A Rede Unna e a Odontologia Mais Barata Que Pipoca


Se você é usuário de convênios odontológicos já deve estar sabendo que 9 deles se fundiram e deram origem à Rede Unna, que agora cobre o atendimento de 42% dos pacientes que usam esse tipo de serviço no Brasil. E se você era cliente da OdontoPrev, Bradesco Dental, Sepao, Prontodente, Rede Dental, Biodent, Care Plus Dental, Dentalcorp ou OdontoServ, agora é cliente da Rede Unna. E este post lhe interessa.

O que muda pra você? Oficialmente nada, nem a carterinha. Mas vocês nem imaginam os bastidores dessa mudança…

Cada convênio usava uma tabela de honorários (os valores que são repassados para os dentistas) diferente, que agora foi unificada. Basicamente foi feito o seguinte: pegou-se o menor valor de cada procedimento e voilà, eis a nova tabela. Querem um exemplo? Por uma radiografia periapical, aquela pequenininha, a Rede Unna repassará ao dentista a esmola o valor de R$ 2,47. Isso mesmo, menos que um saco de pipoca. Sério… comprei pipoca ontem e me custou R$ 3,50. O saco grande era R$ 5,00 (e no cinema é o triplo disso). Teria que fazer 2 radiografias para poder comprá-lo, e mesmo assim faltariam 6 centavos. 😉

Tio, posso pagar tirando umas radiografias suas? É que eu sou dentista…

Resultado: o dentista que atendia convênio e vivia no limite, ganhando pela quantidade de pacientes atendidos, agora nem isso consegue mais. Porque o que o convênio paga não cobre o que o dentista gasta para atender o paciente direitinho (luva, gorro, máscara, material esterilizado). Ou seja: o que era ruim ficou inviável. E sabe quem vai pagar a conta, caro leitor? Você.

Você vai procurar atendimento e vai ficar sabendo que aquele profissional que você gostava tanto não atende mais o seu convênio. Ou você vai ligar para o consultório do seu dentista e vai descobrir que só tem horário pra daqui a 2 meses. E daqui a 2 meses, o seu dentista vai lhe informar que exatamente aquele tipo de procedimento que você precisa ele não faz mais, porque “não fazer” dá menos prejuízo. E além da questão do valor repassado em si, o pagamento para o dentista às vezes é feito 1 mês ou até 2 meses depois de você ter sido atendido. Isso quando é feito, já que cerca de 20% dos procedimentos são glosados (a operadora se nega a pagar alegando alguma irregularidade burocrática).

Já fiz algumas contas aqui no blog pra mostrar pra você a realidade do dentista “chão de fábrica” que enriquece os planos odontológicos. Naquela ocasião demonstrei que uma restauração “bem paga”, que deveria custar R$ 50,00, através de convênio não chega a R$ 7,00.  Aí você fica sabendo que a OdontoPrev, o convênio que comprou os demais para formar a Rede Unna, aumentou seu lucro consolidado de R$ 26,7 milhões em 2006 para R$ 157,9 milhões em 2011. Ou seja… não é que não esteja entrando dinheiro… é que a maior parte dele vai pro bolso dos grandes empresários do ramo de convênios odontológicos!

Caro leitor, usuário de convênio odontológico, responda com sinceridade: você prefere ser atendido por um dentista feliz, remunerado de forma justa, ou por um “operário” de convênio odontológico desvalorizado, apressado e que provavelmente terá que tratar você como um número, assim como fazem com ele? Quem merece o seu dinheiro… o dentista que resolve a sua dor de dente ou “o general de 10 estrelas que fica atrás da mesa com o c* na mão” (Russo, Renato)?


Ou assista aqui

Se você, paciente, pouco pode fazer a respeito… pra quê este post, então? Porque eu acho que você gostaria de saber pra onde vai o seu suado dinheirinho. E ainda chamam o dentista de mercenário

Você deveria ler também:

Sobre por que não podemos fazer uma radiografia por R$ 2,47 ou por que os dentistas são idiotas, no Ortoblog

Dentista: Um Escravo do Lucro, no OdontoDivas

Rede Unna: O Cartel dos Planos Odontológicos, no Vida de Dentista

Dentista, você sustena empresário?, no DicasOdonto

Unna Bomba, no Pulpite

Odontologia x Planos de Saúde: Por que as reivindicações não são atendidas no Odonto Branding

Compartilhe:

Comentários via Facebook


Categoria: Geral

Marcadores:

43 comentários

  1. Pronto, depois desta postagem já mudei o meu plano, vou valorizar agora ainda mais os dentistas, vocês me convenceram… Parabéns para quem postou esses comentários, continue assim Ana.
    Conversei como minha dentista sobre o seu post e ela concordou com você…

  2. É uma exploração sim! Mas os planos dentários tem cada vez mais clientes pois os dentistas também praticam preços abusivos em quem paga particular, por exemplo um canal custar R$ 900,00 também é injusto!!!

    1. Carla, depende do canal (procedimento mais difícil = valor mais alto)… depende do dentista (dentista especialista = valor mais alto)… por que cobrar R$ 900,00 por um tratamento de canal bem feito é injusto? Qual o critério pra estabelecer o que é justo nesse caso? Costumo dizer que “o combinado não é caro”, o paciente pode procurar um dentista particular que cobre mais barato, por exemplo. Injusto é pagar um convênio e receber um tratamento de qualidade duvidosa, é ter que aguardar meses pra conseguir uma consulta com um dentista pelo SUS… isso é injusto.

  3. TUDO ERA O “CUSTO BRASIL” COM O GOVERNO LULA E AS BELAS PROPAGANDAS DO BRASIL SORRIDENTE DE DUDA MENDONÇA, PREMIADO MARKETING, AS CLINICAS IMAGINARIAS “SUS” AONDE OS SALÁRIOS DOS PROFISSIONAIS SÃO POUCO VALORIZADOS. PROFISSIONAIS DE SAÚDE LUTAM POR UMA VAGA NO CONCURSO PUBLICO PARA NÃO “ATENDER” AO POVO DESDENTADO; JÁ QUE EM ALGUNS POSTOS O EQUIPAMENTO OU CADEIRA DE DENTISTA NÃO FUNCIONA OU VIROU SUCATA.

  4. Algúem tem tabelas de repasse desse “tubarões” da odontologia?
    Combater fogo com fogo! Isso precisa ser amplamente divulgado (CDs, pacientes, imprensa, políticos, Guarda Nacional, OMS…)
    Abraço a todos.
    Kleber

  5. Olá colegas dentista , por enquanto nada vai mudar se nossa classe
    não se unir.
    A nossa classe é a mais desunida que existe, pode ter certeza que enquanto muitos vão aderir a “greve” outros vão aproveitar o momento para ganhar dinheiro porque quando o paciente não tiver atendimento em um consultório ele vai procurar em outros até encontrar, e vai achar.
    Nos fazemos concorrência contra nos mesmos, voce faz um orçamento e o paciente sai leiloando o valor e os colegas cobrem o valor em vez de conquistar o paciente por méritos próprios, oferecendo um tratamento diferenciado.Muitas vezes o colega ja fez um orçamento bem apertado e o outro vem e cobre mesmo assim.
    Desculpe minha franqueza e desilusão , continuo trabalhando como dentista depois de 23 anos , mas não mais em consultório proprio e não cedo mais a essa concorrência tenho o meu preço , eu eu o que vale a minha expêriencia, e não cubro preço, ofereço um atendimento diferenciado. Ah detalhe, não atendo nenhum tipo de convênio e não estou dizendo que estou certo em tudo que disse , apenas acredito nisso.Abraço a todos colegas.

  6. Entendo as angústias expostas aqui pelos dentistas. Esse tipo de “briga” já faz parte da vida dos médicos por décadas. Sugiro que a classe se una (e não UNNA – rsrsrs) em uma nova rede, capaz de prestar um serviço de qualidade aos usuários com uma cobrança mensal justa. Mudar isso cabe a vocês. Reclamar e chorar não irá surtir efeito algum.

  7. Mandei essa matéria para rede UNNA só assim eles fizeram o favor de me descredenciar.
    Em 2009 caí na besteira de credenciar-me ao Bradesco dental sem ver a tabela, desde então era uma tortura pacientes me ligando e minha secretária explicando o porque eu não atendia , depois ainda tinha que dar explicação ao pessoal do Bradesco.
    Um dia uma auditora me fez uma visita para saber o porquê eu não atender, dei minhas óbvias explicações e como resposta ela disse para eu tomar cuidado porque os planos iriam tomar conta da odontologia. Ao que respondi: prefiro mudar de profissão a ceder.
    E perguntei a ela se ela clinicava em consultório, a resposta foi não pois estava fazendo especialização e odonto para Bebes. Aí tive que encerrar a conversa para não ser descortês e pedi encarecidamente que me descredenciassem.

  8. Sabe porque nunca vai mudar, porque nos não mudamos.
    Infelizmente foi criada essa dependência dos planos e ninguém consegue deixar, se pensar bem somos viciados. Todo recem-formado se desespera com a sala vazia e pensa “vou pegar uns convênios para ajudar” e depois não consegue deixar.
    E como nossa classe é a mais desunida, nada vai mudar mesmo , porque se fizermos um boicote aos planos , tera aqueles engraçadinhos, agora eu vou continuar porque todos pararam e vai sobrar mais pacientes para mim e por causa de poucos infelizes nada mudara.
    Falta de fé? Pode ser mas é o que a realidade nos mostra.
    Estou camelando, muito, mas não atendo nenhum convênio.
    Existe vida além do convênio.

  9. ESTÁ NA HORA DO CFO E OS CRO´S TOMAR PARTIDA NESSAS ATROCIDADES QUE OS PLANOS ODONTOLOGICOS FAZEM COM OS DENTISTAS, AGORA HÁ MUITOS INTERESSES POR TRÁS DISSO, ATÉ AGORA NÃO HÁ NENHUMA CRITICA NACIONAL QUE O CFO VENHA NOS DEFENDER, NEM TAO POUCO OS CRO DOS ESTADOS, OU SEJA, SUPONHO QUE AS EMPRESAS DE CONVENIOS ESTÃO PROMOVENDO UM “CALA-BOCA CFO E CRO” PAREM DE FALAR SOBRE ESSE ASSUNTO QUE IRÁ NOS INCOMODAR. O QUE SERIA IDEAL É FAZER MANIFESTAÇOES NOS ESTADOS COM OS CRO´S E DEPOIS COM PROPAGANDA ESCLARECENDO A POPULAÇAO A EXPLORAÇAO QUE OS DENTISTAS SAO SUBMETIDOS.

  10. Palhacada, por mim podem comer pipoca, pagar p/ trabalhar nunca, eu valorizo minha profissao, eles só fazem isto por ter dentistas que se submetem a trabalhar por migalha. JA PASSOU DA HORA DE VALORIZARMOS NOSSA PROFISSAO, EU NAO ATENDO POR CONVENIO ALGUM POIS PARA CORTAR CABELO ESTA MAIS CARO DO QUE P/ ARRUMAR UM DENTE, ME POUPEM WLEU ABRACO E DENTISTAS TOMEM VERGONHA NA CARA E DIGAM NAO AS NINHARIAS.

  11. Bem…passados 30 dias,a realidade mais uma vez apareceu:PIZZA!!!!!!!!E os nossos colegas hein Dra. Ana…NADA!!!!Infelizmente a Rede Unna vai continuar bancando nossa pipoca,nem que tenhamos que radiografar 3 restaurações,digo,quatro.Eta classe DESUNIDA,gente!!!!Tristeza!!!!!

    1. Marcelo, parece que está havendo manifestações e paralisações de atendimento em vários estados… confesso que estou meio por fora, até por não atender pela Rede Unna ou qualquer outro convênio. Mas acho que ainda não acabou em pizza… porque ainda não acabou. Vamos acompanhar… 🙂

      1. Na verdade, eu atendia o convênio Bradesco Dental, que não exigia radiografias para Dentística, nem pagava tão pouco por elas. Acontece que durante a migração para a Rede Unna, me exigiram total aceitação às normas advindas do novo pacto, inclusive me negando ao direito contratual de permanência nas regras anteriores. Pois bem, decidi encerrar negociações com a Odontoprev, pois a cláusula de tomadas radiográficas em Dentística eram absurdas, visto que esse plano é irredutivel em relação a essa regra. Propus então a admissão de auditores para comprovação clinica de atos, ja que isso substituiria as radiografias tão mal indicadas. Enfim, descredenciei-me e torci para que essa luta fosse levada a sério pelos colegas, afinal,os convênios não vendem sem nosso credenciamento. As empresas contratantes, com a nossa negativa em atender os beneficiários, iriam acabar cancelando seus contratos e seria ai que o “circo iria pegar fogo”. Aguardemos…

  12. Acho justo essa indignação dos dentistas, mas em contrapartida, como paciente, não entendo o valor exorbitante cobrado por alguns profissionais para fazer uma simples restauração. Pior ainda é quando se trata de uma tratamento mais sério… Simplesmente impossível de se pagar! O acesso a saúde bucal nesse país é caríssimo. Como é que se paga 2.000,00 por um implante?

    1. Procure saber o quanto é preciso estudar e investir para que o dentista possa fazer uma “simples” restauração ou um implante na senhora.

    2. Cara paciente, nenhuma restauração é “simples”, há profissionais que dedicam 2 anos de especialização para conseguirem fazer a tal simples restauração. É claro que existe pacientes e pacientes, uns querem “tapar o buraco”, outros buscam a perfeição em seu tratamento. Para isso existem dentistas e preços diferenciados.
      Uma alternativa aos 2 mil reais por um implante, são os cursos de especialização, você se cadastra para ser operada por alunos, pagando até 1/5 desse valor.
      Att., Raphael

    3. Cara Vera: Um implante por 2000,00 é realmente caro? Vamos fazer uma conta. Os implantes como a maioria dos tratamentos dentários devem durar no mínimo 5 anos, então vamos lá: 5 anos são 60 meses logo você gastará 35 Reais/mês. Pergunto é caro?
      Quanto você gasta por mês em salão de beleza? No mesmo raciocínio: uma restauração por 100 reais, no mínimo 24 meses são 4 Reais/mês. É caro?
      Um abraço!

    4. Olá Vera, sei que vc esta do outro lado da moeda. Mas vc precisa pensar, que o nos os profissionais nos capacitamos para tal procedimento, investimos em qualidade de equipamentos, e materiais que serão usados em você, e ainda tem as altas taxas de impostos que sao inseridos no contexto. Pense bem, e procure sempre um dentista para esclarecer suas duvidas.
      Abraços.

    5. Vera, concordo com vc em parte. Sou dentista, especialista e não atendo mais convênio ha 5 anos. Porém acho alguns orçamentos realmente altos. Acho que se tivessemos uma faixa de preços mais condizente com a população de modo geral, só iriamos ajudar esses pacientes a deixar de procurar os convênios.

    6. Prezados, entendo o que a Vera quis dizer: há grande divergência entre o valor pago por um convênio médico e o valor cobrado pelos profissionais de saúde. Também como paciente e também como profissional liberal, talvez fosse interessante os dentistas alterarem seus preços particulares para que possam “competir” com os planos odontológicos. Por exemplo (não tenho ciência de valores tá):
      uma extração de dente ciso pago pelo convênio: R$ 10,00
      uma extração de dente ciso cobrado pelo profissional: R$ 50,00.

      Talvez, se o profissional cobrasse R$ 30,00 os usuários desses planos parassem de pagar para pouco retorno…

      Desculpe se falei alguma “m#”, mas se o profissional se sujeita a ganhar X do convênio, poderia cobrar Y do paciente. Parece até que todo o retorno do mês tem que vir de pacientes particulares…

      1. Danieli, seu raciocínio até faz sentido, embora esteja, ao meu ver, ao contrário: você parte da premissa de que quem deve “regular” o que um dentista particular cobra é a indústria dos convênios. Qual o benefício para o dentista se assim fosse? Absolutamente nenhum, as pessoas não deixariam de ter convênio, pode acreditar. Na verdade o apelo do meu texto é exatamente o contrário: que os convênios paguem melhor os dentistas pra que eles possam atuar via convênio com dignidade. E se o que o convênio paga não é digno, que o dentista se descredencie. A sua lógica é a mesma de muita gente: “se no Brasil as pessoas têm muitos problemas dentários é porque os dentistas particulares cobram caro. Se fosse mais barato, todos iriam ao dentista e tudo estaria resolvido”. Mas na verdade, as pessoas no Brasil têm muitos problemas dentários porque não têm a cultura de prevenção e porque o SUS não cumpre a obrigação do Estado que é oferecer saúde de qualidade à população. A culpa não é do dentista particular. E a indústria dos convênios, que de santa não tem nada, se aproveita exatamente dessa carência de atenção à saúde pra oferecer dentista “baratinho”… aí o usuário paga barato e acha que está levando vantagem, mas os tratamentos mais caros (prótese, implante), via de regra, convênio nenhum cobre. Perde o paciente que acaba pagando 2 vezes, perde o dentista, que recebe muito menos do que merece.

  13. Pessoal da classe odontológica.
    Duvido que os cirurgiões dentistas saiam de todos os planos exploradores odontológico, sempre tem um ou vários em cima do muro que pensa que é o melhor que todos.
    No Brasil,por exemplo, os médicos pediatras fizeram uma paralisação e foram logos atendidos eles tiveram um bom aumento no recebimento dos convênios médicos.
    Outro ponto, porque o Conselho Federal de Odontologia (CFO) ainda fica no RJ?
    É a única entidade de classe que está fora da capital do país, sito isso por que se houver algum tramite na justiça e chegar no STF coitado do dentista q vai ter q ligar para o RJ e depois para o DF.
    O CFO é omissa em relação aos planos de odontologia, pois independente de ser dentista ou não quem já não viu nas lojas de departamento de roupas “plano médico R$XX,00, plano odontólogo GRATIS” QUE ISSO GENTE DENTISTA TRABALHA DE GRAÇA!!!!?
    O CFO + CRO NÃO FAZEM NADA PARA OS DENTISTAS É UMA VERDADEIRA EXPLORAÇÃO.
    Não existe defesa para a classe odontológica, que é desunida porque os representantes devem estar é cheio de $$$ no bolso que devem ser sido comprados, eu falei devem n estou afirmando!! pelos CONVÊNIOS ODONTOLÓGICO, e daí tá tudo bem fod……-.. o resto.
    PRESIDENTE DO CFO FAÇA ALGO PELOS DENTISTAS
    PRESIDENTE DOS CRO FAÇA ALGO PELOS DENTISTAS
    ISSO É UMA VERGONHA PAGAR AS ANUIDADES E NÃO RECEBER NADA EM TROCA, OPS RECEBEM SIM –> TAXA DE ISS, TAXA DE LIXO, TAXA DE IPTU, TAXA DE INSS, E ETC

  14. Caros colegas

    Muito simples. Se o valor pago pelo convenio não é lucrativo, então não vamos atender por ele.. Em qual parte do mundo alguém trabalha para trocar seis por meia dúzia. O que o convênio visa não é apenas lucro. Se alguém puder tê-los, que sejamos nós, pois somos a mão de obra especializada.

    Aprendam a dizer NÃO ao convênio antes que você pague para trabalhar!

  15. Realmente é una vergonha.
    Pior que cruzar os braços vai ser pior, tem mesmo que descredenciar. Os conveniados continuarão pagando as mensalidades mesmo que haja paralizações pontuais. Temos que cobrar das entidades de classe que fixem tabela com valores mínimos e que multem ou interditem quem descumprir.

  16. Tudo muito bom ,tudo muito bem, mas VAMOS COMPRAR FINALMENTE ESSA BRIGA, ou alguns colegas vão ficar em cima do muro, enquanto os CDs “guerreiros” partem para a batalha. Chega de deixar os colegas lutarem e manter o atendimento aos convênios. Caros colegas, não sejamos hipócritas nessa hora. Vale a pena lutar pela boa guerra.

  17. Pingback: Unna Bomba -
  18. Pingback: Rede Unna
  19. Concordo plenamente com todas as colocações. Será que se todos os profissionais deixarem a Rede Unna na mão, esse abuso continua?
    Estamos pagando para trabalhar!

  20. Seu texto aborda apenas um dos aspectos que desvalorizam a nobre profissão do Cirurgião Dentista.
    Há inúmeros fatores que necessitariam de um tratado para esgotar o assunto. O governo tirou de seus ombros a responsabilidade de assistir a população e, logo surgiram “empresários” do setor que em nada dignificaram (ou dignificam) a classe. Apenas enriqueceram a custa do suor alheio. A razão disto começa pela reflexão: é fácil amar a Odontologia, mas será que amam a vida, o ser humano? Não creio. Tanto assim o é que para eles não há pacientes. Há clientes. A classe é, sempre foi e, provavelmente continuará desunida. Quanto ao questionamento do colega acima, nossos representantes estão mais interessados em colocar seus nomes em evidência. Grandes profissionais estão no anonimato dos seus consultórios, lutando pela saúde por amar o ser humano. Há muito mais, por agora, é isso.

  21. Sou marido de uma dentista e fico absurdamente revoltado com o cenário dos planos de saúde. Lamentável que tanta gente se submeta a estas tabelas. Acho que falta um trabalho de base nas universidades, de criação de consciência sobre os custos de operar um consultório – pena que ninguém esteja levando esta bandeira á frente.

    1. A odontologia acabou! Prova disto são os dentistas recém-formados e os estudantes de odontologia. Menos de 10% estudou em um bom colégio ou foi um bom aluno. Quem faz odonto hoje é quem nunca teve expectativa, quando era menor, de um futuro brilhante. Filho de rico jamais faz Odonto, mesmo se filho de dentista. Por isso é que os novos dentistas aceitam planos de saúde e estão acabando com a nossa profissão.

  22. Até quando a nossa classe será desunida e permitir esse tipo de abuso?
    Moro em santa catarina e fiquei indignado com essa nova rede.
    Quando haverá um movimento de verdade para acabar de vez com todo esse abuso?
    Onde estao nossos representantes (CROs , Sindicato, ABOs), que dificilmente comentam esse tipo de assunto.

    1. Caros colegas!
      Sou do RJ e nesta semana, o CRO começou a divulgar atravès da mídia uma campanha contra a exploração feita pelos convênios e valorização da odontologia. Este é o momento de nos unirmos. É pura ilusão acharmos que agenda cheia significa remuneração digna. A matemática é simples: o convênio ( leia-se Rede Unna/Odontoprev) , quer “pagar” por uma resina R$ 19,00. Mas quanto custa o procedimento já que usamos anestésico, agulha, brocas, adesivo, microbrush, luva, máscara, resina, pontas de acabamento e polimento, pasta polidora, carbono, tira de aço e lixa, além do investimento em cursos de educação continuada,condomínio luz, impostos e finalmente, oferecer a nossa família uma vida digna fruto de nosso trabalho enquanto os empresários utilizando uma mão de obra barata enriquecem a nossas custas. Somos profissionais e juramos que trataríamos nossos pacientes com respeito e dignidade. Assim, é impossível aceitar que os planos odontólogicos nos tratem como meros escravos. Lembrando que uma manicure cobra R$40,00 e uma faxineira R$120.

A área de comentários / perguntas está fechada. Agradeço a compreensão.

No plantão: Ana Tokus

Cirurgiã-dentista graduada pela Universidade Federal do Paraná, especialista em Radiologia Odontológica e Imaginologia pela ABO-PR, convicta de que medo de dentista se combate (também) com informação. Diva-Boss do OdontoDivas e autora do Blog Raios Xis. Twitter: @AnaTokus e @medodedentista