Anestesia sem agulha… finalmente!


Gente… este post foi uma brincadeira do Dia da Mentira. Não levem a sério, tá?! 😀

Pesquisadores da London School of Medicine and Dentistry no Reino Unido já haviam dado a dica em 2005 e neste mês, finalmente, chega ao Brasil a solução para o medo de dentista: uma espécie de super anestésico que dispensa o uso de agulhas! A Calapolicaína já vem sendo usada na Inglaterra desde 2007 e, claro, tem feito a vida dos britânicos muito mais feliz.

Gel de Calapolicaína

Você já deve conhecer a “pomadinha” que os dentistas usam para diminuir o desconforto da picada da agulha antes da anestesia, não? O princípio desse novo anestésico é o mesmo, porém seu efeito é potencializado. Trata-se de um anestésico tópico em gel que, visualmente, é igual aos demais, mas que contém o extrato de uma planta australiana, cujo nome científico é Calandrina polyandra, reconhecidamente eficaz como agente anestésico.

Quando o extrato dessa planta é aplicado sobre a pele ou mucosa, o efeito é imediato: a região demora de 5 a 10 segundos para “amortecer”. Isso se dá porque o seu poder de penetração é imenso e, ao contrário dos anestésicos tópicos convencionas que só agem na superfície, esta nova substância é capaz de alcançar nervos e ossos rapidamente. E, uma vez a analgesia alcançada, tem efeito por até 2 horas, tempo suficiente para a maioria dos procedimentos odontológicos, como tratamentos de canal, restaurações e extrações de terceiros molares (sisos).

A ideia de usar a Calandrina polyandra como anestésico provém da cultura aborígene (população nativa australiana) que utiliza o extrato da planta para provocar analgesia há séculos.

Fonte: Agência Reuters – Brasil (recomendo fortemente que você leia a reportagem na íntegra)

Compartilhe:

Comentários via Facebook


Categoria: Humor

Marcadores:

16 comentários

    1. Existem opções, Hirlan. Mas esses sistemas de anestesia sem agulha ainda “não pegaram” aqui no Brasil… principalmente pelo preço. Havia um aplicador de anestesia semelhante àqueles de insulina, por pressão e sem agulha, mas não ouvi mais falar dele nos últimos 2 anos. Acho que saiu do mercado.

    1. Depende do que você chama de agulha, Zandor. Sem limas – que são instrumentos que parecem agulhas e o dentista as usa pra limpar e dar forma ao interior dos canis – não dá. Já sem anestesia, dependendo do caso, até é possível… embora seja exceção.

  1. Fiz um Começo de Resposta sobre esta brincadeira de mal gosto, porem aparece um alerta aqui que não entendo. E com todo respeito a quem curte, aplaude, e ama, este tipo de ação.
    Acho (*EU) que este espaço deveria ser, para nos ajudar, e esclarecer, sobre uma parte da mais alta importancia do nosso corpo, que devido aos altos preços, não permite ao povo um tratamento adequado, obrigando a utilização das incomodas e doloridas chapas (dentaduras).

    1. Mestry, este texto tem mais de 2 anos e, nesse tempo todo, o alerta inicial de que se tratava de uma brincadeira sempre esteve na primeira linha. O problema é que as pessoas não se dão ao trabalho de ler o texto e já partem pra perguntar, através da área de comentários, o que querem saber. Este blog existe justamente pra esclarecer pessoas leigas sobre Odontologia, e, além dos quase 500 (sérios) posts publicados, conta com pelo menos 7.000 perguntas respondidas por mim (respondi perguntas suas em pelos menos 2 ocasiões, inclusive). Se a brincadeira de primeiro de abril não teve graça pra você, peço que me perdoe.

  2. Meu soooooonho de infância é um anestésico desse…
    Pelo menos nenhum paciente ia mais morder meu dedo e deixar minha unha roxa quase 1 mês…

    1. Ahahaha! Acredite, Gustavo, você não foi o segundo que caiu não… só o segundo que admitiu! 😀
      Acabei descobrindo com essa “pegadinha” que esse não é só um sonho dos pacientes… é dos dentistas também! Obrigada pela visita e desculpe a brincadeira… 🙂

A área de comentários / perguntas está fechada. Agradeço a compreensão.

No plantão: Ana Tokus

Cirurgiã-dentista graduada pela Universidade Federal do Paraná, especialista em Radiologia Odontológica e Imaginologia pela ABO-PR, convicta de que medo de dentista se combate (também) com informação. Diva-Boss do OdontoDivas e autora do Blog Raios Xis. Twitter: @AnaTokus e @medodedentista