Dentista concorre ao Prêmio Jabuti com livro que previne o medo de dentista

Criado em 1959, o Prêmio Jabuti é a mais tradicional premiação da literatura brasileira. A cada ano, os livros que se destacam são reconhecidos com uma indicação e um selo, que garantem a qualidade da leitura. Na edição deste ano do Prêmio, a Unochapecó (Universidade Comunitária da Região de Chapecó-SC) recebeu uma bela surpresa: a obra Viagem ao Consultório do Dentista, da professora de Odontologia da Universidade, Bianca Fiorentin Moura, foi indicada na categoria Infantil.

O livro é resultado da pesquisa que Bianca realizou no seu mestrado, há seis anos, e foi reeditado no ano passado pela Editora InVerso. Ele conta a história de Pedro e Bruno, dois irmãos que não conhecem o dentista. Na noite anterior à primeira consulta, recebem a visita de uma fada que, em sonho, os leva até um consultório. A ideia é mostrar para as crianças como funciona este ambiente e também lembrar que elas não precisam ter medo de dentista.

“Lá, os irmãos conhecem os instrumentos, equipamentos e sons que irão acontecer em um próximo momento. Então, o livro consegue antecipar essas etapas e familiarizar as crianças aos procedimentos, fazendo com que elas se recondicionem, caso não tenham uma boa experiência no dentista, ou que criem, então, uma experiência positiva”, explica a autora.

Para que isso aconteça, a obra possui QR Codes, que levam o leitor a um vídeo com histórias curtas e o som de diversos aparelhos utilizados, como canetas de alta e baixa rotação, sugadores e a seringa tríplice. Além disso, Bianca lembra que as últimas páginas trazem dicas para auxiliar os responsáveis na hora de orientar as crianças. “O livro atingiu um público muito interessante que é o dos pacientes especiais. Autistas, que se preparam em casa através dos sons, e pacientes com paralisia cerebral, que a mãe consegue preparar a criança. Também, até o próprio ambiente escolar, em função dele ser pedagógico”.

Por ter sido criada durante o mestrado, a Viagem ao Consultório do Dentista foi testada com 20 pacientes da Clínica Integrada da Unochapecó antes de ser publicada. “Nesse teste, o livro foi apresentado para as crianças em uma sala, de forma individual, através dos responsáveis. Antes e depois da apresentação, a gente pediu para as crianças apontarem em uma escala facial, seu nível de ansiedade naquele momento. Para a nossa felicidade e surpresa, positivamente, esse livro permitiu um consolamento prévio à consulta, fazendo as crianças se tornarem menos temerosas a partir do seu uso”.

De maneira lúdica e criativa, a obra ensina as crianças que muitas coisas diferentes acontecem em um consultório de dentista, mas que todas elas serão recebidas de forma divertida. A premiação ainda não aconteceu, mas Bianca já sente feliz pela indicação ao Prêmio Jabuti. “Para mim esse reconhecimento já aconteceu e eu só tenho a agradecer a tudo, a todos e a Deus por tudo isso que está acontecendo em minha vida”, finaliza.

Via Chapecó Online

Compartilhe:

Comentários via Facebook


Categoria: O Medo de Dentista na Mídia

Marcadores:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

No plantão: Ana Tokus

Cirurgiã-dentista graduada pela Universidade Federal do Paraná, especialista em Radiologia Odontológica e Imaginologia pela ABO-PR, convicta de que medo de dentista se combate (também) com informação. Diva-Boss do OdontoDivas e autora do Blog Raios Xis. Twitter: @AnaTokus e @medodedentista