Medo de dentista é normal!


Não. Não é. Medo de dentista é COMUM.

Nesta semana ouvi a frase-título deste post umas 3 vezes. Quero acreditar que se trata de uma inadequação na forma de expressar a ideia, que o que se queria dizer era que medo de dentista é comum. Comum é mesmo.

Medo de dentista não é normal. É comum.

O sentimento medo, de forma geral, é algo inerente ao ser humano. Todo mundo tem medo de alguma coisa, e certas situações que nos despertam medo são recorrentes. Por isso afirmo: medo de dentista é comum, muita gente tem. Mas, ao contrário do que se pensa, a maioria das pessoas não tem. O que se confunde por aí com medo de dentista nada mais é que uma ansiedade provocada pela situação de estar sendo examinado por um profissional de saúde, a famosa Síndrome do Jaleco Branco. Isso acontece no consultório do médico também, e é caracterizada, principalmente, pela elevação da pressão arterial.

Por mais que a diferença entre normal e comum pareça nenhuma aos desavisados e os termos sejam usados muitas vezes como sinônimos, não são. E essa confusão linguística revela uma outra face do problema: o conformismo dos pacientes e, pasmem, dos dentistas com relação ao problema. Se é normal, combater pra quê?

Se ter cárie é normal, pra quê evitá-la?
Se gengivite é normal, pra quê escovar os dentes?
Se o dente de leite vai cair, pra quê cuidar?
Se o meu dente não está doendo, pra quê ir ao dentista?
Se é normal velho usar dentadura, que a vida siga o seu curso!

E essa acomodação em frente ao que se pensa ser inevitável nos transforma em espectadores pesarosos da nossa má sorte. Não fazemos nada pra mudar as coisas… afinal de contas, medo de dentista é normal. É NORMAL UMA OVA!

Que fique claro: medo e fobia são coisas muito diferentes. Fobia de dentista, a odontofobia, é uma condição patológica (é doença) que não é comum e muito menos normal. Deve ser tratada numa ação conjunta entre dentistas, psicólogos e quaisquer outros profissionais que se façam necessários. É o seu caso? Procure ajuda.

Não confunda conhaque de alcatrão com catraca de canhão :D. E se precisar conversar, [email protected].

Compartilhe:

Categoria: Apoio PsicológicoGeral

Marcadores:

18 comentários

  1. Oi Ana, tudo bem? Estou com uma dúvida, agora em novembro de 2015 faço 1 ano que estou com aparelho, meus dentes eram poucos tortos que me incomodava e fui no dentista para corrigir, ela mesmo já disse que estão perfeitos e para mim estão também lindos, mas que se arrancar antes de completar 2 anos de uso corro o risco de meus dentes entortarem tudo novamente, pois segundo ela a raiz demora mais para corrigir, e neste caso meus dentes arrumaram mas a raiz fica mole, com a retirada em curto tempo no caso 1 ano de uso eles voltariam a entortar, isso procede mesmo? Devo esperar o prazo de 2 anos mesmo estando com os dentes em perfeito estado? Obrigada.

    1. Rafaela, se você remover o aparelho fixo e não usar nenhum tipo de contenção (geralmente um aparelho removível), a tendencia é dos seus dnetes entortarem pelo menos um pouco, sim. Compreendo que você esteja ansiosa pra remover o aparelho logo, mas como você já está no meio do tratamento, faça um esforço e aguente mais um pouco… aí você conclui o tratamento direitinho, usa as contenções e vai ter um resultado muito melhor.

  2. Oi,
    Eu gostaria que me respondesse uma coisa!! Pode? Então vai!!
    Que fique claro (não tenho medo nenhum de dentista, mas sim ansiedade)! Bom, tenho acompanhamento com dentistas só que tenho vergonha de perguntar se está tudo bem, agora andei procurando! Mas vai a pergunta:
    O que precisa para por aparelho ortodôntico?
    Meus dois dentes da frente (parte de cima), estão se entortando a cada dia que passa, estou com muito medo!!! O que faço?
    Ahhh, quem está prestes a colocar um bloco em um canal, pode fazer mesmo sem ele o exame para por aparelho?
    Gostaria muito se me ajudasse!!
    Mesmo assim, obrigada!

    1. Anna, a primeira coisa a se fazer é procurar um dentista/ortodontista e fazer uma avaliação. Havendo necessidade do uso de aparelho, ele mesmo encaminhará você pra fazer os exames (radiografias, moldagens, etc.). Depois dos exames prontos e analisados, é só marcar a consulta pra instalação. E sim, mesmo que você ainda não tenha colocado o bloco, pode ir fazendo os exames já.

      1. Obrigada!! Vou procurar sim um ortodontista e fazer uma avaliação!!
        Obs: Eu tenho acompanhamento sim com uma dentista, só que ela não tem essa especialidade! Ela me falou que eu precisava corrigir os dentes e mandou eu procurar um ortodontista!! Mas eu esqueci de perguntar do bloco (obrigada, novamente)!!! Vou procurar fazer a minha documentação e assim instalar o aparelho ortodôntico!!!
        Ahhh… e mesmo sem o bloco depois da documentação (exame), posso já ir colocando o aparelho?
        Desculpa o incomodo!!!! Te agradeço muito! Obrigada por tudo!!
        By: Anna, 13 anos.

        1. Anna, se o bloco será cimentado em um dente que não vai entra no tratamento ortodôntico (não será colocado um bráquete ou banda nele), até pode. Mas é sempre bom perguntar isso para o seu ortodontista antes de instalar o aparelho.

  3. Ola 🙂
    Bom… eu arranquei dois dentes da parte inferior (o 34 e 44). E obviamete levei pontos e tal… so que to percebendo que cria como se fosse uma massinha branquinha… E tiro com cotonete, pensando q talvez possa ser alguma sujeirinha. O que a senhora pode me afirmar sobre?! Alguma orientaçao ou conselho?!
    Me ajudara muito ao responder ;
    Obg !!

    1. Adryellen, a massinha branca deve ser placa bacteriana, que se adere ao fio que foi usado nos pontos. Pode continuar removendo com o cotonete, como você vem fazendo.

  4. Então… Olá.

    Meu nome é Fellipe, tenho dezesseis anos e acho que meu primeiro – e, se Deus quiser, último – siso está nascendo. Digo que acho porque obviamente não certeza; pode ser uma inflamação ou infecção. Não pode? Diz que sim. Sempre ouvi histórias aterrorizantes sobre o dente siso e sua extração. A dor se encontra no lado esquerdo inferior da minha boca e o local aparenta confirmar: é o terceiro molar. Comecei a ver hoje que uma pontinha de um possível dente está nascendo. Já tinha sentido uma dorzinha há mais ou menos um mes atrás, mas passou e acabei esquecendo. Mais cedo enquanto comia um biscoito – tenho costume de colocar todo o biscoito na boca e tenho esperanças de que possa ter sido só uma pancada na gengiva – senti uma dor incômoda que parecia ser num dente normal, mais na frente. A dor foi passando e pareceu mudar de lugar… Acho que foi só impressão, mas enfim. Desde sempre tenho medo de dentista, já teve um tempo que fiquei indo semanalmente para tratar cáries e até arranquei um dente e pensei ter perdido o medo, mas a tensão continua. O dente parece estar nascendo certinho, mas como ainda é muito pequeno não posso afirmar nada. Rezo quase que desesperadamente pedindo a quem tiver de pedir para que não seja isso. Minha dúvida é a seguinte: devo ter esse medo ou é como uma extração normal? Já li em alguns lugares que algumas são piores que as outras por causa da localização e da posição do dente, mas de qualquer jeito ainda tenho receio. Por favor, dá-me umas palavras de apoio.

    Espero a resposta de vocês e agradeço bastante o espaço aqui. Um abraço de um cara bocalmente medroso.

    1. Felipe, pelo seu relato não percebi nada com o que você tenha que se preocupar. Na sua idade é normal os sisos começarem a apontar mesmo, e se eles estão nascendo é sinal de que, possivelmente, há espaço suficiente pra isso. Quando há espaço a extração dos sisos costuma ser desnecessária, a não ser que haja algum outro motivo que justifique isso. Aí seu dentista irá recomendar.

      Sabe por que a gente só fica sabendo histórias horríveis sobre as extrações de siso (e de outros procedimentos odontológicos)? Porque só quem teve problemas é que sai contando. Acredite: pode ficar bem tranquilo, não é nenhum bicho de sete cabeças. Eu mesma tive os meus 4 removidos e não tenho queixas a respeito.

      Por hora, procure um dentista e faça uma avaliação. Será feita uma radiografia panorâmica que dirá qual o posicionamento dos seus dentes e, a partir daí, poder-se-á determinar a necessidade de extração e, caso isso se confirme, a dificuldade da extração. Que fique claro: essa dificuldade não é pra você, é para o dentista! 🙂

      Um abraço de uma dentista que adora acalmar caras bocalmente medrosos. 😉

    1. Então na próxima peça orientação em higiene bucal ao seu dentista. Se você caprichar, suas próximas visitas ao dentista serão apenas para check-up e profilaxia. Bem baratinho. 🙂

  5. Taí! Sempre rola essa dúvida: o que é comum nem sempre é normal! Mas pra muita gente é estranho saber que a maioria das pessoas não tem medo de dentista! Por isso acham normal!

    E eu sei que você, ANA, TEM MEDO DE DENTISTA! Taí o tubarão pra não me deixar mentir! 😛

A área de comentários / perguntas está fechada. Agradeço a compreensão.

No plantão: Ana Tokus

Cirurgiã-dentista graduada pela Universidade Federal do Paraná, especialista em Radiologia Odontológica e Imaginologia pela ABO-PR, convicta de que medo de dentista se combate (também) com informação. Diva-Boss do OdontoDivas e autora do Blog Raios Xis. Twitter: @AnaTokus e @medodedentista