Renata Banhara quase morreu por causa de um tratamento de canal?


Como amplamente divulgado pelos meios de comunicação, a modelo Renata Banhara esteve internada em estado grave no Hospital Albert Einstein, em São Paulo. O suposto motivo? Um tratamento de canal.

Renata Banhara com infecção no dente
Mesmo?

Sim, suposto.

Segundo a assessoria de imprensa da modelo, ainda na época de internação, ela teve “uma infecção grave no cérebro causada por uma bactéria que ficou alojada no osso e causou uma sinusite”. Essa bactéria teria “entrado no osso” através de um tratamento de canal.  O irmão de Renata, Túlio Alano, contou que a moça tinha tratado o canal de um dente havia 6 anos, e que estava tudo ok. De repente a infecção dentária voltou, porém silenciosamente, sem os sintomas clássicos (dor, febre, edema) e começou a se espalhar pelos ossos da face de Renata.

Note que até o momento temos a versão da Renata, do seu irmão e da sua assessora de imprensa. Nenhuma palavra oficial da equipe médica responsável pelo caso e nenhuma declaração do dentista que fez o tratamento de canal (ou do dentista que a atendeu na ocasião da internação). Claro que os 3 estão falando baseados no que devem ter ouvido … mas é preciso ter cautela: são pessoas leigas falando. Não dá pra simplesmente acolher essas informações como verdade.

A origem da infecção foi mesmo um tratamento de canal?

Não. E isso eu posso afirmar sem medo de errar! Sabe por quê? Porque tratamento de canal não causa infecção nenhuma, pelo contrário… ele CURA a infecção. Remove a bactéria. Mantém o dente, e sadio. É preciso ter cuidado em escolher as palavras pra falar sobre um caso como esse… porque quem não entende do assunto é facilmente envolvido por explicações superficiais e baseadas em achismo.

Melhorando a pergunta: a origem da infecção pode ter sido um tratamento de canal mal sucedido? Sim. Explico em seguida. Mas antes…

Todo tratamento de canal mal sucedido foi mal feito?

Não. Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa. O dentista pode fazer tudo direitinho, dentro da técnica, seguindo todos os protocolos de biossegurança… e mesmo assim o tratamento de canal não resolver o problema. Quem dera nós tivéssemos o total controle de como um organismo se comporta frente a uma infecção!

O que pode ter acontecido?

É plausível que uma bactéria proveniente de um canal infeccionado (e não de um tratamento de canal, como já esclareci) tenha causado uma sinusite e que essa sinusite tenha evoluído pra uma situação bem mais grave (até com celulite infecciosa, que é uma infecção da pele)? Sim. Foi isso que aconteceu? Não sabemos.

As sinusites podem surgir em decorrência de diversas doenças infecciosas sistêmicas como gripes, resfriados, pneumonias, asma, bronquite, etc.. A inflamação da membrana sinusal pode ter origem odontogênica, também. O desenvolvimento de lesões periapicais em dentes próximos ou invaginados no seio maxilar pode provocar alterações inflamatórias na mucosa sinusal e levar ao desenvolvimento de sinusites. A sinusite odontogênica abrange de 10 a 12% dos casos de sinusite maxilar com histórico de infecção odontogênica ou periodontal.

Em resumo: é bem possível que Renata Banhara tenha chegado ao abscesso cerebral (se é que chegou) por causa de uma sinusite bacteriana. Se ela começou como sinusite odontogênica, são outros quinhentos. Não dá pra simplesmente afirmar isso, não.

Uma infecção dentária pode virar câncer?

Não, não pode. É importante ressaltar, pra não haver mal-entendidos. Muito foi dito na TV e na Internet, e nem toda informação procede. Então é bom esclarecer.

Granuloma periapical
Granuloma periapical

Quando o “nervo” (polpa) de um dente morre, o tecido que está dentro do dente sofre necrose. Pra que esse tecido infectado fique limitado ao canal do dente, o organismo costuma criar uma barreira… como se fosse uma “cerca” na pontinha da raiz do dente. Aí se forma um tecido inflamatório chamado granuloma periapical, que nada tem a ver com câncer. Com o tempo, se não for tratado, o granuloma tende a virar um cisto periapical, bem delimitado. O tratamento indicado costuma ser o tratamento de canal, assim o granuloma regride (afinal, removendo-se a infecção, o organismo entende que não precisa mais da “cerca”). Se não regredir, pode haver indicação de apicectomia, que é uma cirurgia paraendodôntica que consiste na remoção da pontinha da raiz, com granuloma / cisto e tudo!

É importante dizer, também, que o granuloma pode ficar bem grande. O organismo envia, então, células de defesa pra tentar acabar com ele. Mas nem sempre a lesão desaparece por completo depois do tratamento de canal, o que não significa que a infecção não foi controlada. Nesse caso, fica um fibroma, que é como se fosse uma “cicatriz” que aparece na radiografia. Mas isso é só resto celular e não causa transtorno.

* * *

Mesmo que um infecção dentária não vire câncer, o caso da Renata, tendo ou não essa origem, serviu pra dar o alerta: é preciso tratar. Não adie a ida ao dentista… quanto antes você resolver um problema de canal, menor a chance de complicações mais sérias. 😉

Leia também: 

Granuloma Periapical, no OdontoBLOGia

Modelo Renata Banhara, Canal, Sinusite e Infecção Cerebral, no DicasOdonto

Do canal (será?) ao abscesso cerebral: o caso Renata Banhara, no OdontoDivas

Compartilhe:

Comentários via Facebook


Categoria: Endodontia

Marcadores:

5 comentários

  1. Ola dra. Poderia me tirar uma dúvida? Bom, tenho dois dentes superiores que tenho quase certeza que vou perder, no caso o 14 e o 16, posso usar aparelho para preencher a vaga? Tenho tanta vergonha disso pq só tenho 22 anos e eles caíram a obturação e quebraram, nao da pra resgatar segundo a dentista que eu fui. Caso eu perca eles queria saber de um jeito de preencher o vazio e nao tenho condições financeiras para fazer implante. Aguardo seu retorno. Obrigada.

    1. Fabiula, EM TESE, é possível, sim. Mas é preciso avaliar se essa possibilidade existe no seu caso. Como são dentes superiores, a chance desse tipo de movimentação dentária dar certo aumenta. Seria preciso “puxar” os dentes de trás pra frente e fechar esses espaços. Procure um ortodontista e faça uma avaliação.

      1. Obrigada.
        Conversei com a dentista que esta me atendendo e segundo ela nao dá pois esses dois dentes são muito “grandes” e nao tem como preencher o espaço. Fiquei tao triste! O que acha que devo fazer procurar outra dentista ? Help PF

        1. É um direito seu, Fabiula. Se você quiser uma outra opinião, pode procurar outro dentista. Mas é provável que a opinião seja a mesma.

A área de comentários / perguntas está fechada. Agradeço a compreensão.

No plantão: Ana Tokus

Cirurgiã-dentista graduada pela Universidade Federal do Paraná, especialista em Radiologia Odontológica e Imaginologia pela ABO-PR, convicta de que medo de dentista se combate (também) com informação. Diva-Boss do OdontoDivas e autora do Blog Raios Xis. Twitter: @AnaTokus e @medodedentista