cair, seu dente pode quebrar. É um risco que se corre.

As restaurações próvisórias são usadas pra vários fins, entre eles: intervalo entre as sessões de tratamento de canal, intervalo entre as sessões de clareamento interno, quando é preciso remover a restauração “definitiva” de um dente que está doendo pra ver se ele para de doer, enquanto se aguarda que um bloco fique pronto, etc..

Restauração provisória
Restauração provisória

Quanto tempo dura uma restauração de resina?

Depende de uma série de fatores: a forma (técnica) como a restauração foi confeccionada, a qualidade da resina, o tamanho e o local da restauração, os hábitos de higiene e de alimentação da pessoa, etc.. Qualquer restauração se deteriora com o tempo e, dependendo da combinação dos fatores que eu citei, isso acontece mais lentamente ou mais rapidamente.

Por exemplo: se você fuma e a qualidade da resina usada na restauração for não mais que razoável, ela provavelmente vai amarelar logo… em 6 meses, talvez. Ou ainda: se você tem uma higiene ruim, independentemente da qualidade da resina, suas restaurações vão durar menos, porque vai haver infiltrações (defeito nas bordas da restauração, onde ela encontra o dente) antes. Eu, que não fumo e escovo os dentes direitinho, tenho restaurações de resina nos meus dentes que já têm quase 15 anos! Mas vamos fazer uma média? Uma restauração de resina dura mais ou menos 5 anos.

Restauração em resina
Restauração em resina

Quanto tempo dura uma restauração de amálgama?

Restaurações de amálgama não são lá muito bonitas, e até por isso estão caindo em desuso: os pacientes não querem mais a “massinha cinza”. Sem contar a questão do descarte de resíduos… enfim.

Restauração em amálgama
Restauração em amálgama

Mas não dá pra negar: elas duram. Se tem uma restauração que realmente pode durar para o resto da sua vida – recebendo um polimento de vez em quando – é a de amálgama! Claro que não é assim tão simples, essa longevidade depende daquelas variáveis que eu citei. Mas se ela não desgastar, fraturar, infiltrar pela margem ou se a pessoa não quiser trocá-la por razões estéticas… ela permanece. Em se tratando de duração, essa é a diferença entre amálgama e resina: a resina terá que ser trocada um dia; o amálgama, talvez não.

Assista ao vídeo, onde eu explico tudo isso direitinho:

Espero que a pergunta tenha sido respondida. 🙂

Compartilhe:

Comentários via Facebook


Categoria: Dentística

Marcadores:

167 comentários

  1. Bom dia, Dra. Ana.

    Ontem fiz restaurações nos dois molares do lado direito, arcada superior. Acordei esta madrugada com uma dor na região onde a dentista aplicou a anestesia. Senti como se estivesse com o rosto bastante inchado, porém, quando olhei no espelho, estava normal. A dor se parece com dor muscular e sinto dificuldade para abrir a boca. O que pode ser?

    Os dentes restaurados estão ótimos, não sinto dor neles, nem sensibilidade, pois estou usando creme dental Colgate Sensitive Pró Alívio.

    Obrigado.

    1. Daniel, se foi feito o bloqueio do nervo alveolar inferior (1 anestesia só, lá no fundo, deixando metade da parte de baixo da boca dormente), você deve estra com um pouco de trismo (dificuldade de abrir a boca, geralmente, decorrente de rigidez muscular). Mas fique tranquilo, via de regra isso é passageiro e se resolve até de forma espontânea.

  2. Bom dia, dra! Meu filho caiu e quebrou o dente da frente. Foi feita a restauração, mas caiu com apenas 2 dias. Fiquei muito triste com isso, liguei no consultório e marcaram para refazer, mas tenho medo que caia novamente. Ele tem 9 anos. A odontopediatra dele disse que quando ele estiver maior, é ideal fazer a substituição por uma prótese dentária com pino. Se a restauração com a resina não funcionar, ele, nesta idade, poderá fazer esse procedimento? Ps: já é o dente permanente.
    Obrigada!

    1. Gessyanne, provavelmente é uma restauração um pouco grande, então ela acaba não tendo a retenção necessária. Aos 9 anos é complicado fazer pino, porque é preciso tratar o canal e a raiz ainda está em formação.

      1. Obrigada por responder, Dra. Ana. A odontopediatra falou exatamente isso. Então refizeram, desta vez um pouco menor. Ela está estudando a hipótese de fazer o pino ano que vem. Agora sabendo do que você me disse, vou avaliar se esse procedimento é realmente necessário agora. Mais uma vez, obrigada! Seu blog é incrível. Beijos!

  3. Fiz um tratamento este ano, após o mês de maio, e a obturação já caiu 4 vezes. E a mesma está localizada na arcada dentária superior, e quase na base do dente. Acho que a dentista está usando material de péssima qualidade! Não tem outra explicação!

    1. Sandra, na verdade pode haver várias explicações, inclusiva a do material ruim. Mas não há como eu sugerir uma causa pra isso apenas com base no seu relato. A “base do dente” seria perto da gengiva? Restaurações nessa área são mais suscetíveis ao deslocamento mesmo, principalmente se a pessoa tem o hábito de ranger os dentes. Mas não sei, estou apenas supondo.

  4. Dra. Ana Tokus, bom dia.
    Minha dentista retirou uma restauração antiga por estar com infiltração. Porém antes de substituir a restauração permanente ela utilizou uma restauração provisória e solicitou aumento de coroa clinica. Fiz o aumento e ela agendou a restauração definitiva. Porém ela me informou que só vai desbastar a restauração provisória e colocar a resina por cima. Isso é correto ou teria que retirar a provisória completamente?

  5. Dra. Fiz um canal no dente 36 e quebrou um pedaço da parte de dentro, qual o tipo de restauração adequada? O dentista disse q o pino de fibra de vidro e a resina seguram bem, mas estou com medo, ja outro falou no amálgama, me ajuda dra. por favor!

    1. Mauricelia, vale a avaliação do dentista a respeito. Mas eu prefiro as restaurações adesivas, como a resina, que são mais resistentes mecanicamente.

  6. BOA TARDE DOUTORA, MEU DENTE 11 TEM UMA PEQUENA QUEBRA JA FAZ ALGUNS ANOS, SEMPRE RESTAURO ELE COM RESINA, E NÃO DURA MUITO A RESTAURAÇÃO SAI. ALGUNS MESES ATRÁS FIZ NA TERÇA FEIRA E NA SEXTA TINHA SOLTADO, FUI EM OUTRO PROFISSIONAL E O MESMO DESGASTOU UM POUCO MAIS DO DENTE E FEZ NOVAMENTE, DESSA VEZ FICOU BELEZA, DUROU UNS BONS MESES. MAS AGORA, TORNOU SOLTAR NOVAMENTE, NO MOMENTO QUE SE SOLTOU EU NÃO TINHA COMIDO NADA RÍGIDO, PROCUREI UMA OUTRA PROFISSIONAL E A MESMA DIZ QUE PELO JEITO TENHO BRUXISMO E QUE ESTÁ SOLTANDO POR ISSO, MAS UM OUTRO PROFISSIONAL DISSE QUE É PELO FATO DE MEU DENTE TER MUITO ESMALTE E O “QUEBRADO” SER PEQUENO. O QUE A SENHORA ACHA? O ME INDICARIA FAZER?

    1. Franciane, você até pode ter bruxismo, mas apenas o fato da restauração ser pequena e estar em um local bastante exigido na mastigação já é motivo pra ela se deslocar. Talvez seja o caso de você fazer faceta / lente de contato, haveria maior retenção. Converse com o seu dentista.

  7. Olá doutora, meu nome é Heloisa e tenho 16 anos.
    Tenho um diastema nos incisivos superiores, e também nos incisivos inferiores. A resina composta seria uma boa opção ? Tenho muito medo de amarelar ou “quebrar” a restauração… o que eu faço ?!

    1. Se esses diastemas não forem grandes, sim, a resina é uma boa opção. Mas se você não quiser restaurar, os diastemas podem ser fechados com aparelho ortodôntico, também. Procure um dentista pra avaliar.

  8. Olá Dra. Ana, fiz uma restauração com amalgama e mesmo depois de trinta dias quando como coisas mais duras e geladas / doces continua a dar fisgadas, será que está inflamada alguma parte do dente porque foi uma restauração profunda?
    Outra pergunta, se o dentista abrir o dente pra ver o que está acontecendo, se ele for restaurar de novo o desgaste não pode fazer com que meu dente fique mais perto ainda de ser caso de canal? Pois o dentista disse que a cárie tava bem funda, porém não era caso de canal, mas se precisar abrir de novo, o desgaste não pode prejudicar de modo a ser canal?

    1. Paula, pode ser uma pequena inflamação sim, chamada “pulpite”. Mas o fato da dor não ser espontânea, apenas provocada, é um bom sinal. Não acho que seja necessário, no momento, remover essa restauração… mas, se for, não será preciso desgastar mais o dente, ainda mais em se tratando de uma restauração de amálgama, que é de cor completamente diferente do dente e não é adesiva. O dentista pode remover sem qualquer desgaste a mais.

  9. Oi dra. recentemente fiz uma restauração de resina no dente da frente, perdi quase o dente todo, sobrou muito pouco do meu dente, tem perigo de cair essa restauração? Quanto tempo mais ou menos dura? Pois tenho muito medo de perder, de cair, e nem consigo comer direito de medo.

    1. Se é uma restauração direta e tão grande assim, sim, ela pode eventualmente se desprender, Luciana. Mas não adianta ficar com medo de mastigar… se for pra ficar assim, melhor pensar em alguma outra solução, como uma coroa, por exemplo. Converse com o seu dentista.

      1. Dra. fiz restauraçao em julho desse ano (uma em um dente do lado esquerdo e outra no ultimo direito) porem alguns dias depois 2 dentes meus do lado direito começaram a doer quando eu comia alguma coisa. Acabei deixando pra la pensando que era normal, porem atualmente nao doi igual antes mas quando mastigo chiclete e aperto eu sinto e tambem sinto como se o lado direito da boca estivesse meio que apertada, e se prensando na boca. A restauraçao pode estar alta?

  10. Olá, doutora Ana, eu fiz uma restauração no meu dente da frente, do lado esquerdo, faz um tempo, eu reparei que a restauração feita de resina, ficou maior que o outro. Não sei o que fazer, mas queria reajustar, porque tenho vergonha de sorrir para as fotos, onde fica visível a diferença. Tem como eu refazer a restauração?

      1. Doutora, boa tarde. Fiz uma restauração de resina faz 19 dias. Hoje a resina caiu, expondo o buraco que está no dente. Ao voltar ao consultório gostaria de saber os meus direitos, tendo em vista que o tempo mínimo de duração do produto (se for de qualidade) é de uns 6 meses, posso refazer o procedimento sem precisar pagar novamente? Já que a restauração não durou um mês. Ou sou obrigada a pagar?

        1. Diná, sua afirmação de que “o tempo mínimo de duração do produto (se for de qualidade) é de uns 6 meses”, embora eu compreenda que seja a sua expectativa, não procede. Primeiramente porque é complicado definir uma restauração como um produto que você compra, e segundo porque há “n” fatores que podem levar ao desprendimento da restauração além da falta de qualidade da resina ou do serviço. De forma geral, levando-se em conta o código de defesa do consumidor, os dentistas costumam refazer a restauração quando ela “cai” em até 3 meses, o que é o seu caso. Então, basta você ir conversar com o seu dentista, não acho que ele vá cobrar pela nova restauração. Se não houve nenhum comportamento da sua parte que contribuiu pra isso, ok.

  11. Olá Dra. Gostaria de saber qual radiografia eu preciso fazer para extrair meu Dente de Siso (molar), está doendo e quebrou, e quanto custa a extração?
    E eu queria trocar a massinha pela Resina Branca, posso? Tem alguem problema? Obrigada desde já pelas respostas.

    1. Paloma, você está invertendo as coisas. Você precisa ir ao dentista pra ele dizer pra você de que exames precisa pra avaliar seus sisos e se eles têm indicação de extração. Se sim, ele vai dizer pra você quanto custa com base na avaliação (não é o mesmo valor pra todo mundo, porque depende da dificuldade e de outras variáveis). Via de regra, é pedida uma radiografia panorâmica. Sim, se você quiser trocar alguma restauração escura pela “branca”, é possível. Converse com o dentista.

  12. Dra., minha duvida e a seguinte: alguns anos atras fiz um tratamento de canal, e consequentemente uma restauraçao, so que de tempos em tempos ela quebra e tenho q ficar refazendo, isso e normal?

    1. Simone, depende dos seus hábitos… mas sim, restaurações (em resina, principalmente) precisam ser trocadas de tempos em tempos.

    2. Simone, seu caso parece bastante com o meu (tirando o canal). Minha restauração quebrava direto, chegamos a cogitar uma prótese.

      Procure meu relato logo abaixo, a Dra. Ana deu bastante dica sobre isso.

      Por último, minha dentista “misturou” ou usou somente, não sei, fibra de vidro (material usado em prótese) com o material da resina, e finalmente ela tá durando bem, não quebrou até agora. De repente é uma opção.

  13. Olá, Doutora!
    Minha dúvida é a seguinte, posso trocar minhas restaurações (cinza), pelas de resina? Pois me incomodam um pouco até mesmo para bocejar em público. Beijos.

    1. Nicolas, se você realmente quer isso, pode. Mas tenha em mente que essa troca pode trazer alguma sensibilidade, mesmo que passageira. E que restaurações de resina precisam ser substituídas de tempos em tempos (2, 5, 10 anos, depende dos hábitos do paciente).

  14. Olá doutora! Tenho uma restauração com resina em um dos meus dentes da frente há 1 ano e 6 meses. Depois de 2 meses que fiz a restauração coloquei aparelho fixo. Retirei por esses dias o aparelho e a resina está bem amarelada, destoando da parte do dente original.
    Meu dente é bastante claro e estou em dúvida se refaço a restauração com resina ou se faço algum outro tratamento mais duradouro, já que li que não é saudável trocarmos muitas vezes a restauração… é normal devido ao uso do aparelho ou o material usado não foi de boa qualidade?
    Abs e obrigada.

    1. Carla, qualquer resina pode mudar de cor com o tempo, depende dos seus hábitos de alimentação e higiene, além do tipo de resina que foi usado. Se for uma restauração pequena, refaça em resina mesmo. Mas se for uma restauração grande, talvez seja o caso de pensar numa faceta ou, até, coroa (se for uma restauração MUITO grande), porque aí dá pra fazer de porcelana, que tem a cor bem mais estável.

  15. Boa tarde Drª Ana, me chamo Aline e tenho uma dúvida. Usei aparelho durante 4 anos e nesse período minha dentista fez a extração do primeiro pré molar, segundo ela ainda faltava espaço e por isso desgastou muito o segundo pré molar. O espaço fechou um pouco, mas não totalmente, mudei de profissional e ele fechou o espaço que faltava com resina. Depois de quatro anos uma pequena parte caiu e foi preciso refazer o dente inteiro, quando ele tirou a resina que ainda tinha para começar a restaurar, eu vi que esse dente está muito pequeno. A minha dúvida é: se futuramente eu precisar refazer esse dente mais vezes, eu posso vir a perder esse dente por tantas restaurações ou não corro esse risco ? Morro de medo de perder um dente. Aguardo seu esclarecimento. Obrigada !

    1. Aline, mesmo que a coroa toda do seu dente fosse desgastada, mesmo assim, sendo a raiz viável, ele não estaria condenado. Acho que você não precisa se preocupar.

      1. Boa noite Doutora Ana, eu fiz uma restauração em um dente da frente e tá doendo, faz 3 meses que fiz e começou a doer, tenho medo de ficar indo no dentista e ele ficar abrindo mais buraco nesse dente e nada resolver, tenho medo de perder esse dente.

        1. Camila, o dentista não vai abrir mais “buraco” que o necessário. Se for necessário abrir o dente, paciência… o importante é resolver o seu problema. Não vejo qualquer motivo pra você perder o seu dente.

  16. Ola doutora, estava pesquisando na net uma coisa q vem me incomodando muito (muitissimo). Tenho 4 canais na boca, aliás qq dor q tenho vou ao dentista e “eureka”… CANAL! Enfim, em um desses q fiz, nao sei bem o nome mas fica na parte inferior do lado direito, um ou dois dentes antes do siso, aquele q tem umas 3 raízes, entao, feita a restauraçao apos o término do canal perdi a paz, pois nao posso comer nada do tipo: carne, seja la frango, bife, peixe, nada nadaaaa q sempre fica pedaços nesse dente, nesse exato momento esta doendo pois passei o fio tentando retirar um pedaço de provável carne, pois fica resto de alimento, e por fim vem a dor, creio eu q, por conta desse resto no dente, se consigo retirar o alivio é imediato (impressionante). Mas agora é q vem o PROBLEMA… o fiapo da bendita carne passa certo? ok! Mas o fio dental nao passa, creio q pela massa da restauraçao, e qdo eu tento a todo custo passar o fio insistindo percebo q ao inserir fica dolorida a regiao causando esta dor q falei acima, doutora pelo amor de Deus me de uma luz, um ponto de partida para q eu possa investigar junto ao profissional da area o motivo desta situação q tanto incomoda, e frustrante, ja cheguei a considerar ate mesmo a extração, desde ja muito obrigado.

    1. Marcos, se foi feita uma restauração entre esses dois dentes, é provável que esteja sobrando material ali. Isso, em princípio, é simples de resolver. Procure seu dentista pra reavaliar.

      1. Doutora, boa noite. Fiz 4 restaurações nos dentes da frente tem dois dias. Sou viciada em café. O que faço? Beber com canudo é melhor? É verdade que não posso usar Listerine? As restaurações são de resina.

        1. Lu, vida normal. Não dá pra ficar se privando de tudo só por causa dessas restaurações. Beber com canudo ajuda, mas mesmo assim ainda haverá contato dessas restaurações com o café… e um dia elas terão que ser trocadas, independentemente de você tomar muito café. Quanto mais você cuidar na higiene e nos hábitos alimentares, mais tempo deve demorar pra isso ser necessário. Pode usar Listerine, sim, mas eu não recomendo o uso contínuo de qualquer enxaguante bucal, isso só “bagunça” a flora bucal.

  17. Olá doutora, tenho 17 anos e me chamo Paulo. Por uma série de motivos fúteis deixei de cuidar da minha saúde bucal, e logo comecei a fumar, e logo vieram problemas. Meus dentes superiores (centrais), estão abrindo buracos enormes e amarelados, não sei o que fazer, não sei onde ir. Existe algum tipo de restauração sem extração para o meu caso? Me ajuda por favor.

    1. Paulo, procure um dentista. A primeira coisa a fazer é um exame clínico detalhado pra identificar quais problemas você tem e propor tratamento pra eles. Se por acaso esse dentista não puder resolver todos esses problemas, ele vai encaminhar você para especialistas que possam. “Buracos” nos dentes via de regra são cáries, e cárie não é motivo direto pra extração. É muito provável que seja possível restaurar esses dentes e mantê-los, mas sugiro que você procure um dentista o mais rápido possível, pra não piorar a situação.

  18. Olá Dra. Ana,

    Já fiz várias vezes a restauração no penúltimo dente de baixo (não sei o nome), com o material da cor do dente. E várias vezes ele quebra um pedaço na parte próxima ao último dente, sendo assim necessário refazer (já estou refazendo pela terceira vez)… é normal? A restauração realmente é grande.

    O engraçado é que as vezes quando como tipo farofa, um grãozinho as vezes bate em algum lugar (não é sempre) e dá uma pequena dor (nada demais e só as vezes, a dentista falou que provavelmente é a vibração na mastigação), frio e quente não incomoda… um outro dentista falou que é normal ter um pouco de sensibilidade dado o tamanho da restauração. Mas se for só isso, será que existe a necessidade de canal? Ou de fazer coroa para não quebrar mais?

    Obrigado!

    1. Creio não ser o caso de coroa… mas provavelmente de um bloco (restauração indireta). Pelo seu relato, a restauração direta não está sendo suficiente pra oferecer segurança à estrutura do seu dente. Não vejo necessidade de canal, em princípio. O incômodo com a farofa é bem comum, a gente morde um grãozinho bem em cima de um local específico no dente ou na restauração, e essa pressão incomoda (quanto menor a área, maior a pressão). Acontece comigo também de vez em quando, mas não é um problema, em si.

      1. Olá! Obrigado pela resposta…

        Não sabia que existia essa diferença de restauração (direta e indireta)… o que viria a ser a indireta?

        Ainda bem, pelo visto não preciso de canal por enquanto.. 😀

        Acabei de achar um artigo falando sobre o assunto em seu site:
        https://medodedentista.com.br/2011/11/restauracoes-indiretas-inlays-onlays-overlays.html

        Bem interessante… acho que é a solução para meu problema, fora o fato de não haver o desgaste e “complicação” da coroa… vou conversar com minha dentista.

        A foto da matéria inclusive é mais ou menos a posição da minha obturação rsrsrs

        Abraço!

          1. Dra. Ana… aproveitando ainda o gancho do assunto, sobre as dúvidas da restauração: as vezes a dentista comenta que se fosse outro, já teria proposto canal nesse dente, mas eu entendo que canal seria no caso dele doer, visto que mesmo com canal, teria que fechar ele com a resina, que poderia quebrar da mesma forma futuramente, ou no caso de um canal é colocado um material mais forte? Fiquei sem entender essa relação, já que fechando com a restauração o mesmo não incomoda (como descrevi acima).

            Obrigado mais uma vez.

          2. Realmente, fazer canal não vai impedir que a restauração caia mais uma vez. A não ser que a ideia da sua dentista seja tratar canal, fazer pino e coroa completa. Aí o tratamento de canal seria necessário por causa do pino, não por haver dor.

          3. Olá Dra. Ana… continuando aqui meu dossiê rsrsrsrs

            Fizemos uma última tentativa de restauração (direta), desta vez ela misturou com um material utilizado em próteses (fibra de vidro?? não sei, hoje voltarei lá e perguntarei melhor), pois a restauração ficaria bem mais resistente.

            Tenho evitado mastigações mais fortes neste dente, a princípio, parece que desta vez não quebrou. No entanto, se por exemplo, deixar água gelada em cima do dente, depois de um tempinho, começo a sentir uma dorzinha que vai aumentando, até atingir o máximo (é suportável). Quando bebo algo gelado direto, ou seja, normalmente, não chego a sentir incômodo. Por vezes sinto incomodar com algo como já falei, a farofa, ou biscoito integral por exemplo, quando toca num local que imagino ser onde a restauração tem contato com a polpa do dente (quando tá desgastando para trocar a resina, apesar de ser grande a área, não dói, só dói quando o motorzinho toca numa área que ela falou que era a polpa, como é pouco, dá para aguentar até sem anestesia).

            Fico pensando as vezes em fazer logo canal e colocar a restauração indireta as vezes… ou será que estou me precipitando? E poderia ficar com esse dente assim, mesmo com uma sensibilidade maior?

            Isso tudo, se não tiver quebrado um pedacinho novamente e não vi rsrsrsrsrs aí não tem escolha… é partir para a prótese.

            Abraço e obrigado mais uma vez.

          4. Então… vai muito de avaliar a relação custo-benefício pra você. Você não tem dor espontânea, apenas incômodos provocados, então não me parece haver necessidade de canal. Mas se você e sua dentista resolverem tratar o canal, dependendo do tamanho da restauração, talvez já seja o caso de fazer direto pino e coroa. Isso vai resolver a sensibilidade e devolver estética e função do seu dente. Conversem.

          5. Olá Dra. Ana,

            Bom, fui lá e realmente a restauração resistiu bravamente rsrsrs não quebrou (ela utilizou fibra de vidro mesmo).

            No caso, estava faltando ela “fechar” as junções entre a restauração e o dente com um líquido. Após isto, a sensibilidade caiu bastante, e aparentemente tá resolvido o problema, já que a pouca sensibilidade que resta, quando deixo algo gelado em cima do dente, por exemplo, é pouca.

            Em relação a fazer canal, ela conversou exatamente o que você falou… e como está ok, optamos por deixar como está.

            Abraço e obrigado!

    2. Bom dia, dra!! Parabéns pelo seu blog, e por ser tão atenciosa. Meu filho tem 7 anos, e quebrou a pontinha do dente da frente. A dentista restaurou com resina, ficou ótimo, mas caiu poucas horas depois após ele comer um lanche. Ela não me explicou que isso poderia acontecer. Quarta estarei voltando lá. Será sempre assim? Teria algo melhor a ser feito? Muito obrigada!

      1. Marcia, algumas restaurações se soltam mais facilmente, geralmente as menores e em locais muito exigidos na mastigação são assim. É o caso do seu filho. Pode acontecer de cair outras vezes, sim. Uma possibilidade é aumentar retenção da restauração com um pequeno desgaste dentário. Converse com a dentista.

  19. Fiz uma restauração em resina, e durou apenas uma semana, liguei para “minha” dentista para refazer mas ela disse que para refazer eu teria que pagar de novo, fui até o consultório da mesma para reclamar, e ela voltou atrás, dizendo para eu voltar outro dia, para refazer, mas que seria a primeira é a última vez, resolvi não refazer e ir atrás dos meus direitos e procurar outro dentista, estou certo ?

    1. Matias, de que direitos você fala? Se ela disse que iria fazer novamente a restauração e você não quis, e foi procurar outro dentista, me parece que você está abdicando dos seus direitos. Depois que outro dentista “mexer” deixa de ser problema da primeira dentista e passa a ser responsabilidade desse dentista.

    1. Pra você ver, Octavio… como isso varia de pessoa pra pessoa. O seu provisório devia estar muito bem adaptado e cimentado, e você deve ter uma boa higiene, não é bruxista… são condições ideais.

  20. Olá doutora, eu fiz uma restauração num dente quebrado e como tirei o aparelho recentemente ainda estou usando o aparelho removível na hora de dormir, e agora estou com medo de o aparelho danificar de alguma forma a restauração, já que quando o molde foi feito o dente ainda estava quebrado e agora quando coloco sinto que não encaixa perfeitamente, é possível isso danificar? Devo tirar outro molde para fazer outro aparelho ou o que?
    Obrigada pela atenção 🙂

    1. Converse com o seu dentista pra verificar a adaptação do aparelho após a restauração. Se for preciso, pode ser feito algum ajuste no aparelho pra não interferir na restauração.

  21. Olá dra. Hoje fui ao dentista pq meu último dente superior quebrou praticamente na metade. O método de restauração do dentista eu nunca vi… Não é amalgama e não é resina, pelo menos eu acho, pois foi muito rápido… Ele preencheu com uma massinha branca e só!!
    Perguntei o que era, mas não entendi muito bem. Parece curativo, mas não tem gosto de curativo… E tudo não durou 1 minuto!
    Na hora que ele colocou a massa no meu dente parecia uma borracha, que depois ele me explicou que endureceria e que a durabilidade seria de 3 anos! Tbém me explicou que não daria pra restaurar da forma que eu conhecia, ou seja com amalgama ou resina, por ser uma área grande…
    O que será que ele fez? Qual a explicação mais clara?

    1. É um curativo, Lilian… só que não foi feito com aquele material que tem gosto de cravo. Foi outro tipo de restaurador provisório ou ionômero de vidro. Mas 3 anos é tempo demais pra se manter um curativo, ainda mais se a cavidade é grande…

  22. Oi boa noite, essa restauração com resina pode ser feita nos dentes caninos ? Pois eu tive que tirar os incisivos laterais. Já fiz tratamento odontológico, terminei. Mas fiz uma radiografia e nela constou reabsorção óssea. Não sei se muito. Mesmo tendo essa reabsorção posso fazer restauração com resina ou desisto? Pois sempre quis ter um sorriso bonito, mas com o incisivo central e o canino sem o incisivo lateral o sorriso não fica legal. E se der para fazer quanto tempo dura a resina ? Tem que fazer manutençao ou fica “pra sempre”? Obrigado e Deus abençoe sua vida.

    1. Lucas, sim… os dentes caninos podem ser restaurados para se parecerem com incisivos laterais. Nada na Odontologia é “pra sempre”, mas pode durar bastante… 2, 5, 10 anos. Se você optar por facetas de porcelana, por exemplo, deve durar bastante, muito mais que uma faceta de resina direta, por exemplo. Sugiro a avaliação de um dentista especialista em estética (Dentística).

      1. Sou eu o Lucas doutora, entendi, mas mesmo eu falando da radiografia ter constado absorção radial óssea. Muita absorção? Devo fazer uma radiografia nova? Posso fazer? Tem algum risco ? Pois é meu sonho ter um sorriso bonito. Obrigado. Tenho 23 anos.

  23. Olá, nunca tinha feito uma restauração antes.
    Fiz uma pequena hoje por causa de cárie.
    Fiquei com muitas dúvidas:
    1- o dente ficou bem sensível, é normal? Pq antes não me incomodava em nada, o buraquinho parecia um ponto;
    2- a restauração é branca, parece gesso, é assim mesmo, vi umas imagens e a resina nem dá pra notar, e da cor do dente.

    1. Evelyn, sim, o dente pode ficar um pouco sensível uns dias. Se esse incômodo passar de 30 dias, procure seu dentista pra reavaliar. A restauração em resina procura imitar o dente sim, mas pode ser que a sua seja provisória, um curativo, aí o material é mais “brancão”, mesmo. Se não for, é porque a cor da resina não combinou, mesmo.

  24. Bom dia, gostaria de esclarecer um dúvida, fui ao dentista ha pouco tempo atrás e esta identificou 4 cáries nos dentes de baixo, duas do lado direito, duas esquerdo, nos dois últimos dentes. Nestes dentes de fato havia visivelmente uma coloração amarronzada, mas não era muito grande, e eu não sentia nenhuma dor. Para não se agravar eu fiz a remoção desta cáries e restauração com resina, primeiro as duas do lado esquerdo e na outra semana o lado direito, com o lado esquerdo não houve problema, porém quando fiz o direito depois de alguns dias comecei a sentir dor quando ia mastigar coisas mais duras ou secas, porém não é toda vez, há momentos que sinto outros não, falei com a dentista que disse que neste dente a cárie era mais profunda, por isso era normal uma certa sensibilidade que poderia durar até um mês, e que se então a dor não parasse eu tinha que voltar para fazer raio x para ver o que houve, porque ai quer dizer que o dente não se adequou bem e tem até possibilidade de ter que fazer tratamento de canal.

    Achei um absurdo um dente que nem me incomodava chegar nesse ponto de canal, tenho medo de um possível erro da dentista, estou muito preocupada, faz duas semanas hoje fiz a restauração, toda vez que vou comer fico com receio e medo de doer. É possível realmente ser isso que a dentista falou?

    1. É possível sim, Aline. Talvez seja o caso de remover essa restauração e ficar com um curativo por alguns dias, pra ver como seu dente vai se comportar. Se o incômodo sumir, você restaura de novo.

  25. Oi Dra. tudo bem?
    Quero agradecer pelo blog, pois vc me ajudou muito a iniciar meu tratamento dos dentes. Porém, agora surgiu um novo problema.

    Desde que revolucionei meus hábitos e passei a usar fio dental duas vezes ao dia, tem uma coisa que está me incomodando demais. Quando passo o fio entre os dentes restaurados, ele mal entra ou se entra sai todo esfiapado e com sangue. Já comprei os fios mais caros que tinha e todos rasgam ou esfiapeiam em meio aos dentes porque não foi feito um bom acabamento das restaurações.

    Essas restaurações foram feitas por uma especialista em endo do meu convênio.

    Explico isso para essa minha dentista ou será que há necessidade de ir numa especialista em dentística para ela fazer um acabamento melhor? Os profissionais não vão achar um exagero isso? Com o tempo será que não “arruma” sozinho?

    1. Fale para a dentista sim, Pedro. É importante que haja um bom acabamento da restauração entre os dentes, pois entre os dente é exatamente onde há maior retenção de resíduos alimentares etc., então é um local propício à formação de cáries se não higienizado adequadamente.

  26. Olá doutora, vou completar 17 anos e nunca fui ao dentista, não por medo, e sim por falta de condições, mas nunca tive muitos problemas, exceto pelas cáries que notei ha pouco tempo, mas agora que tenho plano odontológico vou marcar um dentista. Estou apreensiva com oq ele vai fazer, não são muito grandes e não doem. Também queria utilizar resina pq acho muito feio aquelas obturações escuras, mas não sei se o plano cobre. Será que vai doer ou ele vai me dar uma bronca por nunca ter ido?

    1. Ana, se há cáries, será preciso removê-las e restaurar os dentes. Seu plano deve cobrir restaurações de resina, sim… hoje em dia o amálgama (as restaurações metálicas) andam sendo pouco usado. Não deve doer, afinal, se preciso, é só anestesiar. Quanto à bronca… não sei. Acho que eu daria um “puxão de orelha” sim 😉 , porque existe serviço público de atendimento em Odontologia… você poderia ter procurado uma Unidade de Saúde, não?! Mas não se preocupe com isso, o importante é tratar o que for preciso e, a partir de agora, ir pelo menos uma vez por ano ao dentista.

  27. Doutora, quando eu era criança eu senti uma dor muito forte no dente da frente superior, junto com uma coceira, eu não sei explicar… e começou a inchar, eu não podia nem tocar, formou uma bolha, meus lábios ficaram enormes. Fui no dentista e ele teve que fazer um canal. :'( lamento muito porque isso ocorreu e nem sei se eu tive culpa. Já deve ter quase 15 anos isso. Eu já tenho que esperar a queda da restauração, ne? O pior eh que como é o dente da frente, não eh todo profissional que eu confio.
    A senhora saberia me dizer o que foi que aconteceu? Eu não lembro o que o dentista disse, foi algo como uma infecção de uma bolha na raiz do dente de uma hora pra outra.

    1. Ana, pela sua descrição foi um abscesso com fístula, como explico aqui –> https://medodedentista.com.br/2014/06/bolinha-gengiva-o-que-e.html . Nem sempre um dente precisa estar cariado ou ter sofrido um trauma pra isso acontecer. Meio sem explicação, mesmo.

      Mas não se lamente! O tratamento de canal foi feito e, por causa disso, seu dente foi salvo. Você não tem nada que esperar a restauração cair… se esteticamente não está legal (o que não é de surpreender depois de tanto tempo), procure um dentista pra fazer uma nova restauração. Procure um dentista especialista em estética (Dentística), se preferir.

  28. Bom dia dra. Ana.
    Primeiramente parabéns, o seu blog e maravilhoso…
    Eu tenho uma dúvida, todo dente que foi feito o canal vai cair um dia ou é só mito mesmo?????

    1. Marcele, é só mito. A ideia de tratar o canal de um dente é justamente mantê-lo. Se ele fosse “cair mesmo”, seria melhor e menos trabalhoso extraí-lo.

  29. Dra., fiz um canal e em seguida um bloco. Já há alguns meses. Hoje senti que um pedacinho do bloco quebrou (na parte de trás entre o dente do canal e o do lado). Quanto tempo posso ficar sem consertar esse quebradinho?
    Estou nos EUA no momento é moooorro de medo de tratamento dentario, pois sou hiper sensível a dor. Não queria ter que fazer tratamento aqui… em outra língua … muito medo!

    1. Tatiana, depende do tamanho desse pedacinho. Via de regra, qualquer fratura enfraquece a estrutura do bloco todo. Então, se o dente estiver protegido / vedado ainda pelo bloco, se você não for tratar agora, evite mastigar com esse dente.

  30. Doutora. Seria possível colocar por dentro de uma restauração amálgama e por fora resina.. para nao ficar tao feio?

  31. Oi Drª Bom dia,
    Primeiro gostaria de elogiar o seu blog, ele é definitivamente excelente.
    Bem, tenho 3 dentes para fazer canal e já estou no processo final de 1 deles, o outro precisei ir a uma urgência, pois senti muita dor. Depois que voltei da urgência aguardei mais ou menos uma semana e voltei ao meu dentista para que ele continuasse os dois canais, o que está terminando o canal não estava doendo de maneira alguma até essa última consulta que eu fui e que, segundo ele, falta só fechar, não consigo nem comer, não dói em tempo integral, mas dói. Quanto ao da emergência, sinto como se ele fosse um coraçãozinho pulsante com dor, dói se eu morder, dá pontadas e remédio pra dor quase não faz efeito.
    Gostaria de saber se isso é normal até a finalização do procedimento ou se você acha que há algo anormal nisso.
    Ah… e o dentista que me consultou fez alguns procedimentos do canal sem anestesia, doeu pra caramba, já tenho pavor da agulha que a gente toma na bochecha e dói demais, agora fiquei traumatizada.

    1. Jéssica, o dente pode doer, sim, entre as sessões do tratamento de canal. Os sintomas que você descreve são comuns.

      1. Ola, queria saber uma coisa, quanto tempo leva pra a restauracao de dez dentes nao muito cariados, comecei um tratamento pra botar aparelho fixo e na pericia que foi feita a medica disse que so precisam ser restaurados com resina dez dentes e a cada mes sao 4 consultas, uma por semana, e isso ja vai fazer 5 meses, eu estou achando demorado demais.

  32. Boa Tarde Dra. Gostaria de saber se posso realizar procedimentos diferentes em dentistas diferentes (clínicas) através do convênio, é possível isto? Pois em um tem alguns procedimentos que cobrem e outros não, e vice-versa.

    Obrigada.

    1. Em princípio pode sim, Tita. Só não dá se forem procedimentos complementares, por exemplo: fazer o pino num dentista e a coroa no outro. Mas fazer o canal em um e a restauração em outro e até possível.

  33. Olá doutora,
    Coloquei resina no meu dente quebrado da frente (incisivo central) umas 4 vezes, mas está durando muito pouco tempo… antes era só um quebradinho, e da ultima vez quebrou mais. Mesmo eu não usando os dentes da frente para morder, a resina continua quebrando. A última vez foi enquanto eu dormia. Faz mal ao dente repetir o processo de restauração várias vezes? Existe outro método para que ele não volte a quebrar tão fácil?

    1. Fabricio, provavelmente é uma restauração bem pequena e, nessa posição, é bem difícil de parar mesmo, pois a incisal (a parte do dente que “morde”) é muito exigida na mastigação. Uma opção seria aumentar a restauração, pra que ela tivesse mais retenção.

  34. Olá, doutora! Como vai?
    Eu tinha uma obturação (obturação e restauração são a mesma coisa?) desta cinza, mostrada no seu post, feita há mais de 25 anos e pequena, praticamente uma bolinha de 2mm. Ela caiu do meu dente hoje, e agora ficou um buraquinho. Não sinto dor nem nada e estou tomando muito cuidado desde então (mastigando do outro lado, escovando com cuidado mas bem) mas estou muito preocupada pq ainda não consegui agendar um dentista para logo (o mais próximo para o fim da semana que vem). É perigoso ficar uma semana – ou até um pouquinho mais – nesta condição?
    Obrigada! Parabéns pelo blog.

    1. Oi Vanessa, no contexto que você usa os termos, é a mesma coisa, sim. 🙂 Antigamente se usava apenas o termo “obturação” pra se referir às restaurações. Hoje, o termo obturação é usado para o preenchimento do canal do dente (no tratamento de canal), por causa do significado da palavra, em si: obturar significa vedar, fechar. Já “restaurar” é um conceito mais amplo, que vai além de apenas “fechar o buraco” do dente, mas que envolve, também, devolver forma em função pra esse dente. Enfim… você não é dentista e pode falar do jeito que quiser, até porque, entre quem é leigo, o termo “obturação” é muito mais usado. É que como você perguntou, acabei explicando, mas não estressa com isso não. 😉

      Agora sim, respondendo sua dúvida: se é uma cavidade pequena e você não sente dor, pode aguardar 1 semana (ou um pouco mais), sim. Apenas evite mastigar alimentos mais duros com esse dente pois, sem a restauração, ele fica mais frágil e pode acontecer um “acidente” (imagina quebrar um dente que tem só um “buraquinho”?).

      Vi seu blog, muito legal. 🙂

  35. Olá Dra., gostaria de saber se o ionômero de vidro para restauração pode ser utilizado em restaurações definitivas. Olhei nas indicações de uso que os fabricantes colocam nas bulas e dá a entender que eles podem ser utilizados para esse propósito também. Em média, qual é o tempo que uma restauração feita com esse material dura?

    1. Bruna, como restauração direta, não… mas num núcleo de preenchimento ou como material forrador, sim. É que é assim: não há nada completamente definitivo em Odontologia… todo tipo de restauração, inclusive coroas, terão que ser reavaliadas periodicamente e, se necessário, substituídas um dia. O ionômero da mesma forma. Por ele ser um material menos estético e com menos resistência mecânica, de forma geral, que uma resina, ele dificilmente é usado como restauração “definitiva” em adultos… quase sempre é de forma transitória. Já em crianças, acaba ficando até o dente de leite cair. Complicado falar em média de tempo de duração, porque as condições variam muito, hábitos de higiene e outros hábitos dos pacientes, etc..

  36. Olá Doutora, eu uso aparelhos nos dentes ha 2 anos, tinha um problema de mordida cruzada, agora melhorou um pouco, usei umas liguinhas e foram elas que desceram, o tempo que usei elas meus dentes ficaram muito bons, do jeito que queria, os superiores um pouco a frente dos inferiores, mas dois meses sem elas notei que aos poucos os dentes estão voltando, falo isso pro meu médico mas ele diz que não volta mas pq os dentes passaram e estão bem travados, aí do nada o meu médico vai embora e me disse que já está bom pra retirar, só que não estou satisfeita, o que vc acha que devo fazer? Me dê um conselho.

    1. Suzana, se seu ortodontista vai embora e você gostaria de prosseguir com o tratamento, sugiro a opinião de um outro ortodontista, pode ser até um colega do seu (que ele indique). Mas se a mordida já descruzou, os dentes devem estar travados, mesmo. Talvez o que falte, apenas, é um pouco de intercuspidação, o que geralmente se obtém no último mês do tratamento. Converse com o seu ortodontista.

  37. Dra, meu dentista disse que era bom fechar os sulcos do meu molar com selante, porque é um pouco profundo, segundo ele… Sera que não perde a estética? Estou com medo de ficar feio… Mas eu entendo que é pra proteger contra cáries… Pois assim não se acumula nas fissuras. Obrigado. 🙂

  38. Bom dia, Dra., parabéns pela utilidade pública e pelo diálogo com a população.

    OS DENTISTAS DE CONVÊNIOS EM BRASÍLIA, RARAMENTE USAM ANESTÉSICO TÓPICO. Fui em 5 ou 6, nunca me aplicaram, antes da agulhada (anestesia).

    Acessei um site, e vi que é muito barato, cerca de 1,50 a 2,00 um tubete (caixa com 50 tubetes, R$ 98,00). Não entendi, então, porque desta “economia”. Até mesmo anestesia, se o paciente aguentar e não pedir, eles não dão, em restaurações.

    Absurdo, mas somente agora, saindo do meu convênio e indo numa clínica particular, fui tratado (primeira vez, em 20 anos) sem dor, com carinho e atenção – e com o anestésico tópico, antes a anestesia de agulha.

    Daí, pergunto, por favor:

    a) Qual o preço da anestesia odontológica (a usada em restauração ou remoção de tártaro), onde posso saber mais na Internet? Que nome devo procurar para tal pesquisa?

    b) Minha dentista me substituiu um bloco de 28 anos já no dente 46, em metal, por um bloco em glass (da cor do dente). O bloco em metal se tornou obsoleto? Qual durabilidade do bloco em glass e do em metal prateado (SE BEM HIGIENIZADO)?

    Desde já, agradeço a atenção dispensada.

    1. Valdick, dentistas que atendem convênio costumam ganhar na quantidade de pacientes que atendem, porque os convênios, de forma geral, pagam muito mal. O ideal é que eles nem atendessem convênios – já que pagam mal -, mas os motivos disso não cabe discutir agora. Mesmo quando um material é barato, se ele é muito usado, na soma fica caro. Ainda, usar anestésico tópico gera uma “perda” de tempo, então imagino que o motivo do não uso seja uma combinação de pressa, economia e, por que não, um pouco de preguiça. 😉 A anestesia é um pouco mais custosa, mas varia muito com o tipo… uma caixa de tubetes de anestésico com 50 unidades custa em torno de R$ 100,00… 2 reais por tubete, portanto. Particularmente não vejo absolutamente nenhuma razão pra não se usar anestesia quando é necessário, até porque o paciente paga por ela. Nesse caso não há “preguiça” ou economia que explique.

      Quanto ao bloco, não, o metal continua sendo um bom material, apenas não é estético. Ambos, glass e metal, podem durar vários anos.

  39. Olá Dra., eu tratei um canal, porém ele ficou destruido, nao gosto do jeito que esta restaurado, esta desalinhado. O que poderia ser feito? Pra deixar mais natural, pois me incomoda um pouco. Caramba! Agora que vi sua foto de perfil e você é muito linda! 😉

    1. Obrigada, Emerson. 🙂

      Depende do dente. Mas se a restauração não está esteticamente agradável, é o caso de trocá-la por outra restauração direta (aquela que o próprio dentista faz) ou indireta (uma pecinha feita em laboratório de prótese e cimentada no dente, o que as pessoas chamam popularmente de “bloco).

      1. Irei agendar uma consulta, Dra. Meus dois incisivos centrais superiores estão desgastados nas pontas. Será que devo colocar faceta de porcelana ou resina seria uma boa escolha? Obrigado.

        1. A resina tem uma boa estética e é mais em conta, Emerson. Mas a porcelana é superior nas 2 coisas. Vai muito do que você deseja… talvez a resina já deixe você bem satisfeito.

          1. Dra, encontrei uma clinica perto da minha cidade que possui equipamentos proprios para facetas, restaurações em porcelana (Bloco ?). Mas eu frequento outra clinica, pois uso contenção nos dentes inferiores, por causa do aparelho que eu removi. Será que minha Dentista não vai ficar “brava” por eu ir em outra clinica?

          2. Dra, tenho um molar restaurado com amalgama, porem ele esta um pouco estranho, às vezes sinto uma “coisinha” estranha, rsrsr, não é dor… será que pode ter saido a restauração? Tipo, teria como sair uma camada e ter ficado mais fino? Ou tem nada a ver? O q seria?

          3. A restauração pode ter quebrado e ter se desprendido apenas parte dela sim, Emerson. Procure um dentista pra avaliar.

  40. Olá Doutora Ana, tudo bem?

    Eu preciso extrair os 4 dentes do siso, no inferior direito será necessária uma cirurgia, pois está na horizontal. Fora isso também preciso restaurar 9 dentes e realizar uma limpeza, você acha melhor realizar a cirurgia e extração antes ou depois da restauração e limpeza?

    Obrigado Doutora.

    1. Hugo, se não forem cirurgias urgentes, primeiro as restaurações e a limpeza. Assim o meio bucal fica adequado pra realização das extrações, diminuindo a chance de infecções.

  41. Dra, fui ao dentista e ela constatou que eu deveria fazer um canal, mas deveria fazer em outro consultório porque ela nao fazia (segundo ela), então ela fez apenas o curativo… porem minha vida é muito corrida devido ao meu emprego! Estou ha mais ou menos uns 2 a 3 meses ainda sem fazer o tratamento, porem nessa semana eu irei marcar para o início do tratamento. Pelo fato da demora o dente pode ter piorado? E tambem tenho outro caso. Ao mastigar quebrei o meu penultimo dente, quebrou a metade do dente no sentido vertical (da lateral ao meio) da raiz ate a ponta. Qual o procedimento que podera se encaixar no meu caso? So nao queria que voce dissesse extração, pelo amor de Deus 🙁

    1. Yanca, extração. (tô zuando) 😀 Então… vai ser preciso avaliar a extensão da fratura. Se ela não atingiu a raiz do seu dente, um bloco ou uma coroa devem resolver (talvez até uma restauração direta, se a parte quebrada não for muito grande). Quanto ao dente do canal, se o curativo estiver íntegro e vedando bem o seu dente, não há problema em esperar (até no máximo uns 6 meses, preferencialmente). O risco que você corre, apenas, é de doer. Se isso não aconteceu, ótimo.

  42. Coloquei um pino de metal e uma coroa de resina em dezembro de 2014. Em janeiro de 2016 a coroa de resina caiu voltei ao dentista, ele fez outra, com 8 dias caiu novamente, retornei la hoje e ele disse que eu tinha que pagar para cimentar novamente, estou com o pino na minha boca e esta pontiagudo, pois quando foi cimentado ele afinou a ponta do pino. O que devo fazer com essa clinica?

  43. Olá Dra Ana. Então… esse mês na correria do dia a dia acabei esquecendo de usar o fio dental alguns dias e acabou formando tártaro visível entre dois dentes. Só vou voltar no dentista depois do carnaval. Será q tem problema dar cárie ou piorar até la? Agora to dando mais atenção pra não piorar até lá. Será q tem problema ficar com o tártaro essas próximas 2 ou 3 semanas pra resolver ou tem q ser urgente?

    1. Luiz, o ideal, claro, é remover esse tártaro já. Se agora não é possível, mantenha um boa higienização até que seja… pelo menos não deve se formar mais tártaro.

  44. Olá, doutora! Tdo bem?

    Uma dúvida que eu gostaria de tirar é sobre meu 21 (sim, de novo ele)… Então, mas dessa vez não é sobre a restauração, não. É sobre um pequeno “furo” que ele tem perto da parte INCISAL (acertei agora? hehe), mais acima. Creio que seja fruto de hipoplasia também. Esse furinho é um buraquinho pequeno, (no esmalte, não é um buraco que chega a dentina, é rasinho), e quando eu como, nunca notei nada indo parar lá de alguma forma, só raríssimas vezes chocolate, aí quando eu escovo, sai. Todos os dentistas que eu fui nunca me falaram nada acerca dele, então não devo me preocupar, né?

    E aproveitando então, eu falei em outro post meu descontentamento devido a alguns riscos no esmalte causados pela broca, eu gostaria de saber se isso pode ser considerado um erro da minha dentista? Ela é muito legal, diagnostica tudo, adoro ela, mas queria saber se isso pode ser considerado um erro porque fiquei triste por causa disso. Mas obviamente ela continua sendo minha dentista.
    E sobre aquele “alisamento” usando a broca laminada? Isso desgastaria mais meu dente, mas melhoraria o aspecto? O esmalte ficaria mais transparente ou isso me traria algum problema estético ou funcional em pequeno ou longo prazo?
    Ela faria isso após retirar a restauração antiga ou com a restauração antiga ou a nova (porque eu fico pensando q se fizesse com a restauração, não alisaria de forma uniforme)?

    Obrigada, doutora!
    Ah, doutora, queria comentar aqui também algo sobre o blog porque não sei porque isso acontece. Quando eu pergunto e você responde, eu só consigo ver se mandar outro comentário! Nem o número indicado de comentários muda antes disso…

    Obrigada 😀
    Dra. vc nunca pôs uma pergunta minha no twitter 🙁

    1. Esse “furo” é na parte da frente ou de trás do dente? Porque se for atrás, pode ser o forame cego, que é um acidente anatômico normal. Se não, pode ser hipoplasia de esmalte, sim. Quanto aos riscos no esmalte, é complicado falar em “erro”, porque eu não estava lá quando o procedimento foi feito. É difícil usar uma broca diamantada e não causar nenhum risco no esmalte. O “alisamento” com broca laminada desgastaria seu esmalte sim, embora minimamente. Isso não causaria nenhuma consequência mais séria. Seria interessante fazer isso entre a remoção da restauração antiga e a confecção da nova.

      Quando você fizer uma nova pergunta, procure atualizar o browser (aperte F5 algumas vezes). Pode ser que não apareça por causa do cache (arquivos temporários que ajudam a acelerar o carregamento do blog).

      Eu nunca coloquei nenhuma pergunta sua no Twitter porque lá eu só coloco as “barbaridades”, e as suas perguntas são sempre inteligentes. 🙂

        1. Mas, esse alisamento deixaria o esmalte mais transparente? Porque só esse desgaste, riscos e tudo deixaram as áreas mais transparentes! Traria sensibilidade ou algo assim?
          Se os dentistas não disseram nada sobre o “furo”, não é nada que eu deva me preocupar, certo?
          Obrigada ^^

    1. Se seu dentista não alertou da necessidade de aguardar, pode escovar normalmente. Apenas algumas restaurações provisórias exigem que se aguarde pra comer / escovar, mesmo assim é por pouco tempo, mais ou menos 1 hora.

  45. Olá Dra. Ana, fiz uma coroa de porcelana num incisivo lateral, por motivo de inflamação gengival tive que trocá-la, só que a gengiva ficou bem mais escura, meio roxa. Isso pode ser resolvido trocando a coroa novamente?

    1. Bernardeth, se o problema for a transparência da gengiva, que deve estar permitindo que a cor do pino, da raiz e/ou da própria coroa apareçam por baixo dela, sim, trocar pino e coroa deve resolver. Converse com o seu dentista.

  46. Olá, quando será preciso trocar uma restauração de resina? Quando for trocá-la será preciso retirar mais alguma parte do dente ou somente a resina? Quando restaurações uma pessoa “normalmente” tem?

    1. Paulo, como expliquei no texto, a duração de uma restauração de resina depende de uma série de fatores. Na troca, não havendo cárie, em princípio não é necessário remover mais tecido dentário. O “normal” é (ou deveria ser) que as pessoas não tenham restaurações. 😉

  47. Olá Dra. Ana
    Perdi meu primeiro molar inferior causado por uma infiltração e cárie, fui ao dentista e o mesmo me aconselhou a fazer um implante, pois segundo ele o dente está sem condições de salvação.
    Meu siso ainda não nasceu, teria alguma chance de eu retirar meu primeiro molar e o segundo e o siso ocuparem esse espaço?
    Ou o melhor seria eu seguir o conselho do dentista e fazer um implante?
    Tenho muita insegurança e incertezas sobre o assunto!

  48. Dra. Ana…

    Espero que esteja tudo bem com você, o novo site ficou muito legal, parabéns!

    Como não achei nenhum post a respeito de coroa de porcelana vou perguntar por este aqui.

    Em setembro escrevi para você sobre a minha coroa que ela havia quebrado, a dentista fez uma nova, a coroa ficou bem confeccionada, após 10 dias minha gengiva inflamou, aí tiraram o excesso de cola na gengiva e ela melhorou com bochecho de água oxigenada.

    Agora estou sentindo entre o incisivo lateral esquerdo, que recebeu uma camada de resina imitando uma faceta, e o incisivo central esquerdo (que é a coroa de porcelana), entrar um ar dentro de cada e entre os dois, como se estivesse se descolando, isso normalmente acontece quando escovo os dentes e faço o bochecho com água, costumo tb bochechar com água oxigenada 10 volumes no final, aí realmente sinto o ar saindo e parece que o dente esta ficando frouxo ou mexendo, porém o dente esta no mesmo lugar e aparentemente não está mole até o momento.

    Tenho a mordida cruzada, isso me causa um pouco de dor, mas aparentemente os dentes de baixo não batem na coroa, sei que preciso usar a placa, estou esperando a dentista voltar de férias.

    Como a primeira coroa quebrou por conta da espessura, fico sempre com os DOIS PÉS ATRÁS, fiquei bem traumatizada e constantemente preocupada com tudo isso.

    Acredito que você me entenda.

    Ana Paula

    1. Ana, “um ar dentro” é uma descrição bem subjetiva, mas me parece que pode haver alguma desadaptação dessa coroa, até pela sensação de mobilidade que você relata. Quebrar essa coroa não vai, mas pode soltar. Assim que der, seu dentista precisa reavaliar.

  49. Olá, Dra. Ha exatamente um mês fiz um tratamento de canal e estou com a restauração provisória, só que tem alguns dias que venho sentindo incomodo, está fundo e dolorido. A minha Dra. esta de recesso, o que eu faço?

    1. Não há muito o que fazer sem uma reavaliação da sua dentista, Zayrah… até porque não se sabe o motivo dessa dor. No momento, você pode tomar um analgésico a que esteja habituada, mas isso não garante o controle da dor.

    2. Zayrah, não há muito o que fazer sem uma reavaliação da sua dentista, até porque não se sabe o motivo da dor. Até que ela possa atendê-la, você pode tomar um analgésico a que esteja habituada, mas isso não garante o controle da dor. Por outro lado, esse incômodo pode ser apenas parte do processo de “cura” do dente, já que o tratamento de canal é recente. É essencial que você restaure logo esse dente.

  50. Drª Ana, tenho uma restauração recente naquele dentinho atrás do canino superior esquerdo, ele por natureza, era um pouco fundo no meio e os lados pontiagudos, bem bonitinho rs O Dentista conseguiu reproduzir perfeitamente a forma dele com a restauração, que ficou esteticamente perfeita. Mas, no dia em que fiz a restauração ele me mostrou a cavidade que estava profunda. Já que o dente foi assim desgastado nessa profundidade, posso perde-lo futuramente ou não devo me preocupar (Please, diga que não?) Escovo muito bem o local e uso o fio dental sempre. Outra dúvida, se com o tempo, as bordas da restauração começarem aparecer o que devo fazer: Trocar ou polir a restauração? Boas Festas, Drª.

    1. Mike, se o dente estiver bem restaurado, você não tem que se preocupar. Claro que chegará um momento em que a restauração terá que ser trocada (sendo de resina. Se for de amálgama, pode ser que um polimento seja suficiente), mas só. Não há maior risco de você perder seu dente por ele ser restaurado.

      1. Dra. Obrigado, por suas dicas pude vencer um trauma que eu tinha de ir ao dentista, e pude extrair um dente que me deu muita dor de cabeça.

  51. Olá, fui fazer a restauração do último dente de cima, lado direito.
    Relatei meu trauma para a dentista (perdi um dente superior e fui maltratada num consultório gratuito), que iniciou a restauração.
    Até a parte da broca tava indo tudo bem, mas eu tenho muita ansia. Respirei, tentei ajudá-la em tudo, coloquei algodão, segurei, mas minha língua não para e salivo muito, tive muita ansia e marquei outro horário.
    Agora estou receosa de ficar com o dente aberto, pois minha dentista de confiança só volta daqui 7 dias.
    O que eu faço?!

      1. Não foi colocada Dra.
        Amanha vou retornar la, tentar colocar a resina.
        A parte da broca foi feita, o dente ja esta limpo.
        A parte dificil é a resina mesmo, pois a dentista colocou muita coisa na minha boca e eu tive muita ansia e fiquei nervosa.

        1. É assim mesmo, Lorena… tem que ficar tudo sequinho pra restauração aderir ao dente, e o dentista acaba colocando um monte de coisas na boca pra garantir isso. Enfim… se a cavidade já está pronta, agora fica mais fácil, é limpar e restaurar. Procure ficar calma, provavelmente vai ser bem mais rápido e sua dentista já sabe que não pode colocar muitas coisas na sua boca.

  52. Olá sei que não tem relação com o post, mas segunda feira vou arrancar meu segundo molar da parte inferior esquerda, o dentista disse que não seria preciso pontear, isso é normal mesmo ele tendo 3 raizes e estando quebrado parcialmente?

    1. Anderson, via de regra se dá pontos. Não pra fechar a gengiva, mas pra proteger o local da extração. Seu dentista provavelmente não quer dar pontos por causa do recesso de fim / começo de ano. 😉

      1. Ah certo, muito obrigado, arranquei hoje, até agora está uma dorzinha muito leve, quase não sinto. Um feliz ano novo pra você, merece muitas felicidades por esse excelente trabalho que presta, fornecendo tantas informações apenas por amar seu trabalho.

  53. Quebrei o meu incisivo superior direito há 12 anos, bem no meio. Minha restauração está intacta desde então (fiz duas “manutenções” período – polimento e correção de algumas pequenas rachadudas). Sou bem satisfeita com a duração. Eu cuido bem e acredito que tenha sido bem feita 🙂

  54. Olá, dra. Ana, fiz uma restauração recente, desde então tenho usado o fio dental todas as escovações… so que quando passo o fio tem dado mau cheiro no mesmo. O que isso pode ser??

A área de comentários / perguntas está fechada. Agradeço a compreensão.

No plantão: Ana Tokus

Cirurgiã-dentista graduada pela Universidade Federal do Paraná, especialista em Radiologia Odontológica e Imaginologia pela ABO-PR, convicta de que medo de dentista se combate (também) com informação. Diva-Boss do OdontoDivas e autora do Blog Raios Xis. Twitter: @AnaTokus e @medodedentista