Alergia ao Dentista!


Muita gente conhece alguém que tem uma história de reação alérgica durante um tratamento odontológico ou até mesmo já passou por uma indesejável situação de alergia. Algumas pessoas só de pensarem em ir ao dentista já começam a se coçar! 😉

A alergia é uma reação exacerbada do sistema imune a alguma substância que pode ser encontrada em produtos  industrializados ou naturais. Algumas pessoas são hiper alérgicas, ou seja, têm reações a várias substâncias; outras, possuem alergia a um ou outro produto específico.

Todavia, reações de alergia na Odontologia são raras!

Mas por quê essas histórias em consultórios odontológicos são tão comuns?

Na maioria das vezes que se fala de alergia durante algum procedimento odontológico, não foram realmente reações de alergia verdadeiras. O que ocorre geralmente são reações associadas à ansiedade ou de interação medicamentosa, principalmente durante a anestesia. Estas reações são comumente confundidas e falsamente contadas como alergia. As pessoas mais ansiosas podem ficar ofegantes, com tontura, desmaiarem durante alguns procedimentos. Em outros casos, ocorrem efeitos indesejados da associação da anestesia ou outros medicamentos com medicações das quais o paciente já faz uso. O conhecimento prévio do dentista com relação a todos os medicamentos utilizados pelo paciente evitará esses desconfortos e no caso da ansiedade, temos desde o uso de ansiolíticos, sedação consciente com óxido nitroso e até mesmo hipnose!

Dentre as reações de alergia, as mais comuns são as relacionadas a antibióticos (penicilina, até 10% da população é alérgica a este e a maioria já sabe desde criança), analgésicos (dipirona), antissépticos (iodo), além de reações leves ao látex da luva, e mais raras ainda, a alguns metais utilizados. Todos esses podem ser substituídos.

O que gera mais medo, entretanto, são as anestesias. Porém saiba que reações aos anestésicos são mais raras ainda!

Os raros casos de reações de alergia à anestesia conhecidas na literatura referem-se a alguns anestésicos tópicos (daquela “pomadinha”!) ou a dois tipos específicos de conservantes que podem ser incluídos em alguns anestésicos para infiltração, mas não são incluídos em todos!  Raríssimos são os casos em que a pessoa possui alergia a alguma das substâncias anestésicas para infiltração propriamente ditas (lidocaína, mepivacaína, prilocaína, etc.). Mesmo assim se a pessoa já sentiu algo de anormal durante a anestesia, essa deve contar, da melhor forma possível, tudo o que ocorreu (além do que é esperado, claro! 😉 ).

Então, se você possui alergia a qualquer produto, mesmo aqueles fora do uso odontológico, relate ao seu dentista. Ele poderá entrar com medicações prévias para evitar alguma reação (corticóides e anti-histamínicos). Se este não for o seu caso, relaxe! Mas sinta-se sempre à vontade para relatar qualquer tipo de desconforto. Não precisa dar uma de durona/durão! 😉

Compartilhe:

Comentários via Facebook


Categoria: Anestesia | Analgesia | Sedação

Marcadores:

40 comentários

  1. Gostaria de saber, sou portadora de mielite monofásica, uma doença autoimune, e fiz extração de um dente, dois dias depois me saiu várias bolinhas no rosto somente, e coça demais, pode ser reação alérgica da anestesia???? Tomo clonazepam a noite somente pra espasmos musculares.

  2. Meu dente quebrou praticamente todo, ficou apenas um pedaço da raiz, gostaria de saber se para esse tipo de extração tem mais dificuldade?

    1. Não necessariamente, Roberta. O dentista tem o instrumental e conhece a técnica pra fazer a extração em casos assim, também.

  3. Boa tarde dra, hoje fui ao dentista tratar uma cárie e na hora da anestesia senti queimadura no rosto, no final fiquei com uma mancha amarelada no rosto e a médica disse que era reação a anestesia, mas nunca me aconteceu antes, entretanto já desapareceu, mas agora sinto dores na zona tratada. Sera normal?

    1. A sensação de queimadura é normal de ocorrer (principalmente se entrar um pouco de anestésico em algum vaso sanguíneo mais calibroso), a mancha amarela não é. Pode ser por que chegou a perfurar algum vaso mais calibroso da região e pode ter ocorrido algum hematoma interno que depois libera hemossiderina (um derivado amarelado da hemoglobina) na região.
      Em quanto tempo após a aplicação da anestesia ocorreu essa mancha amarela?

      Perfurar algum vaso é de certa forma comum e é um pouco difícil fugir disso, pois cada pessoa possui uma anatomia diferente e, por isso, por mais que sigamos tim-tim por tim-tim a técnica para anestesiar alguma região, algum trauma a vasos sanguíneos mais calibrosos pode ocorrer.

      A questão da dor na região pode ser por trauma causado pela perfuração do vaso, mas que costuma passar depois de alguns dias. Por outro lado, pode ser por conta da proximidade da lesão de cárie que foi removida com a polpa (nervo) do dente.

      O mais importante é perceber se essa dor está diminuindo ao longo do tempo, permanecendo igual, ou aumentando. Em caso principalmente de aumentar ou permanecer igual, retorne ao dentista para que ele possa avaliar o dente ou a região que foi trabalhada. E evite automedicação sem conversar com o dentista antes.

      Abs!

  4. Olá doutora, sempre fiz procedimentos no dentista e nunca tive problemas com a anestesia. Mas li sobre pessoas que morreram por conta de alergia. Gostaria de saber, se apesar de nunca ter apresentado sintomas, posso desenvolver alergia de uma hora para outra? Obrigada pela atenção

    1. Boa tarde Thayna,

      É muito difícil o paciente ter uma alergia pra chegar ao ponto de óbito. Geralmente a anestesia pode causar algum problema se for usada uma superdosagem. Quando for submetida a alguma anestesia, se começar a sentir algum desconforto, coceira, relate ao profissional e não terá problema algum.

  5. Meu marido foi ao dentista, assim que chegou em casa reclamou de dor de dente e tomou um remédio chamado alivium, em seguida a pressão baixou e teve alguns desmaios curtos, pressionei a cabeça dele para baixo enquanto ele pra cima, dormiu bem depois, hoje pela manhã a pressão aumentou, foi para 15 o que eu faço? O que pode ser?

    1. Raissa, ele tem pressão alta? Alguma vez já fez uma avaliação médica nesse sentido? Acho que vale uma investigação, porque a dor de dente ou o remédio, em princípio, não causariam aumento da pressão arterial.

  6. Olá Dra., fui ao dentista na emergência pq meu dente quebrou e eu estava com dor.
    Ele aplicou uma anestesia, tranquilo, na segunda anestesia senti minha garganta fechar, fiquei sem ar e meu corpo tremendo muito. Será alergia?
    Obs: nunca tive medo de ir ao dentista e nem de nenhum procedimento odontológico.
    SERÁ q desenvolvi alergia?

    1. Cleo, pode ser, mas é muito raro que haja alergia associada à anestesia. O mais provável é uma reação psicossomática mesmo, ligada à ansiedade.

    2. Além de alguma reação psicossomática, poderia acrescentar mais quatro coisas.
      Mas primeiro de tudo tenho algumas perguntas:
      O que o dentista fez quando você começou a perceber esta sensação? Você relatou para ele esta sensação? Você ficou completamente sem respirar ou dificuldade de respirar? Teve sensação de dificuldade de ENCHER O PEITO de ar junto com sensação de passagem de ar pela garganta ou só da passagem de ar pela garganta?
      Bom, aguardo estas respostas…

      Segundo, e complementando o que a Dra. Ana descreveu, quatro coisas podem ter ocorrido:
      1 – O dentista precisou anestesiar o palato;
      2 – O dentista anestesiou a mandíbula com a técnica de NAI e foi aplicando aos poucos, após a primeira picada, para diminuir a dor de penetração;
      3 – O dentista deu alguma anestesia na maxila e esta pode ter difundido até a região da fossa nasal;
      4 – Vazou anestésico da seringa.

      No primeiro caso é comum que ao anestesiar o palato (céu da boca) a parte relativa ao palato mole (onde fica o “sininho da garganta” também seja anestesiado, diminuindo a sensação de passagem de ar e a sensação de aumento por onde passa o ar vindo da cavidade nasal e da boca (todas as nossas anestesias geram a sensação de aumento da região, mas é só sensação, não aumenta de verdade). Esta sensação de não sentir o ar passando causa no cérebro a impressão de que o ar não está entrando, mas é apenas uma sensação. Deve ser verificado clinicamente na hora pelo cirurgião-dentista se a pessoa está enchendo o peito e diferenciação da cor da pele, entre outros sinais e sintomas…

      No segundo, a reação pode ser semelhante a primeira.

      No terceiro, possui a mesma do primeiro porém sem a sensação de falta de ar pela passagem pela respiração bucal.

      No quarto, a anestesia que cai pode gerar esta sensação de falta de passagem de ar tb, mas deveria ser uma sensação menor, pois nossos anestésicos injetáveis possuem uma fraca ação tópica, além do gosto amargo característica da solução anestésica deveria ser percebido.

      Enfim, pode ter ocorrido a reação de fechamento parcial da glote por um tipo de reação alérgica severa chamada tecnicamente de reação de anafilaxia. É raro e só na hora para reconhecer. Geralmente evolui rápido até o completo fechamento, caso não seja aplicado medicamentos contra esta reação, dificilmente passa rápido, nem se o paciente tentar se acalmar. No caso citado pela doutora Ana Tokus, a reação psicossomática pode vir da chegada de um pouco de adrenalina do anestésico ao coração e ocorre aumento do batimento cardíaco e sensação de falta de ar, pois a pessoa fica mais ofegante. O paciente é inclinado para sentar e tranquilizado para respirar devagar.

      Espero ter contribuído.
      Abraços!

  7. Doutora, tenho pavor de dentista, medo de ter alergia já que sou alérgica a penicilina, acontece q tenho gengivite e está muito forte, tem dente mole já e muitas caries. O que eu posso fazer, por favor me ajude, tenho 41 anos e nem durmo pensando nisso.

    1. Adriana, sua alergia não é motivo pra não ir ao dentista… basta que o dentista não medique você com nenhum remédio à base de penicilina. Se você informá-lo da alergia, ele não vai prescrever penicilina… simples assim. E na anestesia não há qualquer traço de penicilina, também. Procure um dentista logo, em caso de gengivite / periodontite, quanto antes, menor a chance de consequências mais sérias.

  8. Ola Dra, primeiramente parabéns pelo blog!
    Sempre fui ao dentista e quase sempre fiz uso da anestesia, mas ontem no momento da anestesia senti tontura, sudorese e mal estar (so foram usados dois tubetes, para o tratamento do canal), o que será que pode ter acontecido? Terei que extrair o siso na próxima semana e estou com muito medo !! Me ajuda Dra., obrigada!!

    1. Raquel, provavelmente uma reação psicossomática, ou seja: medo e ansiedade por causa da anestesia, da possibilidade de sentir dor, etc.. Não me parece nada relacionado diretamente com o anestésico.

  9. Boa noite, a primeira vez que fiz anestesia ganhei uma convulsão e depois so vomitei, meu neurologista disse que eu tenho medo, eu queria saber se também não foi uma reação alérgica por causa da anestesia?

    1. Jessica, até pode ser… mas convulsões não são consequências comuns em casos de alergia… e nem de ansiedade / medo. É preciso investigar com mais profundidade o seu caso pra sinalizar um motivo para o ocorrido.

    2. Jessica, até pode ser… mas convulsões não são consequências comuns em casos de alergia… e nem de ansiedade / medo. É preciso investigar com mais profundidade o seu caso pra sinalizar um motivo para o ocorrido.

    3. Olá, Jessica. Também concordo com a Dra. Ana. O estresse, sim, pode dar início a um estado convulsivo e que pode ser exacerbado, mas não iniciado, por introdução de solução anestésica contendo adrenalina (que pode aumentar o estado de estresse) inadvertidamente e diretamente em vasos sanguíneos. Porém pode-se quase descartar a possibilidade de alergia com o estado convulsivo. O neurologista deve verificar isso. E isto deve sempre ser dito em qualquer consulta odontológica, para que alguns procedimentos sejam realizados antes e durante procedimentos Odontológicos: Ex.: Aplicação lenta e com aspiração dos anestésicos, avaliação para prescrição de ansiolíticos previos a cirurgias. Não é normal estado convulsivo nenhum, mesmo com o medo, e se a pessoa teve uma vez, tem alta chance de desenvolver outros.

  10. Dra., socorro… extrai meus dentes na terça feira, tudo ocorreu bem, sabado de madrugada comecei a sentir umas pontadas como se fosse choque, parecia com o choque tomado durante a anestesia. Estou assustada pois nao senti essas dores. Há risco de infecção?

    1. Bianca, esses “choques” não são sintoma de infecção, necessariamente… provavelmente são dores pós-operatórias, ainda. Normais e esperadas.

    1. Não, Tania. Mas informe seu dentista sobre essa alergia, pois se você for fazer cirurgia, geralmente se usa um antisséptico à base de iodo na pele em volta da boca.

  11. Bom dia, fiz uma extração ja faz 9 dias, ate hoje sinto dores e dificuldade pra comer, fui ao dentista ontem, ele examinou e disse que tive alergia a anestesia, o lugar da extração ta “feio” e inflamado… ele me passou antibiotico e enxaguante bucal… de resto paciencia… é isso mesmo ??? A pior hora do meu dia é a de me alimentar, doi muito.

    1. Bruno, em princípio é isso mesmo. Mas sinceramente não acho que isso tenha nada a ver com alergia, esses sintomas fazem parte do quadro inflamatório, presente na cicatrização.

  12. Doutora, quinta feira retirei os sisos do lado esquerdo. Ontem 2 dias depois meu rosto ficou todo empipocado. Engraçado que onde ficou anestesiado ficou mais empipocado… Não coça, só ficou o grosseirão. Já tomei Alegra 180 mas não melhora. Fiquei anestesiada por 8 horas. Será que estou tendo uma reação toxica devido a quantidade de anestesia? Obrigada.

    1. Kelly, difícil dizer qual a causa disso… além da anestesia, pode ser alguma medicação que você tomou no pós-operatório. Entre em contato com o seu dentista e relate o problema.

  13. Olá Doutora, eu tenho 16 anos e preciso extrair 3 dentes, pois eles estão inflamados e não tem como recuperar. Eu na verdade tenho ansiedade, medo, panico as vezes… e tenho medo de que aconteça alguma reação em mim na hora de eu arrancar os dentes, também tenho pressão baixa, acabo ficando meio preocupada do que poderá acontecer durante a extração. Já tive alergia a antibióticos saiu umas bolinhas em meu corpo e tudo mais… mas na verdade não sei como vou reagir a anestesia, será que a senhora poderia me ajudar?

    1. Elizandra, compreendo que você tenha medo, mas você é jovem, me parece ser saudável, e não há motivo pra pensar em complicações durante ou após a anestesia e as extrações. Se você tem alergia a algum antibiótico, avise seu dentista, ele vai prescrever outro se você precisar de antibiótico. A anestesia odontológica é local e muito segura, não merece a – má – fama que tem. Vá tranquila.

  14. Muito obrigada Dra. Ana . Esse espaço é maravilhoso e de muita utilidade. Agora com sua resposta vou mais confiante e preparada. Abraços e felicidades.

  15. Dra. Ana, bom dia !
    Gostaria muito se pudesse me esclarecer uma dúvida. Tenho que arrancar alguns dentes pois os msms estão me causando imensa dor. Tenho pavor de dentista, com 7 anos fui amarrada na cadeira por um dentista sem um pingo de noção e isso me afetou até hoje, que estou com 40 anos. Quando tomei a anestesia ha alguns anos atrás tive falta de ar, pouca mas tive, e por isso estou com muito medo. Dra. Será que posso morrer devido a anestesia? Tenho síndrome do pânico, depressão, hipertensão e pra ajudar obesidade morbida. Muito obrigada por esse espaço maravilhoso onde podemos esclarecer nossas dúvidas. Abraços.

    1. Daiana, fique tranquila: a anestesia local é MUITO segura. A grande maioria dos problemas relacionados à anestesia não tem nada a ver com a substância anestésica em si, mas com o medo e a ansiedade no momento da anestesia. A sua falta de ar teve a ver com isso, pode ter certeza. Ainda: dor de dente não é motivo direto pra extração, existem muitos recursos, atualmente, pra evitar isso e manter os seus dentes. Mas pra isso é preciso o dentista avaliar e tratar de acordo.

  16. Tenho 42 anos e morro de medo de dentista, tenho pavor de fazer canal, por isso estou pensando seriamente em implantar todos os meus dentes, o que vc acha?

    1. Eu acho uma ideia BEM ruim, Angelica. Você tem algum dente com indicação de tratamento de canal no momento? Se não tem, nada garante que terá. Ainda: tratamento de canal NÃO DÓI. As histórias assustadoras que você ouve por aí são de pessoas que esperaram o dente doer muito / inflamar / infeccionar pra só aí procurar o dentista, quando o tratamento de canal já era inevitável. Aí é claro que, quando dentista mexe, dói, a anestesia “não pega” e etc.. Tratar o canal é: limpar o dente por dentro e vedá-lo com um material pra que as bactérias não o invadam nem se proliferem mais. Só isso. Se os seus dentes estão bons e viáveis, não há razão pra pensar em implantes neste momento.

A área de comentários / perguntas está fechada. Agradeço a compreensão.

No plantão: Sergio Eduardo

Cirurgião-Dentista. Graduado pela Foplac – Brasília – DF, mestre e especialista em Periodontia pela UnG – Guarulhos – SP, doutor em Microbiologia Oral pela Unicamp - SP e especialista em Implantodontia pela Unesp – Araraquara – SP. Atualmente trabalha em Consultório Particular e atua como Professor na Área de Periodontia na Faciplac - DF.